Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Orientação educacional: o retorno a faculdade

De Joseane, publicado dia 07/09/2019 Blog > Apoio Escolar > Orientação Vocacional > Reorientar seus estudos, e por que não?

“Escolha um trabalho que você ama, e você não terá que trabalhar um único dia de sua vida”!

Desmotivação no trabalho, arrependimento com relação a sua trajetória educacional, desistência de uma formação em curso, interesse por uma nova área de formação, vontade de fazer algo novo…muitas são as razões que fazem com que uma pessoa adulta decida voltar a estudar.

Nunca é tarde para começar, recomeçar e tentar denovo! Um novo diploma ou pode significar uma porta de entrada para uma excelente oportunidade no mundo profissional. Um currículo repaginado pode fazer total diferença para algumas áreas de atuação.

Mas é claro que recomeçar do zero pode ser assustador para muitos jovens profissionais e estudantes. No entanto, não há o que temer! Estudar nunca é demais, muito pelo contrário. Se você deseja recomeçar e fazer uma completa reorientação educacional, saiba que existem diversas possibilidades.

Há muitas maneiras de começar do zero quando se trata de orientação educacional e profissional! A seguir, confira algumas das maiores razões que fazem um adulto ter vontade de recomeçar seus estudos e como fazê-lo!

Mudar de carreira: quando o trabalho já não dá prazer

Voltar à estudar quando já se abandonou os bancos da escola ha alguns anos não é para todo mundo. Você precisa reaprender a aprender, se readaptar a rotina, aprender a lidar com o estresse e saber como se integrar em uma sala de aula ou classe que geralmente é composta de pessoas bem mais jovens que você.

orientador escolar Quando o trabalho já não traz prazer, é hora de começar a pensar em mudanças…

No entanto, muitas pessoas tomam a decisão de recomeçar de novo voltando para os bancos da faculdade.

A razão pode ser de diferente natureza, como por exemplo a vontade de quebrar a rotina profissional instalada, ou o simples desejo de mudar de área, quando o que se faz já não é tão prazeroso.

Muitos profissionais se entediam no trabalho e não planejam permanecer no mesmo emprego por toda a vida. Se não houver possibilidade de evolução, é normal considerar todas as alternativas, incluindo a retomada dos estudos.

Retomar seus estudos é parte de um projeto de reorientação escolar e profissional e pode ser uma ótima ideia para dar vida nova a uma carreira.

O tédio pode acontecer a qualquer momento sem uma regra geral. Algumas pessoas ficam entediadas depois de algumas semanas em uma empresa, enquanto outras ficam entediadas depois de muitos anos.

Quando alguém sente que fez o tour de sua função, talvez seja hora de considerar a retomada dos estudos em educação continuada, cursos noturnos, validação de experiência adquirida ou outros. Essas opções dão uma nova dimensão às suas funções profissionais e sua carreira.

A regra de ouro é não ter medo de arriscar. Quando sentir que a sua função já não lhe agrada é preciso fazer mudanças e uma nova orientação profissional é uma saída plausível!

Portanto, antes de fazer uma mudança completa tente se perguntar: você realmente está insatisfeito? Antes de tomar a decisão para valer, procure entender os motivos que o levaram a se sentir desse jeito. Todo esse processo de avaliação e reavaliação é fundamental: a escolha errada pode ser seriamente prejudicial à sua carreira e à sua autoestima.

Não estamos tentando desmotivá-lo, mas é importante saber que toda decisão deve ser fruto de reflexão e não de medo!

Saiba mais sobre as diferentes possibilidades de retomar seus estudos enquanto trabalha.

Retomar os estudos: se aperfeiçoar na sua área de formação

Se sentir entediado no trabalho não significa necessariamente mudar sua área profissional. Mesmo que, para muitos, a retomada dos estudos rima com reconversão profissional, não é sempre assim. Muitas pessoas optam por retomar seus estudos para se aperfeiçoar ou ampliar suas oportunidades na sua área de atuação.

Teste de vocação Muitas vezes recomeçar é a única saída…

O projeto profissional de todo mundo pode evoluir sem que para tanto seja necessário mudar completamente de direção. As pessoas que retomam os estudos podem então colocar em destaque a sua experiência profissional e as novas habilidades para se candidatar a novas posições dentro do seu domínio.

Será que vale a pena voltar a estudar nesse caso?

A resposta é: sim, dependendo do domínio. Alguns campos profissionais são bastante flexíveis e evolutivos. Em algumas áreas novas oportunidades surgem todos os dias, outras são criadas e para ocupá-las é preciso estra em adequação com a nova vaga. Então retomar os estudos seria uma forma de se reciclar para poder ocupar postos de trabalhos atuais.

Ao adquirir certas habilidades profissionais, será mais fácil acessar novos cargos na sua empresa ou mesmo mudar de empresa. Uma realidade que marca particularmente o domínio digital. Muitas pessoas tiveram que aprender como o digital funciona para poder progredir e continuar trabalhando em determinadas funções.

Se aperfeiçoar para avançar, esse é o interesse em retomar os estudos na mesma área em que já se tem experiência. Isso serve também para aqueles que querem abrir o seu próprio negócio.

Voltar a estudar para adquirir novos conhecimentos ou conhecimentos complementares que te ajudarão a implementar um novo projeto profissional como, por exemplo, fazer aulas de negociação e gerenciamento com o objetivo de abrir uma empresa.

A retomada dos estudos e o começo de uma nova formação não são, portanto, incompatíveis com o desenvolvimento profissional. Por outro lado, devem ser encontrados bons métodos organizacionais e de financiamento para conciliar a vida profissional e estudantil. Um desafio nem sempre óbvio!

Se você quer recomeçar mas possui muitas dúvidas sobre como fazê-lo ou por onde começar, que tal consultar um profissional de orientacao educacional?

Veja aqui como financiar a sua retomada de estudos.

Mudar completamente de área de atuação

A retomada dos estudos afeta obviamente e de forma mais ampla as pessoas que desejam mudar completamente de área. Algumas pessoas percebem, depois de algum tempo exercendo uma certa profissão ou trabalhando em uma determinada área, que seu campo de atividade não lhes convém.

Onde fazer reconversão profissional? E se você decidisse de trabalhar com o que você ama?

Também pode ser um desejo de mudar completamente de vida após dez ou vinte anos exercendo a mesma função. Outros ainda desejam saciar uma antiga paixão que nunca ousaram exercer.

Estabilidade econômica ou realização pessoal? Aqui está um dilema que mexe com muitos estudantes brasileiros!

No Brasil, não é incomum que um aluno siga um caminho indicado ou aconselhado por seus familiares. É claro, ter sucesso financeiro no mundo profissional permite que você viva com conforto, mas com o risco de não ter satisfação no seu dia a dia

Uma situação que geralmente acontece quando os jovens são mais ou menos obrigados, por pressão social, pelos professores e resultados escolares, e até pela família a escolher um caminho de orientação educacional que não lhes convém.

Nesse caso, esse desejo profundo geralmente permanece oculto até o clique que pode ocorrer a qualquer momento, o chamado para fazer aquilo que ama!

Felizmente é completamente possível combinar seus gostos pessoais e seu desejo de sucesso acadêmico, escolhendo um curso adaptado às suas aspirações profundas.

Na era da Internet, não é mais obrigatório se tornar médico ou advogado para ter sucesso na vida. Por exemplo: os desenvolvedores web podem ganhar até 6 mil reais por mês no início de sua carreira, com “apenas” 4 anos de estudo (contra uma 8 anos de estudo para um médico especialista).

Nesse caso, é muito importante definir seu projeto profissional e depois avaliar todos os cursos acessíveis de acordo com os seus interesses.

Lembre-se de que nunca é tarde demais para obter conselhos: agências privadas ou especialistas de orientação profissional recebem estudantes de todas as idades para ajudá-los a decidir seu futuro. Passar por um processo de orientação educacional permite descobrir informações úteis sobre as profissões, mas também pode ajudar você a encontrar um estágio em uma empresa ou um curso fora do país, por exemplo.

Orientação educacional: quando o desejo de mudança fala mais alto

E sim! O aprendizado também pode ser benéfico para o moral, a autoconfiança e a cultura geral.Um domínio pelo qual você é apaixonado? Então, por que não se matricular na universidade e seguir a faculdade sem o estresse de ter que procurar um emprego?
Voltar a estudar por prazer é a melhor maneira de ser um bom aluno, uma vez que os cursos lhe interessam e que nada exige que você participe, senão a sua própria sede de conhecimento.
Alguns profissionais tem a sorte de trabalhar em empresas que financiam uma parte dos estudos, uma excelente oportunidade para fazer aquele curso de artes que você sempre quis fazer, obter aquele diploma de mestrado ou doutorado!
Estudar por prazer é uma maneira maravilhosa de descobrir e aprender. E talvez esses estudos venham a ser de grande utilidade mais tarde, quem sabe?
Mas é claro que, para estudar e adquirir novas habilidades por prazer, você também deve encontrar tempo e dinheiro. A vida ativa às vezes é muito estressante, e optar por fazer aulas por prazer não deve substituir a vida pessoal e familiar.
Nesses casos, ainda é possível fazer cursos por correspondência. O ensino a distância permite que você trabalhe no seu próprio ritmo, de acordo com seus desejos e sua programação.

A aquisição de novas habilidades e conhecimentos também é uma ótima maneira de recuperar a motivação em seu próprio trabalho. Vale a pena tentar todas as possibilidades.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar