Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quanto ganha um educador em álgebra e geometria?

De Carolina, publicado dia 31/03/2019 Blog > Apoio Escolar > Matemática > Qual é o salário de um professor de matemática?

Normalmente, a gente escuta muitos professores reclamarem de suas más condições de trabalho, da total desconsideração com suas profissões e dos salários baixíssimos.

Será que tudo isso é verdade?

Quanto ganha um professor particular de matemático, por exemplo? Sua remuneração é muito pouca?

O salário é o mesmo dando aulas de matematica ensino medio, no colégio ou faculdade? Qual a diferença de um professor em uma escola particular ou pública?

Há diferenças de salários para dar aula de matematica?

Uma falsa igualdade de tratamento entre professores

O salário de um professor de matemática (como se tornar um?) depende de sua qualificação, do nível de ensino e da cidade/estado no qual ele leciona.

De acordo com o site Guia da Carreira, o Catho realizou uma pesquisa para determinar a média de salário de um professor no Brasil. Eles chegaram ao valor de R$1.800 independente do nível, da disciplina e do local.

Não faça geometria pelo salário Piso salarial para professores regularia o pagamento?

Normalmente, os salários dos professores são regularizados por lei, pelo menos para o ensino público. O piso salarial determinado pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura) para 2016 é de R$ 2.135,64 por no máximo 40 horas de aulas semanais. Houve um reajuste de 11,36% nesse valor com relação ao ano passado.

Esse piso vale para os professores com formação mínima de magistério de ensino médio. Para quem não conhece, o magistério é uma formação complementar aos estudos do ensino médio. Com ela, os professores podem lecionar para a educação infantil e os primeiros anos do ensino fundamental. Porém, para lecionar no ensino médio, a maioria das escolas exige uma formação superior de licenciatura.

Mas tome cuidado com esse tipo de formação de nível médio!

Segundo o site Nova Escola, os professores com o magistério de nível médio serão aceitos nas escolas somente até 2020. Essa medida faz parte das metas do Plano Nacional de Educação (PNE) que vai solicitar uma formação superior para todos os professores da educação básica (ensino fundamental e médio).

O pagamento dos educadores das instituições dos estados e dos municípios por lei Saiba os salários dos docentes das escolas públicas

Voltando a média salarial dos professores, a remuneração aproximada por nível de estudos lecionado é de:

  • R$ 1.500 para a educação infantil
  • R$ 1.800 para aula de matematica ensino fundamental
  • R$ 2.4oo para ensino médio
  • R$ 1.800 para ensino técnico
  • R$ 3.200 para ensino superior
  • R$ 2.000 para professor a distância

Porém, há diferenças de salário de acordo com a disciplina dada pelo professor. Normalmente, os de matemática ganham acima da média, ainda segundo o site Guia da Carreira. Os salários dos professores da matéria dos números ficariam abaixo somente dos educadores de física, alemão, inglês e português.

Mas vamos entrar detalhadamente em cada fator de variação do salário.

Piso salarial para os professores do ensino público, para quê serve?

Os professores que ensinam nas escolas públicas contam com o piso salarial definido pelo MEC (Ministério da Educação e Cultura). O piso determina o mínimo de salário que um professor no início de sua carreira deve receber em todas as instituições públicas de ensino.

Segundo o Portal Brasil, ele é calculado de acordo com a verba anual destinada à educação básica do governo federal. Esse recurso é repassado pelos estados e municípios para o pagamento dos profissionais e custos gerais da educação.

Essa verba anual chama-se “aluno-ano” (como encontrar estudantes para dar aulas particulares de matemática?), ou seja, o valor gasto pelo governo para cada matrícula feita na educação básica.

A variação desse valor por ano corresponde ao reajuste do piso salarial do professor. Por exemplo, se a verba aluno-ano de 2014 (com relação a 2013) for de R$ 2.285,57 e a de 2013 (referente a 2012) de R$ 2.022,51, o aumento do piso salarial de 2013 para 2014 é de 13,01%.

Como dizemos acima, o piso salarial para o ano de 2016 é de R$ 2.135,64 para no máximo 40 horas de aulas semanais para todas as categorias de professores.

Então, o piso é o mesmo para um professor de matemática (como ser um?), português, história, geografia etc. Ele deve ter no mínimo a formação do magistério de ensino médio para dar aula na educação básica (o que será válido até 2020 como citado acima).

Além do valor, o piso determina que 2/3 da jornada de trabalho do professor devem ser dedicados às salas de aula e 1/3 para atividades extraclasses (reuniões pedagógicas, plano de aula etc).

Geometria é mais didática porque trabalha com figuras? Os professores fazem de tudo para ensinar álgebra para os alunos

Claro que o professor vai receber o salário proporcional ao total de horas de aula por semana. Se ele trabalha 20 horas semanais, ele vai receber 50% do piso salarial.

Todas as instituições do ensino público devem obedecer esse piso. Porém, não há nenhuma punição para o estado ou o município que não o cumpre.

Por isso, nem todos pagam o equivalente do piso. Algumas instituições pagam o piso, mas não respeitam o 1/3 da jornada de trabalho para atividades extraclasse.

Então, para quê serve o piso salarial se nem todos os estados e municípios o cumprem?

Salários de professores de matemática de acordo com o estado

Uma matéria do G1 de junho de 2015 determinou a média salarial dos professores estaduais no Brasil.

Eles escolheram a rede estadual porque ela é normalmente responsável pelas escolas de ensino médio do sistema público de educação. Os professores que dão aula para esse nível devem ter no mínimo licenciatura (diploma de ensino superior para ser professor de matemática).

A pesquisa não determinou as categorias. Mais uma vez, não sabemos se essa média salarial corresponde à do professor de matemática, física, química, história…

Independente da disciplina lecionada pelo professor com licenciatura, ele recebia R$ 16,95 por hora de trabalho nas escolas estaduais em 2015, segundo a matéria.

A boa notícia é que todos os estados questionados pela pesquisa pagavam mais que o piso salarial.

Vale lembrar que o piso equivale o salário mínimo para um professor com formação de ensino médio, não superior. Por isso, não é de se estranhar que o salário apurado pela pesquisa era acima do piso porque eles também recebem de acordo com o nível de formação.

A má notícia é que esse salário é muito inferior ao pagamento de outros profissionais de nível superior de áreas diferentes. Os professores da rede estadual de ensino ganham 57% do salário da média de um outro profissional com curso superior.

Quanto ganha um educador de geometria no Brasil? Veja o salário do docente de acordo com seu estado

Salários de professor de matemática de acordo com a experiência

O pagamento dos educadores também varia de acordo com os anos de experiência. O Sine (Site Nacional de Empregos) fez um levantamento com o salário dos professores de matemática com relação aos anos de trabalho.

Um profissional com até 2 anos de experiência é considerado “trainee”. O “junior” tem entre 2 a 4 anos de trabalho na área. O “pleno” entre 4 a 6 anos, o “senior” entre 6 e 8 anos e o “master” acima de 8 anos.

Os dados dessa pesquisa são muito interessantes para nós porque eles filtram o valor somente dos professores de matemática, não os de outras disciplinas.

Aqui, o sistema de educação pode ser privado e público. O site também diferenciou os salários de acordo com o tamanho das empresas (pequena, média e grande). Veja aqui o resultado:

Pequena empresa:

  • R$ 1.359,66 Trainee
  • R$ 1699,57 Junior
  • R$ 2124,46 Pleno
  • R$ 2655,58 Senior
  • R$ 3.319,48 Master

Média empresa:

  • R$ 1.767,55 Trainee
  • R$ 2.209,44 Junior
  • R$ 2.761,80 Pleno
  • R$ 3.452,25 Senior
  • R$ 4.315,31 Master

Grande empresa:

  • R$ 2.297,82 Trainee
  • R$ 2.872,27 Junior
  • R$ 3.590,34 Pleno
  • R$ 4.487,93 Senior
  • R$ 5.609,91 Master

Eles utilizaram os currículos cadastrados no Banco Nacional de Empregos. Essa análise foi feita com uma amostragem de 10.221 salários ao total.

Se levarmos em consideração os dados da matéria do G1 que um profissional com formação superior ganha em média R$ 4.726,21 (Cadastro Central de Empresas – Cempre – e dados de 2013 do IBGE ), um professor de matemática recebe o salário normal de um profissional de nível superior somente depois de 6 anos de experiência.

Isso não é normal se pensarmos que muitos professores de matemática têm pelo menos o nível superior. Isso quando eles não fizeram mestrado, doutorado…

Quanto ganha um professor de aula particular de matemática?

A vida para alguns professores de matemática recém formados significa acabar de receber o diploma e aproveitar seu conhecimento na área para dar aulas particulares.

ganhar a vida ensinando matemática Dar aulas particulares de matemática é uma boa opção para complementar sua renda.

Os motivos para optar por esse caminho podem ser muitos:  pagar o aluguel, os estudos, ajudar nas contas do fim do mês, se manter financeiramente, ter sucesso profissional, etc.

O bom é que existe um leque de oportunidades para quem almeja compartilhar seus conhecimentos avançados nessa disciplina com outras pessoas, vai desde dar aulas para concursos, vestibular, ENEM, tutoria, reforço escolar, etc.

O salário do professor particular de matemática compensa?

Existem vários fatores que podem influenciar no valor da aula particular. Assim, o cálculo do salário de um professor particular pode variar de acordo com o somatório de quantas horas aulas ele consegue por mês.

Fatores que podem ser decisivos para definir o valor a cobrar pelas aulas particulares:

  • Formação e qualificação acadêmica do professor;
  • Experiência na área;
  • A disciplina e especialidade oferecida;
  • Localização;
  • Despesas de deslocamento (para aulas particulares em domicílio);
  • Pacote oferecido pelas aulas:

Destacamos esses critérios, e poderíamos anexar vários outros, como:

  • Tempo de deslocamento;
  • Custos de preparação do material;
  • Tempo de preparação da aula e do material;
  • Custo de agenda ociosa;
  • Valor oferecido pela concorrência:

A concorrência é o termômetro para o profissional definir melhor os preços, pois não faz muito sentido o professor cobrar um valor exorbitante por aulas particulares, e um outro profissional oferecer o mesmo serviço pela metade do preço.

Definir um valor discrepante com a realidade do mercado não oferece ao profissional uma posição de destaque na hora de disputar em igualdade com a concorrência.

Então, a solução encontrada pelos profissionais para definir o preço, precisa ser justo tanto para ele quanto para seus alunos.

Assim, chegamos a um valor médio das aulas particulares definido por professores com o diploma de licenciatura em matemática:

  • Valor mínimo: R$ 50 por hora aula
  • Valor máximo: R$ 100 pode hora aula

Lembrando que esses valores podem sofrer variações de acordo com os fatores citados acima, o valor médio informado é só uma referência.

O que podemos constatar com isso?

Mesmo cobrando o preço mínimo, o rendimento de um professor particular supera o valor da hora aula do professor de ensino regular.

Isso tudo sem o estresse de estar em uma sala de aula lotada e mantendo um serviço de qualidade.

Anúncios para dar aula particular de matemática

Uma vez definido o valor da aula particular, o profissional vai precisar vender o seu serviço. Já ouviu falar que a propaganda é alma do negócio?

aumente seus ganhos como professor de matemática Você é professor particular? Saiba fazer um bom anúncio para atrair mais alunos!

Então, seja nos classificados ou nas plataformas online, anunciar é a maneira que os professores particulares encontram para oferecer os seus serviços para um maior número de alunos possível.

No entanto, a propaganda de um professor é a alma do negócio, mas precisa ter cautela. Para que um professor tenha sucesso como professor particular de matemática, ele precisa saber qual o seu público-alvo, ou seja, quem são os alunos que deseja atingir com seu anúncio, do contrário, o profissional acaba panfletando seu anúncio, sem foco.

Na plataforma Superprof, a maioria do perfis mais visitados pelos leitores tem um grande número de informações relevantes sobre as qualificações do professor particular. Mas sabemos que para quem está em início de carreira, criar uma bom anúncio pode seu uma tarefa muito difícil, para isso, nossa equipe se coloca a disposição dos novos superprofe para tirar dúvidas.

O que podemos afirmar é que se não fossem as informações dos anúncios, o leitor que busca por aulas particulares não teria conhecimento da experiência do professor consultado, assim como não saberia se ele é capacitado a oferecer aulas preparatórias, aulas de reforço, para concurso, entre outras coisas.

Sem as informações do anúncio, o leitor não consegue saber se o professor consultado possui licenciatura, mestrado ou doutorado, nem se o professor tem experiência dando aulas como professor particular, ou, até mesmo, se ele oferece aulas intensivas.

Até a propaganda boca a boca evidência a qualificação profissional do professor.

  No anúncio, os profissionais mostram o que eles têm que se destaca entre todos os outros professores da área.

Por isso, não é incomum observar anúncios evidenciando as conquistas escolares de ex-alunos em concursos, vestibulares, ENEM, etc. Quanto mais o professor evidencia o sucesso dos seus alunos, melhor para seu currículo profissional!

Os anúncios servem para garantir que o profissional consiga se estabilizar financeiramente.

Qual a formação do professor particular de matemática?

Estatísticas apontam que o currículo mínimo dos melhores professores de matemática do Brasil possuem no mínimo licenciatura de matemática. O curso de licenciatura confere a esses profissionais uma boa didática para que eles possam trabalhar com os seus alunos.

A licenciatura em matemática torna os professores capacitados a exercer o cargo de professor como um campo de conhecimento que precisa utilizar uma boa pedagogia para oferecer aos alunos suporte para que possam melhorar o rendimento na matéria.

Entretanto, a reputação do profissional também é um fator decisivo para que ele conquiste um número maior de alunos. O conceito no mercado é tudo quando se fala em aulas particulares.

E possível dar aula particular sem ter um diploma de nível superior?

Sim,  é possível. No geral, o que se espera é que o profissional de educação tenha um nível de conhecimento adequado para ocupar o cargo de professor.

Existem profissionais que possuem notório saber, um conhecimento equivalente a quem tem o diploma universitário.

Esses profissionais têm um nível avançado de conhecimento em matemática e podem ter uma excelente didática para ensinar e por isso podem oferecer aulas particulares.

O método como esses profissionais vão estruturando a sua aula gira em torno de profissionalismo, oferecendo aulas com muita qualidade.

Mas é sabido que para ocupar o cargo de professor em escolas regulares é preciso possuir, sim, o diploma exigido por lei.

O que o estudante precisa ficar atento quanto se trata de aulas particulares é quando tempo de experiência tem esse profissional, se ele possui didática para dar aulas e se tem habilidade para mediar aulas em domicílio.

Os segredos de um bom professor de matemática

Ser um exímio professor significa compreender que cada aula é única, e por isso o bom professor se destaca dentre tantos outros profissionais oferecendo aulas que despertem a vontade de aprender do aluno.

tenha uma melhor remuneração ensinando matemática Um bom professor é aquele que desperta a vontade de aprender no aluno!

O principal objetivo do professor de matemática é assegurar que determinado conceito seja totalmente compreendido pelo aluno, a ponto dele não precisar ensinar novamente aquele conceito no futuro.

E se o contrário acontecer, um bom professor de matemática compreende que o aluno que apresenta certa dificuldade precisa que seja reformulado o método de ensino para que se consiga atender as limitações do mesmo, ou seja, o professor só pode avançar a matéria quando percebe que o estudante entendeu satisfatoriamente o conteúdo.

Como os melhores professores se destacam?

As características que mais se destacam entre os professores de matemática são:

  • Boa metodologia de ensino;
  • Estão sempre atento as dificuldades do aluno;
  • Transformam o aluno em produtor de conhecimento;
  • Oferecem aulas de qualidade e única para cada estudante;
  • Mostra ao aluno que as aulas de matemática não estão restritas a sala de aula;
  • Ajudam aos alunos a visualizar ideias abstratas da disciplina usando objetos e imagens;
  • Tornam o aluno mais ativo no processo de construção do conhecimento;
  • Ensinam ao aluno a pensar matematicamente;

A chave para se atingir certeiramente a dificuldade do estudante é ajudar o aluno a construir o raciocínio lógico e a linguagem matemática.

É fácil ser professor particular de matemática?

