"Você não tira uma foto, você a cria", Ansel Adams

Se você prefere o modo manual ou automático, não importa: é bem possível desfrutar do seu talento dando aulas para iniciantes ou especialistas nesta arte em particular.

No entanto, os cursos de fotografia não são os mais comuns, por isso pode ser difícil decidir sobre qual o valor deve ser cobrado.

Alguns fotógrafos experientes tendem a subestimar seus valores, enquanto outros elevam seus preços e podem desencorajar os aprendizes que estão à procura de formações mais acessíveis. O segredo é, portanto, escolher o preço mais coerente ao curso que ensina a profissão de fotógrafo para artistas em fase de aprendizado.

Descubra todos os critérios a levar em conta para definir o valor para seu curso!

Os melhores professores de Fotografia disponíveis
1a aula grátis!
Allex
5
5 (33 avaliações)
Allex
R$80
/h
1a aula grátis!
Felipe
5
5 (12 avaliações)
Felipe
R$50
/h
1a aula grátis!
Cristiano
5
5 (5 avaliações)
Cristiano
R$70
/h
1a aula grátis!
Marcelo
5
5 (20 avaliações)
Marcelo
R$120
/h
1a aula grátis!
Camila
5
5 (4 avaliações)
Camila
R$50
/h
1a aula grátis!
Ramon
5
5 (3 avaliações)
Ramon
R$100
/h
1a aula grátis!
Juliana
5
5 (15 avaliações)
Juliana
R$80
/h
1a aula grátis!
Pablo
5
5 (25 avaliações)
Pablo
R$120
/h
1a aula grátis!
Allex
5
5 (33 avaliações)
Allex
R$80
/h
1a aula grátis!
Felipe
5
5 (12 avaliações)
Felipe
R$50
/h
1a aula grátis!
Cristiano
5
5 (5 avaliações)
Cristiano
R$70
/h
1a aula grátis!
Marcelo
5
5 (20 avaliações)
Marcelo
R$120
/h
1a aula grátis!
Camila
5
5 (4 avaliações)
Camila
R$50
/h
1a aula grátis!
Ramon
5
5 (3 avaliações)
Ramon
R$100
/h
1a aula grátis!
Juliana
5
5 (15 avaliações)
Juliana
R$80
/h
1a aula grátis!
Pablo
5
5 (25 avaliações)
Pablo
R$120
/h
1ª aula gratuita>

Dicas para montar suas aulas de imagem fotográfica

A carreira de um fotógrafo profissional está em constante mudança e evolução.

Para muitos profissionais estabelecidos, chega um momento em que adicionar um elemento extra ao seu negócio criativo parece o próximo passo lógico.

Este novo empreendimento permitirá que você mude as marchas da prática tradicional de produção para uma maneira nova e inovadora de compartilhar e transmitir sua sabedoria com outras pessoas. Estamos falando de montar e ministrar suas próprias sessões de ensino, sejam com módulo presencial em grupo, módulo presencial particular ou ainda com aulas online.

O conceito de ensinar pode ser um pilar benéfico para fortalecer ainda mais seu público e obter uma renda complementar.

Frequentemente, vemos workshops e tutoriais na área sendo apresentados por feras de primeira linha que estão no setor há muitos anos. Um exemplo perfeito são as Master Classes, onde você pode aprender técnicas, truques e conceitos com lendas do mundo fotográfico como, nada mais, nada menos que Annie Leibovitz!

Lentes de câmeras sobre fotos preto e branco
É muito gratificante terminar uma faculdade no meio fotográfico e ter a oportunidade de passar para frente seus conhecimentos.

Ao se inscrever em uma aula ou workshop ministrado por um fotógrafo com décadas de experiência, você está investindo no conhecimento e na visão de um profissional experiente.

Apesar de aprender com os grandes, os especialistas e os gurus da área possuem uma experiência verdadeiramente inovadora, e talvez você não precise se aventurar indo tão longe. Agora, mais do que nunca, os experts no ramo estão conquistando um lugar em seu nicho específico para orientar e ensinar iniciantes ávidos em como dominar os truques do mercado.

Se você é um fotógrafo interessado em criar e ministrar suas próprias aulas no assunto, o processo pode ser mais simples do que você pensa. Antes de estabelecer o quando deve ser cobrado, é preciso pensar no que você vai ensinar, ou seja, no conteúdo, no programa das suas aulas.

O currículo das suas prestações pode incluir conceitos como iluminação, enquadramento, composição, publicação, edição de imagens, montagem de portfolio... Tudo vai depender nos seus pontos fortes e no tipo de conhecimentos que você deseja transmitir.

Construindo o itinerário para suas aulas

O itinerário de aula servirá como espinha dorsal e esboço dos eventos que acontecerão durante as prestações. Ele deve ser dividido por dia e por hora, para manter o andamento do programa de acordo com o planejado.

O itinerário que você criar será compartilhado com seus aprendizes, portanto, certifique-se de descrever todos os detalhes de maneira simples e clara.

Especifique os tópicos e componentes particulares que serão abordados como um ponto principal em seu plano. Por exemplo, se você fizer uma formação em fotografia de moda, os tópicos que você poderia incluir em seu plano poderiam ser:

  • Dicas para iluminação de ambientes fechados;
  • Um guia para posicionar o produto / modelo;
  • Trabalho com maquiadores e estilistas;
  • Como pós-produzir / editar suas imagens;
  • O mercado da fotografia de moda.

Depois de determinar quais tópicos seu curso incluirá, alinhe-os de acordo com o tempo planejado. Uma boa regra é fazer com que cada seção seja construída uma sobre a outra. Portanto, tente iniciar o curso com um tópico generalizado e, em seguida, adicione componentes mais detalhados ao avançar do cronograma.

Câmera profissional ao lado de um laptop
Antes de divulgar os modulos e colocar a mão nos equipamentos, é preciso estabelecer qual conteúdo será ensinado.

Uma vez que o cronograma é construído em uma aplicação prática, você terá que prever sessões práticas. Dependendo do número de alunos, você pode precisar de mais ou menos tempo, mas o tempo padrão para cada aluno fotografar com o modelo - no caso de um aprendizado em fotografia de moda - deve ser de 15 a 20 minutos. Isso pode acontecer após a parte teórica e depois de você ter abordado as bases de cada tópico.

Workshops e tutoriais online

Além de workshops físicos, você também pode começar sua jornada no ensino por meio de métodos online de criação de tutoriais ou sessões de aprendizado focadas na web. Muitos experts da área que querem começar a ensinar geralmente começam com esse método como uma forma de expandir seu alcance a estudantes de todo o país - ou até mesmo do mundo!

Sessões online, tutoriais e workshops devem ser criados com a mesma dedicação e atenção aos detalhes daqueles que são realizados em módulo presencial.

Você pode hospedar oficinas práticas on-line por meio de videoconferências onde os alunos podem fazer login para participar, na forma de sessões de tutoria pessoal no Skype, no Zoom ou no Google Meets.

Se você estiver interessado em criar workshops que sejam acessíveis apenas pela Internet, é preciso se dedicar à criação de um conteúdo de primeira linha. Como você está removendo a interação pessoal que existe durante as aulas presenciais, é preciso criar sessões que cubram todas as bases com pouco ou nenhum espaço para erros.

Se você construir sessões muito confusas ou com falta de informações substanciais, você enfrentará um fluxo de perguntas, preocupações e até mesmo, em alguns casos, uma solicitação de reembolso devido à insatisfação dos alunos.

Como gerar interesse em seu workshop

Câmeras fotográficas antigas e analógicas
Muitas pessoas são fascinadas pela história por trás da evolução das câmeras fotográficas.

Depois de determinar o tipo de aula que você sediará, é preciso entender como gerar e despertar o interesse pelo que você oferece.

Para começar, é preciso escolher um público alvo e descobrir como chegar até eles. Isso pode ser tão simples quanto calcular o número combinado de seguidores e indivíduos engajados que veem seu trabalho nas redes sociais.

Comece com sua maior plataforma, como o Instagram. Se você usar a plataforma de negócios do Instagram, poderá acessar facilmente as estatísticas pessoais de sua conta, como alcance, visitas semanais ao seu perfil e a quantidade de engajamento por postagem ou imagem específica.

A melhor maneira de entender a quantidade de pessoas que se interessariam por suas sessões de transmissão de conhecimento é simplesmente perguntando.

Comece com algo simples, como hospedar uma enquete no stories do Instagram, perguntando a seus seguidores estariam interessados ​​em participar de sessões organizadas por você.

Faça a mesma pergunta em uma de suas últimas imagens postadas e diga às pessoas para comentarem se comparecerem. Dependendo do engajamento de seus seguidores, essa pode ser uma forma eficaz de obter resultados e respostas de maneira rápida e eficaz.

Câmera de celular tira foto de paisagem.
De norte a sul, de leste a oeste, mais e mais pessoas compram smarphones de acordo com as avaliações da qualidade da câmera digital.

Inscreva-se também na comunidade do Superprof! Nossa plataforma te coloca em contato com alunos ávidos por novos conhecimentos fotográficos ao redor de todo o país! Ao criar o seu perfil você pode especificar os tipos de assunto que deseja abordar, contar sobre sua trajetória e até mesmo entrar em contato direto com os interessados.

Talvez você seja um fotógrafo que tem uma lista de assinaturas de e-mail. Nesse caso, use a lista de assinantes de e-mail para enviar uma mensagem direcionada para desenvolver e acender a centelha de sua nova ideia. Você pode até adicionar um componente que agregue valor aos seus futuros clientes aprendizes, como as primeiras 10 pessoas que se inscreverem receberão um desconto de 25%. Você também pode oferecer um desconto para quem compartilhar o workshop com os amigos e resultar na inscrição deles.

Agora que você já decidiu o conteúdo das suas prestações e como promovê-las, chegou a hora de descobrir como estabelecer um preço justo para as suas prestações.

Quais são os preços de uma aula de fotografia no mercado?

E se você se destacar de outros tutores graças a um preço atraente?

Como se destacar de outros fotógrafos?
Em escolas particulares especializadas, os preços podem subir lá nas alturas! (Imagem: Ansel Adams)

Como em qualquer assunto, é essencial estudar a situação do mercado de trabalho na área. Com o advento das redes sociais baseadas em fotos, como o Instagram, os workshops sobre o assunto estão se proliferando. Encontrar seu lugar como fotógrafo reconhecido, portanto, requer um bom conhecimento dos seus concorrentes!

Com sua câmera e experiência afiada em estética, o tutor não terá dificuldade em encontrar estudantes que queiram aprender a fazer lindas fotos!

Uma pequena comparação entre os diferentes preços dos cursos na área no Brasil:

  • Escola particular de fotografia: até 7 mil reais (carga horária de 250 horas em média)
  • Workshop de fotografia: entre 150 e 400 reais (três horas em média),
  • Graduação em Fotografia no SENAC-SP: 48 parcelas de 1.494 reais (4 anos de formação)
  • Cursos de extensão em uma universidade pública (UFRGS por exemplo): pagamento de uma taxa de inscrição (330 reais em média)
  • Aulas de fotografia com professor particular: em média 58 reais a hora.

A maioria das pessoas quer receber uma boa orientação sem gastar muito. Ao passar pelos anúncios de curso de fotografia online, como no Superprof, você não só consegue acessar uma rede de alunos bem importante, como também pode se destacar com um preço mais acessível em comparação aos valores altos das instituições privadas.

Os melhores professores de Fotografia disponíveis
1a aula grátis!
Allex
5
5 (33 avaliações)
Allex
R$80
/h
1a aula grátis!
Felipe
5
5 (12 avaliações)
Felipe
R$50
/h
1a aula grátis!
Cristiano
5
5 (5 avaliações)
Cristiano
R$70
/h
1a aula grátis!
Marcelo
5
5 (20 avaliações)
Marcelo
R$120
/h
1a aula grátis!
Camila
5
5 (4 avaliações)
Camila
R$50
/h
1a aula grátis!
Ramon
5
5 (3 avaliações)
Ramon
R$100
/h
1a aula grátis!
Juliana
5
5 (15 avaliações)
Juliana
R$80
/h
1a aula grátis!
Pablo
5
5 (25 avaliações)
Pablo
R$120
/h
1a aula grátis!
Allex
5
5 (33 avaliações)
Allex
R$80
/h
1a aula grátis!
Felipe
5
5 (12 avaliações)
Felipe
R$50
/h
1a aula grátis!
Cristiano
5
5 (5 avaliações)
Cristiano
R$70
/h
1a aula grátis!
Marcelo
5
5 (20 avaliações)
Marcelo
R$120
/h
1a aula grátis!
Camila
5
5 (4 avaliações)
Camila
R$50
/h
1a aula grátis!
Ramon
5
5 (3 avaliações)
Ramon
R$100
/h
1a aula grátis!
Juliana
5
5 (15 avaliações)
Juliana
R$80
/h
1a aula grátis!
Pablo
5
5 (25 avaliações)
Pablo
R$120
/h
1ª aula gratuita>

Defina seu preço de acordo com o conteúdo do curso fotografia

O nível do conhecimento transmitido

Ao procurar por um fotógrafo profissional na Superprof, os futuros aprendizes olham primeiro para o nível do conteúdo oferecido. Logicamente, quanto mais avançado é a sessão, mais elevada será a sua taxa. Os estudantes que desejam se aprofundar nessa arte estarão realmente mais inclinados a pagar um bom preço à altura do seu trabalho!

Como regra geral, as formações na área se enquadram em três categorias:

  • Nível iniciante (básico),
  • Nível intermediário,
  • Nível avançado ou especialista.

É possível propor simultaneamente vários níveis no momento de criar seu anúncio.

Neste caso, o fotógrafo deve especificar a possível evolução de suas taxas de acordo com as demandas e expectativas do aluno.

Também é possível organizar sessões de aprendizado de fotografia em pequenos grupos (com aprendizes do mesmo nível) e, assim, oferecer taxas decrescentes aos alunos ao longo da formação. Quanto mais atrativas forem as reduções, mais os clientes irão recomendar aos seus entes queridos e você se beneficiará do famoso boca a boca!

Especializações dos cursos de fotografia

E se a especialidade fosse sua força?

Enquadramento e composição, fotografia analógica, fotografia animal, de moda, de culinária, fotojornalismo, arquitetura, fotografia social... Existem muitas opções de especialidade na área das artes visuais.

Se a aula aborda os fundamentos da fotografia para iniciantes, os valores em geral permanecem na média mais baixa do mercado. Por outro lado, quanto mais raras as especialidades oferecidas, mais o tutor pode inflacionar seus preços.

Aqui estão algumas especialidades que vão atrair clientes aprendizes:

  • Imagem preto e branco,
  • Retrato em estúdio,
  • Fotos noturnas,
  • História da fotografia
  • Macrofotografia
  • Arquitetura da cidade,
  • Culinária,
  • Sessão de fotos de casamento,
  • Reportagem fotográfica (para se tornar um fotojornalista)

Confira as ofertas de curso de fotografia no Superprof!

Também tenha em mente que as técnicas de fotografia são essenciais para agradar aos aprendizes dos níveis mais avançados; por isso, especifique em seu anúncio sua proficiência em profundidade de campo, luz natural ou balanço de branco.

Uma sessão de nível avançado garante que você possa dar aulas pelos melhores preços!

Quer aprender a fotografar profissionalmente ? Faça um curso de fotografia online !

O material e a localização

Alguns professores oferecem aulas em lugares alternativos ou em estúdios profissionais e essas escolhas de prestação têm um preço!

Quanto custa uma aula de fotografia profissional?
Seu curso vai acontecer em um estúdio de fotografia? Por que não aumentar seu preço?

Na maioria dos casos, a aula de fotografia acontece ao ar livre, na cidade ou no campo. Já que a fotografia em geral requer uma deslocamento físico, o fotógrafo pode cobrar alguns reais extras para financiar o combustível ou o transporte público.

Dar workshops em um locais fechados continua sendo a atividade mais lucrativa para o tutor. Se ele tiver seu próprio espaço de trabalho, melhor ainda: ele tem a oportunidade de aumentar o preço da sua prestação, e o aluno ainda tem acesso a um alto nível de profissionalismo.

O material usado durante as sessões também pode aumentar relativamente o preço da prestação:

  • Tripé de qualidade,
  • Câmera digital profissional,
  • Software de edição de fotos ou de imagens (tipo Photoshop),
  • Flashs para fotos em ambientes fechados,
  • Filtros de polarização,
  • Drone,
  • Objetivas
  • Dispositivos digitais, etc.

Claro, os aprendizes têm a opção de trazer sua própria câmera. No entanto, os iniciantes raramente têm material de alta qualidade para se tornarem grandes fotógrafos. O tutor pode eventualmente oferecer um aluguel da câmera, de acordo com a preferência do aluno, e assim aumentar o preço de sua aula.

Defina o preço da sua aula de fotografia de acordo com sua cidade

Para definir seu preço enquanto professor de fotografia, você ainda precisa conhecer o mercado das artes visuais em sua cidade!

O preço médio de uma aula sem dúvida depende da renda média das pessoas em sua área. Em geral, os professores na região de São Paulo ou Rio de Janeiro são os mais bem pagos pelos clientes, embora essa situação possa variar dependendo da concorrência.

Descubra os preços médios das aulas de acordo com a metrópole:

  • Curso de fotografia em São Paulo: 60 reais
  • Curso de fotografia no Rio de Janeiro: 68 reais,
  • Curso de fotografia em Belo Horizonte: 65 reais,
  • Curso de fotografia no Recife: 45 reais,
  • Curso de fotografia em Porto Alegre: 46 reais,
  • Curso de fotografia em Brasília: 28reais,
  • Curso de fotografia em Curitiba: 60 reais,
  • Curso de fotografia em Manaus: 61 reais,
  • Curso de fotografia em Salvador: 30 reais.

Entre Rio de Janeiro e em Salvador, podemos ver uma diferença significativa de quase 38 reais por hora!

Conclusão: para fazer um aprendizado livre, de curta ou longa duração, você vai ter que levar em conta o tamanho e o custo de vida de sua cidade.

Quanto menos fotógrafos estiverem presentes na sua cidade, mais clientes você poderá atrair!

Para facilitar a consulta dos valores médios cobrados em cada uma das cidades citadas acima, confira a tabela abaixo:

CidadePreço (hora/aula)
São PauloR$60,00
Rio de JaneiroR$68,00
Belo HorizonteR$65,00
RecifeR$45,00
Porto AlegreR$46,00
BrasíliaR$28,00
CuritibaR$60,00
ManausR$61,00
SalvadorR$30,00

Resumindo, o valor de hora de aula mais elevado encontra-se no Rio de Janeiro (68,00 reais) e o mais baixo pode ser achado em Brasília (28,00 reais), sendo o preço médio nacional de uma hora de aula da disciplina através da Superprof é de 51,44 reais!

Veja aqui todas as ofertas de curso de fotografia rj!

Estabelecer um preço para a aula de acordo com o perfil do professor

Você é um profissional dedicado à prática de estúdio?

Você já ofereceu sessões de aprendizado e oficinas, e ajudou seus pupilos a imortalizarem um momento no modo automático?

Como encontrar estudantes para um estágio introdutório em fotografia?
A "bagagem" é fundamental: sua experiência e seus diplomas podem fazer com que você seja ainda mais requisitado!

Não se trata apenas de fazer belas fotos se você pretende se tornar um instrutor: o fotógrafo deve comprovar sua bagagem na área (você já vendeu suas fotos? já fez uma exposição? já tirou fotos em grandes eventos? possui um equipamento de qualidade?  ...).

O aluno olha automaticamente para a sua experiência como fotógrafo: para entrar no mundo das sessões particulares, não basta um simples domínio de desfoque, nitidez ou tempo de exposição!

Existem diferentes diplomas e formações possíveis para você comprovar seu nível na área:

  • Graduação em fotografia (atualmente só disponível em duas instituições no Brasil - SENAC-SP e Faculdades Integradas Barros Melo - Olinda)
  • Cursos particulares em escolas de fotografia (de longa duração)
  • Cursos de nível superior - Tecnólogo, oferecidos em centenas de instituições de ensino superior no Brasil
  • Cursos de nível técnico oferecidos em instituições de ensino superior no Brasil
  • Graduação em artes visuais, comunicação, jornalismo ou publicidade.

Naturalmente, esses diplomas são bem valorizados e, portanto, muito procurados por quem deseja contratar um prof qualificado. Quanto mais certificações em artes visuais o professor tiver, maior pode ser o valor da sua hora de aula.

Ser um bom fotógrafo é importante, mas ser um bom professor é melhor ainda!

Pois bem: conhecer light painting, edição ou tratamento de imagens ou longa exposição em fotografia não é necessariamente sinônimo de ensino de primeira. O professor deve antes de tudo ser um excelente pedagogo, mostrando paciência e sabendo ouvir seus aprendizes.

Na Superprof, os nossos alunos têm a oportunidade de deixar uma opinião positiva ou negativa aos professores: esta é uma oportunidade para o fotógrafo construir uma sólida reputação como pedagogo e assim atrair o olhar de novos clientes.

Então, por que não viver de sua paixão graças à fotografia em casa?

Precisando de um professor de Fotografia ?

Você curtiu esse artigo?

3,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Fernanda

Socióloga e mestre em Letras Modernas pela Sorbonne. Entre França e Brasil, trabalho com jornalismo e projetos socioeducativos há 20 anos. Apaixonada por música, cinema e yoga. Acredito na cultura e na educação como pilares de transformação da sociedade.