Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O que acontece em um curso de instrumento de cordas?

De Carolina, publicado dia 22/11/2018 Blog > Música > Violino > Como é uma aula de violino?

“A felicidade é uma arte para se praticar, como o violino”. John Lubbock (1834-1913)

Aprender a tocar violino é conhecido, ao contrário das aulas de violão, bateria ou piano, por sua dificuldade. É difícil domar esse instrumento de cordas sem sem aulas de música.

É verdade que não é comum conhecer alguém que saiba tocar violino ou seja violinista profissional.

A mesma pesquisa diz: 15% dos executivos e profissões intelectuais mais altas têm um piano em casa contra apenas 2% dos trabalhadores. Há, portanto, uma forte preponderância da classe social na prática de instrumentos musicais.

Aqui estão as nossas dicas para cada aluno ter sucesso nas aulas de violino.

E, infelizmente, o aprendizado da música está muito ligado à classe social da pessoa. Não é todo mundo que pode pagar aulas de música para seus filhos…

Prepare-se bem para o curso de violino em casa

Eu não entendo, meu filho prefere jogar futebol ao invés de tocar violino… E se nos tornássemos violinista em vez de esportista? Por que não?

Claro que o aprendizado da música precisa de uma sensibilização feita em casa ou na escola. Seu filho não vai ter a ideia de fazer aulas de violino sozinho.

Faça aulas para ser um violinista Aprender um instrumento requer o mínimo de preparação

Além disso, fazer aulas particulares de música com professores ou fazer aulas individuais de violino em uma escola significa necessariamente estar bem preparado para receber uma instrução musical.

Parece óbvio, mas não é.

Encontrar um professor de violino pedagogo e atender aos objetivos de cada um pode, paradoxalmente, ser a parte mais difícil do treinamento musical.

Não há dúvidas de que os cursos para crianças pequenas, adolescentes e adultos não exigirão a mesma pedagogia: a experiência – iniciante, intermediária e avançada – e a intersubjetividade dos gostos também são levadas em conta.

A regra de ouro da aula particular em casa é reafirmada: para todos os níveis e estilos, é essencial estar em um lugar propício para o aprendizado.

Isso envolve ter os equipamentos necessários para aprender violino e ter o prazer de tocar: comprar um violino, um arco e acessórios essenciais para violino: metrônomo, afinador, etc…

Para não perder muito tempo e dinheiro e ter uma boa progressão, cada aluno deve ter revisado seu curso anterior: de que adianta “recrutar” um professor de música para ficar na iniciação musical?

A menos, claro, que essa seja a primeira aula.

Além disso, no início de cada curso, os alunos devem mostrar que eles treinaram em casa entre os dois cursos: aulas de música e decifrar notas, mão esquerda segurando o arco, destreza e aplicação de técnicas (vibrato, pizzicato, harmônicos, etc.).

E, claro, o aluno também deve ter a sua disposição as partituras indicadas pelo professor.

Vamos ver agora o que fazer nas aulas de violino: a aula de violino em quatro fases.

Quanto custa a aula de violino?

O que fazer nas aulas particulares de violino?

Geralmente, uma aula de música dura trinta minutos ou uma hora.

“Quando eu estava no ensino médio, eu tive aulas particulares para aprender piano. Como as aulas eram muito caras para meus pais, duravam meia hora. Eu achei isso muito curto para permitir um bom desenvolvimento.”

O violino tem fama de ser um dos instrumentos mais difíceis, mas não impossível. Interpretar os virtuosos da orquestra sinfônica exigirá trabalho e técnica…

Aliás, já comprou o seu? Stradivarius, Höfner, Eagle, Stentor…

Faça aulas de música para crianças Tocar desde pequeno é a melhor maneira de desenvolver suas habilidades musicais

Portanto, é melhor seguir um curso de uma hora porque, se a aula de violino for muito curta não permite um aprofundamento da prática. Por isso, as aulas precisam de mais tempo para explorar diferentes estilos musicais – violino jazz, jazz cigano, cigano, klezmer, folk, rock jazz, blues etc. Se a ideia é tornar-se um virtuoso violinista, o tempo dedicado deverá ser mais longo.

Um curso de aprendizado de música e violino pode abranger muitas atividades: você tem que aprender teoria musical, técnica de tocar, posicionamento dos dedos.

Além disso, é necessário saber como afinar seu violino para tocar da maneira certa, cuidar de sua interpretação e estar confortável para alcançar um nível que permita a improvisação.

Aqui está tudo o que pode ser feito durante uma aula de violino (isso também se aplica aos outros instrumentos de quarteto de cordas que são violoncelo, viola e contrabaixo:

  • Aprendizado da teoria musical (nível iniciante),
  • Decifrar e ler as notas de uma partitura,
  • Descobrir os modos de jogo e os sons do violino (legno neck, staccato para solista, pizzicato),
  • Aprender a segurar seu violino e arco,
    Aprender harmonia (jazz, clássica, harmonia cigana, etc.),
  • Tocar no ritmo da música,
  • Interpretação e improvisação.

A maioria das aulas oferecidas pelos professores de violino no Superprof certamente incluirá exercícios para ensinar a teoria musical, revisão sobre o conteúdo da aula anterior e o treinamento de uma peça em particular.

No final do curso, nossos professores experientes saberão – a partir do primeiro teste – que tipo de exercícios devem ser dados ao aluno na semana seguinte, e implementarão uma metodologia de trabalho de acordo com o nível do aluno.

Por exemplo, se é para dar aulas de música para crianças, um professor de violino pode sugerir aos pais a ensinar com o método Suzuki. Esse método reagrupa a vontade de transmitir e o prazer de aprender música desde a mais tenra idade.

Ao ensinar esse método, encontra-se uma articulação também com a aprendizagem da língua materna, envolvendo os pais nas aulas infantis.

Aprenda teoria musical em aulas de violino em casa

Os alunos têm medo de exercícios de solfejo? É normal, raramente é um momento muito popular na aula de violino.

No entanto, torna-se um violinista inevitavelmente passa pelo aprendizado do mínimo de teoria musical.

A leitura musical é fundamental: interpretar e improvisar depois. As aulas de piano ou violino são usadas para ler notas musicais como se lê um livro.

Alguns violinistas de renome internacional, tais como Stephane Grappelli, Florin Niculescu (jazz cigano) ou Yehudi Menuhin, por vezes, aprenderam o violino por si. Mas isso não seria possível se eles não conhecessem a teoria musical.

Faça aulas para tocar um instrumento Não deixe de realizar seu sonho de aprender violino…

Portanto, usar partituras para ler notas musicais pode ajudar os iniciantes. Você também tem que aprender como se afastar, correndo o risco de adquirir um jeito “muito escolarizado” de tocar com pouca nuance.

“Às vezes, eu dou algumas aulas informais de piano aos meus amigos e os aconselho a aprender a tocar o máximo possível para tirar o máximo proveito da música.”

Aos aprendizes de violino de nível básico, se eles nunca tocaram um instrumento, terão que aprender a teoria básica, ou seja, o nome das notas e sua posição em um violino.

Aprender a ler notas, isso é, identificar onde cada nota é  – dó, ré, mi, fá, sol, lá, si – as possibilidades de cada uma das quatro cordas do instrumento.

Em seguida vêm as noções de ritmo e assim por diante.

Com o seu professor particular ou com aulas online de violino?  Um aluno pode usar um site para aprender teoria musical para praticar a leitura de notas.

“Quando eu estava tendo aulas de piano, lembro-me das lições de minha professora de música em sua escola de piano, uma excelente professora, mas muito rigorosa: sempre começávamos uma aula com exercícios de solfejo”.

Com a internet, você pode procurar conteúdos de leitura para aumentar sua pontuação, lendo mais e mais rápido: isso ajudará consideravelmente quando o professor de violino apresentar uma nova peça ao aluno.

Isso é tudo?

Infelizmente, não é suficiente aprender a ler notas de uma partitura e conhecer sua sequência rítmica. Também é importante aprender acordes e escalas.

Os acordes são para a música o que a conjugação é para o português. Quanto às escalas, elas são um pouco de gramática musical.

Outra coisa: qualquer um que já tenha tido aulas de despertar musical desde a primeira infância aprenderá a tocar piano e violino mais rapidamente.

Posicionando os dedos e tocando músicas em suas aulas de violino

Segunda fase de um curso de instrumentos de cordas: depois da teoria musical, vem o aprendizado de posições.

E sim, o violino requer aprender várias posições de mão definidas: há catorze no total, mas a maioria das melodias são tocadas com as oito primeiras posições.

Nós explicamos:

Quanto mais próximo estiver do cavalete, maior será o nível necessário para tocar com precisão.

No nível iniciante, tocamos no braço perto da cravelha até chegar no corpo do violino e caixa de som, isso é chamado de primeira e terceira posição.

Isso permite que você toque a maioria das notas e reproduza estilos diferentes enquanto cuida da musicalidade.

A quarta, quinta, sexta e oitava posições correspondem a melodias acessíveis com um nível avançado. Além disso, ir muito alto nos agudos é um trabalho para um violinista virtuoso e experiente.

Toque um instrumento de cordas Este objeto pode ser um grande desafio para seu aprendizado musical

Cada posição é materializada pelo aumento de um tom para cada corda: em claro, na corda de mi, a primeira posição corresponde ao beliscar da nota “fa” enquanto na segunda posição, a gente aperta a nota “sol” e “lá” para a terceira.

Para tocar em uma orquestra sinfônica ou em uma orquestra filarmônica, obviamente será necessário conhecer todas essas posições!

Etapa final do curso de violino: revise as partes da música, finalmente!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar