Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Professor particular corrige as falhas da educação?

Blog > Aulas particulares > Ter aulas particulares > Aulas particulares cobrem as lacunas do sistema educational?

Hoje, os brasileiros são grandes consumidores de aulas particulares. Isso pode ser considerado como um grande reflexo da falta de confiança na educação. Ela diminuiu consideravelmente nos últimos anos.

As razões para tal são evidentes: o Brasil é um dos países onde há mais crianças em dificuldade nas escolas.

O fracasso escolar continua a ser um “karma” do país que não investe o suficiente para melhorar as condições do ensino. Sem contar com as péssimas condições sociais nas quais se encontram muitas famílias no Brasil. Lembrando que 22% da população está abaixo da linha da pobreza (vivem com uma renda abaixo de 5,5 dólares por dia – dados para países de renda média alta como o Brasil – dados: Banco Mundial).

No entanto, para elevar o nível do sistema educacional tradicional, é necessária uma grande reforma e novas ideias.

É claro que algo essencial é o crescimento dos investimentos na educação e o uso eficaz desses recursos.

Aulas particulares podem ser a solução Não desista do conhecimento!

Mas o que vemos ultimamente é o contrário nas políticas nacionais do país. Lembrando que os investimentos em educação, saúde e segurança foram congelados por 20 anos no atual governo de Michel Temer.

Então, para um país com vários desafios sociais, a educação parece secundária, mas é a única solução para dias melhores! Então, qual é o papel das aulas particulares nesse contexto?

Parece que o ensino particular continua sendo um caminho plausível, entre outros, para ajudar estudantes de todas as idades a progredirem e adquirirem conhecimento.

Superprof responde às suas perguntas sobre aulas particulares

Carga horária na escola é insuficiente?

O aluno no ensino fundamental tem uma média de 4,5 horas de aula por dia. Portanto, a maioria das escolas no Brasil não tem ensino em tempo integral como em vários países como a França.

Será que os alunos têm horas suficientes de aula?

Outro fator importante é que muitas dessas horas na sala de aula são ocupadas por matérias como matemática, português, ciências, história, geografia. Atividades como arte, música e línguas estrangeiras são secundárias quando não são inexistentes.

Porém, as artes, a música e as línguas estrangeiras deveriam fazer parte da formação essencial do aluno.

E, quando existem, tem a duração de uma hora por semana. Então, como desenvolver uma vocação ou um talento com uma hora semanal? Claro que as crianças que querem estudar música ou arte também precisam de aulas básicas, como português, matemática ou história. Mas elas não conseguem progredir com uma quantidade tão pequena de tempo para a música.

Por isso, muitas vezes a falta de horas na sala de aula para matérias básicas e consideradas secundárias é compensada com as aulas particulares.

Os pais que têm condições de contratar um professor particular para os filhos utilizam desse recurso para completar as horas nas escolas tradicionais.

Reforço escolar, ajuda nas lições de casa, preparação para provas de fim de ano, recuperação, nivelamento, dificuldades pontuais em determinada matéria, tudo é válido na hora de chamar um professor particular.

Faça aulas particulares e acabe com suas defasagens Os modos tradicionais de aprender estão ultrapassados?

Então, as aulas particulares são essenciais para a criança progredir em sua paixão e em suas competências nas matérias tradicionais. Mas devemos falar sobre ter aulas particulares para seus professores?

Além disso, o boom no mercado de aula particular ecoa essa crescente demanda.

Em alguns colégios, é possível integrar aulas com horários organizados de música ou dança. Mas vamos ser honestos: na maioria das vezes, essa opção ocorre em escolas particulares.

Por isso, mais uma função para as aulas particulares. Com a grande demanda, a oferta também cresceu e os preços para aulas particulares estão se tornando mais acessíveis. De fato, o jogo da oferta e demanda é a felicidade de alguns pais!

Aulas particulares são um status quo entre a criança que deseja exercer sua paixão e os pais que têm condições de proporcionar isso para os filhos.

Aulas inadequadas para o mundo profissional

Os universitários realizam estudos longos: 4 a 5 anos para a graduação, 2 anos para o mestrado e 4 anos para o doutorado, no mínimo.

Muitos param nos primeiros meses do primeiro ano, por várias razões: mudança de rumo, cursos muito abstratos, desânimo, solidão, falta de abertura nos cursos, falta de recursos financeiros para pagar a faculdade e as contas cotidianas…

Além de um mestrado profissional, os cursos costumam ser muito acadêmicos, entre palestras, em salas de aula lotadas e aula cuja qualidade realmente depende do professor.

As universidades costumam ser velhas e muito cheias.

Os alunos, às vezes, sentem que estão aprendendo coisas que não serão úteis em suas vidas futuras. Eles podem se reorientar para cursos técnicos e uma licença profissional. A universidade não está realmente conectada ao mundo do trabalho…

Muitas vezes, eles preparam mais alunos para a carreira acadêmica, o que representa menos de 1% dos alunos, que para entrar no mercado de trabalho.

Outra questão: como completar aulas particulares entre duas lições?

Soluções potenciais para o ensino

Hoje, o sistema no ensino fundamental e médio é muito tradicional. Os professores corrigem na caneta vermelha. Os controles são objeto de notas e se a criança não tem os famosos 6 da média geral, o aluno toma bomba.

Modos tradicionais de ensino estão em baixa? As bibliotecas estão carentes de estudantes?

O estudante vê seus colegas de classe passarem ao próximo nível e fica estagnado, para repetir o mesmo programa do ano passado. Se houver muitas repetições, o aluno pode ficar desmotivado e perder sua autoconfiança.

Parar notas e repetições pode ser benéfico. Pais e professores fazem então a pergunta sobre o método de avaliação. Os alunos podem enfrentar desafios, fazer apresentações…

Naturalmente, a classificação não seria feita pela nota, mas na progressão durante o ano, no envolvimento e na aquisição de conhecimento.

A educação não é apenas sobre a aquisição de conhecimentos fundamentais.

No entanto, para muitos professores, esse ainda é o caso. Um curso, uma folha, um documento foi passado no quadro negro e os sinais indicam o fim e o início das aulas. Os professores devem trazer conceitos em metodologia: a técnica de aprendizagem pode ser a chave para o sucesso. As revisões intensivas e as aulas decoradas não levam a uma trilha de reflexão.

Como fazer uma aula dinâmica para interessar os alunos?

Alguns procuram tornar os cursos interativos e participativos, com intervenções de profissionais, viagens, visitas, projetos de aula e abertura para multimídia.

No entanto, as aulas particulares parecem ser um investimento a longo prazo.

O caminho da mudança para a escola primária

A maioria das crianças brasileiras é avaliada da maneira tradicional, através das notas. Hoje, muitos alunos não sabem ler e têm um nível muito baixo de português. Portanto, há uma necessidade de fortalecer a aprendizagem básica, como a leitura, para prevenir o analfabetismo.

Algumas escolas organizam atividades extracurriculares como a dança, esportes coletivos, recreação artística. Outros oferecem cursos oferecidos por voluntários.

Mas por que propor novas atividades para crianças?

Em todo caso, algumas escolas tentam se abrir para matérias além do português, matemática. Considerando também que há alunos com dislexia, disgrafia, discalculia, dispraxia. Essas defasagens requerem um tratamento especial pelo professor e os responsáveis pela educação da criança.

No ensino fundamental, seria interessante desenvolver cursos opcionais para profissões futuras, como robótica e desenvolvimento digital.

Por outro lado, por que não oferecer iniciações a mais trabalhos manuais, como fazer reparos ou fazer uma peça de costura?

Meninos e meninas poderiam ter experiências concretas. Mas, normalmente, há somente uma apresentação de determinadas profissões. O ideal seria que eles colocassem a mão na massa e tivessem uma pequena experiência profissional.

Aulas particulares desenvolveram-se em todas as disciplinas. Mas a educação em casa é uma garantia de sucesso escolar?

Sem pressionar as crianças como no Japão, os pais querem que seus filhos melhorem seus  resultados na escola. Por isso, as aulas particulares.

O professor ajuda na aquisição de conhecimento e na revisão do programa. Sem contar que ele pode ser um grande aliado no Enem e vestibular.

As aulas particulares frequentemente têm um papel complementar, muito mais psicológico: impulsiona a motivação e confiança do indivíduo.

Por que as aulas particulares são uma solução paliativa para a educação?

Hoje, a classe é um grupo social, que pode se transformar em uma máquina de traumas com a grande pressão, educação baseada em sanções punitivas, com notas, colas, avisos e repetição.

A aula particular recria a confiança entre o aluno e o professor, para humanizar a aprendizagem e não ser um robô que procura saber tudo de cor.

Os benefícios das aulas particulares são numerosos.

A aula particular, em seguida, torna-se um curativo para ajudar o aluno e não uma segunda chance para alunos indisciplinados. O objetivo comum é o sucesso do aluno. By the way, com aulas individuais, notas podem aumentar de 3 a 5 pontos.

Saiba mais com as aulas particulares Ler parece simples, mas não para os alunos de hoje

Pedagogia Montessori

Ao contrário do sistema tradicional de escolas públicas ou privadas, as escolas Montessori têm um método educacional aberto. Esse tipo de escola floresce nos quatro cantos do mundo. Os professores se colocam como educadores e observadores. Ele vai deixar o aluno tentar, errar e dar-lhe um tempo de auto-correção. Cada aluno aprende no seu próprio ritmo, de forma independente.

As aulas fornecem um material concreto e sensorial para aprender enquanto se diverte. Na escola primária, o cálculo é aprendido com cubos ou varas de madeira de cores diferentes. Adição, subtração e multiplicação são conceitos que são assimilados concretamente.

Essa pode ser uma pista de alternativa para o sistema de ensino tradicional que se mostra ineficaz na maioria dos casos.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar