Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quanto custa aprender a língua chinesa?

De Marcia, publicado dia 02/09/2019 Blog > Idiomas > Chinês > Qual é o preço de um curso de mandarim?

A imigração chinesa para o Brasil começou em 1812. Segundo dados do departamento de imigração da Polícia Federal, entre 2010 e 2014, o número de chineses no Brasil ficava em torno de 37.000, sem contar os descendentes. E há também os indocumentados. Estima-se que 80% dessa população esteja concentrada na Região Sudeste.

Com tantos chineses vivendo no Brasil, e com a expansão da indústria chinesa para o mundo, é evidente que falar a língua de Confúcio representa um importante diferencial no mercado corporativo atualmente. Entretanto, devido ao número de chineses em território brasileiro, podemos pensar também que não falta gente qualificada para ensinar o idioma.

Imigração chinesa e cultura Existem hoje muitos imigrantes chineses vivendo no Brasil.

Além da questão profissional, aprender uma nova língua é sempre benéfico, seja em termos de bagagem cultural ou mesmo configurações cognitivas.

Entretanto, antes de contratar um professor e começar a estudar, é normal que apareçam algumas dúvidas:

  • Em quanto tempo o aluno vai, de fato, estar apto a comunicar-se no idioma?
  • Quanto custa cada aula de chinês?
  • Será que é melhor matricular-se em uma escola ou encontrar um professor particular?

É claro que os preços variam dependendo da região e da instituição na qual você decide estudar. Também devemos levar em conta que trata-se de um investimento: embora pareça caro em um primeiro momento, os estudos da língua chinesa poderão levá-lo a grandes resultados profissionais que trarão retorno financeiro.

Se deseja entender melhor essa questão, continue lendo. Preparamos abaixo uma espécie de guia sobre os investimentos necessários para aprender chinês.

Conheça o Superprof

Muitas vezes, contratar um professor particular é a melhor opção. Para isso, existem as plataformas online especializadas, como é o caso da Superprof. Entretanto, dentro de uma mesma plataforma, essas diferenças de valores de região para região continuam a existir.

Atualmente na plataforma, estão registrados cerca de 73 professores de chinês em todo o Brasil. E os perfis de ensino abrangem os mais variados: crianças em idade escolar, jovens, universitários e até pessoas da terceira idade podem aprender o idioma. Basta que, para isso, encontrem um professor condizente com sua faixa etária.

Na capital, Brasília, a média de preço da hora/aula é de R$47,00, embora possa variar entre R$40,00 e R$50,00. Entretanto, se considerarmos a média de preço no Superprof para todo o país, o valor salta para R$64,00, mostrando que pode haver grande discrepância dependendo da localização do professor e do aluno.

Há profissionais que cobram acima de R$100,00 por suas aulas. Normalmente, esses são os mais qualificados, aqueles que possuem vivência na China, graduação universitária e anos de atuação no ensino do idioma. Os nativos também costumam atrair bastante atenção, já que detêm conhecimento profundo na língua chinesa.

Saiba que é possível aprender mandarim online!

Valores nas principais capitais brasileiras

Além de Brasília, o Superprof também conta com professores cadastrados em outras grandes capitais. É o caso de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Florianópolis, por exemplo.

Nesse caso, as médias ficam da seguinte forma:

  • São Paulo – R$79,00
  • Rio de Janeiro – R$69,00
  • Belo Horizonte – R$80,00
  • Salvador – R$50,00
  • Florianópolis – R$60,00

É claro que as variações de preços dentro dessas médias também são grandes. Entretanto, você pode adotar alguns critérios de pesquisa, como localização específica, para otimizar suas buscas.

Veja aqui como aprender mandarim!

Valores em escolas de chinês

É claro que além dos professores particulares, existem outras alternativas para quem deseja aprender chinês. Os institutos especializados em propagar a língua e a cultura local normalmente oferecem cursos que englobam também aspectos históricos e culturais da China.

