"Viajar é descobrir que todos estão errados em relação a outros países." - Aldous Huxley

Muitos dos antigos estudantes Erasmus dizem que encontraram o seu atual parceiro durante a sua estadia no estrangeiro. E você, quer encontrar o amor da sua vida indo para o exterior para estudar, especificamente para a França?

Bem, isso só tempo dirá. Por enquanto, é hora de conhecer as etapas a seguir, a universidade e o processo para se inscrever em um programa de intercâmbio. Sim... ainda que você volte solteiro, é certo que vai evoluir, tanto no idioma, quanto nos âmbitos profissional e pessoal.

Felizmente, o Superprof orienta a sua preparação para o ano universitário na França .

Ricardo
Ricardo
Profe de Francês
5.00 5.00 (51) R$70/h
1a aula grátis!
Florent
Florent
Profe de Francês
5.00 5.00 (15) R$120/h
1a aula grátis!
Giulian
Giulian
Profe de Francês
5.00 5.00 (47) R$55/h
1a aula grátis!
Luisa
Luisa
Profe de Francês
5.00 5.00 (19) R$90/h
1a aula grátis!
Karim
Karim
Profe de Francês
4.99 4.99 (61) R$40/h
1a aula grátis!
Bastien
Bastien
Profe de Francês
5.00 5.00 (19) R$64/h
1a aula grátis!
Diogo
Diogo
Profe de Francês
5.00 5.00 (27) R$50/h
1a aula grátis!
Marine
Marine
Profe de Francês
5.00 5.00 (23) R$60/h
1a aula grátis!

Procedimentos administrativos para estudar na França

Após o Ensino Médio, você pode ir para o exterior para começar seus estudos universitários. Entretanto, há alunos que viajam para o exterior a partir de seus cursos universitários aqui do Brasil. Isso acontece, graças ao programa Erasmus, que vamos entender mais adiante.

Mas quais os procedimentos necessários para participar do programa?

Etapa 1: conheça o Erasmus da sua universidade

O programa Erasmus permite que o estudante universitário brasileiro solicite uma vaga (até mesmo bolsa de estudos) em algumas faculdades europeias, inclusive francesas.

Você pode escolher a sua universidade francesa a partir da instituição brasileira na qual está seguindo com seus estudos. Para isso, basta se informar se ela participa do programa e conversar com o tutor do seu curso sobre as possibilidades e procedimentos necessários.

É importante providenciar toda a documentação necessária para sua candidatura.

Enquanto isso, você pode já se matricular em um curso de francês para ir aprendendo a se comunicar.

Etapa 2: vá para o departamento de relações internacionais

Não hesite em entrar em contato com o departamento de relações internacionais. Dessa forma, você pode descobrir os prazos, as universidades associadas e o número de vagas.

Lembre-se de que, para a candidatura, você deve enviar vários documentos:

Etapa 3: escreva sua carta de motivação

O passo mais crucial é escrever sua carta de motivação. Lembre-se de que os dois principais objetivos do programa Erasmus são:

  • Estudar em uma instituição estrangeira de ensino superior;
  • Participar de um treinamento prático para desenvolver habilidades profissionais e linguísticas em uma empresa na França.

Considere seu objetivo ao escrevê-la. A carta de motivação para o programa Erasmus segue os padrões de uma carta de motivação clássica. Deve ser concisa (no máximo uma página) e incluir uma introdução, uma apresentação de sua jornada educacional, um desenvolvimento de seus argumentos, uma conclusão e uma despedida com cortesia.

Os argumentos podem ser diversos. Você pode enfatizar seu desejo de praticar o francês, seguir outro modelo universitário ou descobrir o mundo dos negócios na França com o objetivo de ficar lá definitivamente. Você também pode destacar seu desejo de obter um diploma duplo e desenvolver suas habilidades práticas para encontrar trabalho mais facilmente. Não hesite em mostrar seu desejo e sua abertura em conhecer a cultura francesa.

Etapa 4: enviar os documentos necessários e o pedido de bolsa

Você só precisa enviar os documentos e aguardar a decisão do departamento de relações internacionais. Não hesite em se comunicar com eles regularmente para descobrir como está o processo.

E então, já encontrou um professor para ir começando suas aulas de francês?

Qual universidade francesa escolher?

Para estudar no exterior, você terá que escolher três universidades no ato da sua inscrição no programa Erasmus.

Existem muitas universidades de prestígio na França, mas a popularidade de uma universidade não deve ser seu único critério de seleção.

Etapa 1: escolha sua cidade francesa

Antes de escolher uma universidade francesa, é importante  escolher a cidade onde você gostaria de morar. Você passará um semestre ou até um ano longe de sua casa, em um ambiente desconhecido. Então, é preciso ficar confortável.

A escolha da universidade envolve uma série de critérios.

Cabe a você determinar suas prioridades para escolha:

  • O preço da estadia;
  • A qualidade de vida;
  • O dinamismo cultural;
  • O custo de vida;
  • A qualidade das infra-estruturas universitárias.

As três cidades mais populares são Paris, Montpellier e Marselha.

Etapa 2: selecione sua universidade

Para escolher sua universidade, você pode confiar nos critérios de popularidade, mas também na excelência das instituições. Existem 29 universidades francesas no ranking de Xangai das 500 melhores universidades do mundo. Seguem algumas:

  • Universidade de Paris-Sud (Paris 11);
  • École Normale Supérieure - Paris;
  • Universidade de Aix Marselha;
  • Universidade de Estrasburgo;
  • Universidade Paul Sabatier (Toulouse 3);
  • Universidade de Bordéaux;
  • Universidade Montpellier;
  • École Normale Supérieure - Lyon;
  • ESPCI ParisTech;
  • École Polytechnique;
  • MINES ParisTech.

Por outro lado, melhor universidade também é sinônimo de concorrência e isso quer dizer que você precisa se preparar. Existem outras universidades menos populares que também oferecem um ambiente gratificante: a Universidade de Amiens, a Universidade de Angers, a Universidade de Avignon, a Universidade de Lille ou a Universidade de Nantes.

Etapa 3: visite a cidade

A melhor maneira de ter certeza de escolher bem a cidade e a universidade é ir até lá, se você tiver a oportunidade. Mas, você também pode perguntar sobre o local pretendido ao seu professor em suas aulas de francês.

Algumas informações essenciais para estudar na França

Fazer uma estadia lingüística na França também significa adaptar-se a outro país e a outros costumes.

Primeiro, lembre-se de que você certamente precisará fazer um teste de idioma para ingressar em uma universidade. Na França, o francês é usado nas aulas universitárias: você dificilmente terá acesso a aulas em inglês.

Além disso, a França é conhecida por suas maneiras refinadas. Sinta-se à vontade para usar algumas palavras de cortesia, como Monsieur, Madame, S'il vous plaît ou Je vous en prie.

Na França, você também terá que se acostumar com a gastronomia. Cada região tem suas especialidades, mas há uma constante: queijo. Pão, carne de pato ou ganso e cremes ou purês também estão frequentemente presentes nas mesas da maioria das casas e restaurantes locais.

Em sua estadia na França, você vai experimentar diversos queijos.

As refeições são geralmente feitas em horários parecidos com os nossos: o almoço é por volta das 12:00 e o jantar por volta das 19:00. As lojas normalmente abrem das 9:00 às 19:00 (de terça a sábado).

Finalmente, as taxas de matrícula na França são baixas porque o Estado cobre a maior parte das despesas de treinamento acessível em instituições públicas de ensino superior. Uma boa notícia!

Prepare tudo para estudar na França

Alguns procedimentos se fazem necessários quando você vai estudar no exterior e aprender um idioma.

Acomodação

A vida estudantil também envolve alguns aspectos que farão você se sentir francês e viver como um morador local!  Como em todo lugar, existem muitas maneiras de se hospedar na França, dependendo não apenas da cidade em que você está, mas também do seu perfil e orçamento.

As residências universitárias são um exemplo de acomodação. Esta solução tem a vantagem de permanecer  no campus da sua universidade anfitriã. Para estudantes menos aventureiros, esta solução é ideal! Além disso, ficar em um campus universitário permite que você mergulhe na vida estudantil.

Na França, uma das alternativas menos caras quando você é estudante é dividir um apartamento. Há também a opção de albergues, muito baratos por um curto período, mas eles podem se tornar caros se você ficar vários meses.

Por outro lado, morar com uma família anfitriã, em uma casa típica francesa, além de muito econômico, permite que você desfrute plenamente da cultura local. O ponto negativo é que você tem pouca liberdade, devido às regras impostas pela família em questão.

E, finalmente, você pode alugar um apartamento, o que permitirá que, apesar de um pouco mais caro que as outras soluções, você desfrute da vida francesa como autêntico parisiense.

Saúde

Como em qualquer destino de viagem, é essencial conhecer o sistema de saúde da França. Porque, se você passa seis meses, três semanas ou um ano, pode ser necessário ter assistência médica a qualquer momento.

 

Você vai precisar de um seguro saúde. Mas é importante entender qual a cobertura do seu plano, pois podem haver despesas que precisam ser pagas por fora.

Transporte

Como você vai chegar à França? Vale frisar que alguns meios de transporte são muito mais baratos que outros, embora também tenham suas desvantagens.

Como todos sabemos, o avião é o meio de transporte mais seguro do mundo e o mais rápido para ir para a França. Dependendo da cidade em que você estuda, existem muitas companhias aéreas que oferecem voos diários, mais ou menos caros.

Lembre-se de que,  dependendo do período da semana ou do ano, o preço pode aumentar significativamente. Um passarinho nos disse que o melhor dia para ir é a terça-feira e o pior durante o fim de semana ... um detalhe a ter em mente!

Além disso, você pode fazer novos amigos e mergulhar imediatamente no ambiente de um estudante estrangeiro! Aliás, suas aulas de francês podem começar agora mesmo, ainda que você pense em embarcar só daqui a um ou dois anos.

O aprendizado do idioma faz parte da preparação da sua viagem e da garantia de que a sua estadia será proveitosa e agradável.

Então, o que você está esperando para começar a pensar em estudar na França?

Precisando de um professor de Francês ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.