Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Todos os detalhes sobre a filosofia do relaxamento

De Carolina, publicado dia 17/11/2017 Blog > Esporte > Yoga > Saiba tudo sobre yoga

Sentindo-se estressado em sua vida cotidiana? Entre as crianças, o trabalho, as tarefas domésticas e todos os inconvenientes que caem sobre você sem avisar, você não está dando conta de tanta carga?

Falando sobre isso com um de seus próximos, alguns aconselharam você a começar a correr. Problema: você não tem um lugar apropriado para correr perto de sua casa (fazer esporte na cidade com toda essa poluição pode tornar as coisas pior)…

Outros falaram sobre yoga!

Mas como escolher a aula de yoga que se adequa a você?

Você já deve imaginar: entre ontem e hoje, o yoga mudou ao longo do tempo.

Tomando suas raízes na Índia, a prática de yoga foi exportada por todo o mundo até chegar no ocidente.

Assim, ele foi enriquecido por novas culturas que lhe permitiram adquirir diferentes formas de yoga. Se você já faz aulas, você provavelmente deve conhecer pelo menos uma.

Como o yoga tornou-se o que é hoje e como ele evoluiu ao longo dos séculos?

Corpo, mente e ambiente unidos Yoga é sinônimo de equilíbrio

Independente do motivo, você está interessado em conhecer a história e a filosofia dessa prática milenar.

Prepare-se para uma viagem espiritual e iniciática que começa na Índia há alguns milênios atrás.

Descubra tudo sobre yoga aqui!

As origens do yoga e os textos fundadores

Definição de yoga

Em sânscrito, yoga viria de “jug”, que significa “juntar, conectar”.

Na língua indo-européia, o termo mais próximo parece ser “joug”. Embora a palavra evoque a submissão, entre os índios, criadores do yoga, o significado seria a conexão e a união.

Assim, é o fato de unir o eu universal (brahman) e o eu individual (atman). Na verdade, é a relação entre o ser humano com o todo universal e o universo.

Assim, com os movimentos certos e a respiração adequada, somos capazes de nos harmonizar tanto psiquicamente quanto fisicamente e espiritualmente.

É toda a arte da meditação e do yoga! Mas como foi o surgimento dessa filosofia do corpo e da mente?

Obviamente, isso não apareceu assim, por magia. Esse é o resultado de muitos testes e uma maturação que durou milhares de anos. Elas permitiram que a yoga se tornasse o que é hoje.

Então, sua aula de yoga não é apenas uma sucessão de técnicas para aprender a eliminar seu estresse acumulado durante o dia.

São milhares de anos de história que você está absorvendo em cada aula. Seu professor de yoga cria uma ligação entre o passado, o presente e o futuro.

“Yoga é a cessação da fragmentação mental” – Patanjali

Como a yoga apareceu?

Historiadores especializados em história indiana têm dificuldade em datar com precisão o início da yoga.

De acordo com alguns arqueólogos que escavaram restos no Vale do Indo, parece que os traços mais antigos da yoga datam de 5.500 anos atrás.

Quando falamos sobre uma prática milenar, não estávamos exagerando…

Na verdade, esses pesquisadores encontraram estatuetas que se dedicavam a posturas da prática física.

De acordo com alguns dados, os especialistas pensam que essa civilização era pacífica e voltada para conceitos abstratos. Poucas armas, pouca fortificação e especialmente (surpreendentemente), nenhum edifício principal foi observado nos planos da cidade da época.

Isso sugere que essa população era uma comunidade formada por pessoas solidárias e sem hierarquia.

Nota: todos esses dados não devem ser seguidos à risca porque os textos que falam sobre a vida nessa época são indecifráveis até hoje e ainda há muitos mistérios nesta cultura antiga.

Corpo e mente em sintonia Você pode praticá-la em uma academia ou com um professor particular

Alguns também dizem que o yoga vem de uma prática ancestral praticada pelos brâmanes: o tapas.

Esses exercícios são de extrema dificuldade para o corpo e os sentidos. Eles são destinados a aumentar o poder da pessoa que os pratica assiduamente. Isso para aproveitar o poder dos deuses.

Para praticar tapas, era necessário isolar-se do resto da população e fazer exercícios extremamente duros.

Ao longo do tempo, esses conjuntos de exercícios foram transformados e suavizados. Aqueles que praticam yoga não querem mais impor seu poder aos deuses. Eles querem se tornar como eles e ser confundidos com eles.

Você entende que há um certo mistério em torno da yoga. Isso também é o que faz seu charme.

O texto fundador da yoga

Quais são os tipos de yoga? Não importa! Independente da maneira que você pratica, sabia que essa disciplina vem de um único texto?

Sim sim! Hoje, temos muitos estilos de yoga, incluindo:

  • Yoga Vinyasa;
  • Yoga Ashtanga;
  • Yoga Dinâmica
  • Yoga Iyengar;
  • Yoga Hatha;
  • Yoga Nidra;
  • Yoga Kundalini…

Todos eles vêm do texto chamado Yoga sutra.

Escrito e compilado entre os séculos 2 e 5 a.C., ele inclui 195 sutras (orações curtas a serem memorizadas) e 1161 palavras.

É composto por 4 capítulos.

Como a yoga veio para o ocidente?

Apesar dos poucos documentos históricos que podem indicar com precisão as origens e o desenvolvimento da yoga ao longo de séculos e milênios, várias fases importantes parecem surgir deles.

Não perca tempo e procure uma atividade para o corpo e para a mente A vantagem da yoga é que você pode fazer em qualquer lugar

A antiguidade é o período do surgimento da yoga, primeiramente. Depois, o período clássico e medieval. E, finalmente, a era moderna da disciplina.

Antiguidade: desenvolvimento de proto-yoga

Para começar nossa história, volte alguns milênios de volta. Estamos em 3000 a.C., no Vale do Indus (localizado em torno do Paquistão moderno).

É interessante notar que antes do século 20, esse povo foi completamente esquecido pelos historiadores. Apesar do interesse dos especialistas da história indiana atualmente, ainda há muitas áreas cinzentas nessa antiga civilização por causa de seus escritos difíceis de decifrar. Por isso, não sabemos porque essa língua desapareceu de repente durante o século 18 a.C..

Yoga durante o período clássico e medieval

Entre o século II e o século XV, a yoga se desenvolveu e se dividiu em diferentes formas. Também foi descoberta por outras culturas indo-europeias.

O tantrismo apareceu em torno dos anos 500. Isso resultou na yoga tântrica.

Durante esse período, eles também evocaram muito o brahman (o princípio fundamental do mundo) e o âtman (o “eu”) como uma unidade.

Quanto às civilizações que puderam entrar em contato com a Índia e a prática do yoga, podemos citar:

  • Os árabes através da tradução da Yoga Sutra por Al-Biruni o que resultou no sufismo;
  • Os persas (através do sufismo como Bistâmi ou Al-Ghazali);
  • Os gregos (traduzindo a Bhagavad-Gita, que é um dos escritos fundamentais da cultura hindu);
  • Marco Polo, no Livro das Maravilhas, também fez uma descrição precisa dos iogues.

Esse período, que termina em torno do século XV, foi decisivo para a compreensão da chegada do yoga no ocidente.

É graças às várias trocas comerciais e culturais que essa prática indiana foi transmitida a outros povos.

Além disso, é interessante notar que encontramos diferentes aspectos dessa disciplina em outras civilizações (como árabes e o sufismo).

Na verdade, alguns outros povos também realizam rituais envolvendo purificação interna, repetição de fórmulas tradicionais e sagradas e posições precisas para alcançar a excelência mental, física e espiritual.

O período moderno da yoga e a ocidentalização da disciplina

Chegamos ao século XVI. A yoga é cada vez mais difundida no ocidente.

As pessoas que foram para a Índia entraram em contato cm os iogues e observaram suas práticas.

Entre os autores ocidentais que mencionaram a yoga, podemos citar:

  • Afonso de Albuquerque em 1510 e Fernão Lopes de Castanheda em 1553 (ambos portugueses);
  • Bernard Picart em 1723 (holandês);
  • Os missionários franceses Jean Calmette e Jean-François Pons em 1731.

Os diferentes tipos de yoga

Hatha Yoga

Hatha Yoga é a forma mais comum de yoga no ocidente.

Baseia-se em uma sequência de posturas realizadas (por cerca de 3 minutos) associadas a exercícios de concentração e respiração.

Se você praticar com frequência, você verá melhorias:

  • Na sua flexibilidade;
  • Na sua concentração;
  • Na sua memorização;
  • No seu sono;
  • Na sua ansiedade e gerenciamento de estresse.

Kripalu Yoga

Kripalu Yoga se baseia em Hatha Yoga.

Na verdade, essa forma de yoga também é baseada na respiração, meditação, relaxamento, manutenção da postura e consciência corporal.

A palavra kripalu significa “ser compassivo”. Assim, na prática dessa yoga, o foco será encontrar sabedoria interna e compaixão na vida cotidiana.

Se você está interessado em desenvolvimento pessoal, você precisa recorrer a esse tipo de yoga (veja mais exemplos).

Kundalini Yoga

Kundalini Yoga concentra-se na harmonização dos centros de energia e no despertar da energia vital.

Não perca tempo e procure uma atividade para o corpo e para a mente A vantagem da yoga é que você pode fazer em qualquer lugar

Consiste em exercícios chamados de kriya (“estar em movimento” em sânscrito) com base em:

  • Relaxamento;
  • Série de movimentos progressivos (o objetivo é ir o mais longe possível);
  • Respiração;
  • Meditação

Power Yoga

Power yoga é uma forma recente de yoga.

Como o nome sugere, é uma yoga muito dinâmica baseada em uma sequência de posturas.

Assim, ela se dirige principalmente para pessoas com boa condição física. Se você tiver problemas cardiovasculares e respiratórios, consulte o seu médico.

Em todos os casos, o Power Yoga oferece:

  • Melhor condicionamento físico;
  • Tonicidade muscular;
  • Melhora do sistema circulatório;

Melhor gerenciamento do estresse.

Resumindo, em um mundo onde tudo evolui em alta velocidade e é cada vez mais difícil aterrar e concentrar-se em si mesmo e nas suas emoções, a yoga é um oásis de felicidade que pode prevenir e curar muitas doenças modernas. Então, no Brasil e no mundo, a yoga sempre vai fazer bem para qualquer pessoa!

Stress em primeiro lugar, mas também fadiga, raiva ou preocupação com o futuro. Sem contar que ela ajuda a prevenir várias doenças como a depressão, alzheimer, dores no corpo… Então, vamos começar logo? Peça uma aula de yoga para iniciantes no Superprof!

O que significa Namastê?

Na aula de yoga – yoga nidra, iyengar, kundalini yoga, yoga de relaxamento pré-natal e pós-natal, etc. -, a palavra namastê é frequentemente usada no final de cada sessão como um ritual para dizer tchau.

Faz parte das origens da yoga!

Mesmo no nível iniciante, pode-se praticar a antiga técnica do hinduísmo. “Namastê” pode ser considerado uma iniciação antes de direcionar sua energia vital.

Às vezes, também ouvimos “namaskar”.

Os benefícios da yoga são agora comprovados e todos os praticantes que desejam se tornar conscientes de seu corpo ou melhorar sua condição física através de exercícios de yoga, certamente ouviram essa palavra.

Yoga atua na saúde física e mental, ajuda a acalmar a mente de suas várias poluições – ideias negativas, medos – e para aliviar o estresse.

A palavra namastê, ou namaste, tem sido muitas vezes mal interpretada como uma maneira de agradecer um ao outro na vida cotidiana e, no que nos diz respeito, entre o professor de yoga e os alunos.

Porém, a essência é menos um agradecimento e sim uma saudação para marcar a benevolência.

Culturalmente, é possível dizer namastê na Índia para evitar apertar as mãos de pessoas cuja casta de origem é desconhecida. O objetivo disso é evitar as manchas ou as impurezas provenientes de uma classe inferior.

Hoje em dia, quando se viaja para a Índia, a saudação ocidental – ou Bom dia – é usada, mas a prática hindu continua.

A palavra “namastê” vem do sânscrito, uma língua indo-européia derivada de textos religiosos hindus e budistas. O termo agora é amplamente usado em países asiáticos, mas sua origem vem dos mestres espirituais da yoga na Índia e no Nepal.

No entanto, se o sânscrito é considerado uma língua sagrada na cultura hindu, a palavra namastê não é considerada um gesto religioso.

Tudo sobre a prática da yoga dinâmica

Nas nossas latitudes, a yoga, disciplina ancestral na Índia, é considerada como uma ginástica que permite, através de uma prática regular, tornar-se consciente do próprio corpo e recuperar a autoconfiança.

Exercício para controlar seu corpo e reconectar sua mente com seu corpo.
Do hip-hop à ginástica, encontramos ashtanga?

A yoga dinâmica é menos uma forma de yoga como tal, do que uma forma de praticar yoga: é chamado yoga ashtanga, yoga vinyasa, yoga dinâmica, power yoga…

Cada tipo de yoga dinâmica tem a ver com a escola de yoga e seu fundador.

Tudo bem, mas isso não nos diz o que é.

O que é conhecido como yoga dinâmica se destaca da yoga tradicional porque ela convida a realizar uma sequência fluida de posturas de yoga em um ritmo rápido e esportivo, mantendo uma respiração profunda e lenta.

Além disso, em sânscrito, vinyasa significa “sistema de movimentos e respirações sincronizadas”.

Assim, praticamos posturas de yoga (chamadas “asanas”) que são acompanhadas pela respiração Ujjayi, ou “respiração vitoriosa”, uma técnica de retomar o controle da respiração e dos pensamentos.

Isso quer dizer trabalhar a respiração (“pranayama”) simultaneamente com os movimentos (“asanas”).

Tudo sobre a prática da yoga do riso

Se as origens da yoga na Índia são antigas e remontam à filosofia espiritual hindu, o desenvolvimento da yoga no ocidente remonta ao século 20. A prática de yoga continua a crescer graças aos muitos benefícios que ela provoca.

Já pensou em rir e fazer exercícios de relaxamento? A técnica para a felicidade?

Existem mais de 22 escolas de yoga – yoga kundalini, yoga iyengar, yoga nidra, hatha yoga, yoga sutra, etc. Entre as quais, a yoga do riso.

A origem do conceito

Fundada pelo terapeuta e médico indiano Madan Kataria em 1995, a yoga do Riso – ou hasya yoga em sânscrito – vem fazendo ondas em todo o planeta há mais de vinte anos.

Suas origens indianas e espirituais estão ao serviço do bem-estar! Mumbai, Índia: é nessa cidade que foi inventada a yoga do riso.

Voltando ao médico, ele descobre que “os pacientes que se recuperam melhor são os mais felizes”. Ele se torna um professor de yoga na Índia, mas uma yoga muito específica: a yoga do riso.

Confrontado com o crescente sucesso do seu clube de riso, esse médico parou sua atividade de medicina para viajar e espalhar a filosofia do sorriso ao redor do mundo. Uma reorientação que funcionou perfeitamente!

O desenvolvimento da prática da yoga pelo riso foi tal que um Dia Mundial do Riso foi instituído em 1998 e é celebrado todo primeiro domingo de maio.

No início dos anos 2000, a terapia do riso também se difundiu na imprensa mundial, o que contribuiu muito para sua expansão.

Nos Estados Unidos, a disciplina desfruta de uma forte penetração nos círculos estudantis em Nova York, Minnesota, Califórnia.

Na Índia, a yoga do riso é ensinada em algumas escolas. Nelas, o dia começa com dez minutos de riso na parte da manhã. Há mais 5 minutos de riso na sala de aula no início e no final do dia. Uma clara melhoria da atmosfera geral e dos resultados escolares foi notada.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de2,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar