O Exame Nacional do Ensino Médio, o ENEM, é um dos principais acontecimentos na vida dos jovens brasileiros atualmente. Afinal de contas, ele é a principal porta de entrada para as maiores universidades do Brasil, então quem deseja ingressar em uma instituição do tipo deve estar preparado para este grande evento.

A pressão sobre os estudantes do Ensino Médio para se sair bem na avaliação é bem grande, pois ele pode decidir o futuro profissional de cada candidato. Assim, a preparação para a prova é algo extenso e que, ao mesmo tempo, requer muito planejamento e cuidado para que o estudante consiga otimizar da melhor maneira suas atividades e obter uma pontuação excelente no exame.

Quer se preparar melhor para o Enem? Continue lendo o artigo!

Atenção: mesmo que você faça seus simulados de lápis, na hora do Enem é obrigatório o uso de caneta de tinta preta com o corpo transparente.

Quais as vantagens de prestar o Enem ?

Para começar o preparo para o conteúdo das provas, algo extremamente importante para realizar uma boa avaliação é ler o edital do exame. Sabendo de todos os assuntos de maneira específica, é incrivelmente mais fácil planejar a rotina de estudos, pois já há uma boa noção da densidade e dificuldade da matéria.

Todas as informações precisas para o estudante estão contidas no arquivo, o que inclui até as datas de realização do Enem, horários de início e término da prova e o que é permitido ou não em sua realização. O ideal é fazer a leitura detalhada antes de tudo e revisar o documento em qualquer ocasião de dúvida em relação a algum assunto, para esclarecer por completo qualquer pergunta que o candidato tenha antes que seja tarde demais.

As vantagens de prestar o Enem são muitas, mas essencialmente é a prova que pode ser a sua porta de entrada para a curso superior ou tecnológico no país em instituições reconhecidas pelo MEC. Os quatro principais programas que aceitam o resultado do Enem como critério de admissão são:

  • SISU (Sistema de Seleção Unificada): sua nota no último Enem serve como referência para a seleção em instituições públicas de ensino superior.
  • Prouni (Programa Universidade para Todos): oferece bolsas em instituições privadas com base na sua nota;
  • FIES (Fundo de Financiamento Estudantil): facilita financiamentos de cursos em instituições privadas, que variam entre 50% e 100% do valor total e oferece juros baixos .
  • SISUTEC (Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica): focada em cursos técnicos, o seu resultado no Enem serve para instituições públicas e privadas.

Tenha em mente que a maior parte dos processos exige uma nota mínima de 450 pontos e nota maior do que zero na redação do Enem. Portanto, prepare-se! Essa é uma prova importante realizada apenas uma vez por ano, não deixe a sua chance escapar por falta de planejamento.

Uma vantagem bem interessante do Enem perante o vestibular tradicional é essa maneira única de conseguir uma nota para tantos processos diferentes. Se antes o candidato precisava se deslocar até um pequeno número de cidades para realizar uma prova e acabava gastando tempo, dinheiro e energia em várias etapas - inclusive com seus editais e exigências diferentes - para agora estar usando tudo isso com mais sabedoria.

Faça a inscrição online e mantenha a senha em segurança

Como fazer a inscrição do Enem

As inscrições no Enem são realizadas pela internet, o processo é bastante simples. O período para inscrições costuma durar cerca de duas semanas e acontece ainda no primeiro semestre. Para se candidatar ao exame o candidato deve ter em maõs no momento da inscrição:

  • documento de identidade,
  • CPF,
  • endereço completo,
  • e-mail,
  • número de telefone válido.

Primeiro, faça o seu cadastro e identificação no sistema. Acessando o site do Inep especialmente criado para o Enem  - também conhecido como Sistema Enem - o candidato preenche seus dados pessoais e cria uma senha contendo entre 6 e 10 caracteres. Essa será a maneira de consultar também o seu resultado para os processos que usam essa nota, portanto, anote esses dados para seu controle e segurança. Nessa fase também é possível indicar se é necessário algum atendimento especial para o candidato durante a prova, como mobilário ou local acessível, prova em braile, libras, auxílio ledor ou suporte para lactantes.

O próximo passo é indicar a sua preferência sobre língua estrangeira para a prova de idiomas, sendo possível escolher entre inglês ou espanhol. A próxima fase é a definição de escolha da cidade em que deseja realizar o exame, são centenas de opções para o candidato.

Os questionários seguintes são relacionados à situação do aluno no ensino médio, renda e grupo familiar. Após concluir essas entradas, é preciso concluir o processo e gerar o boleto para pagamento até a data indicada no documento. O Enem é pago e a taxa tem um prazo para ser paga para tornar a sua inscrição válida.

Mas é possível que o candidato tenha a isenção do pagamento de acordo com alguns critérios. Os estudantes de escola pública que estão concluindo o ensino médio possuem isenção automática. Para os candidatos que integram famílias com renda por pessoa menor ou igual a um salário mínimo e tenham cursado todo o ensino médio com bolsa integral em escola privada é possível fazer a solicitação da isenção por lei. Outra modalidade de isenção é a por decreto, destinada a pessoas de famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, com renda de até meio salário mínimo.

É responsabilidade do candidato acompanhar o andamento do processo de solicitação de isenção - que geralmente é iniciado cerca de um mês antes da data de incrição geral. Tudo isso estará disponível no Sistema Enem. Existe também um período para recurso, caso seja negado. Se o seu processo for deferido, isso não significa que já está inscrito. É preciso passar pelo processo habitual.

Conheça a história do Enem  e sua importância.

Avalie em um mapa como chegar até o espaço em que sua avaliação será realizada

Enem: local de prova, como saber ?

O Sistema Enem disponibiliza cerca de um mês antes da prova o Cartão de Confirmação de Inscrição. Esse documento contém só está acessível online e apresenta para o candidato:

  • Seu número de inscrição no Enem,
  • Data, hora e local de prova do Enem,
  • Caso tenha solicitado, a indicação dos atendimentos especializados ou específicos aprovados no seu processo,
  • A confirmação da opção da sua prova de língua estrangeira
  • Orientações gerais relativas à avaliação.

Os locais das provas são definidos para que os candidatos estejam o mais próximo o possível de seu endereço residencial, distribuindo os inscritos por localidades e levando também em consideração as necessidades solicitadas no momento da inscrição.

Uma dica importante para essa fase é buscar com antecedência o lugar de aplicação da prova em aplicativos como o Google Maps, gerando uma simulação do tempo de deslocamento e maneiras de chegar ao espaço no dia da prova. Isso também é parte da preparação do aluno, já que chegar a tempo é uma exigência para a realização da prova.

O horário do Enem é padrão para todo o país, sendo baseados no horário de Brasília.

Os portões ficam abertos por  uma hora - geralmente entre 12h e 13h - seguidos por 30 minutos de procedimentos de segurança nos locais de realização e salas de aplicação. Os materiais com seu nome, como cartão-resposta e a folha de redação, assim como o caderno de questões serão entregues aos candidatos a partir das 13h. Esse também é o horário limite para sair da sala sozinho, para ir ao banheiro, por exemplo. Chegar a tempo para entrar com calma e organizar sua rotina de concentração é essencial.

Às 13h30 é autorizado o início da prova e a entrega deve ser feita até às 19h no primeiro dia, com as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, redação e Ciências Humanas e suas Tecnologias, e até 18h30 no segundo domingo, o dia das avaliações de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias.

Se você quiser levar para casa o caderno de questões após a realização da prova, isso só é possível se o candidato permanecer na sala de aula após as 18h30 no primeiro dia ou 18h no segundo. O tempo mínimo de prova é de duas horas, mas sua saída não permite levar esse documento para casa.

Como está o seu planejamento de estudos para o Enem?

Tenha uma boa gestão do tempo e não perca a chance de um bom resultado

Quais itens devo levar para o dia do Exame Nacional?

Não importa o seu local de prova. Os materiais que você deve levar são os mesmos para todo o país.

É obrigatório levar documento de identificação originais com foto, como como carteiras de identidade, identificação de conselhos de classes, passaporte, carteira de trabalho, certificado de reservista e carteira de habilitação. Mesmo autenticadas, não serão aceitas cópias. Em caso de furto, roubo ou extravio do seu documento, o boletim de ocorrência pode ser apresentado.

A sua caneta deve ser de tinta preta e corpo transparente - o candidato pode levar mais de uma, mas sempre dentro desses critérios. É importante que você teste-as antes para não perder tempo ou concentração durante a prova.

Para finalizar toda essa organização prática, é muito importante que o estudante possua um ambiente agradável e calmo para se preparar para o ENEM. Nada  fará sentido se não existirem condições apropriadas de estudo. O candidato precisa encontrar algum lugar confortável o suficiente para conseguir a máxima absorção de conteúdo possível, uma atmosfera idealmente longe de distrações, como televisão, videogames e redes sociais, além de ser silenciosa e com pouca interferência de outras pessoas. Um ambiente sem estresses é primordial para uma ótima performance nos estudos e faz, com toda certeza, uma enorme diferença no resultado final.

Como está a sua rotina de preparação para o Enem? Estudar durante todo o ano pode mudar a sua nota, assim como ter em mãos todas as exigências práticas para o momento da prova.

Precisando de um professor de Preparação para vestibular ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Ligia

Jornalista e especialista em educação e comunicação digital. Apaixonada por aprender, gosta de conhecer novos lugares, ler, escrever e entender como as coisas funcionam.