"Meu smartphone me representa!" - Gaëtan Faucer

Diante da tela do telefone, dizemos a nós mesmos que tudo é possível, que qualquer loucura criativa pode se tornar real. E com um smartphone somos tentados a dizer que tirar fotos faz parte disso e revela algo de nós através de nossos olhos, hábitos de fotografia e preferências de enquadramento. Provavelmente, quem inventou a fotografia não imaginava que ela se tornaria algo tão acessível no futuro.

Nosso visual passa por sensores fotográficos, foco automático, estabilização, mas também modos fotográficos. E hoje existem mais e mais deles em nossos smartphones, mesmo que isso nos faça perder a cabeça... e a nós mesmos. Porque entre um iPhone, um Samsung Galaxy, um Google Pixel ou um aparelho da Huawei, no fundo, todos competem para ser classificados como a melhor câmera para tirar fotos.

Para você não se perder quanto aos critérios de escolha do seu aparelho, aqui vai uma rápida visão geral dos diferentes modos de foto disponíveis em smartphones. Vamos lá!

Smartphone e foto: modo clássico

Bem, o modo clássico, você provavelmente já conhece. Independentemente da marca do seu smartphone, o modo clássico é o que aparece na tela quando você abre a câmera. Se as marcas estão tentando desenvolvê-lo da melhor forma possível, esse é o modo para a foto mais básica, bem como aquela cujas circunstâncias podem estar mudando.

Portanto, é a sua adaptabilidade que também o torna essencial e popular! Seja um retrato ou uma paisagem, o modo clássico não é aperfeiçoado em nenhum desses modos em especial, mas os reúne, para nossa maior felicidade! E você ainda pode usar os filtros do seu aparelho para dar um efeito especial às fotos.

Smartphone e foto: modo selfie

Nos últimos anos, jovens e idosos vêm se rendendo a um novo modelo fotográfico. Quem nunca tirou uma selfie com o celular? Agora, esse tipo de foto é cotidiano, e é por isso que todas as marcas oferecem uma câmera na frente do dispositivo. Porque? Simplesmente para evitar ter que virar o telefone sem ver o que está fazendo.

Todo smartphone permite tirar uma selfie, de tão comum que ela é em nosso dia a dia.

Uma câmera de selfie é a garantia de poder enquadrar corretamente todas as pessoas graças à tela, de poder controlar sua imagem, e as últimas estão se aperfeiçoando cada vez mais, mesmo que isso signifique corresponder aos objetos do fundo. Em suma, um modo de foto agora essencial em nossos smartphones, que deve ser conhecido... e dominado!

Smartphone e foto: modo noturno

Assim como a selfie, o modo noturno está se tornando cada vez mais importante. Porque sim, levamos nossos telefones para todos os lugares conosco, mesmo que desejemos capturar um momento da vida noturna. E quem fala em noite, pensa em pouca iluminação, pouca luz, ou até mesmo falta de luz.

Os fabricantes estão cientes dessa mudança de hábitos e agora oferecem modos noturnos em todos os smartphones. A maioria deles ainda depende muito de tons ou pontos de luz, mas o fato é que a ativação desse modo altera uma foto. Se você está a procura da melhor câmera de celular, é importante levar isso em conta.

Observe que alguns smartphones têm o controle de brilho, outros simplesmente melhoram a sensibilidade ISO, abrem mais o obturador, enquanto outros produzem fotos com pouca luz ou estabilizam a imagem. Enfim, para colocar um pouco de luz em nossas vidas, vamos pensar no modo noturno!

Smartphone e foto: modo HDR

Para evitar um céu nublado, estourado pela luz ou que as áreas mais escuras sejam muito intensas, os smartphones agora têm o modo HDR (high dinamic range - em português: alto alcance dinâmico). Concretamente, o manuseio é o mesmo que no modo clássico, mas melhorará significativamente a renderização geral.

Trata-se simplesmente de uma questão de tirar várias fotos em várias posições. Então, de acordo com uma técnica de fotografia digital, eles devem ser posicionados para que cada área seja exposta com bastante naturalidade. Quando tudo é misturado corretamente, a exposição da foto se torna ideal, para não dizer perfeita!

Os smartphones agora desenvolveram essa técnica, que não exige mais passar pelo software de edição de fotos. Engenhoso e prático! Só tenha cuidado para não se mover muito, para não tornar a exposição muito incerta.

Smartphone e foto: modo de vídeo

Com um smartphone, você tem em mãos uma câmera, mas também a possibilidade de fazer vídeos. Do Sony Xperia ao Iphone XS, o modo de vídeo é um grande trunfo dos smartphones atuais. Permite-nos transcrever um momento da vida, uma memória que poderemos ver novamente nos próximos dias, meses e anos vindouros.

Obviamente, como uma câmera convencional, um smartphone melhor fará com que você queira usar o modo de vídeo, porque, neste caso, importa o modo full HD ou o número de pixels, e o valor em dinheiro também.

Fazer vídeos pelo celular já se tornou algo comum em nossas vidas.

Além disso, a RAM do telefone deve ser levada em consideração ao escolher, porque os vídeos são arquivos naturalmente mais pesados que as fotos, mesmo no modo panorâmico.

Alguns até tentam fazer filmes apenas com o modo de vídeo do telefone. E por que não?

Smartphone e foto: modo retrato

O modo retrato apareceu há muito tempo e tornou a foto de qualidade consideravelmente acessível quando se trata de smartphones. Porque? Pela simples razão de focar um elemento e desfocar o fundo, como em uma fotografia digital. Nada mal, não é mesmo?

Se certos modelos de telefone fazem isso mais ou menos bem, às vezes obscurecem demais o ambiente. Permanece o fato de que a profundidade de campo é tratada para que a renderização seja frequentemente muito surpreendente. No modo clássico e no modo selfie, o retrato é instalado em todos os nossos smartphones, e não vamos reclamar!

A tecnologia avança para que haja vários modos de retrato, três para ser mais exato:

  • Modo retrato com dois sensores, que permite avaliar a distância entre o modelo e o fundo e, portanto, desfocá-lo melhor;
  • Modo retrato com um sensor, baseado em um algoritmo simples para definir a distância do fundo na foto. Um pouco menos confiável, mas muito eficaz na maioria das vezes;
  • Modo retrato com um sensor ToF (Time of Flight), que permitirá analisar a velocidade emitida por um sinal luminoso para transcrevê-lo na câmera do smartphone. Uma perspectiva bastante nova do sensor 3D, que leva nossos telefones um passo adiante!

Smartphone e foto: modo quadrado

Se nem todos os telefones oferecem esse modo, o fato é que ele é bastante útil para usuários de redes sociais. De fato, o tamanho quadrado, se tomado imediatamente, possibilita a adaptação à maioria dos aplicativos de redes sociais e, dessa forma, a capacidade de publicar rapidamente seus momentos da vida.

O modo quadrado permite tirar fotos e compartilhá-las em seguida nas redes sociais.

Uma abordagem muito atual, que desenvolve uma certa visão da fotografia, compartilhando-a ou não. De qualquer forma, o uso das redes sociais está tão presente que os fabricantes não podem ignorar e devem oferecer um módulo fotográfico que se adapte a elas.

E você, que gosta de postar, pode estar se perguntando qual celular tem a melhor câmera. Aliás, você pode até levar esse assunto para suas aulas de fotografia.

Smartphone e foto: modo lento e rápido

No Android ou iOS, a câmera lenta e o modo acelerado se tornaram essenciais, colocando a fotografia sob o signo da diversão. Porque sim: agora as câmeras dos smartphones têm modos mais divertidos, que ajudam a tornar o dispositivo desejável aos olhos do usuário.

Novamente aqui, o milhão de pixels não é o mais importante, nem o zoom e nem mesmo a pouca luz, pois é apenas a qualidade geral da câmera que fará tudo funcionar. Concretamente, o modo de câmera lenta incluirá vídeo. Ao filmar uma cena, ela pode ser vista mais lentamente, de modo a dar um efeito muito preciso a cada detalhe.

O mesmo vale para o modo acelerado, que permitirá inserir um vídeo mais rapidamente, tornar uma passagem menos interessante mais rápida para ser pouco visualizada, etc. Uma ferramenta divertida, mas não é só isso! Estamos falando de uma questão de utilidade.

Smartphone e foto: modo panorâmico

Podemos dizer que o modo panorâmico é o que melhor se adapta aos nossos desejos para grandes extensões, paisagens inspiradoras. Não é necessário ter muitos megapixels para ter sucesso, basta mover o telefone da direita para a esquerda e agitar o mínimo possível. Desta forma, uma imagem em tamanho real é formada!

A foto panorâmica depende das funções do seu aparelho e não do tamanho da tela.

Dos melhores smartphones ao sensor fotográfico rudimentar, agora, o modo panorâmico se impôs totalmente em nossos dispositivos. A tela grande também não é necessária aqui, já que a foto se adapta ao tamanho desta, seja em um iPhone da Apple ou um Galaxy Note.

O resultado é uma foto sofisticada, que dá todas as suas cartas de nobreza aos olhos do fotógrafo!

Como se pode ver, não basta saber o que é fotografia para ser bem-sucedido ao tirá-la. A tecnologia também tem papel importante nessa questão.

Hoje se entenderá que os smartphones estão equipados para que as câmeras se tornem um verdadeiro critério de escolha. Porque o que implica qualidade é uma certa competição das marcas, que disputam a preferência do mercado em engenhosidade para produzir modos fotográficos cada vez mais sofisticados.

É por isso que, escolher um smartphone pensando na questão fotográfica, demanda certos conhecimentos em fotografia, ou pelo menos algumas noções sobre a importância do modelo das lentes, da resolução e das funcionalidade que vêm no pacote.

Mas afinal, qual a melhor câmera de celular? Se você está com dificuldades nessa escolha e quer tirar fotos a cada dia melhores, converse com o seu professor de fotografia. Ele certamente poderá dar algumas dicas que vão desde a escolha do seu smartphone pela câmera até o ajuste ideal das funções disponíveis.

E se você ainda não tem um professor de fotografia, acesse a nossa plataforma Superprof e agende agora mesmo a sua primeira aula de teste.

Precisando de um professor de Fotografia ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Quando não há mais nada a dizer, escrevo!!!