Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como se tornar pianista por um preço acessível?

De Marcia, publicado dia 01/03/2019 Blog > Música > Piano > Aulas de piano em associações

“Ganhar a vida tocando piano é para poucos.” (Darry Cowl)

Nos últimos anos, foi possível notar uma queda na venda de pianos acústicos. Entretanto, esse fator não denota o desinteresse das pessoas pelo instrumento, mas sim a substituição pela versão digital, que nada mais é que um reflexo da informatização em todos os sentidos, que vivemos atualmente.

O aprendizado do piano deve ser feito de forma progressiva e contínua. Nós não nos tornaremos um Beethoven da noite para o dia. Trata-se de um longo processo que exige dedicação e determinação.

Aulas de piano online, aulas individuais, estudos em grupo… cabe a você escolher a melhor maneira de aprender e o professor que mais se adéqua ao seu perfil.

Neste artigo, discutimos as vantagens e desvantagens das aulas de piano em uma associação.

Vamos lá?

Quais são as vantagens das aulas de piano em uma associação?

O piano clássico pode ser aprendido de várias maneiras atualmente. No conservatório de música, em uma escola de música, em aulas particulares (que podem ser ministradas onde o aluno preferir, até mesmo por Skype) ou em uma associação. Podemos dizer que cada método tem suas vantagens e desvantagens.

Aprender a tocar piano em uma associação será semelhante ao aprendizado em uma escola de música, mas o método de ensino pode variar.

Se na escola de música, tomamos aulas de teoria musical tradicional, além das classes de piano, em uma associação, a pedagogia pode ser considerada mais inclusiva. De fato, a democratização do piano é o principal objetivo desse tipo de instituição.

Assim, você pode encontrar uma metodologia que se assemelha a Yamaha, Suzuki ou Martenot, como também acontece em algumas escolas de música alternativas (muitas vezes privadas e mais caras).

A vantagem da associação é,  acima de tudo, o ambiente. Elas buscam passar o conhecimento de forma prazerosa, sem que os estudos se tornem uma obrigação.

Confira: aula de teclado no Superprof!

Estudar de forma agradável O estudo do piano em associações tende a ser mais prazeroso e descontraído.

Além disso, você poderá desfrutar de um instrumento de qualidade com um professor de piano qualificado e sempre disposto a ouví-lo.

O acompanhamento pedagógico acontece como na escola. O progresso dos alunos é seguido à medida que as semanas passam e as aulas são preparadas com antecedência pelos professores. Os cursos são quase feitos sob medida já que o professor de música se adapta a cada nível.

Assim, é possível progredir de uma forma que não é adquirida de uma semana para outra. Além disso, as taxas das associações são geralmente mais adaptadas às pessoas de baixa renda, ao contrário das escolas particulares de música.

Procurando por um bom curso de teclado?

Aprender pagando mesmo Estudar piano em uma associação é sinônimo de taxas menores.

E não há distinção na entrada, todos os alunos de todos os níveis são bem vindos!

As desvantagens de estudar piano em uma associação

As aulas de teclado para iniciantes em uma associação não tem apenas vantagens. Há quem entre esperando tornar-se um Mozart, e nem sempre é assim que acontece!

Existem algumas desvantagens que podem ocorrer, especialmente após vários anos de prática, quando você estiver em um nível mais avançado.

A princípio, são ministradas aulas de piano introdutórias em grupo. Assim, a personalização é baseada no grupo e não nas lacunas individuais. Por isso, é essencial praticar em casa para progredir mais rapidamente, caso encontre dificuldades em algumas sequências.

No entanto, o problema pode ser o oposto: o grupo pode ser mais lento do que o seu ritmo e, neste caso, você é que vai ficar entediado. Preste atenção ao seu progresso e às sensações durante suas aulas de piano. É basicamente essa questão que vai determinar a sua motivação.

Pode ser que seja melhor mudar de associação ou ir para uma escola, quando você sente que seu nível excedeu o do grupo e os cursos oferecidos, sob o risco de estagnar ou mesmo regredir.

Pode acontecer de o curso estar saturado de alunos também. Pode ser mais difícil para o professor ensinar os fundamentos do piano de maneira justa e monitorar o progresso de cada aluno.

Verifique em sua associação se o número de alunos por turma é limitado. Teoricamente, ele não deve exceder doze estudantes do mesmo nível para que o grupo possa progredir no mesmo ritmo.

Por outro lado, algumas associações podem ser negligentes quanto à experiência do professor de piano. Ao contrário das escolas, nenhum diploma é exigido na hora da contratação. Mesmo que o grau de estudos não o torne professor de música, sua experiência deve ser relevante.

É importante lembrar também que nem sempre um bom pianista será, de fato, um bom professor.

Isso porque a pedagogia desempenha um papel muito importante no sucesso dos alunos e seria uma pena abandonar o piano por causa de uma relação conflituosa com o professor ou uma péssima pedagogia de sua parte.

No entanto, algumas associações oferecem aulas de piano muito boas e podem ser consideradas verdadeiras escolas de treinamento de música para aprender música profissionalmente.

Por essas e outras, há quem ainda prefira um conservatório musical. O que você acha?

O passo a passo para estudar piano em uma associação

Não importa se você não tem nenhuma noção e deseja se iniciar no piano, se quer aprofundar seus conhecimentos ou “desenferrujar” depois de um tempo sem contato com o instrumento: o ideal é sempre recorrer à associação no início do ano letivo.

Algumas associações abrem suas portas no final do ano letivo e durante o mês de junho, para permitir que os alunos façam uma aula experimental. Além disso, se você se matricular durante esses períodos, certamente se beneficiará de descontos, já que há ainda uma certa antecedência ao início das aulas.

De acordo com o limite de vagas, todos os alunos normalmente são aceitos, sem distinção.

Tocando sem distinção Associações normalmente são ambientes bem inclusivos para todos os interessados.

 

Normalmente, costuma-se solicitar que os alunos que já estudaram por algum período façam suas rematrículas ainda no período que antecede as férias. Trata-se de uma forma de garantir a vaga para o próximo semestre (ou ano).

Em qualquer caso, antes de se inscrever, não hesite em experimentar as aulas de piano em diferentes associações para ver qual é a melhor para você, em termos pedagógicos.

Tenha certeza de suas motivações e tenha um objetivo claro: tocar piano por diversão, juntar-se a uma orquestra filarmônica ou mesmo se tornar solista.

Como são as aulas de piano em associações?

As aulas de piano em associações normalmente seguem a mesma ordem que as da escola de música.  É possível trabalhar tanto na teoria musical quanto na prática instrumental.

A duração das aulas varia, dependendo do nível e idade do aluno. Material extra de teoria musical pode ser oferecido, a menos que essa matéria já esteja inclusa no tempo de aula convencional.

De fato, a pedagogia pode ser diferente das escolas de música clássica, mas as associações podem oferecer uma aprendizagem menos formatada e mais agradável, especialmente na hora da leitura de partituras e notas.

Ainda assim, há quem prefira aprender sozinho.

Qual o preço de uma aula de música em associação?

O preço de um curso em uma associação é menor do que o de um curso em escola particular. Além disso, algumas instituições podem ainda oferecer descontos ou bolsas.

Os descontos costumam ser possíveis com base no quociente familiar, na idade do aluno e no nível solicitado. Ainda assim, pode ser necessário que você pague uma assinatura anual, que lhe permitirá desfrutar dos eventos da associação, bem como cursos organizados ou outros cursos complementares ou similares oferecidos a preços preferenciais.

Os pagamentos são feitos mensal, trimestral ou anualmente e, pode ser que você precise pagar pelo período iniciado, ainda que desista antes do seu término. Mas, pense bem: será que vale a pena já iniciar o curso cogitando a possibilidade de desistir?

Por outro lado, o preço dos cursos em associação pode variar bastante de acordo com o seu local de residência e pode ser duplicado em uma cidade grande em comparação com cidadezinhas interioranas.

Qual é o público das associações de piano?

Você pode começar a aprender piano aos 6 anos, que é quando a criança já sabe ler e escrever, para aprender teoria musical e decifrar notas.

Tempo certo de aprender piano O ideal é matricular o seu filho em uma associação quando ele já tem mais de 6 anos de idade.

Além disso, não há piano adequado para crianças menores de 6 anos. Será necessário que a criança seja grande o suficiente para alcançar as teclas sem dificuldades.

Ao contrário das escolas de música, onde o ensino é muito formatado e apresentado como um ciclo, onde você precisa se enquadrar em um grupo para participar, todos os públicos são bem-vindos em associações .

Crianças, adolescentes ou adultos… todos podem começar a tocar piano, independentemente da idade.

Existem também cursos especiais para adultos iniciantes. A pedagogia para adultos, muitas vezes, é diferente da utilizada para crianças. Nenhum teste de nível é necessário na entrada e a atmosfera costuma ser familiar, onde se aprende com alegria e bom humor.

Qual a definição de “associação de piano”?

Aprender piano em associação também é aprender um novo e rico vocabulário. Aqui estão alguns termos com os quais você terá contato durante a sua progressão musical.

O que significa cantar em capella?

Trata-se de um termo italiano. Cantar em capella significa cantar sem o acompanhamento de um instrumento musical.

O que é um arpejo?

Trata-se da ação de tocar todas as notas de um acorde sucessivamente.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar