“Ciência da Computação está tão relacionada aos computadores quanto a Astronomia aos telescópios, Biologia aos microscópios, ou Química aos tubos de ensaio. A Ciência não estuda ferramentas. Ela estuda como nós as utilizamos, e o que descobrimos com elas.”
Edsger Wybe Djikstra

Você deseja se tornar professor de conteúdo ligado à Ciências da Computação, como, por exemplo, ensinar alunos sobre linguagens de programação? Se este é o seu objetivo, então já deve ter pensado também para qual público deseja lecionar: crianças, adolescentes, jovens na universidade ou até mesmo adultos que desejam complementar suas carreiras ou mudar completamente de área de atuação.

Em qualquer caso, nenhum diploma é exigido para que você possa se tornar um professor particular de programação. No entanto, fato é que será mais fácil para você encontrar alunos, se sentir mais confiante e legítimo tendo estudado sobre o assunto

Então, quais diplomas de programação estão disponíveis para quem deseja se especializar em programação? Abaixo te damos algumas dicas sobre alguns deles!

Confira também nosso guia sobre como se lançar como professor particular de programação.

Os melhores professores de Programação disponíveis
1a aula grátis!
Everton
4,9
4,9 (12 avaliações)
Everton
R$59
/h
1a aula grátis!
Gabriel
5
5 (33 avaliações)
Gabriel
R$70
/h
1a aula grátis!
Arthur barbosa
5
5 (17 avaliações)
Arthur barbosa
R$200
/h
1a aula grátis!
Tiago
5
5 (20 avaliações)
Tiago
R$50
/h
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (31 avaliações)
Rafael
R$160
/h
1a aula grátis!
Tiago frança
5
5 (14 avaliações)
Tiago frança
R$42
/h
1a aula grátis!
Lucas vicente
5
5 (38 avaliações)
Lucas vicente
R$80
/h
1a aula grátis!
João otavio
5
5 (23 avaliações)
João otavio
R$60
/h
1a aula grátis!
Everton
4,9
4,9 (12 avaliações)
Everton
R$59
/h
1a aula grátis!
Gabriel
5
5 (33 avaliações)
Gabriel
R$70
/h
1a aula grátis!
Arthur barbosa
5
5 (17 avaliações)
Arthur barbosa
R$200
/h
1a aula grátis!
Tiago
5
5 (20 avaliações)
Tiago
R$50
/h
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (31 avaliações)
Rafael
R$160
/h
1a aula grátis!
Tiago frança
5
5 (14 avaliações)
Tiago frança
R$42
/h
1a aula grátis!
Lucas vicente
5
5 (38 avaliações)
Lucas vicente
R$80
/h
1a aula grátis!
João otavio
5
5 (23 avaliações)
João otavio
R$60
/h
1ª aula gratuita>

Cursos técnicos em informática para dar aula de programação

Os cursos técnicos estão inseridos no Sistema de Ensino Brasileiro. Eles são regulamentados por lei e inspecionados pelo Ministério da Educação (MEC). Ao contrário dos cursos superiores, cujo objetivo é o aprofundamento no conhecimento de uma determinada área, o ensino técnico está mais focado na aprendizagem direcionada para o mercado de trabalho. Por isso, ela acaba sendo um pouco mais rápida e mais prática do que as graduações.

Tais cursos se enquadram entre o Ensino Médio e o Superior. Eles podem ser cursados durante o ensino médio ou posteriormente. No primeiro caso, são integradas as disciplinas práticas do técnico com as regulares do Ensino Médio em apenas um só curso.

O técnico em informática e computação adquire conhecimentos que o possibilitam trabalhar em diferentes frentes de atuação, tais como:

  • Montagem e manutenção de computadores;
  • Detecção e correção de problemas nos computadores;
  • Instalação e configuração de redes e softwares;
  • Desenvolvimento e programação de sistemas e websites;
  • Organização de banco de dados;
  • Projetos de computação gráfica.

A duração de um curso de técnico em informática é de, em média, um ano e meio. As atividades do curso são voltadas para atividades práticas. Isso desde o início do curso (montagem de computadores) até o final (desenvolvimento e programação de sistemas).

Programador trabalhando na frente do computador.
Muitos programadores são autodidatas. No entanto, ter um certificado por fazer com que você atraia mais alunos para suas aulas.

As matérias que podem compor a grade curricular dos cursos técnicos são:

  • Desenvolvimento de Sistemas
  • Banco de Dados;
  • Lógica de Programação;
  • Sistemas Operacionais;
  • Arquitetura de Computadores;
  • Redes de Computadores;
  • Manutenção de Computadores.

Ao fazer um curso técnico, você poderá não apenas aprender mais sobre computação, informática e programação, mas também aprender com seus professores como transmitir conteúdos ligados a essas disciplinas. Afinal de contas, para ser professor não apenas dominar a disciplina, é preciso também ter pedagogia e metodologia para conseguir ensinar seus alunos da melhor maneira possível.

Graduação para se tornar professor de programação

Para quem deseja ser programador, dar aulas particulares de programação e, para isso, quer um diploma de graduação para turbinar o currículo, então o curso mais adequado é o de Ciências da Computação.

Mas o que é "Ciências da Computação"?

A Ciência da Computação nada mais é do que a área que estuda diferentes técnicas, instrumentos e metodologias ligadas ao desenvolvimento e o uso de computadores.

Sendo assim, é a partir desse curso que os profissionais aprendem a, por exemplo, utilizar linguagens de programação como Python.

Como é a graduação em Ciências da Computação?

O ciclo básico de um curso de graduação de Ciências da Informação inclui disciplinas como matemática, eletricidade e fundamentos da computação.

Dentro das disciplinas optativas, os graduandos podem decidir por princípios de interação homem-computador e informação, comunicação e a sociedade do conhecimento.

A maioria dos cursos superiores inclui disciplinas de administração e empreendedorismo. Vale lembrar que, para conseguir o seu diploma no final do curso, é preciso apresentar uma monografia para conseguir se graduar.

Computador, programação, celular e fone de ouvido sobre a mesa.
Um curso de graduação em ciências da informação pode ser uma boa opção para quem quer trabalhar como professor de programação e ter um diploma superior na área.

Outras disciplinas também podem ser encontradas em alguns cursos, tais como:

  • Análise de banco de dados,
  • Contabilidade,
  • Computação em nuvem,
  • Design de aplicativo,
  • Gerenciamento de Projetos,
  • História das telecomunicações,
  • Logística,
  • Linguagem de computador,
  • Manutenção de computador,
  • Recursos humanos,
  • Segurança de TI,
  • Virtualização...

O bacharelado em Ciência da Computação é o principal e mais amplo curso da área. Por formar profissionais mais generalistas, ele fornece uma excelente base para que os alunos se especializem em qualquer campo de atuação posteriormente, incluindo a tão amada programação. Em geral, ele tem duração de 4 a 5 anos, dependendo da instituição de ensino.

Opinião da Superprof: após um curso superior, você terá uma base sólida em programação de computadores. Você terá então a opção de ingressar diretamente no mercado de trabalho ou prosseguir para o mestrado.

Se, ao final do curso, seu plano continuar sendo o de dar aulas, então procure saber sobre a possibilidade de fazer uma licenciatura na área. Desta maneira você também aprenderá como aplicar uma pedagogia eficiente na hora de ensinar programação aos seus futuros alunos

Na dúvida sobre como divulgar seu curso particular de programação?

Pós-graduação para para ensinar programação

Se você já fez uma graduação, então tentar um curso superior dentro da área de computação e informática pode ser uma opção extremamente válida. Vale lembrar que um mestrado ou um MBA vão chamar muito mais a atenção dentro do seu currículo do que uma graduação a mais.

Mestrado em programação de computador

Após a graduação, se você deseja continuar seus estudos, pode se inscrever para um mestrado em programação de computadores para aprofundar seus conhecimentos.

Em dois anos, você aprenderá a realizar projetos complexos de TI (Tecnologias da Informação) para poder atender a todas as solicitações de seus alunos.

Aqui está uma visão geral das disciplinas que podem ser aprofundadas dentro de mestrados na área:

  • Java e programação de componentes,
  • Métodos algorítmicos,
  • Infraestrutura de programação e desenvolvimento em dispositivos móveis,
  • Redes, paralelismos e cálculos,
  • Bancos de dados avançados,
  • Linguagem C ++, linguagem C #,
  • Especificações, riscos, orçamento e gestão,
  • Programação embutida e Windows,
  • Desenvolvimento móvel multiplataforma,
  • Cultura corporativa...

MBA em programação de computadores

O MBA em programação de computadores é um pouco como um mestrado universitário em uma escola particular. Porém, o MBA é mais profissional e, acima de tudo, treina mentes para o empreendedorismo (essencial se você quer dar cursos!).

Pessoas trabalhando com computador.
Um MBA na área de computação é bom, antes de mais nada, para quem tem espírito empreendedor.

O Master in Business Administration em computação acontece em um ou dois anos, dependendo da instituição em que é cursado. Durante este período, você obviamente aprenderá programação. No entanto, o núcleo comum reúne assuntos mais gerais que permitirão que você desenvolva um espírito empreendedor, tais como:

  • Gestão Estratégica,
  • Finanças,
  • Gerenciamento de Projetos,
  • Chefia de Projetos,
  • Marketing digital,
  • Gestão operacional,
  • Lei corporativa,
  • Cadeia de Suprimentos (Supply Chain),
  • Leis digitais,
  • Comunicação na web,
  • Publicidade e colocação de produtos,
  • Posicionamento natural de SEO,
  • Estratégia de comércio eletrônico,
  • Inglês profissional,
  • Gestão de mudança organizacional,
  • Plano de negócios.

Existem poucos MBAs em programação de computadores no Brasil. Mas a oferta deles no exterior é enorme. Sendo assim, se este for o seu plano, não pense duas vezes antes de se candidatar para eles. Pesquise ainda se existem bolsas de estudos que te ajudem a financiá-los, pois os preços podem acabar sendo salgados.

Conheça ainda as plataformas para anunciar seus cursos de programação.

Doutorado em ciência da computação

Depois do mestrado, você também pode continuar aprendendo. Nesse caso, é aconselhável considerar o doutorado. Ao ingressar no caminho para se tornar um doutor em programação, você pode contar com pelo menos três anos adicionais de estudo.

O doutorado em informática é principalmente voltado para a pesquisa, permitindo que você desenvolva seu projeto de programação. Alunos doutorandos também têm a oportunidade de ensinar na faculdade, normalmente para alunos de graduação.

Sendo assim, esta é uma ótima oportunidade para se familiarizar com a pedagogia e o ensino de programação e informática em geral. Você também contribuirá para o avanço da ciência no campo da computação, trabalhando em projetos interessantes que podem abrangir:

  • Inteligência artificial,
  • Otimização,
  • Interface pessoa-máquina,
  • Robótica inteligente,
  • Bioinformática,
  • Sistemas inteligentes,
  • Processamento de linguagem,
  • Percepção inteligente,
  • Aprendizado de máquina,
  • Dados de perfuração,
  • Segurança de TI,
  • Processamento de Big Data,
  • Compressão de dados,
  • Redes móveis.
Mascara de pânico enquanto usa o computador na biblioteca.
Se você não gosta de pesquisa de jeito nenhum, então fuja de um doutorado ligado à área de computação.

Opinião do Superprof: ao terminar um doutorado, você terá dado aulas na universidade por um tempo. Isso fará com que você adquira uma experiência sólida, possibilitando a oferta de preços superiores aos da concorrência quando se tornar professor particular de programação.

No entanto, o doutorado não é um pré-requisito para a docência. Se você não está nem um pouco interessado em pesquisa, então é melhor nem cogitar essa possibilidade.

Professor programação: lembre-se de aprender a pedagogia!

Se a programação de computadores é sua paixão, se você a pratica há anos e se já tem formação como professor (licenciatura ou não), então será mais fácil para você transmitir conhecimento aos seus pupilos dentro da área.

Um excelente especialista não é necessariamente um bom professor. Você tem que saber transmitir as informações de maneira acessível e compreensível, saber explicá-las de maneiras diferentes (nem todos têm a mesma lógica de compreensão) e se adaptar ao aluno que está cara a cara com você, pois eles possuem dificuldades distintas.

Sendo assim, dedique-se também a aprender um pouco sobre pedagogia do ensino caso você não tenha feito uma licenciatura durante seu período de graduação.

Fique por dentro dos motivos pelos quais os preços dos cursos de programação mudam. 

Precisando de um professor de Programação ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Camila

Aventureira linguística, curiosa por natureza, artista por opção, viajante apaixonada e redatora por vocação.