"A fotografia é a literatura do olho."
Rémy Donnadieu.

Podemos definir a fotografia como a criação de imagens pela ação da luz. Em grego, as raízes etimológicas "foto" e "grafia" significam respectivamente "claridade, luz" e "pintar, desenhar, escrever".

É, portanto, um ramo das artes gráficas, que traduz a escrita da luz.

Esse processo heliográfico nasceu na França, por volta de 1820, sob a liderança de Joseph Nicéphore Niépce (1765-1833).

Não vamos percorrer aqui as páginas da história da disciplina; no entanto, é sempre bom saber de onde vem a técnica fotográfica.

Se você quer fazer uma foto noturna, de paisagem ou criar a arte do retrato, muitas vezes se pergunta como é o processo de capturar o que vemos: qual enquadramento, como usar iluminação natural ou artificial, qual distância focal e qual diafragma escolher, como gerenciar o tempo de exposição, controlar o foco, etc. ?

Os experientes neste campo costumam dizer: aprender fotografia começa com entender o enquadramento em questão. Só depois vem a base da matéria em questão.

Para isso, não há segredos: para ampliar um rosto, capturar uma paisagem, você deve fazer cursos de fotografia e fazer exercícios com frequência para treinar.

Trazemos aqui dicas para você fazer as melhores fotos!

Os melhores professores de Fotografia disponíveis
1a aula grátis!
Allex
5
5 (33 avaliações)
Allex
R$80
/h
1a aula grátis!
Felipe
5
5 (12 avaliações)
Felipe
R$50
/h
1a aula grátis!
Cristiano
5
5 (5 avaliações)
Cristiano
R$70
/h
1a aula grátis!
Marcelo
5
5 (20 avaliações)
Marcelo
R$120
/h
1a aula grátis!
Camila
5
5 (4 avaliações)
Camila
R$50
/h
1a aula grátis!
Ramon
5
5 (3 avaliações)
Ramon
R$100
/h
1a aula grátis!
Juliana
5
5 (15 avaliações)
Juliana
R$80
/h
1a aula grátis!
Pablo
5
5 (25 avaliações)
Pablo
R$120
/h
1a aula grátis!
Allex
5
5 (33 avaliações)
Allex
R$80
/h
1a aula grátis!
Felipe
5
5 (12 avaliações)
Felipe
R$50
/h
1a aula grátis!
Cristiano
5
5 (5 avaliações)
Cristiano
R$70
/h
1a aula grátis!
Marcelo
5
5 (20 avaliações)
Marcelo
R$120
/h
1a aula grátis!
Camila
5
5 (4 avaliações)
Camila
R$50
/h
1a aula grátis!
Ramon
5
5 (3 avaliações)
Ramon
R$100
/h
1a aula grátis!
Juliana
5
5 (15 avaliações)
Juliana
R$80
/h
1a aula grátis!
Pablo
5
5 (25 avaliações)
Pablo
R$120
/h
1ª aula gratuita>

Aprenda os conceitos básicos de fotografia!

Antes de qualquer coisa, é importante conhecer os conceitos básicos. (curso fotografia)

Será que podemos aprender a tocar piano se não dominarmos nenhum dos seguintes termos: oitava, preto, branco, melodia, sustenido, ritmo, alcance, harmonia, acordes? Claro que não.

Como adquirir as habilidades básicas da fotografia.
Antes de tentar ser como os artistas fotográficos, você precisa conhecer os termos técnicos: tempo de exposição, obturador, diafragma... Isso te diz alguma coisa?

Para comprar sua câmera - seja digital ou analógica - será necessário conhecer um novo campo léxico, um conjunto de termos técnicos.

É por isso que escolhemos criar um alfabeto rápido do vocabulário básico, pois o seu conhecimento é fundamental antes de se jogar no aprendizado da disciplina, como fizeram Sebastião Salgado, Robert Doisneau (1912-1994) ou Henri Cartier-Bresson (1908-2004).

Alguns conceitos de base:

  • Autofoco: sistema que permite focar automaticamente,
  • Balanço de brancos: ajuste para compensar a temperatura das cores, para que o branco se destaque bem na foto,
  • Granulação (fotografia analógica) é quando a fotografia é exposta em um filme fotográfico.
  • Ruído (também denominado como interferência por algumas pessoas) deve ser utilizado para material digital e se aplica, portanto, apenas a imagens feitas por câmeras digitais, e perturbam a nitidez da imagem.
  • Contra luz: colocação do assunto entre a fonte de luminosidade e a câmera,
  • Obturador: botão no qual você pressiona para tirar a foto,
  • Distância focal: distância entre a lente e o sensor,
  • Distância hiperfocal: quando a lente estiver focada no infinito, é a distância entre o sensor da câmera e o ponto (plano) em foco mais próximo.
  • Exposição: tirar uma foto com uma luz muito fraca ou muito forte.

Você pode encontrar mais conceitos nos blogs disponíveis online!

Obturação

Mecanismo para ajustar a duração da exposição à luz: quanto mais o obturador permitir a entrada de luminosidade, mais brilhante será a foto e quanto mais rápida ele for fechada, mais escura ela será.

Diafragma

É um instrumento ótico que permite condicionar a quantidade de luminosidade que passa pela lente.

Na verdade, um diafragma completamente aberto dará uma representação muito clara e, inversamente, uma muito escura será obtida com um diafragma fechado.

Com a velocidade e a sensibilidade, o diafragma gerencia a exposição.

A abertura do diafragma serve como o elemento básico para expressar a correção da exposição, e é notada aumentando os valores da seguinte forma: f / x.

Estes variam de f / 1.4 a f / 32: quanto menor o valor, maior a abertura do diafragma.

O sensor

O sensor é a parte da câmera digital que captura luz para criar uma imagem. É análogo ao filme das câmeras não-digitais. Semelhante à camada de material sensível à luz em película fotográfica, o sensor de um aparelho digital tem células sensíveis à luz.

Seu tamanho é expresso com as letras APS-C, para "Advanced Photo System type C".

Aula de fotografia: Profundidade de campo, enquadramento e composição

Compor uma foto significa "preencher o quadro", isto é, identificar as belas imagens, todos os elementos que se deseja fixar.

É por este motivo que o enquadramento fotográfico faz parte da base do curso de fotografia (online), uma das coisas mais importantes a saber.

A composição serve para tornar uma cena legível e compreensível, para ampliar uma situação - evitando um elemento indesejável, um carro ou um prédio, por exemplo - para uma melhor renderização final.

A composição e o enquadramento são indissociáveis.

Tornar-se fotógrafo não é tão difícil: quando você começa, tem a sensação de que é muito conhecimento técnico.

Mas para destacar uma paisagem por exemplo, você pode aplicar uma regra de ouro básica e simples e que funciona com qualquer iniciante: a regra dos terços.

Para encaixar corretamente, devemos imaginar uma grade dividindo a lente em três partes horizontais e três verticais, de modo a reservar um terço mais alto para o céu, dois terços para a paisagem, enquanto coloca seu objeto em um ponto forte da composição.

Isso é chamado de gerenciamento da "profundidade de campo": é uma questão de ajustar a abertura do diafragma e a velocidade do obturador, para deixar claro todos os elementos a serem capturados (para maximizar a profundidade de campo) ou para caso contrário, desfoque o fundo com uma abertura de diafragma grande (profundidade minimizada). (curso online de fotografia)

E por fim, a última coisa importante: a luminosidade. O tempo de exposição, dependendo do contexto, impede a super ou a baixa exposição, ou seja, que ela fique "queimada" ou muito escura.

Um tempo de exposição longo será adequado para cliques noturnos, enquanto uma exposição curta será adequada alta luminosidade - em plena luz do dia - em assuntos em movimento.

Esta é a parte teórica, mas como realmente tirar um retrato ou paisagem?

Os melhores professores de Fotografia disponíveis
1a aula grátis!
Allex
5
5 (33 avaliações)
Allex
R$80
/h
1a aula grátis!
Felipe
5
5 (12 avaliações)
Felipe
R$50
/h
1a aula grátis!
Cristiano
5
5 (5 avaliações)
Cristiano
R$70
/h
1a aula grátis!
Marcelo
5
5 (20 avaliações)
Marcelo
R$120
/h
1a aula grátis!
Camila
5
5 (4 avaliações)
Camila
R$50
/h
1a aula grátis!
Ramon
5
5 (3 avaliações)
Ramon
R$100
/h
1a aula grátis!
Juliana
5
5 (15 avaliações)
Juliana
R$80
/h
1a aula grátis!
Pablo
5
5 (25 avaliações)
Pablo
R$120
/h
1a aula grátis!
Allex
5
5 (33 avaliações)
Allex
R$80
/h
1a aula grátis!
Felipe
5
5 (12 avaliações)
Felipe
R$50
/h
1a aula grátis!
Cristiano
5
5 (5 avaliações)
Cristiano
R$70
/h
1a aula grátis!
Marcelo
5
5 (20 avaliações)
Marcelo
R$120
/h
1a aula grátis!
Camila
5
5 (4 avaliações)
Camila
R$50
/h
1a aula grátis!
Ramon
5
5 (3 avaliações)
Ramon
R$100
/h
1a aula grátis!
Juliana
5
5 (15 avaliações)
Juliana
R$80
/h
1a aula grátis!
Pablo
5
5 (25 avaliações)
Pablo
R$120
/h
1ª aula gratuita>

10 dicas para aprender a fazer fotografia de retrato

Uma das primeiras regras para se fazer retratos é ficar parado antes de clicar: mover pode estragar seu clique.

Brinque com as luzes para fotografar um retrato: não em pleno sol ...
Regra básica da fotografia: não faça retratos contra o sol! Só fotógrafos profissionais e com uma linha artística definida têm a liberdade de ousar nesse sentido! © Thibault Copleux

Prenda a respiração, firme os braços: todos os recursos são válidos para não se mover antes de ativar o gatilho da máquina.

No retrato, muitas vezes usamos um tripé, e não é à toa. Aqui estão as nossas dicas para capturar seus assuntos como um fotógrafo profissional.

  1. Concentre-se no olhar do sujeito,
  2. Coloque sua câmera SLR no modo de prioridade de abertura (se você não controlar a configuração no modo manual),
  3. Escolha uma grande abertura, para corrigir quaisquer impurezas da pele,
  4. Deixe o máximo de espaço possível diante de seus olhos
  5. Use um refletor (uma parede colorida, por exemplo) para apreciar a colorimetria da decoração,
  6. Fique na sombra e leve o assunto para onde está iluminado,
  7. Crie curvas, espaços e triângulos na postura do modelo para refinar a silhueta e destacar as formas,
  8. Não tenha pressa em uma sessão de fotos, e fique livre para "metralhar": ter centenas de opções para escolher uma é melhor que ter apenas dez ou vinte,
  9. Use a profundidade de campo, a iluminação natural, o ambiente para destacar o assunto,
  10. Deixe o clima descontraído para conseguir sorrisos do modelo e estabelecer o mais natural possível.

Outra dica: procure o ponto de vista mais adequado. É preferível ficar abaixo da cabeça do sujeito, ou no mesmo nível, mas nunca acima dele.

Quer aprender a fotografar como um expert? Faça um curso de fotografia online !

Com a regra dos terços em mente, não se deve focar o sujeito na objetiva: um modelo à direita ou à esquerda de um elemento, olhando em uma direção diferente da lente pode aprofundar a expressão da composição.

10 dicas para aprender a fotografar uma paisagem

Você não precisa ser ter um conhecimento avançado para ter sucesso em suas fotos de natureza ou para conseguir imortalizar uma situação rara (um animal, uma lembrança de feriado, etc.).

Faça belas fotos de viagem: o Saara, longa exposição.
Depois de algumas aulas teóricas você descobre que o brilho muda com a abertura do diafragma.

A maioria das máquina de retrato agora permite capturar a imagem graças ao seu modo automático.

Aqui estão algumas dicas para se familiarizar e registrar as paisagens - e quem sabe você se torna um verdadeiro malabarista de luzes!

  • Observe a luminosidade de uma paisagem para entender os contornos, a atmosfera, as cores,
  • Aplique a regra de ouro dos terços,
  • Não centre o horizonte,
  • Evite mostrar o sol à pico (quando ele está mais forte): amanhecer ou anoitecer oferecem cores mais nobres,
  • Fique de olho na meteorologia: as cores e os contrastes trazidos pelas brumas da manhã, a chuva, o vento - que move as plantas -, as nuvens ...,
  • Use um filtro polarizador, para ser fixado na frente da lente: para maior clareza sem precisar passar pelo software de edição de imagem,
  • Fique atento ao primeiro plano: um objeto em primeiro plano pode saturar ou enriquecer o trabalho, veja de acordo com as várias sensibilidades,
  • Encontre o "spot" mais adequado: as cores mudam ao longo do dia, mesmo que por apenas uma hora. Voltar para o mesmo lugar para uma nova sessão faz parte dos caprichos da fotografia.
  • Brinque com as linhas de fuga: para levar o olhar a uma direção deliberadamente determinada,
  • Treinar, treinar e treinar novamente: não dizemos que é um clique que não deu certo, dizemos que "é um rascunho, a próxima será melhor! "

Por que é importante fazer aulas de fotografia?

Mão segurando lente de máquina fotográfica.
Seja para fazer fotos ou vídeos, uma boa lente sempre contribui para um bom resultado final.

Se você está pensando seriamente em se tornar um fotógrafo profissional, então é preciso ficar atento a uma questão muito importante: assim como qualquer outro campo de trabalho, a fotografia também é uma área de atuação que requer um treinamento básico para se ter um bom desempenho dentro da área.

Para se tornar competente com sua nikon ou canon na mão (ou qualquer outra marca de qualidade), é preciso fazer aula atrás de aula com professores especializados nos assuntos que você deseja se dedicar, além de ter um olho criativo na hora dos cliques. Isso sem falar que se você tiver uma inclinação para as artes, então será um aluno ainda mais desenvolto.

Quer saber como se tornar um fotógrafo profissional?

A resposta é simples: é preciso se inscrever em cursos de fotografia - tanto no Brasil quanto no exterior, via vídeos ou presencial -, seguir as aulas como um aluno dedicado, e gastar mais do que apenas alguns minutos praticando o que aprendeu na escola ou com um professor particular.

Muitas pessoas consideram este campo apenas como um exercício criativo dentro da arte, que não requer qualquer tipo de aula, mas isso não é verdade. Aqui estão alguns benefícios que as aulas de fotografia trazem para os alunos que desejem se dedicar a cursos antes de dar o primeiro clique para um cliente:

Aulas te ajudam a conhecer bem sua máquina

Ser iniciante ou amador é sinônimo de falta de conhecimento sobre como trabalhar nesta área. Essa é uma profissão que demanda rapidez, o que significa estar dentro do prazo estipulado para o projeto contratado. Para isso, é preciso conhecer bem tanto a máquina (nikon, canon, sony...) quanto o resto das suas ferramentas de trabalho (tripé, materiais de iluminação, flash, lentes...).

Isso é algo que você só será capaz de fazer após muita experiência, e não apenas com criatividade. Portanto, ao se inscrever em uma escola ou em uma aula particular com professores de sua escolha, você receberá o ensino que necessita para brilhar Brasil afora, seja em São Paulo, no Rio de Janeiro, em Belo Horizonte ou em qualquer outra região desse nosso país.

Professor e colegas estabelecem uma rede de contatos na área

Já que a fotografia como profissão tem tudo a ver com conseguir projetos e fazer com que seu portfólio seja apresentadas nos lugares certos, você precisará construir uma forte rede de contatos. Novamente, esse é um conhecimento que você poderá alcançar através de um curso fotografia. Isso porque tanto seu professor quanto seus colegas - no caso de você frequentar uma escola em que tenha contato com outros alunos - você conhecerá colegas com o mesmo interesse, assim como com pessoas que já estão nessa área há mais tempo.

Livros antigos empilhados sobre a mesa.
Pouco importa se the book is on the table ou se o livro está sobre a mesa: o importante não é língua que você fala, mas sim seus contatos na área de quem utiliza canons e nikons para ganhar a vida!

Se durante as aulas você conseguir mostrar suas competências, o o fato de comparecer às aulas por si só lhe dará a oportunidade certa que você procura.

O cursos demandam prática (e isso é ótimo!)

Você precisa praticar muito para firmar a mão. Só assim você vai dominar a nikon e entender mais sobre o assunto. Ao fazer aula, é preciso praticar muito. Sendo assim, você passará muito tempo com sua nikon em mãos, o que normalmente não aconteceria. Portanto, aulas te dão a chance de ter a prática que você precisa para obter uma vantagem inicial neste campo de atuação.

Aulas contribuem para o domínio da edição de material

O conhecimento técnico de determinados softwares é fundamental hoje em dia quando o desejo é trabalhar nesta área. Isso porque além do clique, é preciso também saber editar seu material antes de apresentá-lo a um cliente.

Durante as aulas com professores capacitados, você descobrirá a operar diversos programas, como photoshop, que te ajudarão bastante a elevar a qualidade do material produzido.

Da sala de aula para o campo de trabalho

E, por último, é importante começar com estágios se quiser se estabelecer adequadamente nesta área. Novamente, isso é algo que cursos com professores particulares poderão te proporcionar com muito mais facilidade do que se você estivesse procurando sozinho.

Via Láctea no por do sol.
Uma exposição pode ser a duração de vários minutos para conseguir capturar estrelas como essas da Via Láctea.

A importância de aprender a fotografar e se manter atualizado

Sempre podemos conhecer e assimilar algo novo.

A fotografia digital oferece muitas maneiras de continuar aprendendo coisas novas. Novos processos, técnicas, utilização de equipamentos recém lançados, domínio de programas de edição... Enquanto alguns precisam entender como usar um novo equipamento, outros têm que se ajustar a novas tendências e necessidades do mercado.

Seja em uma aula de introducao fotografia, um curso básico com fundamentos de fotografia reed ou aulas particulares avançadas, existem sempre atualizações a serem feitas dentro desta área de atuação. A seguir selecionamos algumas delas!

Novas tecnologias

Se já faz algum tempo que você estuda essa matéria, então você já viu novas técnicas surgirem e desaparecerem. Isso porque este é um campo em constante desenvolvimento e evolução. Sendo assim, não se pode ficar parado e deixar de acompanhar esse fluxo se você quiser mesmo atuar dentro deste campo.

Nem toda técnica é importante para todo mundo, pois é quase impossível saber e ser bom em tudo. Se tentássemos conhecer e fazer tudo ligado a esta disciplina, não teríamos tempo para sair nem do nível básico!

Portanto, é preciso considerar em que investir seu valioso tempo e esforço na hora de aprofundar seus conhecimentos durante as aulas.

Uso do HDR como ferramenta básica

Esta é uma declaração ousada. Para quem não sabe, o HDR (do inglês, "High Dynamic Range", ou ainda "Grande Alcance Dinâmico" ou "Alto Alcance Dinâmico" em português) aumenta o alcance dinâmico do aparelho, fazendo com que ele passe a captar uma faixa maior de luminância, registrando mais detalhes tanto nas zonas claras quanto nas zonas escuras da imagem.

Não se trata de efeitos especiais estranhos e nada naturais que aparecem nas revistas especializadas - mesmo esse sendo um dos resultados que podem ser alcançados com HDR-, mas sim no extremo do espectro para esta técnica.

Estrada no campo.
O domínio do HDR proporciona definições inigualáveis, talvez até mesmo por arte de vídeo! Repare nos detalhes desta estrada!!!

Hoje em dia, muitos experts na área estão se engajando na fotografia HDR de uma forma mais sutil. Uma forma de utilizá-lo é simplesmente fotografar em RAW e usar a profundidade de exposição para realçar sombras e realçar detalhes.

A fotografia HDR é uma técnica amplamente utilizada para fotografia imobiliária e de produtos. Ela também é uma ferramenta essencial para a captura de interiores.

Pense nisso: ao fotografar HDR, você pode superar a ampla faixa dinâmica em espaços interiores (as janelas muito brilhantes e as sombras muito mais escuras em toda a sala, por exemplo) e criar imagens com uma luminosidade uniforme.

Exploração de panoramas esféricos e tours virtuais

Uma das novas alternativas de apresentação possibilitadas pelos avanços nesta área é a criação de panoramas e a publicação de tours interativos na internet.

Passeios interativos podem ser aplicados em várias áreas, ou seja, pessoas de vários campos de atuação podem querer contratar seus serviços se você dominar esse tipo apresentação do seu trabalho.

Lentes olho de peixe, montagens nodais, GUI e outros programas de edição também podem ser decisivos na hora de você montar seu portfolio, pois, quando dominados, eles te permitem obter os melhores resultados. Ou seja, pergunte para seu professor se ele domina o ensino dessas técnicas ou se ele pode te indicar onde aprendê-las.

Drones e câmeras de ação

Este é um exemplo no qual o aprendizado sobre novo material e manipulação se misturam.

Usar um drone e qualquer aparelho montado nele requer o aprendizado de um novo conjunto de habilidades. Além dos princípios básicos de um bom clique, é preciso também dominar a manipulação do drone. Alguns drones têm câmeras integradas, outros têm montagens para aparelhos de ação ou para aparelhos maiores.

Drone voando
Drones são artigos que podem ser muito úteis para vistas aéreas durante o ano todo, de abril a abril! Até vídeo dá para fazer com esse equipamento.

Os drones se tornaram uma ótima ferramenta para fotógrafos imobiliários, de paisagens e até de eventos. Antigamente, a obtenção de uma visão aérea só era possível quando dentro de algo que voasse (helicóptero, avião, balão, asa delta...).

É bom ficar atento para a existência de regulamentos envolvidos em relação ao uso de drones. Mas, isso também faz parte do aprendizado. Obter a licença adequada requer estudo e esforço, mas vale a pena para se beneficiar deste avanço tecnológico.

Precisando de um professor de Fotografia ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 1 nota(s)
Loading...

Fernanda

Socióloga e mestre em Letras Modernas pela Sorbonne. Entre França e Brasil, trabalho com jornalismo e projetos socioeducativos há 20 anos. Apaixonada por música, cinema e yoga. Acredito na cultura e na educação como pilares de transformação da sociedade.