Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como ser um profissional bem-sucedido?

De Fernanda, publicado dia 28/02/2018 Blog > Apoio Escolar > Orientação Vocacional > Orientação vocacional: é possível ser feliz e ter sucesso no trabalho?

Quando decidimos fazer uma orientação vocacional (no ensino fundamental e no ensino médio) é para ter segurança na hora de escolher nosso futuro profissional.

No Brasil, hoje, as taxas de evasão no ensino superior vêm se mantendo aproximadamente constantes ao longo dos últimos 15 anos, com pequenas variações de ano para ano, ficando aproximadamente em 22%, menor para o setor público e maior para o privado.

Isso significa que muita gente não tem certeza do que quer fazer – ou não tem condições de seguir seu projeto profissional.

Para ser bem sucedido em sua carreira, o primeiro passo é escolher o seu curso de graduação com segurança, de acordo com seus interesses e objetivos. É por isso que a orientação vocacional pode ser um excelente suporte nessa hora.

Dinheiro nem sempre é sinônimo de sucesso.

No entanto, se você for um bom profissional e estiver satisfeito com o que faz, certamente terá muito mais chances de ganhar dinheiro.

Mas é possível ser feliz e ganhar dinheiro hoje em dia?

O Superprof traz as dicas especialmente para você.

Satisfação na carreira também é sinônimo de sucesso financeiro

Como ser feliz com o que trabalha? Para ser bem sucedido em qualquer profissão, o primeiro passo é gostar de estudar!

É fato: ter um retorno financeiro na sua vida profissional é um objetivo comum a todos os que buscam felicidade na vida pessoal e profissional. No entanto, especialistas da área de Recursos Humanos e Orientação vocacional afirmam que o retorno financeiro nunca deve ser o motivo principal (ou único) da escolha da profissão. Na verdade, se você ignorar seus interesses, aptidões, desejos e objetivos pessoais, você estará passando por cima dos elementos essenciais para alcançar a satisfação plena em qualquer carreira.

Mas afinal, o que é um profissional bem-sucedido? É aquele que, além de obter sucesso financeiro, tem satisfação e realização graças à sua atividade.

Por isso, mais uma vez, a orientação vocacional é um processo mais do que indicado, em todos os casos. Por meio do acompanhamento de especialistas, em sua maioria formados em psicologia, o estudante participa de um processo de autoconhecimento e reflexão fundamentais para tomar uma decisão.

A primeira fase é de levantamento das aptidões do jovem: isso por meio de de conversas, dinâmicas e exercícios. Dessa primeira interação já é possível mapear os interesses e a personalidade do orientando. O profissional, com essas informações, traça o seu perfil e então apresenta uma lista de áreas do conhecimento alinhadas aos interesses do indivíduo. Além disso, o orientador também pode apresentar profissões que o aluno desconhecia até então.

Além do apoio de um profissional, sabemos que o papel da família nessa etapa da vida é crucial. Em vez de pressão, pais e familiares próximos devem contribuir para que o estudante tenha acesso às informações necessárias, além de dar apoio psicológico e afetivo.

Estudar sempre!

Saiba ainda que hoje em dia o estudo contínuo é valorizado em quase todas as carreiras, nos mais diversos setores. Na era da informação, o aperfeiçoamento contínuo vale ouro: seja com cursos de pós-graduação, especialização, mestrado e doutorado, idiomas, cursos livres em diversas modalidades…. Tudo isso é hoje condição para que você evolua na carreira. Caso você tenha dificuldades financeiras, existem hoje muitas alternativas de financiamento e bolsas no ensino superior.

O relatório de 2016 da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) revelou o impacto da educação superior no mercado de trabalho do Brasil. De acordo com o documento, um trabalhador que fez graduação ganha mais do que o dobro do que aqueles que estudaram até o Ensino Médio.

A diferença é ainda mais gritante quando se fala em níveis acadêmicos mais elevados. Segundo a OCDE, os trabalhadores que têm mestrado ou doutorado chegam a ganhar salários mais de quatro vezes maiores do que as as pessoas que têm até o Ensino Médio.

Por fim, gostaríamos de deixar uma inspiração aqui para os futuros profissionais, não importa a sua área de interesse. Márcio Miranda, profissional de vendas e negociação, palestrante e estudioso das pessoas de sucesso, conseguiu identificar 12 atitudes que podemos encontrar nas pessoas de sucesso, sendo pelo menos as 4 primeiras encontradas em todas as pessoas estudadas:

  1. As pessoas de sucesso têm um sonho
  2. As pessoas de sucesso têm um plano e são focadas
  3. As pessoas de sucesso têm conhecimento específico, treinamento e/ou habilidades e talentos
  4. As pessoas de sucesso são fortemente motivadas por realizações
  5. As pessoas de sucesso têm ambição
  6. As pessoas de sucesso têm responsabilidade sobre suas ações
  7. As pessoas de sucesso procuram solução para os problemas
  8. As pessoas de sucesso tomam decisões
  9. As pessoas de sucesso têm coragem para assumir que elas erram
  10. As pessoas de sucesso são auto-confiantes
  11. As pessoas de sucesso trabalham em cooperação com as outras pessoas
  12. As pessoas de sucesso são entusiastas

Profissões que pagam bem

Selecionamos aqui três profissões para aqueles que buscam o sucesso financeiro! Se essas são suas áreas de interesse, vale a pena investir 😉

Tecnologia da Informação

Estima-se que hoje no Brasil o mercado de TI emprega 1,3 milhão de pessoas e, de acordo com a Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação, 50 mil postos de trabalho estão esperando por um profissional qualificado.

Apesar disso, o cenário atual é definitivamente carente de profissionais capacitados. A demanda no setor é sempre alta, pois além de existirem poucos profissionais especializados no mercado, a área de soluções e recursos tecnológicos está em pleno desenvolvimento. Por isso é uma área de visibilidade e sempre acolhe novos profissionais.

Mas falta talento. Este é um dos poucos setores que contrata com frequência e tem problemas para encontrar profissionais competentes.

Em 2015, a Flurry, empresa de consultoria em TI, constatou que o Brasil ocupa o 5º lugar na lista mundial de “viciados” em smartphones. Sendo assim, é fácil constatar que todas as profissões que giram em torno do setor do mobile estão entre as mais cotadas na área de TI. Por isso vamos dar destaque ao cargo de programador.

O programador pode atuar em fábricas de software na construção de novos sistemas, manutenção de sistemas e criação de websites ou aplicativos. Ele ocupa vários locais no mercado de trabalho, como grandes empresas de software, departamentos de TI corporativos e empresas de serviços. Pode também atuar como consultor e autônomo para pequenas e médias empresas.

Trabalhe e seja feliz! Você já sabe qual formação seguir para se tornar um profissional bem-sucedido?

A profissão pode ser divida em quatro categorias:

Programador Desktop: de aplicações ou sistemas para ambiente local, ou seja, programas que vão funcionar em um computador ou numa rede de computadores, dentro de um sistema operacional como Windows, Linux ou MAC.

Programador Web: responsável por programar websites ou sistemas web.

Programador Mobile: especializado em criar aplicativos para celulares e dispositivos móveis, pode trabalhar com plataformas como Android, IOS, Windows Phone ou Java entre outras.

Programador de Jogos: desenvolve a estrutura e as instruções lógicas de um jogo digital. Pode trabalhar com jogos para computador, dispositivos móveis, videogames ou jogos que rodam em websites como flash.

Formação recomendada: grau técnico ou faculdade de Informática/Processamento de Dados/Engenharia da Computação

Entre as Atividades do programador, estão: programação do código de sites, portais, sistemas, jogos, aplicativos, Cuidar da segurança de seus produtos; Aplicar formas de melhorar a performance dos produtos, Criar sistemas de backend de softwares; Portar aplicações desktop para a web.

Apesar de os salários mais altos chegarem a R$ 10.000 reais (o que é menos do que no Direito ou na Engenharia), a vantagem desta profissão é a falta de bons profissionais no mercado. Ou seja, se você investir, certamente terá sucesso!

Engenharia

As profissões na área de Engenharia estão topo do ranking das mais valorizadas no País, juntamente com a área de Medicina.

Os cursos de engenharia, em geral, são bem concorridos, especialmente as mais específicas como, por exemplo, Engenharia Naval, Aeronáutica e Aeroespacial.

Uma dica é ficar antenado em quais são os setores mais requisitados e em alta no momento como é o caso da Engenharia Ambiental e a Engenharia de Petróleo e Gás. Um Engenheiro Ambiental, por exemplo, tem salário inicial de R$ 3,6 mil e um Engenheiro do Petróleo tem salário médio de R$ 15, 5 mil, podendo chegar a R$ 60 mil, em cargos gerenciais.

Só um estagiário de engenharia ganha, em média, R$ 1.211,26. Isso sem falar nas possibilidades em Concursos Federais, Estaduais e Municipais. O diploma de engenheiro é um dos mais requisitados e bem remunerados.

Agora, saiba que para estudar engenharia e ser bem sucedido, você precisa gosta da área de exatas e ter paixão por cálculos e ciência. Se esse é o seu perfil, vale a pena investir nessa carreira!

Direito

Quais são as profissões de sucesso? Os profissionais de direito são ótimos em argumentação!

Para os candidatos com interesse na área de humanas, o direito pode ser uma boa opção.

O curso forma bacharéis com várias possibilidades de atuação do profissional. Ao final, o aluno pode atuar como advogado (com a condição de passar no exame da OAB), ou seguir carreira jurídica. As áreas de Direito Empresarial, Internacional, Tributário e Civil são as que garantem melhor remuneração. Quem é formado em direito também tem boas oportunidades em concursos públicos, especialmente para aqueles que procuram por estabilidade e auxílios (como vales e bônus). Um Assessor Jurídico pode ganhar até R$ 7 mil, e esse mesmo valor corresponde à média salarial nacional de um Advogado Empresarial. Já um Diretor Jurídico do mercado financeiro pode ganhar até R$ 40 mil.

A média de salário para estagiários é em torno de R$ 1.300. Já um juiz federal ganha R$ 28.947 mil reais.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar