Devemos nos concentrar no que nos resta e não no que perdemos (Yann Arthus Bertrand)

A pandemia ainda não chegou ao fim. De acordo com o último boletim emitido pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), seis estados brasileiros tiveram uma alta nas hospitalizações de pacientes doentes da Covid-19 à partir do dia 21 de novembro de 2020. Os estados brasileiros mais afetados pelo aumento dos números são: Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Sergipe e Tocantins. Os números emitidos pela Fiocruz consideram apenas pacientes internados em decorrência da Covid-19, mas não levam em conta o aumento dos números de casos também em pacientes assintomáticos ou menos graves, aqueles que não necessitam de hospitalização. Sendo assim, pode-se deduzir que as contaminações seguem aumentando.

A crise associada ao Coronavírus afeta não só as condições sanitárias e econômicas do país, mas também gera consequências pedagógicas. O ensino à distância tem sido um grande desafio para os professores e alunos em todo o território brasileiro, e muitos professores têm encontrado muitas dificuldades para ministrar aulas nas condições atuais. As vagas de emprego para professor estão cada vez mais concorridas nas instituições de ensino, e muitos deles optaram pelas aulas particulares como fonte de renda.

Muitos professores não se acostumaram com as aulas online, como é o caso de Marta Nunes, professora aposentada de inglês. "Antes da pandemia do Coronavírus eu não tinha o hábito de usar o computador para dar aulas. Eu trabalho à moda antiga e sempre me desloquei à domicílio para atender os meus alunos. Prefiro tomar todos os cuidados e manter as aulas presenciais do que ter de me adaptar com o computador". Assim como Marta, dezenas de professores particulares do Brasil decidiram lecionar aulas presenciais, apesar da atual situação. De acordo com o Ministério da Saúde, atividades à domicílio não estão proibidas, no entanto, as medidas de proteção contra a transmissão do vírus não devem ser negligenciadas.

Conheça as nossas melhores dicas para dar aulas particulares reduzindo os riscos de contaminação.

Rodolfo
Rodolfo
Professor de Solfejo
5.00 5.00 (2) R$60/h
1a aula grátis!
Najla
Najla
Professor de Matemática
5.00 5.00 (80) R$100/h
1a aula grátis!
Marina
Marina
Professor de Espanhol
R$25/h
1a aula grátis!
Diego
Diego
Professor de Alemão
5.00 5.00 (10) R$100/h
1a aula grátis!
Arnaldo
Arnaldo
Professor de Auxílio na redação de dissertações e teses
R$30/h
1a aula grátis!
Mariana
Mariana
Professor de Marketing
5.00 5.00 (2) R$80/h
1a aula grátis!
Sara
Sara
Professor de Matemática
5.00 5.00 (9) R$50/h
1a aula grátis!
Alanna
Alanna
Professor de Dança
5.00 5.00 (5) R$65/h
1a aula grátis!
Jorge
Jorge
Professor de Redação
5.00 5.00 (53) R$50/h
1a aula grátis!
Thaynne
Thaynne
Professor de Pilates
5.00 5.00 (7) R$60/h
1a aula grátis!
Najla
Najla
Professor de Matemática
5.00 5.00 (80) R$100/h
1a aula grátis!
Laissa
Laissa
Professor de Cálculo
R$70/h
1a aula grátis!
Larissa
Larissa
Professor de Reforço escolar
5.00 5.00 (8) R$30/h
1a aula grátis!
Nancy
Nancy
Professor de Espanhol
5.00 5.00 (50) R$65/h
1a aula grátis!
Allex
Allex
Professor de Fotografia
5.00 5.00 (31) R$80/h
1a aula grátis!
Daniel
Daniel
Professor de Física
R$25/h
1a aula grátis!
Arthur
Arthur
Professor de Francês
5.00 5.00 (10) R$40/h
1a aula grátis!

Medidas a adotar antes de ministrar aula particular à domicílio

Se você é professor e decidiu retomar as aulas particulares à domicílio, você deve estar ciente que você pode se expor à contaminação. No entanto, existem alguns hábitos que podem ser adotados para evitar os riscos. Tudo é uma questão de organização e disciplina. Aderindo gestos simples no seu cotidiano, antes de dar aulas particulares, você se protege e protege os seus alunos.

como encontrar emprego para professor durante a pandemia
Proteja-se ao dar aulas particulares presenciais.

Antes de ir até a casa do aluno:

  • Meça a sua temperatura. Desde o início da pandemia do Covid, o termômetro se tornou um item essencial na casa dos brasileiros. Um dos principais sintomas da infecção pelo Coronavírus é a febre alta. Sabe-se que mesmo pacientes assintomáticos podem apresentar febre nos primeiros dias da infecção. Sendo assim, é extremamente aconselhável que você meça a sua temperatura corporal antes de sair de casa para dar aula.
  • Prenda os cabelos. De acordo com os profissionais da saúde, os cabelos são verdadeiros ninhos de proliferação de vírus e bactérias. Para evitar tocar nos seus cabelos durante as aulas e impedir o contato dos fios com outras superfícies, amarre as madeixas.
  • Corte as unhas. Assim como os cabelos, as unhas podem acumular vírus e bactérias. As mãos são a principal fonte de contaminação do vírus, quando levadas na boca e no rosto. Por isso corte as unhas e lave a ponta dos dedos com sabão.
  • Lave as mãos antes de sair de casa e use o álcool em gel durante o seu trajeto. Caso você se desloque em transporte público, evite tocar em superfícies de contato comuns como barras de apoio ou portas. Carregue com você um álcool em gel para que você possa higienizar as mãos durante o trajeto. Limpe com álcool em gel o volante, porta e outras superfícies de contato, caso você se desloque de carro.
  • Use uma máscara descartável ou reutilizável. Você pode escolher entre a máscaras de sua preferência, sempre lembrando que as máscaras descartáveis devem ser usadas uma única vez e jogadas no lixo depois de 4 horas de uso. No caso das máscaras de tecido, elas devem ser lavadas com sabão e trocadas também de 4 em 4 horas.
  • Oriente o aluno a abrir as janelas e portas de casa antes de você chegar, favorecendo a circulação de ar do cômodo.

Lecionar aulas particulares e pandemia: como se proteger durante as aulas?

Seja cuidadoso durante as aulas particulares. Se você passar uma hora ou mais com os seus alunos, você deve fazer o possível para reduzir os riscos de contaminação pelo vírus. Nunca se esqueça que você ou o aluno podem estar doentes sem saber, uma vez que grande maioria dos casos de coronavírus são assintomáticos. Antecipe a sua chegada em 10 ou 15 minutos na casa do aluno para ter tempo de lavar bem as mãos, higienizar o seu material e arejar o cômodo onde as aulas acontecerão. Mantenha-se de máscara durante toda a aula e tente se sentar com uma distância de um metro do aluno.

Não cumprimente os seus alunos com abraços, beijos no rosto ou apertos de mão. Caso você dê aula para uma pessoa que mora com outros membros da família, é aconselhável que todos os presentes estejam de máscara. Evite encostar no seu rosto e nos cabelos durante a aula, e caso você o faça, higienize imediatamente as suas mãos com álcool em gel. Além disso, leve o seu próprio material e evite dividir materiais com o aluno (canetas, instrumentos musicais, tapetes de yoga). Evite tocar o aluno caso você dê aulas de Personal Trainer, Yoga, dança ou outras atividades físicas.

lecionar aulas durante a pandemia do covid-19
Empregos de professor e profissionais da educação foram fortemente afetados pela crise sanitária.

De preferência, leve a sua própria garrafa d'água para evitar utilizar objetos pessoais do aluno ou de outras pessoas. O uso correto da máscara é extremamente importante. Mantenha a sua máscara cobrindo o nariz e a boca e jamais a posicione no queixo ou na cabeça durante a aula. Caso você precise espirrar ou tossir, não retire a máscara e use lenços descartáveis para assoar o nariz. O uso de ventiladores ou ar condicionado durante as aulas também não são recomendados. É sempre preferível manter as janelas abertas.

Caso você tenha vários alunos em um mesmo dia e visite vários deles, repita os procedimentos descritos acima a cada nova aula em um domicílio diferente.

Coronavírus: o que fazer depois de dar aulas particulares?

Ao final da aula lembre-se de higienizar o material utilizado por você, assim como as superfícies (mesa, cadeira, maçanetas, etc). Lave as mãos antes de deixar a casa do aluno. Você também pode trocar a sua máscara descartável por uma nova antes de ir para a sua próxima aula. Lembramos que as máscaras devem ser trocadas assim que ficarem úmidas, e que as altas temperaturas podem favorecer a umidade, aumentando os riscos de acúmulo de vírus e bactérias. Jogue a sua máscara usada no lixo ou lembre-se de levar um saco plástico para colocar a máscara de tecido depois de usada.

emprego de professor durante a pandemia
A máscara, quando bem utilizada, pode salvar vidas.

No carro, higienize novamente as mãos com álcool em gel. As máscaras de tecido devem ser imediatamente colocadas na máquina de lavar assim que você chegar em casa e também é aconselhável lavar as peças de roupa utilizadas por você para dar aulas. Recomendamos que você retire os sapatos todas as vezes em que chegar nas casas dos alunos e também quando retornar à sua casa.

Evite abraçar e beijar as pessoas que moram com você. Sabe-se que o coronavírus possui uma fase de incubação e caso você seja assintomático você pode transmiti-lo sem saber. Se você mora com pessoas vulneráveis, sugerimos que você mantenha o distanciamento pois ao se deslocar para dar aulas particulares você está mais exposto à contaminação.

Dar aulas online: uma alternativa

Se deslocar para ministrar aulas particulares de forma presencial é uma escolha. Sabemos que o vírus continua circulando e que recomenda-se o isolamento social até que a vacina esteja disponível. Sendo assim, uma alternativa para aqueles que buscam emprego para professor e que não podem se deslocar, é dar aula online. Você também pode criar um cronograma de aulas alternadas entre presenciais e online, por exemplo, você pode ir até a casa do aluno uma vez no mês ou uma vez a cada 15 dias.

emprego professor na pandemia
As aulas podem ser adaptadas sempre levando em conta as melhores condições para aluno e professor.

As aulas online garantem que a sua saúde, do aluno e dos seus respectivos familiares seja resguardada. Existem ferramentas interessantes para aulas online que quase substituem a presença física do professor. Além disso, tudo depende da disciplina ensinada por você. Caso você dê aulas de idiomas, por exemplo, não há tanta necessidade de estar ao lado do aluno, o que não é o caso de aulas de atividades físicas, esportivas ou artísticas.

De todo modo, a escolha deve ser feita entre professor e aluno e ambas as partes devem se sentir seguros para que as aulas tenham uma continuidade e não afetem a saúde de ninguém. Você professor tem a liberdade de escolher o que é melhor para você. Caso escolha dar aulas presenciais não se esqueça de pôr em prática os gestos mencionados nesse artigo e seja exemplo não só de conhecimento, mas também de responsabilidade civil e de empatia.

Estamos com você!

Precisando de um professor de ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5 - 2 nota(s)
Loading...

Paula

Psicóloga, mestra em Psicanálise pela universidade Paris 8 (França), fã de fotografia, livros, cinema e de dormir ao som da televisão. Apaixonada por flores, vegetariana e eterna aprendiz de yoga.