Listar os preços de todas as escolas desse modelo existentes em nosso país seria uma tarefa praticamente impossível. Entretanto, podemos citar alguns exemplos principais.

A Escola Made in China, localizada em São Paulo, oferece cursos nas modalidades presencial e online. As parcelas variam em torno de R$320,00.

Existem ainda outras escolas especializadas em mandarim em Belo Horizonte e Brasília, por exemplo. Caso deseje opções mais acessíveis, há escolas que ensinam idiomas em geral, nas quais o mandarim está entre as opções oferecidas.

Nesse caso, cabe a você fazer uma análise, não somente pelo valor, mas também pelos benefícios oferecidos pela instituição na qual você pensa em fechar o contrato.

A maioria dessas escolas, sejam elas especializadas em mandarim ou idiomas em geral, oferecem opções de aulas particulares, caso não haja turma em formação para o seu nível. Nessa modalidade, os valores costumam ser diferenciados.

Além disso, uma grande desvantagem apontada por algumas pessoas em relação à cursos em instituições está relacionado às aulas em grupo. As pessoas apresentam diferentes ritmos de desenvolvimento e aprendizagem e o fato de estar inserido em um grupo requer uma certa sintonia, para que todos progridam da mesma maneira.

Por outro lado, é possível interagir com outros estudantes e ter a oportunidade de contato com pessoas que estão “no mesmo barco” que você. As dificuldades podem até ser diferentes, mas os anseios são praticamente os mesmos e essa troca de experiências enriquece o contexto de estudos.

Aulas solo ou em grupo? Há alunos que se sentem mais seguros com um professor particular.

Porém, para quem ainda prefere ter aulas em seu ritmo, focadas basicamente em suas necessidades, a contratação de um professor particular continua sendo a melhor opção, ainda que nem sempre seja a mais barata.

Barateando o seu curso de chinês

Sabemos que, embora os altos valores cobrados para cursos de idioma sejam “normais” e lógicos, se levarmos em conta o caminho percorrido pelo professor e o seu trabalho de pesquisa e preparação de aulas; existe um fator em nossa sociedade chamado crise.

Devido a ela, muitas pessoas não têm, de fato, todo o dinheiro necessário para investir em conhecimento. Algumas se encontram em um verdadeiro dilema, já que sua carreira fica em jogo caso não aprendam o mandarim. Como proceder então em uma situação dessas? Será que é possível estudar chinês por preços mais acessíveis?

Vamos pensar em aulas particulares. Se o professor cobra R$50,00 a hora/aula, uma carga horária de 2 horas semanais sairia em torno de R$400,00 mensais.

Alguns oferecem valores mais baixos caso a modalidade escolhida seja online já que, nesse caso, não são necessários custos com deslocamentos. Se você encontrar um amigo que também queira estudar, pode ser que as aulas em dupla saiam mais baratas para vocês.

Entretanto, se você realmente não tem como investir, o jeito é procurar por plataformas e aplicativos que oferecem cursos praticamente gratuitos do idioma. A desvantagem é que, muitas vezes, o aluno fica sem feedback, visto que não há um professor de carne e ossos para corrigir suas lições e tirar suas dúvidas.

Porém, se essa é a sua única oportunidade de estudar chinês, agarre-se a ela e pense que, assim que conseguir alçar uma posição melhor no mercado de trabalho, você poderá investir em um curso de fato e ainda terá a vantagem de já contar com uma base de conhecimentos adquiridas a partir do uso dessas ferramentas.

os diferentes tipos de escrita chinesa A grande diversidade cultural da China pode ser observada também em sua língua e escrita.

Associações para aprender mandarim de graça (ou quase)

Ao contrário do que se pensa, nem sempre é preciso gastar uma fortuna para ter aulas do idioma chinês.

O Instituto Confúcio oferece curso gratuito de mandarim para alunos em todos os níveis. Os interessados precisam se inscrever no Instituto Confúcio. Há, no site oficial, uma lista dos módulos oferecidos. Por exemplo, é possível optar pelo Básico, pelo Intermediário ou mesmo Conversação Avançada. Na mesma listagem, é possível consultar a grade horária.

Associação a-China.info: Essa associação oferece aulas de chinês mandarim online! Você pode aprender mandarim sem nem ao menos sair de casa. É possível aprender a caligrafia do chinês, aprender os caracteres chineses, os sons do chinês mandarim, além, é claro, de aprender o vocabulário do mandarim.

Aulas online de chinês

Trata-se de uma modalidade onde as sessões são ministradas à distância. A grande vantagem, nesse caso, é que as barreiras físicas são vencidas, afinal, não importa onde esteja o professor, ele poderá atendê-lo da mesma forma.

Presença virtual do professor Se você tiver foco e uma boa internet, pode fazer aulas online.

Para as aulas à distância, normalmente são usados programas online que permitem chamadas e vídeo, como Skype e Hangouts. Entretanto, para que tudo flua bem, é importante que o aluno conte com um bom computador e uma boa conexão à internet.

Devemos ressaltar também que nem todos se adaptam a esse tipo de aula. Dependendo do perfil do aluno, pode ser que ele desenvolva uma preferência (ou mesmo um melhor rendimento) em aulas presenciais.

Se considerarmos as aulas de chinês via webcam, a média de preço é de R$64,00, sendo que há professores que atuam somente nessa modalidade e outros que atendem em ambas, de acordo com a localização e opção do aluno.

Veja as ofertas de curso de mandarim rj!

Outra opção online são os cursos MOOCs.

Os MOOCs podem substituir as aulas presenciais de chinês ou ainda serem utilizados como um complemento. Cada aluno escolhe como aprender a língua da China da melhor maneira para si.

Um MOOC de chinês traz muitos benefícios

Você pode ter um curso de ensino à distância de alto nível e de graça. E isso não dá para ser ignorado, já que para estudar chinês em escolas de idiomas, é preciso pagar uma certa soma, muitas vezes inexistente em muitos orçamentos familiares.

O MOOC não oferece um currículo universitário completo, mas o currículo disponibilizado é o suficiente para se aprender o básico antes de se inscrever em uma escola de idiomas ou sair para fazer um intercâmbio linguístico.

Já imaginou aprender mandarim sem gastar nada?! Não importa se você está sem dinheiro para fazer aulas de chinês: os MOOCs são gratuitos!

Aprender chinês online através de MOOCs também permite aproveitar os professores e seus conselhos. Este é um grande diferencial se comparado a outros cursos online ditos “tradicionais”, pois os últimos oferecem apenas um conjunto de lições sem ajuda externa.

Para as pessoas que precisam de um cronograma e prazos para seguir em frente, os MOOCs são ideais, pois com ele você tem que fazer exercícios toda semana e acompanhar o andamento dos cursos para não se perder nem ficar para trás.

Para os atrasados, ainda é possível ter aulas mais tarde: basta baixá-las em seu computador.

Eu, pessoalmente, já fiz vários cursos com diversas universidades internacionais através dos MOOCs (Universidade de Glasgow e University de Leicester, por exemplo). Esta é uma ótima oportunidade para fazer cursos de universidades de todo o mundo sem ter que gastar um centavo.

Comece! Você não tem nada a perder para aprender chinês!

Plataformas para escolher o seu MOOC de chinês

Pronto, você está decidido a se lançar na aventura de encarar um curso através de um MOOC!

Então, qual site escolher para começar a aprender mandarim?

Os MOOCs não são tão fáceis de serem encontrados como os de inglês ou francês. No entanto, os que existem são de muito boa qualidade.

A plataforma Coursera

A plataforma Coursera foi fundada em 2012 por professores da Stanford Computer Science que queriam compartilhar seus conhecimentos e habilidades com o mundo. A professoras Daphne Koller e o professor Andrew Ng disponibilizaram seus cursos online, abertos para qualquer um que quisesse fazê-los. Desta maneira, eles acabaram ensinando, em apenas poucos meses, mais alunos do que durante toda a carreira deles em sala de aula!

A partir daí, Coursera fora criada, se tornando uma plataforma onde qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo pode aprender e obter credenciais de universidades e escolas do mundo todo.

Cada curso é ministrado por experientes professores que fazem parte das melhores universidades e instituições educacionais do planeta.

Os cursos incluem videoaulas gravadas, exercícios auto-avaliativos e revisados por outros alunos, além de fóruns de discussão abrangendo toda a comunidade participante da formação em questão.

As aulas podem ser seguidas pelo computador de qualquer lugar. Um dos benefícios do MOOC é que basta ter uma conexão de internet para poder seguir as aulas.

Curso de chinês para iniciantes

O curso de chinês para iniciantes disponível na plataforma Coursera é oferecido pela Universidade de Pequim. Ou seja, se você optar por fazer essa introdução à língua da China, você será orientado por professores que possuem o idioma como língua nativa!

Por ser um curso para quem ainda não sabe nada de chinês, em seu currículo são tratados os seguintes tópicos:

  • Introdução à fonética,
  • Introdução expressões diárias.

Depois de fazer esta aula, os alunos podem ter uma compreensão básica do chinês mandarim, conseguindo ter conversas básicas sobre a vida cotidiana, tratando temas como:

  • Como trocar informações pessoais,
  • Como falar sobre comida e bebida,
  • Perguntar sobre preços,
  • Apresentar uma cidade e o clima,
  • Contar seus hobbies e assim por diante.

O aluno vai aprender a utilizar determinadas situações de cenários da vida real na comunicações cotidiana. Além de diálogos, uma seleção de materiais de leitura e prática também é fornecida, a fim de estimular o interesse dos aprendizes.

Como esse é um curso para iniciantes completos no idioma chinês, os alunos não precisam estudar os caracteres chineses, transformando o material disponível mais fácil de acompanhar.

Curso de preparação para o teste HSK 1

Esse curso, também oferecido pela Universidade de Pequim, é outro exemplo de aulas de chinês online disponíveis na plataforma Coursera. Ele é a primeira parte de um total de seis cursos que foram desenvolvidos para treinar os estudantes de língua chinesa que pretendem fazer o famoso teste de proficiência HSK 1.

O curso de preparação para o HSK 1 abrange as quatro habilidades de comunicação na língua chinesa (compreensão oral e escrita; expressão oral e escrita), mesmo sendo somente duas delas testadas durante as provas do HSK (compreensão oral e escrita). Sendo assim, no final do curso você será capaz de entender e usar frases simples em chines, o que será ideal para atender às suas necessidades básicas de comunicação no idioma!

A plataforma Edx

Fundado por nada mais, nada menos que pelas prestigiadas Universidade de Harvard e pelo MIT em 2012, o Edx é uma também uma plataforma de aprendizado online. Como não poderia ser diferente com instituições de ensino deste gabarito, ele oferece uma experiência de alta qualidade promovida pelas melhores universidades e instituições do mundo a alunos de todos os lugares.

Quem gosta de livros também pode ter acesso a um indicação de bibliografia ótima através dos cursos do MOOC. Os MOOCs são todos feitos online, mas os professores indicam vários livros aos interessados.

Com mais de 130 parceiros globais, o Edx conta com a parceria das principais universidades, organizações sem fins lucrativos e instituições do mundo como seus membros. Os membros da universidade EdX lideram o QS World Rankings®. Sendo assim,  os fundadores dessa plataforma recebem as melhores honras, sem contar que suas parceiras se qualificam no topo dos rankings educacionais ao redor do mundo.

No Edx você pode encontrar vários cursos de chinês para vários níveis de domínio do idioma, tais como:

  • Chinês Mandarim Essencial,
  • Chinês Mandarim para Negócios,
  • Chinês Mandarim Níveis 1 a 3,
  • Chinês Tsinghua,
  • Relíquias da História Chinesa (curso em 3 partes).

Esses são apenas alguns exemplos das diversas opções de cursos ligados à língua, à cultura e à civilização chinesa.

Vídeos do Youtube para aprender mandarim

Os canais de aprendizado de mandarim chinês são tão numerosos quanto a população chinesa em nosso amado planeta Terra e satisfazem diretamente as necessidades dos estudantes que desejam conhecimento na linguagem de “Sun Tzu”.

Da iniciação ao chinês, ao aprendizado de ideogramas e à escrita de caracteres chineses, esses vídeos permitem que você treine de graça em chinês mandarim sem precisar responder “presente” enquanto escuta a chamada do professor…

Para se preparar para um exame, desenvolver a sua escuta e leitura ou apenas para a sua curiosidade, você pode usar sem medo de ser “pego” pelo cochilo durante o curso do tema: Aprender verbos irregulares.

Projetados por escolas chinesas, escolas de idiomas e institutos de e-learning, esses cursos online (sites) de chinês são calibrados para transmitir conhecimento por meio de um vídeo.

Além disso, você tem a oportunidade de interagir, deixando um comentário no vídeo, tentando entrar em contato com a organização através de redes sociais ou simplesmente por e-mail.

Faça aulas de mandarim pela internet Ideogramas chineses? Aprenda pelo Youtube

Alguns cursos em vídeo agrupados por canal de aprendizagem:

  • Digischool: essa escola especializada em aprendizagem online tem uma lista de reprodução de mais de 43 vídeos sobre o método “Iniciação ao chinês”, que tem duas séries. A pronúncia, a leitura e a escrita dos caracteres são temas tratados nesses vídeos.
  • Pula Muralha: vídeos muito divertidos de uma chinesa que mora no Brasil. Além de hábitos culturais chineses, ela ensina também mandarim. Mais de 50 vídeos para aprender tudo sobre a China e os contrastes com a nossa cultura.
  • Aprenda a Falar Chinês: outro canal de um professor de chinês onde você pode aprender o básico de mandarim pela internet, pelo Youtube e de graça.

O preço de aprender direto na fonte

Uma outra opção encontrada por muitas pessoas para aprender mandarim é fazer uma viagem à China. Alguns aproveitam para unir turismo e intercâmbio em um único pacote que proporciona, além do avanço mais rápido no idioma, a aquisição de grande bagagem cultural e emocional.

É claro que, se pensarmos em custos, essa será, de longe, a opção mais cara. Mas é importante também pensar nas vantagens. Além disso, caso optasse por não embarcar para a China, você certamente faria uma viagem internacional em algum momento.

Isso implicaria em adquirir passagens, hospedagem e outros custos para manter-se no local durante a estadia. Por que não então, fazer dessa prática um investimento e embarcar para a China, já matriculado em um curso de mandarim no país?

Intercâmbio na China Por que não embarcar para a china e aprender a língua direto da fonte?

Algumas pessoas em intercâmbio têm a oportunidade de contato com o mercado chinês, a partir de estágios ou trabalhos específicos em empresas locais. Outras, acabam tomando verdadeiro gosto pela nação e se estabelecem por lá, não retornando ao Brasil.

As que retornam contam com vantagens na hora de concorrer a vagas em empresas de origem chinesa ou ainda podem tornar-se professores no idioma. Como se pode ver, uma viagem à China certamente trará algum benefício à sua vida profissional.

Percebeu como existem opções para aprender mandarim para todos os perfis e bolsos? E por que não começar agora mesmo a procurar por aquela que melhor atende à sua necessidade?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de4,50 sob 5 de 4 votos)
Loading...
avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Amauri Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Amauri
Convidado
Amauri

Recomendo um curso de mandarim online totalmente gratuito em http://www.bit.ly/mandarimgratis