"Não é possível para um programa de computador pensar como um ser humano. Algumas limitações permanecem."

Em janeiro de 2021, mais de 130 mil profissionais de tecnologia estavam cadastrados na plataforma GeekHunter, e 7,6 mil empresas anunciavam vagas na mesma. Só em 2020, o mercado de tecnologia teve um aumento de 310% nas vagas abertas para contratação, segundo o site Valor Investe. Sendo assim, existe um mundo de oportunidades de trabalho para quem atua com programação de computadores: você pode ser tanto funcionário de uma empresa quanto programador autônomo.

Mas o que você gostaria mesmo, além de seu trabalho, é de passar seu conhecimento de programação para alunos ansiosos para aprender programação, mas não faz a menor ideia de por onde começar?

Então você está no lugar certo! Esta matéria é um guia para ajudá-lo a ensinar programação e compartilhar sua paixão.

Os melhores professores de Programação disponíveis
1a aula grátis!
Everton
4,9
4,9 (12 avaliações)
Everton
R$59
/h
1a aula grátis!
Gabriel
5
5 (33 avaliações)
Gabriel
R$70
/h
1a aula grátis!
Arthur barbosa
5
5 (17 avaliações)
Arthur barbosa
R$200
/h
1a aula grátis!
Tiago
5
5 (20 avaliações)
Tiago
R$50
/h
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (32 avaliações)
Rafael
R$160
/h
1a aula grátis!
Tiago frança
5
5 (14 avaliações)
Tiago frança
R$42
/h
1a aula grátis!
Lucas vicente
5
5 (38 avaliações)
Lucas vicente
R$80
/h
1a aula grátis!
João otavio
5
5 (23 avaliações)
João otavio
R$60
/h
1a aula grátis!
Everton
4,9
4,9 (12 avaliações)
Everton
R$59
/h
1a aula grátis!
Gabriel
5
5 (33 avaliações)
Gabriel
R$70
/h
1a aula grátis!
Arthur barbosa
5
5 (17 avaliações)
Arthur barbosa
R$200
/h
1a aula grátis!
Tiago
5
5 (20 avaliações)
Tiago
R$50
/h
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (32 avaliações)
Rafael
R$160
/h
1a aula grátis!
Tiago frança
5
5 (14 avaliações)
Tiago frança
R$42
/h
1a aula grátis!
Lucas vicente
5
5 (38 avaliações)
Lucas vicente
R$80
/h
1a aula grátis!
João otavio
5
5 (23 avaliações)
João otavio
R$60
/h
1ª aula gratuita>

Como encontrar alunos para curso de programação?

Na dúvida sobre onde encontrar seus alunos para as aulas de programação? Então confira algumas dicas abaixo!

Use o Superprof para encontrar alunos de programação

Para encontrar alunos, você terá que multiplicar suas chances de ser visto e notado o máximo possível! O princípio da estratégia multicanal é o de você cuidar para que sua presença aconteça e seja notada em todos os canais. E para um professor de programação, nada melhor do que começar com sua presença online, não é mesmo?!

Nossa plataforma Superprof permite que você crie um perfil que te apresente gratuitamente aos alunos. Você decide a taxa que cobra. Vale lembrar que a Superprof não cobra nenhuma comissão sobre as horas de aula faturadas.

Computador com programação aberta e caderno de notas para estudar.
Confira nossas dicas para conseguir seus primeiros alunos para aulas de programação.

Ofereça cursos de programação perto de você

Você dá aulas para quem quer aprender linguagem de programacao, aprender sobre algoritmos e aprender sobre computação em geral? Fale sobre isso perto de você! Todos devem estar informados que você está à procura de alunos de TI.

Fale sobre curso de linguagem de programação em suas redes sociais

Você já ouviu falar do boca a boca digital? Tenho certeza de que você tem mais amigos no Facebook do que na vida real! Eles podem não morar perto de você, mas isso não faz muita diferença quando o assunto são aulas via webcam!

Se seus amigos do Facebook não precisarem de uma lição, eles podem conhecer outras pessoas interessadas. Incentive-os a comentar e curtir suas postagens sobre o assunto.

Coloque anúncios de aulas de programação em locais comerciais da sua cidade

O bom e velho método ainda vale a pena. Pesquise e poste um anúncio do tipo "você quer se tornar um programador web e desenvolver seu primeiro programa? Eu ensino programação geral, etc."

Especifique a sua experiência de programação e ensino, bem como o seu preço e o público ao qual você se dirige (iniciantes, crianças, adolescentes, alunos de TI, adultos que desejam mudar seu percurso profissional, etc.).

Aproxime-se das escolas para dar aulas particulares de programação

Onde estão os alunos, futuros programadores e desenvolvedores? Na escola, claro!

Sendo assim, é uma boa ideia perguntar às escolas se é possível divulgar as suas aulas particulares para ajudar os alunos em dificuldade com a lógica de programação, a realização de um projeto de programa de informática ou a se preparar para determinados exames.

Diplomas para se tornar professor particular de programação

Se perguntando quais diplomas de programação estão disponíveis para quem deseja se especializar em programação? Abaixo te damos algumas dicas sobre alguns deles!

Cursos técnicos em informática para dar aula de programação

Os cursos técnicos estão inseridos no Sistema de Ensino Brasileiro. Eles são regulamentados por lei e inspecionados pelo Ministério da Educação (MEC). Ao contrário dos cursos superiores, cujo objetivo é o aprofundamento no conhecimento de uma determinada área, o ensino técnico está mais focado na aprendizagem direcionada para o mercado de trabalho. Por isso, ela acaba sendo um pouco mais rápida e mais prática do que as graduações.

Computador, programação e código binário.
Certificados podem te ajudar a conseguir mais alunos para suas aulas de programação.

Graduação para se tornar professor de programação

Para quem deseja ser programador, dar aulas particulares de programação e, para isso, quer um diploma de graduação para turbinar o currículo, então o curso mais adequado é o de Ciências da Computação.

O ciclo básico de um curso de graduação de Ciências da Informação inclui disciplinas como matemática, eletricidade e fundamentos da computação.

Dentro das disciplinas optativas, os graduandos podem decidir por princípios de interação homem-computador e informação, comunicação e a sociedade do conhecimento.

Pós-graduação para para ensinar programação

Se você já fez uma graduação, então tentar um curso superior dentro da área de computação e informática pode ser uma opção extremamente válida. Vale lembrar que um mestrado ou um MBA vão chamar muito mais a atenção dentro do seu currículo do que uma graduação a mais.

Mestrado em programação

Após a graduação, se você deseja continuar seus estudos, pode se inscrever para um mestrado em programação de computadores para aprofundar seus conhecimentos.

MBA em programação

O Master in Business Administration em computação acontece em um ou dois anos, dependendo da instituição em que é cursado. Durante este período, você obviamente aprenderá programação. No entanto, o núcleo comum reúne assuntos mais gerais que permitirão que você desenvolva um espírito empreendedor.

Doutorado em Ciências da Computação

Depois do mestrado, você também pode continuar aprendendo. Nesse caso, é aconselhável considerar o doutorado. Ao ingressar no caminho para se tornar um doutor em programação, você pode contar com pelo menos três anos adicionais de estudo.

O doutorado em informática é principalmente voltado para a pesquisa, permitindo que você desenvolva seu projeto de programação.

Professor programação: lembre-se de aprender a pedagogia!

Um excelente especialista não é necessariamente um bom professor. Você tem que saber transmitir as informações de maneira acessível e compreensível, saber explicá-las de maneiras diferentes (nem todos têm a mesma lógica de compreensão) e se adaptar ao aluno que está cara a cara com você, pois eles possuem dificuldades distintas.

Melhores plataformas para ensinar programação!

Como somos experts no assunto, apresentamos agora diferentes plataformas disponíveis para conectar professor e aluno. Tendo essa informação em mãos, você poderá optar por qual utilizar.

Dê aulas de programação com Superprof

A Superprof tem, a cada mês, 12 milhões de visitantes, sendo que, a cada dia, mais 60.000 pesquisas são feitas na nossa página de busca. Isso já mostra a grande visibilidade que seu anúncio poderá ter com internautas que desejam se tornar alunos de programação.

Mão de homem trabalhando no computador com café e caderno ao lado.
Chega de gastar tempo procurando as melhores plataformas para anunciar suas aulas de programação!

Claro que você não será o único professor de TI disponível. Mais de 5.000 professores particulares estão presentes na Superprof oferecendo aulas de desenvolvimento web, todos prontos para ensinar os alunos a dominar o básico da programação. Sendo assim, é preciso ficar atento em criar um bom perfil para se destacar dentre as ofertas presentes.

E não custa nada ao professor criar o seu perfil, pois seu anúncio pode ser criado e publicado de maneira totalmente gratuita! São os alunos que pagam uma assinatura - cancelável a qualquer momento - para poder entrar em contato com você.

A plataforma Profes para fornecer cursos de programação web

A plataforma Profes, criada em 2012, também se oferece para colocar professores e alunos em contato. Através dela você pode se inscrever e criar seu anúncio para ensinar programação orientada a objetos, programação robótica, programação C ou até mesmo desenvolvimento de aplicativos web para alunos de todos os níveis.

Shapp para apresentar aos alunos linguagens de computação

Você verá que a maioria das plataformas funciona da mesma forma, com vários graus de reputação e benefícios de comissão.

Para tutores e aprendizes, o download e o cadastro na Shapp são grátis! No entanto, o tutor deve fazer um investimento no valor de R$20,00 por aluno aceito, apenas 1 vez por cada.

A plataforma GetNinjas para o ensino de aulas de programação

Para ensinar alunos iniciantes, intermediários ou avançados a programar, você também pode usar o aplicativo GetNinjas. Basta criar a sua conta, preenchendo os dados do seu perfil, a sua disponibilidade geográfica e criando o seu primeiro anúncio para ensinar uma linguagem de programação.

Como definir o preço da aula de programação?

Prepare-se agora para saber quais aspectos alteram o valor final das aulas de programação!

Defina o valor da hora de curso de programação de acordo com a cidade

Oferecer um preço muito baixo pode ser considerado concorrência desleal. Além disso, essa técnica não permitirá que você tenha uma boa renda.

Por outro lado, se você definir um preço muito alto para ensinar os alunos a programar, não encontrará clientes.

E é exatamente por isso que é tão importante analisar a concorrência: para ter uma ideia do quanto professores que já têm alunos estão cobrando por suas prestações.

Tela do computador com pilhas de moedas.
É importante saber o que pode interferir no valor final a ser cobrado pela aula de programação.

Aula de programação a domicílio ou à distância?

Você planeja ensinar os alunos a programar remotamente, ou seja, com aulas feitas via webcam? Ou você deseja os receber em sua casa? Ou ainda, talvez você prefira se deslocar até a casa dos aprendizes?

Com o curso remoto, você economiza em custos de viagem; com o curso na sua casa, é preciso separar um lugar adequado para lecionar; se você preferir ir à casa do aluno, então terá que arcar com os custos de transporte.

Qual o nível dos seus alunos de programação?

Cada faixa etária e cada nível terão necessidades diferentes e o preço será baseado nessas expectativas.

É óbvio que ministrar um curso para iniciantes exigirá menos preparação e trabalho do que um curso completo para um nível intermediário ou mesmo avançado.

Qual a sua experiência na área de desenvolvimento para web?

Você aprendeu a programar sozinho?
Você fez cursos em uma escola de informática?
Você já é aluno ou professor há vários anos?
Há quanto tempo você é programador?
Quantos alunos você teve até agora?
Você tem treinamento em docência?

Tudo isso é usado para determinar sua o valor da sua hora de aula.

Defina seu custo por hora de acordo com sua especialidade

Suas especializações podem ajudá-lo a definir sua taxa horária. É tentador oferecer qualquer linguagem de computador para o aprendizado, desde a linguagem Java até a linguagem Python, por meio de HTML e CSS.

No entanto, escolher uma especialização faz de você um expert no assunto, permitindo que você cobre mais pela hora de aula.

Ofereça pacotes para seus cursos de programação!

Para se destacar da concorrência e conseguir uma agenda cheia de estudantes, você pode oferecer preços atrativos por meio de ofertas como, por exemplo, uma aula experimental gratuita de uma hora para fazer um balanço do nível do aluno, dos seus objetivos e para começar a apresentá-lo à programação. Esta sessão gratuita é mais um encontro para conhecê-lo do que um curso em si.

Leve em conta suas despesas ao definir o preço das aulas de programação

O critério mais importante é, sem dúvida, este: de quanto dinheiro você precisa?

Se você tiver apenas um ou dois estudantes por semana, você não poderá reivindicar uma renda superior a 600 reais por mês, dependendo de suas taxas.

Por outro lado, se pretende viver de dar aula e precisa obter 5.000 reais líquidos por mês, terá que levar em consideração eventuais impostos a pagar como microempreendedor, por exemplo.

Pronto para começar a dar aulas particulares de programação?

Precisando de um professor de Programação ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Camila

Aventureira linguística, curiosa por natureza, artista por opção, viajante apaixonada e redatora por vocação.