“A fotografia torna-se arte quando revela a alma e a autenticidade do assunto.” - Monique Moreau

A edição de fotos tornou-se um verdadeiro complemento da alma profissional, mas também pessoal. Graças aos diversos recursos oferecidos por um software de processamento, é fácil apagar falhas em um registro de família ou redimensionar uma foto digital, independentemente das câmeras utilizadas.

Mas no mercado, muitos softwares livres ou não apareceram, como o Adobe Photoshop, o Illustrator, o Lightroom e o Gimp. Este último é um software de edição de fotos gratuito, que tem muitas vantagens quando se trata de decidir entre as melhores opções.

Quando pensamos em edição de fotos, normalmente a associamos ao Photoshop. Mas neste mundo competitivo do processamento de imagens, qual é a razão para olhar mais para o Gimp? A resposta está logo abaixo!

Gimp: um software gratuito de edição de fotos

Que tal fazer um curso de fotografia?

As camadas, o recorte, os filtros... tudo isso mexe com você, te faz pensar em editar fotos? Pode ser que infelizmente, você não tenha um orçamento expansível e a sua versão gratuita do Photoshop já tenha expirado. Não entre em pânico, o Gimp está aqui para te salvar!

Porque sim, esta versão "adocicada" do processamento de imagens é a alternativa ideal entre os softwares de edição de fotos, pela simples e (muito) boa razão de que é gratuito!

Acrônimo do GNU Image Manipulation Program, o Gimp foi lançado em 1984 por dois estudantes de Berkeley, Spencer Kimball e Peter Mattis. Hoje, 35 anos depois, esse software fotográfico tornou-se um dos pioneiros do gênero!

O motivo é relativamente simples: ele é gratuito, acessível a todos os orçamentos! Inspirado no Adobe Photoshop, ele foi projetado para se parecer ao máximo, com as configurações e recursos associados a ele. Tutoriais na internet também estão disponíveis quando o assunto é o uso do Gimp.

O Gimp gratuito, portanto, veio conquistando seu sucesso, até chegar ao patamar de hoje. Você pode fazer o download a partir de qualquer navegador, e ele é seguro para cortar fotos e ajustar contrastes, sem dificuldades.

Sabe onde encontrar seu curso de fotografia?

Felipe
Felipe
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (9) R$50/h
1a aula grátis!
Allex
Allex
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (25) R$80/h
1a aula grátis!
Débora
Débora
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (4) R$100/h
1a aula grátis!
Marcelo
Marcelo
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (14) R$80/h
1a aula grátis!
Francisco
Francisco
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (4) R$60/h
1a aula grátis!
Eduardo
Eduardo
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (4) R$80/h
1a aula grátis!
Luciano
Luciano
Profe de Fotografia
0.00 0.00 (0) R$60/h
1a aula grátis!
Belle
Belle
Profe de Fotografia
5.00 5.00 (5) R$65/h
1a aula grátis!

Gimp: um software fotográfico fácil de usar

Com uma interface inspirada no Photoshop (já que o objetivo básico era recuperar todos os usuários da plataforma!), o Gimp é o arquétipo do software que é intuitivo e fácil de usar.

Tudo pode ser fácil
Você não vai encontrar dificuldades na hora de usar o Gimp.

Você pode baixá-lo rapidamente, e o seu peso leve torna os mau funcionamentos, os carregamentos longos e os erros muito raros, o que é sempre bom quando você decide lidar com uma grande galeria de fotos.

Simples de usar, o Gimp é compartimentalizado de forma bastante precisa e revela alguns elementos básicos que devem ser dominados, para então se tornar o rei das montagens!

Entendendo os menus do Gimp

Procurando por um curso de fotografia online?

Para usar bem o Gimp e perceber que este software é muito simples, basta assimilar o intuito de cada um dos menus, que também são bastante intuitivos. Esses mesmos menus são, portanto, um caminho óbvio para as configurações ou retoques.

E entre eles, encontramos:

  • Arquivo: esse menu permite que você salve uma criação, abra um arquivo em branco ou um arquivo existente e ainda imprima;
  • Edição: Aqui você pode acessar comandos como cancelar ou restaurar em um clique, preencher uma camada com uma cor (voltaremos a ela mais tarde) ou copiar / colar;
  • Seleção: podemos, logicamente, selecionar uma parte da imagem e descobrir todos os outros recursos relacionados a esse menu;
  • Display: Este menu nos permite adicionar uma grade, para selecionar opções como ajustar a janela para a imagem, ou alinhar a barra de menu;
  • Imagem: Aqui, podemos ver todas as informações relacionadas à imagem que estamos processando e modificá-las por meio de recorte ou duplicação;
  • Camada: Este menu, ao qual retornaremos mais detalhadamente, permite que você defina todos os detalhes referentes ao estilo, a criação, a adição ou a transformação da imagem;
  • Cores: Tudo o que você precisa para ajustar melhor as matizes de uma foto de estúdio, como balanço do branco, saturação ou contraste;
  • Ferramentas: aqui todas as ferramentas se juntam, como zoom ou brilho;
  • Filtros: Esse menu agrupa todos os efeitos que podem ser atribuídos a uma imagem, como desfoque, desenhos a lápis ou ângulos arredondados;
  • Janela: Aqui você pode configurar completamente o seu espaço de trabalho, decidindo o que você deseja ancorar na barra de ferramentas;
  • Ajuda: Acesso a alguns tipos de ajuda na edição de imagens em caso de necessidade e/ou problema.

É possível resumir tudo isso em uma barra de menu intuitiva, portanto, onde todos os elementos essenciais aparecem, para uma edição de imagens sem armadilhas!

Noções básicas sobre camadas do Gimp

Falamos sobre os famosos menus, mas as camadas são uma parte importante do Gimp. Esta é uma lógica real que, se você já conhece um editor com elementos do Photoshop, não deve perder.

Imagem em camadas
No Gimp, cada camada tem sua função.

Em suma, um documento, seja um jpeg, arquivo em raw ou um gif, é um conjunto de camadas, sobrepostas umas às outras. Como você pode imaginar, esta definição será a que veremos primeiro. Estamos falando de uma catalogação relativamente lógica, que permitirá que este software de edição de imagens seja acessível a todos.

Uma camada é composta de elementos diferentes, que podem variar de um texto a uma foto, através de uma pincelada, em suma, como muitos efeitos que podem ser conferidos a ela. É a mágica da edição de fotos!

No Gimp, não há limites de camadas: você pode sobrepor quantas vezes quiser, e o menu "Camadas" é bem completo. Você será capaz de encontrar todos os recursos necessários, quando se trata de fazer colagens e editar as fotos com precisão, da forma que mais lhe agradar.

As diferentes ferramentas do Gimp

Assim como qualquer outro programa de edição de fotos (Aperture, por exemplo), o Gimp tem algumas ferramentas muito interessantes para a edição de imagens on-line, sem pagamento. Classificados em vários níveis, eles tornam possível transformar um clichê banal em uma verdadeira obra de arte! Bem, o grande segredo de tudo está no talento do usuário, mas ainda assim, este software livre pode ser considerado um verdadeiro aliado!

Recorte, cole e edite
O Gimp conta com uma vasta gama de ferramentas de edição.

Entre as ferramentas de pós-processamento mais importantes oferecidas pelo Gimp estão:

  • As ferramentas de seleção, que nos permitem escolher uma área de trabalho específica, de acordo com a forma que mais nos convém;
  • As ferramentas de formas e cores que se aplicam principalmente a meios estéticos, como o pincel, ou o texto, que nos permitirá tornar a foto mais pessoal;
  • Ferramentas de transformação, dentre as quais rotação, retorno, alinhamento ou dimensionamento, e assim nossa foto não será mais a mesma;
  • Ferramentas de navegação, que são elementos básicos, como zoom, ou cor padrão;
  • Ferramentas de retoque, que são tudo o que nos permitirá melhorar a qualidade geral da nossa foto, como ajuste da nitidez ou correção de erros;
  • As ferramentas de cores, que nos permitem escolher e modificar as cores de toda a imagem.

Fica entendido, portanto, que para um software livre, o Gimp é uma mina de ouro, muito completa , para todos os amadores em leitores de fotografia e ferramentas de retoque. Fácil de usar, em poucos cliques, você obterá uma imagem muito mais estética, digna do melhor software de edição, capaz de competir até mesmo com as ferramentas pagas.

Algumas aulas de fotografia também podem ajudar no seu progresso.

Gimp: um software de edição versátil

O Gimp é um software livre, que não possui, de fato, tantos recursos e plugins quanto outras plataformas de edição de fotos. No entanto, muitos elementos são comuns a uma base de qualidade, que todos podemos usar para produzir um conteúdo de grande sucesso. No Windows ou Mac, qualquer pessoa pode utilizá-lo.

Escolhendo a edição
O Gimp permite editar fotos em diversos formatos.

Primeiro, e este é talvez um dos recursos mais notáveis ​​da plataforma de edição de fotos, o Gimp suporta muitos formatos hdr, de gif a jpeg, passando por png.

Além disso, a liberdade que o Gimp oferece anda de mãos dadas com o link que ele cria com seus usuários, que acabam se tornando uma comunidade. Esta comunidade, permitirá propor melhorias, mas também desenvolver recursos que todos podem usar.

Essa riqueza de detalhes torna o Gimp particularmente versátil e adaptável a todos os desejos de retocar suas fotos. Entre esses recursos adicionais, desenvolvidos pelos usuários, encontramos:

  • Darktable, que nos permitirá olhar para outros formatos mais específicos, como a classificação de arquivos de formato raw;
  • Liquid Rescale, que permitirá redimensionar apenas parte de uma foto;
  • Pandora, para recriar uma imagem panorâmica;
  • Wavelet Decompose, que irá suavizar a textura da pele e as imperfeições, de modo a tornar tudo mais suave;
  • E muito mais!

Baixados muito rapidamente na internet, esses plugins são realmente úteis e se encaixam perfeitamente com as opções básicas oferecidas pelo Gimp. Quem disse que a edição de fotos era apenas para profissionais?

Retoque os olhos vermelhos, melhore a captura de tela, dê uma identidade própria às suas fotos, corte e retoque um elemento que não ficou legal... com as muitas ferramentas oferecidas pelo editor de fotos!

E tudo isso, sem pagar nada! E então? Pronto para baixar o Gimp e enfrentar a batalha da edição de imagens?

Precisando de um professor de Fotografia ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.