Quando se é formado em matemática, mas não atingiu a estabilidade de um concurso público, uma das opções é começar a dar aulas particulares de matemática para continuar no mercado trabalho.

O que muitos não sabem é que até mesmo alguns professores de ensino regular largaram as salas de aula para ser bem sucedido profissionalmente dando aulas particulares.

Faça os cálculos:

Em média um professor particular ganha no mínimo R$ 50,00 h/aula. Se esse profissional der 20 horas aulas por semana, totaliza 80 horas aulas por mês, o que equivale a dizer que esse professor recebe R$ 4,000 por mês. Isso é muito mais do que receberia um professor de sala de aula que trabalha quase 5 horas por dia.

Respondendo a pergunta acima, não é fácil ser professor particular, mas a determinação e o profissionalismo do professor que oferece aulas particulares faz com que dê certo.

No mercado de aulas particulares, mantém-se quem está mais bem capacitado.

Talvez a maior vantagem de oferecer aulas particulares seja a comodidade de estar com apenas um aluno ou um grupo reduzido e poder se dedicar a atender todas as necessidades do aluno.

Outra vantagem de oferecer é poder flexibilizar o tempo de trabalho, se o profissional prefere dar aulas só pelas manhãs, ele tem a flexibilidade de especificar isso no seu anúncio de aulas particulares.

Salário do profissional da área de matemática de acordo com o setor

Agora não vamos falar só de professores. Vamos considerar o salário do profissional de matemática. Isso quer dizer que, além dos professores, vamos considerar aqueles que trabalham em empresas e órgãos públicos.

Sabia que é possível fazer curso de matematica online?

Não deixe a peteca cair porque o salário é baixo Não desanime porque ensinar geometria é muito gratificante

A pesquisa foi feita pelo Catho, maior site de empregos do país.

Veja o resultado:

  • Administração e participação: R$ 2.342
  • Outros: R$ 2.312
  • Órgãos públicos R$ 1.884
  • Educação/idiomas R$ 1.845

Cá entre nós, os salários dessa pesquisa estão muito abaixo da média das outras, não é?

Como obter uma melhor renda como professor de matemática: considerações finais

É muito difícil determinar ao certo o salário dos professores de matemática no Brasil seja em escolas ou curso de matematica.

O valor depende de muitos fatores como o estado, cidade, tipo e tamanho da instituição (pública, privada, pequena, média e grande), anos de experiência etc.

Vimos que, até o momento, o piso salarial não cumpre sua função de equilibrar os salários dos professores da rede pública de ensino.

Ele existe, é divulgado pelo MEC, mas não é supervisionado. Os governos estaduais e municipais não pagam nenhum tipo de multa se não obedecerem o piso.

Porém, de acordo com a pesquisa do G1, a maioria dos estados pagam os professores de acordo com o piso. Mas a análise foi feita somente com profissionais de governos estaduais e de nível superior (o piso é principalmente para equilibrar o salário dos professores iniciantes de nível médio).

Basta saber se os governos municipais e as escolas particulares (que não são obrigadas a obedecerem o piso) pagam abaixo ou acima dele.

A pesquisa do G1 também revelou algo espantoso: a média dos salários dos professores com licenciatura (nível superior) corresponde a 57% da média dos salários dos profissionais de nível superior de outras áreas.

As brincadeiras que são puras verdades Como ele já dizia em sua escolinha: “E o salário, oh..,”

Ou seja, a profissão de professor de matemática é muito gratificante. Mas você não deve escolhe-la para ter um bom salário. Ao contrário, seu salário começa a ficar interessante depois de 8 anos de experiência (de acordo com os dados das pesquisas analisadas aqui).

Talvez, o mais recomendado é seguir carreira acadêmica e de pesquisa (em instituições públicas ou privadas). Esses são os setores que pagam melhor os professores de matemática.

 Inspirado para criar seu curso de matematica basica ou avancada?

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de4,11 sob 5 de 18 votos)
Loading...
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Marcos Felipe D Ângelo ferreira Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Marcos Felipe D Ângelo ferreira
Convidado
Marcos Felipe D Ângelo ferreira

Eu tenho maior orgulho de me torna professor. .