Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como praticar a leitura em russo?

De Marcia, publicado dia 06/06/2019 Blog > Idiomas > Russo > Dicas para ler no alfabeto cirílico

Você está se programando para viajar para a Rússia, mas nem conhece as letras do alfabeto russo? Não entre em pânico! E não estamos falando em utilizar o inglês para “se virar” no país. Ainda há tempo para se preparar para aprender a língua local.

Agora já é possível aprender a ler russo sem precisar sair de casa, de uma forma divertida e educativa. Para isso, basta manter-se motivado: você perceberá que, com pouco tempo de estudo, o alfabeto cirílico estará finalmente decorado afinal, ele também contém letras latinas.

Aprender é possível, ainda que você não passe por cursos convencionais de línguas. Você já parou para pensar que é possível estudar sozinho? Há pessoas que até estudam em escolas ou com professores particulares mas, para acelerar seu progresso no idioma, recorrem a canais complementares, em suas horas de lazer. Assistir a filmes e ouvir músicas russas, por exemplo, é uma forma de estudar e relaxar ao mesmo tempo.

Se você ainda está se perguntando como isso pode ser possível, acompanhe abaixo nossas dicas para aprender a ler russo rapidamente. Existem diversos canais que fazem parte do nosso dia a dia e podem ser usados como ferramentas de estudo. Quer ver?

Assista a emissoras russas de televisão

Se você selecionar a opção de legendas em russo em um canal de televisão do país, certamente encontrará um meio diferente de aprender a ler russo. Já parou pra pensar que, a televisão russa, assim como a nossa, tem opções de programas para todos os gostos e perfis?

Assista TV e aprenda A televisão pode ser um meio de aprender russo em qualquer idade.

Adultos e crianças são capazes de desvendar o alfabeto cirílico, quando inserido em um contexto, basta adquirir algum conhecimento prévio. E você ainda poderá fazer isso assistindo ao estilo de programa que preferir.

Para os iniciantes, o ideal é começar com os canais dedicados ao público jovem ou os direcionados à música, cuja linguagem é mais simples e as letras são mais fáceis de compreender. Já os estudantes que chegaram ao nível avançado, podem escolher assistir a noticiários e canais políticos.

De modo geral, a televisão oferece uma imersão total na cultura russa, além da contextualização, conseguida com os programas na língua eslava. Você só vai precisar praticar a pronúncia para compreender o vocabulário utilizado.

Nem todos os decodificadores contam com a opção de legenda em russo. É necessário entrar em contato com a sua operadora de TV a cabo para verificar a possibilidade e, se for o caso, conseguir as instruções para ativá-la. Há dispositivos que possuem até a opção de legenda para surdos. Incluir alguns canais com essa opção em seu pacote de televisão pode ser também uma forma de mantê-lo estimulado a estudar, uma vez que material descontraído no idioma estará disponível o tempo todo, bastando para isso ligar a televisão.

Caso a sua operadora não ofereça essa possibilidade, você pode ainda acessar canais russos pela web. Por falar nisso, você já pensou em tomar aulas de russo online?

Aprenda assistindo a filmes

O cinema russo e soviético continua hoje sendo um dos principais destaques do cinema europeu. Inclusive, foi durante o período da URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) que ele apresentou maiores índices de crescimento, graças, em particular, ao cinema mudo e às adaptações de conhecidas obras literárias.

Assistir a um filme russo significa descobrir a sétima arte do país, ao mesmo tempo em que aprende a ler o alfabeto russo, sem maiores segredos.

Filmes russos podem ser encontrados até mesmo na plataforma Netflix. E você pode consultar as opções de legenda. Que tal experimentar assistir ao filme em português, enquanto visualiza as traduções para o russo em letras cirílicas?

Aprender idiomas a partir de filmes é uma metodologia utilizada regularmente por professores de línguas estrangeiras, pois permite descobrir, além da linguística, importantes elementos culturais da região. Além disso, você ainda tem a oportunidade de enriquecer o seu vocabulário.

Por que não se divertir em uma bela sessão de cinema, com direito a pipoca e tudo o mais, enquanto aproveita para estudar a língua russa?

E, para ajudá-lo a escolher, preparamos uma lista com alguns dos filmes russos mais famosos.

  • Leviatã – Lançado no Brasil em 2015, o filme narra a história de Kolia, que vive no norte da Rússia, ao lado de uma casa onde viveu com sua ex esposa. Diante de uma proposta do governo para vender seus dois terrenos, o homem se sente ameaçado de perder todo o seu patrimônio material e sentimental. Após diversas recusas, o governo decide então agir de forma mais radical;
  • Alexander Nievsky – Quem curte filmes antigos, provavelmente vai gostar dessa obra lançada em 1938. Trata-se de um documentário sobre a vida de Alexander Nievsky, o príncipe russo que, em face da invasão da Rússia no século XIII, mobiliza a população para conter as tropas que adentram seu território;
  • Arsenal – Lançado na Ucrânia em 1928 e no Brasil no ano seguinte, o filme é um apanhado histórico sobre as consequências da Segunda Guerra Mundial. Soldados ucranianos retornam arrasados para seu país, tão devastado e desafiam as autoridades locais a adotar, de uma vez por todas, o regime soviético;

De volta ao lar O filme Arsenal relata a realidade de soldados ucranianos.

  • O sacrifício – Alexander, um escritor aposentado, faz parte da burguesia sueca. Seu aniversário é comemorado em grande estilo pela família. Porém, todo esse clima festivo começa a mudar com a notícia da III Guerra Mundial. A obra foi lançada mundialmente em 1986;
  • Stalker – A obra fictícia de 1979 conta a história de Zona, uma cidade onde fatos estranhos passaram a acontecer após uma chuva de meteoritos. Na cidade, há um local específico, denominado Quarto, capaz de realizar todos os desejos de quem adentrá-lo. O exército passa então a proteger a cidade por medo de uma possível invasão à procura desse local. Entretanto, sobreviver no local não é para todos: tal habilidade se restringe a um pequeno número de pessoas, chamadas Stalkers. Um belo dia, um escritor famoso e um professor contratam um Stalker para procurar pelo Quarto para eles, sem saber exatamente o que os espera;
  • Irmão – O filme, de 1997, conta a história de Danila, uma jovem que se muda para a casa do irmão para começar uma nova vida. Isso acontece basicamente quando ela descobre que o irmão é um gangster e o contrata para matar uma pessoa. Com o passar do tempo, Danila percebe que assassinatos vêm fazendo parte da sua vida e começa a questionar-se se não estaria seguindo um caminho errado;
  • O fim de São Petersburgo – Um humilde camponês vai para São Petersburgo e acaba ajudando acidentalmente na prisão de um líder sindical, que já havia vivido em seu vilarejo. Algum tempo depois, o homem também é preso e enviado para lutar na Segunda Guerra Mundial, retornando apenas 3 anos mais tarde. O filme, de 1927, traz o contraste das imagens chocantes de cadáveres e soldados combatentes com a dos especuladores na Bolsa de Valores;
  • A mãe – Estamos falando de outra obra antiga, de 1926. Um militante mata acidentalmente o pai de seu amigo, um ferreiro bêbado. Na esperança de ajudar a justiça a ser cumprida, a viúva passa a ajudar nas investigações, que acabam por levar seu filho à prisão. Amargamente arrependida, ela passa a participar de atos revolucionários em defesa da classe proletária;
  • A ascenção – Um relato de 1977 sobre a Segunda Guerra Mundial. Guerrilheiros russos lutam pela vida, livrando-se dos nazistas e das temperaturas frias. Ao procurar alimento em uma vila próxima, dois soldados são surpreendidos pelas tropas alemãs;
  • O espelho – Lançado em 1975, o filme traz uma mistura de história, poesia e realidade. No fim da vida, um homem começa a relembrar fatos passados, dentre os quais estão a relação com a mãe, um divórcio, a Segunda Guerra Mundial e a história do seu país, a Rússia.

Acompanhe suas séries preferidas

As séries, que andam tão em alta hoje em dia e são o assunto preferido da maioria das pessoas, podem se tornar um canal de estudos para quem deseja aprender russo. E, de quebra, você vai ter mais um assunto para discutir nas rodas de amigos: os estudos a partir de séries. Mas, qual a vantagem das séries sobre os filmes?

A duração! Por serem bem mais longas que os filmes e subdivididas em episódios, elas permitem estabelecer uma rotina de estudos mais regular. A partir delas, é possível memorizar as palavras de russo mais usadas, sem ter ido sequer um dia à escola.

Um conselho? Você pode começar assistindo a uma série americana que você já conhece, com legendas em russo, assim fica mais fácil associar os termos eslavos às suas traduções.

Letras escritas em russo As letras russas podem aparecer em legendas de filmes e séries.

Depois, você pode partir para séries originalmente russas mesmo, como forma de imersão cultural.

Ainda que você adquira a série em DVD, é preciso verificar se a gravação permite a opção de legendas em russo, no alfabeto cirílico. Pelo computador, existem legendas em russo disponíveis gratuitamente para download.

Você, que está iniciando seus estudos agora, pode escolher um espetáculo infantil, por exemplo, para começar pelo vocabulário mais fácil.

Como dicas para você, podemos citar 5 séries russas que, inclusive, estão disponíveis no Netflix:

  • The Method – A série conta a trajetória de um detetive russo, em busca de apreender criminosos. Para isso, utiliza um método diferente, que é o seu segredo. Certo dia, ele contrata uma estagiária para ajudá-lo. A jovem, porém, não trabalha com ele por acaso. Sua mãe foi morta em circunstâncias duvidosas e seu pai parece esconder alguns fatos sobre a questão. Esse novo emprego reacende a sua esperança de encontrar o assassino;
  • Locust – Você acredita no amor entre pessoas de classes sociais diferentes? A série conta a história de um envolvimento amoroso entre um poeta pobre e uma herdeira rica de Moscou. O romance, entretanto, não sobrevive a essa diferença social, e acaba em crime;
  • Fartsa – Em 2017, a série se tornou uma das tramas russas mais vendidas para o mundo. Ela conta a história de Kostya, cujo consumismo levou à muitas dívidas e envolvimento com o crime. Com a ajuda de três amigos, ele é obrigado a se envolver em especulações, o que parece ser a única solução para o seu caso;
  • Territory -Em pleno apocalipse, um jovem luta bravamente pela sua sobrevivência, após a morte do irmão;
  • Sparta – Para quem curte drama, está aí uma boa pedida. Um detetive recebe como trabalho investigar a morte de uma professora. Entretanto, durante sua jornada em busca de pistas, ele acaba ficando preso em um jogo de realidade virtual, onde tudo parece possível.

Cante para espantar a tristeza do não conhecimento

Segundo Friedrich Nietzsche, “a vida sem música é simplesmente um erro, um cansaço, um exílio.”

Se seguirmos à risca a filosofia presente nessas palavras do alemão, aprender russo com música é muito mais interessante e divertido. Ao mesmo tempo que a música alegra o coração, o seu cérebro agradece, já que novos conhecimentos estão chegando até ele.

Seja para estudar o alfabeto cirílico ou simplesmente para melhorar a fonética no idioma, ouvir músicas e acompanhar as letras em russo pode proporcionar muitos conhecimentos, em termos de língua e cultura.

Além de ser relativamente conhecida em todo o mundo, a música russa merece destaque por trazer implícitos elementos presentes em uma cultura de época, relatando até mesmo importantes fatos históricos. As letras têm um conteúdo reflexivo, que também é uma forma de cultura.

A política é outro tema abordado frequentemente por compositores e estudiosos da cultura do país. Para os estudantes, elas se tornam fonte de inspiração para descobrir toda uma história por trás de um povo.

Paralelo ao aprendizado de novas palavras, também é possível acompanhar instrumentos musicais, como a harpa.

Quando você ouve suas músicas russas preferidas diariamente, acompanhando sistematicamente as letras, você passa a decorá-las e, a partir daí, será um passo para começar a reconhecer palavras russas em outros contextos.

Por que não então se deixar levar pela doce melodia do país dos czares? Para melhorar a escrita, você pode começar a copiar a transcrição das letras.

Estudo idiomas canção A música traz alegria e pode ajudar a aprender russo.

E para ajudá-lo nisso, preparamos uma lista de músicas famosas em russo.

  • Nam nujna odna pobeda – Precisamos de uma vitória – Nove de maio é dia de comemoração para os russos. Na verdade, trata-se de uma data para lembrar dos efeitos da Segunda Guerra Mundial sobre os seus povos e territórios. Há quem afirme chorar a cada vez que ouve essa canção, que faz parte da trilha sonora do filme “Estação Bielorussa”;
  • Ôstrov nevezenia – A ilha do azar – A canção faz parte da trilha sonora da comédia “Braço de diamante”, um dos clássicos de Leonid Gaidai;
  • Mílaia Moiá – Querida Minha – Gravada em 1973, trata-se de um clássico do gênero que era apresentado em festivais em florestas à época. Muitas viagens estudantis provavelmente tenham sido embaladas por ela;
  • Peremen – Mudanças – Viktor Tsoi foi uma espécie de Kurt Cobain russo. Os dois artistas têm muita coisa em comum, inclusive a morte ainda na juventude. Também falava sobre o período histórico em suas canções, que se tornaram símbolo daqueles que desejavam mudança e liberdade;
  • Kombat – Comandante de batalhão – Embora diga-se que o principal tema abordado na canção é a Segunda Guerra Mundial, há quem a veja como um relato de outras batalhas. De modo geral, ela trata de guerras e patriotismo. Ah.. e estamos falando da música preferida de Vladmir Pútin;
  • Veten Peremen – Ventos de mudança – Essa canção é, nada mais nada menos, que a versão em russo de “wind of change”, da banda alemã, Scorpions. Os ventos citados na letra se referem às mudanças que atingiram a Europa na Guerra Fria, fim da União Soviética e queda do Muro de Berlim;
  • 18 mne uže – Já tenho 18 anos – Na Rússia, assim como no Brasil, a maioridade chega aos 18 anos. Essa música é, portanto, um verdadeiro hino para os jovens, já que busca transmitir exatamente a sensação de liberdade trazida por essa transição;
  • Rjumka vodki na stole – Uma dose de vodka – Do gênero “chanson russo”, que remete ao submundo do crime e outros assuntos masculinos, essa canção não aborda diretamente nenhuma questão “fora da lei”, mas remete ao sofrimento do homem russo;
  • Zelënыj teatr v Zemfire – Céu de Londres – Com poesia, o autor relata uma paixão vivida sob o céu de Londres;
  • Večernij Urgant – Peça de exposição – Essa paródia conta a trajetória de uma mulher, na busca por impressionar o namorado, rico e sofisticado. Ao frequentar com ele lugares da alta sociedade, ela busca sempre usar as melhores roupas, para se sobressair às outras mulheres.

Estude a literatura em sua versão original

É praticamente impossível pensar na cultura russa, sem considerar a famosa literatura do país. A Rússia viveu seus anos de ouro no século XIX, graças à ascensão da corrente romântica, liderada por Leskov ou Dostoiévski. Ainda hoje, autores como Mikhail Shishkin ou Dmitry Glukhovsky contribuem para manter o país em cena literária internacional.

Seja em forma de romances ou poemas, os textos literários normalmente são indicados para estudantes de nível avançado, que desejam praticar e aprimorar seus conhecimentos. Há pessoas que são simplesmente apaixonadas por história, seja ela de onde for. Se é o seu caso e se você também gostaria de estudar russo, é possível unir essas duas vertentes e começar a ler sobre a literatura russa.

Ler alguns clássicos ajuda a aumentar as possibilidades de se tornar bilíngue mais rapidamente. Afinal, a literatura russa serviu como inspiração para autores como Ernest Hemingway, que se inspirou em Dostoiévski para escrever “O velho e o mar”.

Estudos com um toque literário A literatura russa revela mistérios que você vai adorar conhecer.

Na literatura, é possível trabalhar alfabeto, gramática, pronomes, preposições, expressões, conjugação verbal e ortografia… tudo ao mesmo tempo!

Podemos dizer que a literatura é, portanto, uma forma completa de aprender russo e manter-se em contato com o idioma, em busca da tão sonhada fluência em uma língua que utiliza um alfabeto diferente do nosso. Isso sem contar o aspecto cultural. Se levarmos em conta que aprender um idioma é muito mais que simplesmente conseguir se comunicar no mesmo, por envolver também elementos culturais, podemos dizer que a história russa tem muito a acrescentar ao seu caminho rumo à fluência.

Encontre um correspondente russo

Você gosta de conhecer novas pessoas? Quer melhor maneira de aprender russo do que estudando com um nativo? E isso é possível, através da correspondência. Falar frequentemente com um nativo russo ajuda, não só a aprender a nova língua, mas também a compreender elementos culturais peculiares que, muitas vezes, não são abordados em aulas convencionais. Não é somente através do professor estrangeiro que se pode estudar russo com um nativo.

Além disso, existe o encorajamento para a construção de vínculos de amizade entre pessoas de diferentes origens e o intercâmbio linguístico, onde um pode aprender a língua do outro, contando sempre com correções em tempo real, caso cometa algum erro ao comunicar-se. A correspondência pode ser considerada quase um curso intensivo de russo voltado à comunicação. E você ainda quebra barreiras, vence preconceitos e entende por que costumamos dizer que a amizade não tem fronteiras.

Ela permite trabalhar também a linguagem coloquial, com direito a termos e gírias regionais, que representam elementos culturais de peso. Quando falamos em cartas escritas à mão, o brasileiro ainda tem a oportunidade de conhecer as letras cirílicas em manuscritos e pode começar até mesmo a arriscar usá-los. Os vídeos permitem praticar a pronúncia, corrigir erros fonéticos e conhecer as diferenças entre sotaques por região. Nada melhor que ouvir um nativo falando, não é mesmo?

Viajar para aprender As correspondências podem trazer ótimas possibilidades de viagens e intercâmbio cultural.

Uma outra grande vantagem é que, ao nascer de uma amizade entre um brasileiro e um russo, surge também uma possibilidade de viagem. Ambos terão estadia garantida caso decidam conhecer o país do companheiro de conversas virtuais. E, em um encontro pessoalmente, a troca cultural pode se tornar ainda mais rica e produtiva.

Não importa qual dos métodos propostos acima você vai utilizar: eles podem complementar suas aulas de russo. Ou então, quem sabe você não se descobre autodidata e passa a estudar sozinho por esses métodos. Os resultados têm tudo para ser surpreendentes!

 

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar