Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

É possível fazer alongamentos com o bebê?

Blog > Esporte > Yoga > Como fazer yoga pós-natal?

Com a chegada do bebê, o dia a dia é virado de cabeça para baixo…

Além de todas as tarefas que a gente tem normalmente, o bebê requer atenção durante as 24 horas no dia!

Noites mal dormidas, dores no corpo, cansaço, insegurança… Todas essas questões tão inerentes ao estado de ser mãe podem ser amenizadas com uma hora ou algumas dezenas de minutos a mais uma, duas ou três vezes por semana…

Mas como? Qual é esse “quase” milagre? Ele se chama yoga (e é bom também para quem tem problemas nos tendões) e é muito conhecido entre muitas mamães!

Todo mundo já conhece os benefícios da yoga pré-natal, ou seja, a yoga para gestantes, grávidas. O único pré-requisito é que a mãe já deve ter praticado a yoga antes de engravidar.

A yoga durante a gestação é muito benéfica por vários aspectos:

  • Fortalecimento dos músculos abdominais: para as mães que vão fazer o parto normal, é muito importante que a região abdominal e a do períneo estejam reforçadas, Isso porque, no momento do parto, a mãe precisa fazer muita força nessa região para o bebê sair de dentro da barriga. Assim, ele sairá mais fácil do ventre da mãe causando menos dor e complicações diversas. Sem contar que, se os músculos do abdômen estiverem em dia, o risco de ficar com a barriga “mole”, com estrias e deformações da pele é menor.
  • Prática da respiração abdominal: essa respiração também é muito importante na hora do parto. Ela permite que a mãe tenha mais força para conseguir “expulsar” o neném do ventre. Sem contar que a respiração da yoga ajuda a controlar as emoções, diminuí as dores, etc.

Por isso, é mais que recomendado a prática da yoga (até para quem tem artrose!) pré-natal.

Alongamentos e meditação durante a gravidez Você praticou quando estava grávida?

Se você praticou yoga pré-natal durante a gravidez? Por que não continuar com o bebê?

Se você nunca teve essa oportunidade, é um bom momento para começar!

Yoga vinyasa, hatha, ashtanga ou yoga dinâmica não vão servir para você. porém, a yoga pós-natal é perfeita para você!

A yoga mãe e bebê desenvolveu muito nos últimos anos. É uma atividade benéfica tanto para a mãe quanto para o recém nascido.

  • Então, quais são as boas razões para fazer yoga com seu bebê?
  • Como é realizado um curso?

Há um outro fator importante e, às vezes, prejudicial muito comum entre as mães que a prática da yoga pode ajudar. 70% das mães experimentam um “baby-blues” transitório e 10 a 15% delas são vítimas de depressão pós-parto. Diante disso, a yoga pode proporcionar bem-estar (para quem tem escoliose) e serenidade para aproveitar ao máximo a maternidade.

Isso porque a mãe encontrará uma atividade diferente com o bebê, um momento de distração, diferente da rotina fralda, amamentação, dormir, etc. Pode parecer um pequeno detalhe, mas um momento de evasão durante esse período tão intenso para mãe e filho pode ser crucial e muito benéfico.

Os benefícios da yoga para a mãe

Gravidez, nascimento, o novo ritmo imposto pelo bebê, ansiedade, cansaço… As mães precisam de momentos para se recuperar.

Encontre a serenidade com seu recém nascido graças a posturas de yoga adaptadas. Essa atividade pós-natal com certeza é ideal para recarregar as energias com o bebê após o parto.

Pode ter certeza que as aulas de yoga (também para melhorar as dores ciáticas) serão um desses momentos especiais! E, além disso, podemos desfrutar com o bebê. Então, por que não começa já?

A yoga pós-natal funciona tanto na mente quanto no físico.

Entre os benefícios para as mães, podemos citar muitos:

  • Retomar uma atividade física
    Muitas mães tem medo de fazer uma atividade física por causa da recuperação pós-parto, falta de quem deixar o bebê enquanto ela vai fazer a atividade, etc. Mas com a yoga pós-parto, esses problemas acabaram! As aulas são especialmente preparadas para as mães que tiveram neném há pouco tempo. Então, elas não vão fazer posições complicadas e que podem prejudicá-las.
  • Fazer exercícios adaptados após o parto
  • Gerenciar emoções e recuperar a serenidade, a paz interior,
    Com o cansaço e a grande responsabilidade, muitas vezes a mãe tem vontade de sumir! Exageros à parte, a maternidade exige muita paciência, calma, altruísmo, etc. Então, os valores da yoga (ajuda também para quem tem hérnia de disco) e os mantras podem ajudar muito as mães nessa fase.
  • Prevenção dos baby-blues e luta contra o estresse
    Por causa do estresse, do cansaço, da insegurança, do medo de falhar, falta de experiência em alguns casos ou algo mais complexo. Isso é muito comum! Os ensinamentos da yoga, portanto, ajudam as mães a superar os momentos difíceis da criação. Por isso, a yoga pós-parto é mais que recomendada para isso. Se a mãe frequentar uma sala ou fazer com outras mães, melhor ainda! Ela ainda conhecerá outras pessoas que passam pela mesma fase que ela e vai bater um papo, ter um momento de distração. A meditação também é muito eficaz para isso!
  • Trocas com outras mães sobre a maternidade,
  • Evitar o isolamento,
  • Recuperar seu corpo em plena consciência,
  • Aliviar a dor relacionada ao parto e ao aleitamento materno…

Práticas para o corpo e mente podem ajudar mãe e filho Quer que seu neném durma como uma bonequinha? Faça exercícios com ele!

Após uma gravidez, a mãe precisa sentir-se mimada, cercada, dedicar um tempo para ela, gerenciar seu estresse em frente ao pequeno ser que acabou de nascer… Com tantas responsabilidades, a yoga pós-natal é como uma bolha onde você pode relaxar e redescobrir os sentimentos de bem-estar.

Mas onde fazer uma aula de yoga (para aliviar as dores nas costas) com o bebê?

Procure em sua cidade, bairro se há um centro, estúdio, associação, academia, que oferece esse tipo de aula pós-parto. Às vezes, esses tipos de aula podem ser raras porque não há muita procura.

Então, se esse for o caso, você pode ir até um centro que ofereça yoga e perguntar se ele tem as competências necessárias para dar a yoga mãe e bebê. Se ele tiver a formação adequada para isso, seu médico estiver de acordo, você pode perguntar para suas amigas que também estão na mesma situação que você se elas querem fazer a yoga pós-parto. Isso quer dizer que a iniciativa vai partir de você!

Se não, se na sua cidade não tiver estúdios (apesar dos vários professores existentes no Brasil), academias ou associações de yoga, você pode fazer aulas pela webcam! Pergunte para o professor particular de yoga se ele é capacitado para dar a yoga pós-parto com o bebê. Se sim, se ele pode te dar as aulas através da webcam.

Pode parecer estranho no começo, mas o professor pode passar os exercícios e corrigir-la se estiver fazendo algo errado.

Mamãe e filho podem entrar em forma juntos Você vai poder praticar yoga com ele até quando for grandinho!

Os benefícios da yoga para o bebê

Não é sempre fácil liberar uma hora de seu tempo quando se é mãe…

A vantagem com a yoga (que você pode fazer até com a Wii) pós-natal é que você pode praticar essa atividade com a criança.

Sem restrições e, além disso, aproveitamos a aula de yoga para fortalecer o vínculo de cumplicidade que nos une. Como um momento especial, a yoga também é uma atividade benéfica por muitas razões.

Praticar yoga pós-natal com um recém-nascido permite que ele:

  • Estimule sua curiosidade e promova seu despertar,
  • Desenvolva uma sensação de equilíbrio e habilidades motoras,
  • Relaxe, aproveite a paz e tranquilidade,
  • Melhore a digestão, a respiração e o sono,
  • Socialize com outros bebês
  • Esteja em um ambiente estimulante,
  • Desenvolva a autoconfiança.

Os exercícios de yoga trazem calma e serenidade para os pequenos!

Como ocorre uma aula de yoga mãe e bebê?

Você pode integrar uma aula de yoga logo após o parto, apenas alguns dias depois. A yoga (que também ameniza as dores menstruais) pós-natal pode, assim, preceder as sessões de reeducação perineal (para quem fez parto normal).

Especificamente, as sessões são focadas nas necessidades da mãe e as posturas propostas permitem que ela entre em contato com o bebê.

Cada movimento permite abordar vários pontos muito importantes quando a mãe estava grávida:

  • Exercícios de respiração, especialmente para promover a elevação do útero,
  • Exercícios abdominais bastante leves. Eles preservam o períneo enquanto estimulam o cinto abdominal, fortemente impactados pela gravidez,
  • Suavizar as pernas, as costas, o pescoço,
  • Músculos, graças ao alongamento,
  • Relaxamento para se sentir calmo e relaxado.

Graças à yoga pós-natal, a mãe “retoma” a posse de seu corpo. Além disso, ela o reenergiza e encontra certa harmonia.

Faça exercícios com seu filho para se aproximar dele A cumplicidade de vocês vai ser cada vez maior

Uma vez que você aprendeu os conceitos básicos da yoga, você pode facilmente praticar yoga (para curar doenças?) em casa. Implementar a rotina diária de seu professor de yoga torna-se evidente.

A yoga pós-natal também leva em consideração as necessidades do bebê, especialmente através da massagem. A prática da yoga reforça a cumplicidade mãe-filho e acalma o bebê. Relaxamento, melhoria da digestão… Os benefícios são tanto psíquicos quanto físicos.

As sessões de yoga vão evoluir com o bebê. Uma vez que a mãe se recuperou fisicamente e o bebê cresceu um pouco, os exercícios se tornarão mais tônicos para a mãe e se transformam em uma sessão de jogo para o pequeno iogue. Avião, balanço, tobogã…

As posturas ajudam a trabalhar o fortalecimento dos músculos abdominais, pernas e costas enquanto a mãe carrega o bebê.

Quando estiver maior, você também pode inscrever seu filho na yoga para crianças!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar