Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Aprofunde-se nos estudos do idioma latino

De Carolina, publicado dia 19/01/2019 Blog > Idiomas > Latim > Por que aprender latim?

E se os legionários do Império Romano nunca tivessem tido tempo de conquistar o mundo conhecido dos seus tempos antigos, certamente não teríamos como língua materna as línguas romanas (português, francês, italiano, espanhol, catalão, occitano, etc.).

Além disso, nós realmente veríamos uma perfeita inutilidade em aprender latim.

Costuma-se dizer que o latim é uma língua morta. Isso porque ela não serviria mais a nenhum propósito, já que ninguém mais tem o latim como língua materna.

No entanto, conhecemos a famosa citação de Antoine Lavoisier (1743-1794): “Nada se perde, tudo se transforma”.

No mundo do século XXI, no entanto, a latinidade permanece geograficamente muito importante, uma vez que se estende do continente latino-americano para a Europa, passando pelos antigos territórios coloniais da África.

Com certeza, a cultura latina deixou um grande legado na nossa!

39% da população mundial, ou 3 bilhões de pessoas na Terra, usam o alfabeto latino: uma influência cultural, linguística, demográfica e econômica herdada diretamente da civilização romana. Por isso, saiba a língua e a cultura latina!

Como resultado, a língua latina é apenas uma das línguas antigas – como o grego antigo – que foi transformada e deu origem a filhas, as chamadas línguas românicas, romanas ou latinas.

Aprenda o idioma latino Se os vestígios existem até hoje é porque a civilização romana foi muito importante

O português é uma dessas filhas. Ele foi criado a partir do domínio do Império Romano na região do Condado Portucalense (que atualmente corresponde a Portugal). Antigamente, os povos situados nesse local falavam o galego. Portanto, o português é uma mistura da língua latina e do galego.

Como aprender latim no ensino médio?

No ensino médio (aprenda latim), esse ensino é quase ignorado nas aulas de história… Vemos um pouco do conteúdo no ensino fundamental.

A arquitetura, a engenharia grego-romana também tem muito a lhe ensinar

Para os mais curiosos, como associar estudo do ensino médio, vestibular, Enem e estudos da civilização romana?

Com certeza, o estudo das práticas romanas será um bônus para qualquer percurso escolar. Caso estudar a filosofia, a retórica, tudo isso vai lhe ajudar nas redações de vestibular, por exemplo.

Se estudar bem esses temas, pode ter certeza que vai tirar uma nota incrível na sua redação, não importa o tema!

Afinal, não se esqueça que todos esses assuntos foram tratados na civilização romana: leitura, tradução, raciocínio, reflexão, rigor e lógica… a base de um vestibular bem sucedido!

Quer algumas ideias de questões para estudar sobre o império romano? “Apresente o mito da idade de ouro do Império Romano”, etc.

Já pensou nas relações gramaticais entre o português e o latim? A língua romana também pode te ajudar na prova de português, pode ter certeza! Para treinar, uma questão interessante para desenvolver entre as duas línguas (Saiba latim para entender melhor o português):

Cite seis casos em que a gramática portuguesa e latina estão ligadas: nominativo, vocativo, acusativo, genitivo, dativo, ablativo e função em português: assunto, apóstrofe, COD, COI, genitivo, complemento circunstancial…

Você também pode estudar textos de outras formas:

  • Um texto em latim e sua tradução correspondente a um capítulo do programa,
  • Três perguntas sobre o texto: respostas por escrito e estruturadas sobre a língua latina (vocabulário, gramática, traduções comparadas, comentário, interpretação),
  • Um exercício em versão latina: uma tradução de cerca de cinquenta palavras.

Aprenda latim para o aprendizado de línguas

Por toda a Península Ibérica, os romanos foram o berço da língua espanhola e portuguesa.

Espanhol e português são as línguas pertencentes ao subgrupo de línguas ibéricas. Elas mesmas deram origem ao dialetos espanhóis e portugueses: castelhano, galego, catalão, aragonês.

Como falar o idioma romano? Obras como esta são tão grandiosas como o latim

No final da Segunda Guerra Púnica, no século II a.C., os vitoriosos romanos do Império de Cartago conquistaram a Espanha e Portugal, então denominados Hispânia. A romanização ocorreu rapidamente. O Império Romano concedeu a cidadania a populações convertidas à lei romana.

Hoje, é mais fácil para os estudantes de língua portuguesa aprender espanhol que aprender inglês ou alemão.

Por quê? Aprenda o latim para o aprendizado de outras línguas!

Porque o português e o espanhol são línguas de primos: eles têm a mesma raiz latina.

Ambas as línguas têm muitas diferenças em gramática e pronúncia, resultando em diferentes influências históricas e étnicas: o espanhol foi influenciado pelos visigodos e árabes. E o francês? A langue d’oïl (francês) pelos gauleses e as línguas germânicas.

Saiba latim para entender melhor o português

O Brasil e Portugal (que deu origem a nossa língua) foram continuamente ocupados por diferentes povos ao longo de sua história.

De fato, muitas palavras permaneceram na linguagem cotidiana, formando uma espécie de herança assimilada da colonização por civilizações antigas.

No caso do latim (aprenda-o para melhorar seu português), a Península Ibérica foi dominada pelo Império Romano a partir do III século a.C. Como falamos anteriormente, a língua falada no antigo Portugal era o galego. Com a introdução do latim vulgar nas comunicações dos povos, aconteceu a mistura das duas linguagens, resultando no português.

Mas o latim tem uma influência enorme na língua portuguesa. Prova disso são as várias raízes etimológicas românicas das palavras portuguesas.

O mais interessante a ser notado na composição do nosso português brasileiro é que, além do latim, ele foi influenciado por idiomas indígenas, africanos e norte-americano (até eles…).

Isso porque, quando os portugueses chegaram aqui, havia os índios (isso todo mundo já sabe). Eles falavam seus dialetos.

Tudo foi se concretizando com a chegada dos jesuítas no Brasil. Para evangelizar os índios, eles acabaram estudando os dialetos e introduzindo palavras da língua tupi (principal língua de origem indígena falada no Brasil). Assim, até hoje temos muitas palavras de origem indígenas no nosso português.

O top 10 do porquê aprender latim

As línguas vivas de hoje são as herdeiras das línguas antigas. Assim, incorporamos as expressões idiomáticas dos nossos idiomas ancestrais.

Esse é o caso – entre um infinito – do provérbio latino “ad vitam æternam”, que significa “para a eternidade”. Usamos-o muito frequentemente no nosso cotidiano, certo?

Por exemplo, devemos fazer aulas de latim (10 motivos) ad vitam æternam para ser capaz de traduzir, ler textos literários de Cícero, Ovídio, Tito Lívio, Horácio, ou para aprender português?

Onde encontrar aulas de língua latina? O latim une as civilizações de origem europeia

  1. Aprenda latim para ler lindas cartas e frases
  2. Estudar latim para estimular disposições cognitivas
  3. Aprenda a língua latina para adquirir rigor e método
  4. Aumente sua cultura geral aprendendo latim
  5. Aprender melhor as línguas vivas
  6. Aprenda latim para entender melhor a língua portuguesa
  7. Melhore seus resultados escolares com aulas de latim
  8. Aprenda latim: uma vantagem para o ensino superior?
  9. Oferecer oportunidades profissionais graças ao latim?
  10. Compreender filmes e séries sobre o Império Romano

Saiba a língua e a cultura latina

Quando falamos sobre a civilização romana, é naturalmente o Império Romano que vem à mente. No entanto, ele corresponde a somente cinco séculos dos 13 referentes à história da Roma antiga.

Roma antiga (e a sua língua) é de fato 1229 anos de história e três tipos de regimes políticos. Mencionar apenas o Império Romano é, portanto, muito redutor.

Roma e latim: 13 séculos de história, uma língua materna e 5 línguas-filhas.
Foi aqui que foi fundada a cidade de um futuro império guerreiro que dominaria o mundo conhecido há mais de mil anos!

A história de Roma antiga é fascinante

Diz a lenda que a cidade de Roma foi fundada às margens do tibre, no Latium, em 753 a.C. por Rômulo. Ele ganhou um duelo com seu irmão Remo dando o seu nome à cidade.

A monarquia romana

Sete reis de Roma foram listados, cujos quatro primeiros reinos são considerados lendários:

  • Rômulo (-753; -716), fundador de Roma e criador do Senado,
  • Num Pompilius (-715: -671), inventor do primeiro calendário romano de doze meses e do direito romano,
  • Tullus Hostilius (-671; -640), iniciou a expansão territorial de Roma no Latium,
  • Ancus Marcius (-640; -616), fundador de Ostia, o porto de Roma,
  • Tarquin, o Velho (-616; -578),
  • Servius Tullius (-578; -534),
  • Tarquin, o soberbo (-534; -509).

Aprender latim para estar nas melhores classes

Conhecer as palavras latinas já foi visto como elevador para as fileiras da elite econômica, política e social.

Faça um curso de língua latina O estudo de línguas pode ser um elemento de distinção social

Hoje, o latim é visto como uma porta de entrada para outras línguas ou para aprofundar em sua própria língua materna. Aprenda latim para estar nas melhores classes!

Ou se as melhores aulas – classes bilíngues, estudos científicos – recrutar sua força de trabalho entre os estudiosos do latim da classe privilegiada, isso não é um elitismo notório na educação querendo ser igualitária?

A lei de ferro da oligarquia permanece ainda relevante?

Na França, onde o latim é ensinado como matéria opcional no colégio, a Diretoria de Avaliação, Planejamento e Desempenho (DEPP) do Ministério da Educação concluiu que “as crianças vindas de meios privilegiados e que obtêm boas notas estão mais preocupadas com o latim“.

O estudo mostra o abismo social nos estudos de latim na França: 44% dos estudantes de latim são filhos de professores, 39% são filhos de gestores e profissionais de pós-graduação, enquanto apenas 15% dos estudiosos latinos são filhos de trabalhadores.

A realidade francesa, muito diferente da brasileira, está aqui somente para ilustrar que o latim continua, sim, sendo estudos muito elitistas… No Brasil, os estudos de latim são possíveis somente em nível superior e em curso de Letras ou algo científico.

Porém, mesmo bem mais reduzido, é possível que os alunos brasileiros de latim também vêm da classe privilegiada.

As disparidades sociais profundas estão se intensificando. A origem social é um fator determinante ao acesso às melhores classes.

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Louizy CostaGlaudson Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Glaudson
Convidado
Glaudson

Quero agradecer ao conteúdo postado. Me ajudou muito a aumentar minha disposição em dar continuidade ao estudo em Latim.

Grato

Louizy Costa
Admin
Louizy Costa

Ficamos felizes com seu feedback (:
Bons estudos!