Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O que visitar primeiro na capital japonesa?

De Marcia, publicado dia 10/05/2019 Blog > Idiomas > Japonês > Quais são os lugares mais emblemáticos de Tóquio?

Tóquio é uma cidade que se deve visitar pelo menos uma vez na vida. Exótica em todos os aspectos, a capital do Japão revela-se um verdadeiro convite para viajar, entre flores de cerejeira, o Monte Fuji, ruas estreitas e palácios imperiais. É a megalópole mais populosa do mundo  (37 milhões de habitantes), mas também a segunda maior cidade da região: 36.889 km2!

Com 28% da população japonesa na região metropolitana, Tóquio é a personificação de uma visita ao Japão, o pré-requisito para uma primeira viagem ao país, de modo a admirar a diversidade da cidade, em particular através dos vários locais emblemáticos que ela propõe. Se você tiver a oportunidade de ir ao Japão (ou meso algum outro país próximo), não deixe de passar por Tóquio!

É sobre desses monumentos e outros pontos turísticos que falaremos hoje. Vamos apresentar uma espécie de guia para levá-lo a Tóquio. Mas afinal, quais são esses lugares simbólicos que remetem ao espírito de Tóquio? Eles seguem logo abaixo. Acompanhe.

Prepare sua viagem para Tóquio

A cultura japonesa é rica, muito rica, e visitar Tóquio pode tornar-se uma jornada entre a cultura japonesa, a torre de Tóquio, a linha de metrô e a atmosfera futurista. Para manter um diário de viagem sobre a cultura japonesa, nada melhor do que se preparar para o embarque ao Japão, mais especificamente para a capital Tóquio.

Entre a modernidade, o saquê, o jardim zen ou santuário, e muitas outras atrações, digamos inusitadas, descobrir o Japão pela sua capital é um verdadeiro prazer, se conseguirmos fazê-lo bem. Para nos auxiliar, existem vários suportes que podem ser usados ​​para viajar para o Japão e Tóquio. Eles podem tornar-se verdadeiros companheiros de viagem. E entre eles, encontramos:

  • O guia de viagens convencional impresso;
  • Artigos de blog;
  • Fóruns;
  • Os guias de viagem na internet;
  • Artigos de imprensa;
  • Indicações de amigos;
  • E muito mais!

Sim, mesmo que você vá se aventurar em uma viagem sozinho a Tóquio, saber como pedir ajuda e ter apoio para descobrir a cidade é importante. Isso nos permitirá conhecer os melhores pontos de interesse, os maiores monumentos e, finalmente, encontrar o melhor nesta gigantesca megalópole. E assim seguimos descobrindo a terra do sol nascente e sua capital, em uma experiência impressionante.

Shibuya, um distrito de Tóquio que você não pode deixar de conhecer

É seguro apostar que, um dia em sua vida, você já ouviu esse nome,  representando a cidade de Tóquio. Verdadeiro símbolo da cidade japonesa, trata-se do distrito de Shibuya, marcado por essa multidão compacta que atravessa a estrada para todos os lados. Ver essa imagem será a verdadeira personificação de um modo de vida que mistura agitação e modernidade. Shibuya realmente é tudo isso… e muito mais!

Uma simbologia japonesa Essa multidão atravessando de um lado para o outro é símbolo da cidade de Tóquio.

Deixar a Estação de Shibuya, de frente para uma multidão que mais parece um formigueiro pode não fornecer a real noção da beleza dessa paisagem urbana, então encontrar uma janela alta pode ser uma boa ideia. Assim, será possível admirar a visão dessas pessoas caminhando de um lado para o outro, entre todos esses arranha-céus, para uma visão de Tóquio como imaginávamos, longe das pequenas ruas de paralelepípedos.

Os jardins do Palácio Imperial de Tóquio, onde a natureza ressurge

Entre a agitação de Tóquio e as ruas de paralelepípedos, estão os jardins do Oriente. Residência do imperador, este é um lugar onde a calma e a inquietude se encontram, em um espírito típico de jardim japonês. Os prédios do palácio e os jardins interiores não estão abertos ao público, exceto em 2 de janeiro (para as saudações de ano novo) e 23 de dezembro (aniversário do imperador), mas nos permitem descobrir Tóquio de outro ângulo.

Um lugar muitas vezes esquecido, mas deve que deve ser colocado em sua lista de lugares para visitar quando estiver em Tóquio. Entre a arquitetura moderna e os templos sagrados, uma parte inteira da cultura japonesa se encontra lá, para nos fornecer, pequenos ocidentais que somos, sensações reais de mudança de cenário, como se um mundo novo se abrisse à nossa frente, sensações que serão encontradas somente durante uma estadia no Japão.

A torre de Tóquio, um verdadeiro símbolo da cidade

É uma aposta segura que a Torre de Tóquio não é algo desconhecido para você… e com toda a razão! De fato, a versão japonesa da famosa Torre Eiffel foi construída em 1961 e é a torre de aço mais alta do mundo! Com 13 metros a mais do que a versão francesa, a Torre de Tóquio mede 333 metros e permite ter uma visão panorâmica de toda a megalópole. Ideal para tirar fotos em estado de completo relaxamento!

Uma torre diferente Que tal conhecer a torre símbolo da cidade de Tóquio?

A torre de Tóquio é também e especialmente uma torre de rádio e TV, e de lá ainda é possível ver o Monte Fuji, quando as condições climáticas nos permitirem. A arte de ir ao Japão, é também e sobretudo saber bem localizar e delimitar os lugares emblemáticos como esta famosa torre. Quando turismo por diversão e valorização do patrimônio histórico se tornam um!

E por que não fazer uma aula de japonês para melhorar seu nível antes de embarcar?

Para ver em Tóquio: Asakusa e seu templo budista

Entre os monumentos e locais a visitar quando estiver em Tóquio, devemos mencionar o distrito de Asakusa que, em paralelo com essa atmosfera moderna e tecnológica, permite ver um espírito bastante japonês, que será capaz de nos deslumbrar em poucos minutos. É aqui que podemos encontrar um templo budista chamado Sensō-ji.

Este templo incorpora as raízes da tradição e da cultura japonesa. Dedicado à deusa Bodhisattva Kannon, é cercado por lojas, e vale lembrar que estamos aqui diante de um monumento turístico. No entanto, a calma está presente o tempo todo , e o que vemos é a imagem de uma pacífica Tóquio, o espírito japonês de meditação, tudo isso em uma das maiores cidades do mundo!

Santuário xintoísta Meiji, ou a alma simbólica de Tóquio

Todas as grandes cidades têm pontos de interesse mais ou menos importantes, e antes de sair de Tóquio, você não pode perder a oportunidade de ir ao santuário xintoísta Meiji. Dedicado ao imperador do final do século XIX que abriu o Japão para o Ocidente, estamos falando de um templo budista que deixa outros templos de Tóquio “no chinelo” (sem desmerecer a beleza dos demais, é claro) e tem o mérito de ser um dos mais mais famosos do mundo.

Nós podemos acessá-lo caminhando pelo meio de uma floresta, no centro da cidade. Um ambiente fantástico, que vai dar aos viajantes um gosto de aventura e uma sensação única em um cenário exuberante. A área de Harajuku, em seguida, é aquela para a qual podemos passar mais tarde, de modo a ver tudo o que a moda tem de mais excêntrico em Tóquio.  Simbolicamente, podemos falar em dois quartos e dois ambientes, que são a mistura de representações do Japão e de Tóquio!

O mercado de peixe de Tsukiji: ponto de encontro dos habitantes de Tóquio

Existem habitantes e pessoas de todo o mundo que são apaixonadas pela vida local do Japão. Se é o seu caso, este lugar deve agradar especialmente a você! Estamos falando do Tsukiji, o maior mercado de peixe e marisco do mundo. Você, que não dispensa um bom peixinho no almoço, já se imaginou visitando um local como esse? Fundado e inaugurado em 1935, é conhecido em todo o mundo, e ajuda a dar às nossas férias no Japão um gosto de comida típica mais intenso do que nunca.

Vamos comprar peixe? O mercado de peixe de Tóquio não pode deixar de ser visitado.

Quer seja às 5:30 no leilão, ou um pouco mais tarde para comer um bom sushi, tudo está junto e misturado neste mercado para nos fazer entender que o Japão é também um país rico em cultura e gastronomia. Trata-se de uma oportunidade de visitar, ao mesmo tempo, um mercado coberto, uma festa ao ar livre e leilões de atum. Um verdadeiro sopro de fuga do lugar comum e da pesada realidade cotidiana, neste ambiente que se mudou recentemente para Toyosu!

Odaiba ou a modernidade de Tóquio

Odaiba é um bairro de Tóquio, que combina locais dedicados aos mangás, mas também constrói uma imagem do moderno e futurista, como a Fuji TV e Tokyo Big Sight. Um lugar onde você também pode admirar uma visão da baía inteira de Tóquio, mas também vislumbrar o horizonteque permite ver um panorama da cidade como nunca será visto, em nenhum outro lugar. Observe também que à noite, podemos admirar a Ponte do Arco-Íris quando ela se encontra mais iluminada do que nunca!

Odaiba e sua vertente moderna Visite também Odaiba, símbolo da modernidade japonesa.

Fica entendido que Tóquio, além de ser a capital japonesa, não se limita a grandes edifícios e alguns templos budistas na esquina de uma rua, muito pelo contrário. De fato, em poucos minutos, é possível passar de um bairro para outro, descobrindo atrações turísticas nunca antes imaginadas, dentro da maior megalópole do mundo. Quem já esteve na cidade, certamente nunca mais se esquecerá dela. Muitas vezes, quando estiver perdido em lembranças de viagens passadas, vai bater até aquela vontade súbita de voltar a visitá-la.

Para quem ainda não foi, sugerimos que esta viagem seja incluída em sua lista de “o que fazer antes de morrer”. E então, pronto para experimentar uma aventura exuberante em Tóquio? Que tal começar a se preparar fazendo algumas aulas de japonês?

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar