Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Nossas dicas para se tornar um violinista graças à web!

De Fernanda, publicado dia 27/11/2018 Blog > Música > Violino > Como aprender o violino na Internet?

Trilha sonora, música clássica ou rock n’ roll, o violino atrai cada vez mais novos seguidores hoje em dia.

Mas antes que você consiga tocar as Quatro Estações de Vivaldi, você tem que passar pela tablatura ou pela teoria musical.

Aprender teoria (clave de sol, clave de fá, notas, partitura, etc.) e saber ler música requer bastante esforço. E não é na primeira aula de música que você se vai se tornar o próximo Vivaldi.

Estudar música requer muita concentração, motivação e didática. Aprender a tocar e dominar teoria musical é algo feito passo a passo e gradualmente.

Para aprender de maneira mais atraente, alguns escolhem estudar com ajuda das novas tecnologias.

Existem muitos métodos para aprender violino na internet (sites de cursos online, vídeos do YouTube, …), mas que atitude adotar para aprender o violino online efetivamente?

Como não criar maus hábitos?

Defina metas

Por que você quer tocar violino?

Essa é a primeira pergunta a ser feita quando você inicia suas aulas de violino, seja on-line ou com um professor (particular ou em escola de música).

Os objetivos não são os mesmos se você quiser seguir uma carreira em uma orquestra sinfônica ou se você quiser apenas se divertir com os amigos no fim de semana.

Onde aprender a tocar violino? Como se motivar para se tornar um violinista? Tocar em uma banda pode ser um dos seus objetivos como violinista!

Embora os fundamentos do violino permaneçam os mesmos apesar de tudo, um músico amador pode se dar ao luxo de ignorar a teoria musical, enquanto um músico que deseja se profissionalizar precisa ser capaz de entender essa linguagem musical internacional.

O primeiro passo é entender por que desejamos tocar e quais são nossos objetivos.

Isso também vai ajudar a manter o foco e nunca desistir. Porque ninguém vai ficar ao seu lado e forçá-lo a tocar, ao contrário dos cursos de violino na escola de música ou em conservatório.

Suas motivações podem ser de todos os tipos.

Pode ser um show de final de ano, um cover para o casamento de seu amigo, um show com sua banda de rock, ou o exame de admissão para um grupo musical, como uma Orquestra Municipal.

Boas razões para se comprometer ao curso de música on-line no qual se inscreveu ou adquiriu.

Estabeleça um programa de estudos

Depois de definir suas metas, você precisa dar o próximo passo: elaborar um programa de estudos do violino.

Um dos grandes problemas de fazer aulas de música online é que não há necessariamente um programa coerente.

Por exemplo: você pode se deparar com um vídeo de técnica de vibrato logo após de uma aula sobre o posicionamento das mãos.

Dois cursos que não podem ser colocados um após o outro. A técnica do vibrato é um pouco complicada demais para um músico iniciante.

Então, para ter certeza de seguir na direção certa, é importante que você encontre significado no programa. Mas como?

Você pode encontrar uma sequência padrão em livros didáticos na biblioteca, ou até mesmo online, mas em sites especializados em aprendizado de violino. Sites de escolas de música às vezes publicam seus programas.

Você terá que encontrar a boa ordem entre os temas:

  • Posicionamento das mãos,
  • Empunhadura do arco,
  • Leitura de notas
  • Ritmo
  • Formação musical,
  • Improvisação,
  • Compasso
  • Orquestra
  • Composição musical,
    Etc.

Os programas às vezes não são adequados às suas expectativas.

Não hesite em mudar um pouco o programa removendo algumas sequências ou adicionando cursos.

Pratique o violino regularmente

Para ter sucesso na música, como em muitas outras atividades artísticas, é necessário estudar com certa regularidade que é:

“O caráter do que acontece, se desenvolve, opera sem variações inesperadas ou interrupções. “

Então você tem que ser capaz de encontrar um momento na sua agenda para fazer suas aulas de violino online e cumpri-lo a cada vez.

Procure não alterar muito os horários ou os dias que definir.

Na verdade, se uma espaço separar demais uma aula da outra, o conhecimento e as habilidades adquiridas podem ser perdidos no meio do caminho.

Além disso, ser regular em sua prática permite que você não desista. Ao reservar um certo tempo na semana para o violino, você se força a praticar seu instrumento.

Toque o máximo possível

Aulas de violino são como amizade: devem ser cuidadas.

Seus esforços vão ser em vão se você tocar o violino apenas uma vez a cada dois meses.

Então, é claro, você precisa tocar regularmente, mas também precisa ter uma frequência mínima para realmente observar o progresso.

Ao tocar violino apenas uma vez a cada três semanas, o aprendiz de músico progride muito menos depressa, porque em cada sessão ele deve se relembrar do que aprendeu há três semanas antes.

Uma boa frequência pode ser estimada em uma hora por semana.

Não é legal reduzir a duração de uma sessão a, digamos, dez minutos por dia. O tempo para instalar o seu material, escolher um tutorial ou um curso de violino on-line, já leva alguns minutos no seu tempo de aprendizado.

Opte por uma hora, ou meia hora, no mínimo.

O necessário para retrabalhar os pontos vistos anteriormente e aprender novos conceitos.

Onde aprender violino? Quando fazer aulas de teoria musical? | Às vezes você tem que acordar cedo para tocar violino.

O aprendizado do violino é longo.

Quanto mais você pratica, mais depressa você é capaz de dominar uma obra de Vivaldi, Mozart ou Bach.

Então corra e pegue seu violino!

Não se esqueça de aprender a afinar o seu instrumento também!

Ouça as obras no violino

Mesmo que você não tenha ouvido absoluto, é possível praticar ouvindo com frequência músicas no violino.

Peças que você poderá reproduzir mais tarde.

Ouvi-las regularmente fará com que você desenvolva a sensibilidade do ouvido, perceba quando está desafinando e faça as correções necessárias.

Porque na falta de um professor, às vezes é difícil de identificar onde estão nossos erros.

Aqui está uma pequena lista não exaustiva de obras que possuem violino para fazer desenvolver bem seu ouvido:

  • Le canon de Pachelbel,
  • Cristalize de Sindsey Stirling,
  • Je t’emmène au vent de Louise Attaque
  • Tournent les violons de Jean-Jacques Goldman,
  • Amazing Grace, tradicional,
  • Valsa No. 2 de Shostakovich,
  • Perfect de Ed Sheeran.

No YouTube, você encontrará todos esses temas, covers ou tutoriais para reproduzir todas essas músicas.

Você sabia que a violinista mais assistida do Youtube é Lindsey Stirling?

E mesmo se você quiser usar a internet, por que não filmar e postar seus covers na web?

Escolha o suporte certo

Aprender o violino on-line também é escolher o suporte certo entre todos os diversos cursos oferecidos na web.

E como é muito fácil de se perder, aqui estão algumas dicas para você saber por onde trilhar seus estudos.

Veja quem ensina

É importante analisar cuidadosamente quem é o autor dos cursos que você vai seguir.

  • Ele é um verdadeiro violinista?
  • Há quanto tempo ele pratica?
  • Ele é um bom pedagogo?

Aconselhamos que você assista a muitos de seus vídeos ou cursos on-line para ver se esse método é ideal para você.

Também pode ser útil seguir as dicas dos iniciantes para saber quais erros eles cometeram e quais conselhos eles podem lhe dar.

Onde aprender violino? Como escolher o suporte ideal para seu curso de violino na web? Procure referências sobre o curso que você escolher: avaliações, comentários, críticas ou likes nas redes sociais, blogs de professores de música, fóruns de violino…

Escolha de acordo com seu perfil

Alguns cursos são adequados para o perfil de alguns músicos, enquanto que, para outros, os mesmos cursos são incompreensíveis e inadequados.

Aproveite o tempo para reconhecer o que você quer.

Tente encontrar cursos completos que não parem no básico do instrumento. Porque mesmo que você esteja começando agora, haverá um momento em que você vai querer passar do nível iniciante ao nível intermediário.

Seja motivado e perseverante

Qualquer músico dirá: a condição sine qua non para aprender música é a motivação.

De que serve sonhar em tocar uma das obras de Mozart se, na prática, você desiste nas menores dificuldades ou fica preguiçoso ao abrir seus livros de violino?

Alguns problemas de aprendizagem podem ser resolvidos, como falta de tempo ou falta de prática, mas com certeza falta de motivação não.

Então, além de criar um programa impecável e seguir o conselho do seu amigo violinista, certifique-se de que você tem vontade suficiente de aprender a tocar violino.

Com muita motivação, o ensino se torna leve e fácil de seguir.

E quando você está motivado, as dificuldades podem se tornar desafios ou até mesmo diversão.

A música é a linguagem das emoções, já dizia Emmanuel Kant!

Não se esqueça de transmitir pela música todo o amor que você traz ao seu novo instrumento.

Caso contrário, as aulas de música vão logo se tornar desinteressantes.

E isso vale para qualquer outro instrumento (guitarra, saxofone, piano, clarinete, flauta, cavaquinho, acordeão, gaita, baixo, bateria, harpa, trompete, sintetizador, baixo, …).

Teoria musical, dedilhado, boa empunhadura do arco, queixeira, exercícios preparatórios do vibrato… Nem sempre as aulas de violino são atraentes.

Especialmente quando você aprende teoria musical e violino de forma autodidata. É nesse hora que a motivação tem um papel crucial!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar