Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Os melhores filmes japoneses

De Ana, publicado dia 03/11/2019 Blog > Idiomas > Japonês > Quais são os longas-metragens nipônicos mais famosos?

Quem aqui adora um bom filme de Samurai?

Os filmes de samurais são excelentes para conhecer as tradições da cultura japonesa, entretanto, nem só de filme de samurai é feito o cinema japonês. Os japoneses começaram cedo na indústria do cinema, bem depois da primeira projeção de filmes, intitulado Vitascope, em 1897, por Thomas Armat e Thomas Alva Edson.

Logo depois da empresa americana lançar suas películas, os orientais já estavam criando seus próprios filmes. A princípio, eram filmes mudos que retratavam aventuras, normalmente, de samurais injustiçados.

Atualmente, o Japão é reconhecido por seus filmes que são verdadeiros ícones da sétima arte. E, por isso, nosso artigo convida você a descobrir a lista dos oito filmes essenciais para refletir a cultura japonesa.

Os Sete Samurais: um mergulho no período Sengoku

O filme Os Sete Samurais mudou os rumos da história do cinema japonês, se tornando um clássico intocável na terra do sol nascente.

Ele foi lançado em 1954 por Akira Kurosawa, e no mesmo ano recebeu o Leão de Prata no Festival de Veneza. Além de outras premiações e indicações, como:

  • Mainichi Film Award, em 1955;
  • Bafta, Awards – nomeação em 1956;
  • Oscar, nomeação em 1957;
  • Prêmio Jussi, 1959;
  • Satélite Awards, nomeação em 2006;

Kurosawa conta a história de sete samurais sem mestre que são contratados por humildes agricultores para combaterem os criminosos responsáveis pelos sucessivos roubos nas suas colheitas. O filme se passa no período Sengoku, uma das fases mais conturbadas e instáveis da história do Japão.

São mais de 200 minutos de filme, contando com a extraordinária atuação de Toshirô Mifune, em um de seus papeis mais consagrados no mundo cinematográfico.

Os Sete Samurais faz muito sucesso entre os cinéfilos. No filme Os sete Samurais, o diretor dá ênfase de como é a vida dos samurais sem mestre.

Contudo, entre uma cena épica e outra, é possível notar muita genialidade do diretor: cenas que são como um desfile de pinturas.

Dificilmente outro diretor fará um filme tão belo quanto Os Sete Samurais!

Atualmente, o longa-metragem é uma das referência do gênero no Japão. Se você adora a cultura nipônica, vai gostar também das séries de televisão japonesas.

Battle Royale: um romance do escritor japonês Koushun

Batoru Rowaiaru é um famoso romance do escritor japonês Koushun Takami. O filme narra a história de alunos do Ensino Médio forçados a lutar uns contra os outros até a morte em um programa administrado perlo governo totalitário japonês.

O romance surpreende pelo conteúdo bastante polêmico que, ainda assim, se tornou um dos finalistas do Japan Grand Prix Horror Novel de 1997.

Em 2000, após sua publicação original, o romance foi adaptado para uma série de mangá, escrita e dirigida pelo próprio cineasta Taskami, em longa-metragem.

Battle Royale tornou-se o filme de maior bilheteria do ano, originando uma sequência e outras pequenas adaptações.

Mesmo famoso, o filme foi igualmente controverso como o romance, gerando bastante polêmica no Japão e em vários países do mundo.

Battle Royale chegou a ser proibido ou excluído em vários países!

Em 2000 foi exibida pela primeira vez em Tóquio, em mais de 200 telas, com uma classificação R-15. Tal classificação raramente é usada no Japão.

Lembrando que o filme não deve ser assistido por quem tem aversão a cenas de violência, pois algumas cenas chocam por ser sangrento. Entretanto, Battle Royale também pode ser compreendido como um filme crítico sobre o sistema escolar japonês.

O filme recebeu elogios da crítica, se tornando um fenômeno da cultura japonesa. Ele tem sido constantemente uma influência na cinematografia global para outros filmes que abordem a temática do triunfar do mais forte, isto é, com o sobrevivente de um grupo de pessoas instruídas a lutar uns contra os outros até a morte.

Se você ama os filmes de Quentin Tarantino, vá em frente. Até o cineasta considera Battle Royale o melhor filme que ele já assistiu nas últimas duas décadas.

É muito comum na cultura japonesa, assinar revistas japonesas relacionadas ao mundo dos mangás!

Seppuku: um filme japonês preto & branco

Seppuku é um filme que ficou vulgarmente  conhecido no ocidente como  haraquiri, um ritual suicida japonês. Harakiri é um filme de drama japonês de 1962, escrito por Shinobu Hashimoto e dirigido por Masaki Kobayashi.

Seppuku venceu o prêmio do Júri do Festival de Cannes!

O filme conta a história de Hanshiro Tsugumo, um homem que deixou a vida de samurai  para virar um mercenário errante.

Tsugumo vai à residência do Clã solicitar se apresentar, seguindo o ato Seppuku. Contudo os membros do clã tentam convencê-lo a não cometer o ritual suicida. E, é nesse momento que Hanshiro conta a sua história…

Procurando por aulas de japonês para acompanhar esse drama nipônico? Encontre os melhores professores na plataforma Superprof, a startup de aulas particulares que mais cresce no Brasil!

Era Uma Vez em Tóquio

Tokyo Monogatari é um filme de 1953, dirigido por Yasujiro Ozu. O longa-metragem conta a história de um casal de idosos que viaja para Tóquio para visitar seus filhos já adultos.

Dicas de como conhecer a cultura japonesa assistindo a filmes nipônicos. Viagem a Tóquio conta a história de dois idosos que vão visitar seus filhos na capital japonesa.

Contudo, o filme aborda um tema bastante polêmico: a ruptura do tradicional sistema familiar japonês, ao retratar o comportamento dos filhos sempre muito ocupados para prestar atenção nos pais.

Alguns acreditam que o filme conta uma história bastante melancólica de certa mudança na sociedade japonesa, impregnada de nostalgia. Outros, consideram o filme uma obra-prima de Ozu, tendo aparecido por diversas vezes nas listas dos melhores filmes de todos os tempos, segundo o British Filme Institute.

Frequentemente, Viagem a Tóquio é considerado um dos melhores filmes japoneses da história do cinema!

Era Uma Vez em Tóquio é o filme que tornou Ozu conhecido no Ocidente, trazendo parte da história japonesa de um âmbito mais social, por isso, assisti-lo é mais do que recomendado!

Ju-on

Ju-on é um filme de terror supernatural japonês, de gênero terror e terror psicológico, escrito e dirigido por Takashi Shimizu, em 2003. Com base na franquia japonesa, conheça outros remakes de Ju-on:

  • Ju-on, de 2000;
  • The Grudge, remake americano, de 2004;
  • The Grudge 2, em 2006;
  • The Grudge 3, em 2009;
  • Ju-on: O começo do fim;

O Grito, como conhecemos no Brasil,  é uma refilmagem de Ju-on, faz parte de uma série de filmes de terror na versão americana, lançada em 2004 como The Grudge.

Esse remake segue uma história semelhante ao filme japonês, pelo menos na primeira parte. The Grudge também foi dirigido por Takashi Shimizu, nos dando a certeza de que os japoneses são incríveis quando se trata de filmes de terror!

Descubra a cultura japonesa com aulas de japonês online!

Ringu: um filme de terror japonês

Ringu ou O Chamado é um filme japonês de 1998, adaptado a partir do livro de mesmo nome e dirigido por Hideo Nakata. O longa-metragem é o segundo filme de terror da nossa lista, e, sem dúvida, um dos melhores filmes de terror centrado na temática do sobrenatural e do terror psicológico.

Dicas de como aprender sobre cultura japonesa. Certamente, depois de assistir Ringu, você nunca mais vai olhar para um poço como antes!

Muito provavelmente, você já tenha assistido Ringu na versão ocidental!

Quando Ringu foi lançado no Japão, fez um enorme sucesso de bilheteria, tanto que inspirou numerosos remakes. Começando com o The Ring, filme americano de 2002, que estourou no Brasil com o nome de O Chamado.

Ringu narra a história de um determinado vídeo amaldiçoado que mata o espectador em sete dias, após assisti-lo. Ao saber da morte misteriosa de sua sobrinha, uma jornalista decide investigar, e descobre que a morte foi causada por uma fita.

Por curiosidade, ela decide assistir ao vídeo, quando termina, o telefone toca. Nesse momento, ela tem sete dias para descobrir como acabar com a maldição e salvar sua vida.

Na busca contra o tempo para investigar o mistério da fita amaldiçoada, ela acaba contando com a ajuda de seu ex-marido. O filme nos mantém em intenso suspense durante seus 96 minutos de duração, chegando a dar fobia de poços e cabelos compridos.

Hana-Bi: um drama policial japonês

O longa-metragem japonês Hana-bi, dirigido por Takeshi Kitano, aborda o drama de Yoshitaka Nishi, um ex-inspetor de polícia que deixou a corporação após ser atormentado por vários eventos dramáticos.

Logo de início, o policial recebe a notícia de que a esposa está gravemente doente. Ao sair do hospital, descobre que seu parceiro foi baleado em um a emboscada.

Essa sucessão de acontecimentos, faz com que Nishi decida deixar a polícia para cuidar de sua esposa Miyki em tempo integral. O longa-metragem retrata a emoção do amor apaixonado, através de um cenário muito difícil e uma história violenta.

Sinta-se à vontade para descobrir outros seriados da TV japonesa!

Godzilla: uma criação do Japão

Godzilla é uma criatura gigantesca, com a aparência semelhante à de um dinossauro. Ele apareceu pela primeira vez no filme “gojira”, em 1954, em um filme japonês de ficção científica produzido por Toho filme Company e dirigido por Ishirô Honda.

Godzilla virou uma espécia de super-herói no Japão. O Godzilla é uma das joias sagradas no cinema japonês!

Ao todo, são aproximadamente 32 filmes sobre Godzilla produzidos por Toho, quatro deles recebem versões americanizadas e com muitas adaptações. A mais recente, de 2019, recebeu o nome de Godzilla 2: Rei dos Monstros.

Certamente, qualquer menção que você faça a monstro japonês, vai estar carregado da referência do famoso Godzilla!

Na versão original, o Godzilla seria uma criatura gigantesca, com aparência de dinossauro que estaria adormecido por milênios antes que a bomba atômica (radiação) o acordasse nas profundezas da água. Em pouco tempo a criatura capaz de cuspir raios atômicos passou de destrutivo a herói da civilização japonesa.

Entre os filmes mais famosos de Godzilla estão:

  • Godzilla, de 1954;
  • O Retorno de Godzilla, de 1955;
  • King Kong vs. Godzilla, de 1962;
  • O Retorno de Godzilla, de 1980;
  • Godzilla vs. SpaceGodzilla, de 1994;
  • Godzilla, 1998;
  • Godzilla: Guerras finais, de 2004;
  • Godzilla, de 2004;
  • Ressurgência de Godzilla ou Shin Godzilla, de 2016;
  • Godzilla 2: Rei dos Monstros, de 2019:

Pouco a pouco, o monstro do mar foi se tornando em um símbolo do Japão, ainda hoje é possível ver inúmeras referências ao filme Godzilla, até mesmo nos desenhos.

Está pronto para falar japonês?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de5,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...
avatar