Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como fazer uma boa redação no ENEM ?

De Camila, publicado dia 22/09/2019 Blog > Apoio Escolar > Redação > Escrever um bom texto no Exame Nacional do Ensino Médio

Você vai fazer ENEM e está preocupado em como fazer uma boa redação?

A maioria dos estudantes que prestam as provas para entrar para a universidade têm consciência que o resultado da produção de texto proposta durante o Exame Nacional do Ensino Médio tem um grande peso na nota final da avaliação.

Além disso, tal resultado tem um poder de evolução imenso, pois a quantidade de pontos que um estudante pode ganhar durante uma semana de preparação de redação dificilmente pode ser conquistado em qualquer outra avaliação de qualquer outra área do conhecimento testada durante esse processo seletivo.

Se esse é o seu caso, pois você já está careca de saber que a nota da redação é uma das únicas que pode “bombar” seu resultado final, então não desgrude o olho dessa matéria! Superprof preparou várias dicas pra te ajudar a preparar um texto digno de nota 1000.

Mas então, como fazer uma boa redação do ENEM?

Antes de entrar de cabeça no assunto, nossa primeira dica: não utilise “entrar de cabeça“, “careca de saber” nem “bombar” no seu texto (como fizemos acima), pois as chances de você tomar “bomba” na avaliação aumentarão consideravelmente… (ops!)

Preparado? Então boa leitura!

Veja ainda nosso guia para você ter sucesso na prova de redação!

O que é uma dissertação argumentativa ?

A dissertação argumentativa é um dos tipos de produção de texto mais cobrados durante o ENEM, preparado pelo Ministério da Educação (MEC) no Brasil.

Antes de mais nada, é preciso saber claramente a definição de uma dissertação argumentativa:

Trata-se de um texto impessoal, ou seja, um autor que não fala de si mesmo.

É exatamente por esse motivo que, durante a redação, NÃO se deve escrever frases com as expressões “eu acho” e “eu penso“, assim como NÃO se deve utilizar argumentos pessoais, do tipo “na cidade onde eu moro” ou “o meu vizinho uma vez“.

A leitura de vários tipos de materiais pode ser de grande ajuda na hora de preparar sua redação argumentativa.

Características de uma dissertação argumentativa

A dissertação argumentativa é um texto que possui um leitor universal. Tal característica tem duas implicações:

  1. Você não pode pressupor que o seu leitor tenha um conhecimento ou concordância específica sobre o assunto tratado. É por esse motivo, por exemplo, que assuntos religiosos não são tratados em uma dissertação desse tipo.
  2. O texto não deve conter interlocução, ou seja, não existe um tom de conversa entre o autor e o interlocutor. Então, ao escrever uma redação, você não deve se referir diretamente ao leitor. Sendo assim, fica vetada a utilização de expressões como “você que está lendo esse texto” ou “você já deve ter visto“.

A dissertação argumentativa é, portanto, um texto impessoal onde o autor tenta convencer o leitor universal da validade de uma tese. Sendo assim, o autor, ao escrever seus argumentos, deve tentar provar que sua tese é verdadeira.

Confira também dicas sobre como fazer uma boa redação para o vestibular!

O que é tese dentro da dissertação argumentativa?

A tese de uma dissertação argumentativa é a opinião que o autor tem sobre o tema abordado. Durante o texto, o autor quer que esse ponto de vista seja partilhado pelo leitor, ou seja, ele deseja que todo mundo que leia essa redação passe a concordar com o seu posicionamento.

E como o autor vai fazer isso? 

Simples: defendendo essa opinião por meio de argumentos e informações.

Argumentos são ideias que ajudam a defender a tese e que sempre envolvem algum grau de julgamento, como, por exemplo, dizer que “o orçamento investido na educação em 2018 foi baixo“.  Se o número exato desse investimento for fornecido dentro do texto, então a frase deixa de ser um argumento e passa a ser uma informação. A informação é um dado verificável.

Os exemplos abaixo permitem analisar de maneira comparativa a diferença entre “argumento” e “informação” em um texto:

  • Argumento: “O orçamento investido na educação em 2018 foi baixo“.
  • Informação: “Um orçamento de mais de 61 bilhões de reais foi investido na educação em 2018.”

Resumo dos elementos que compõem uma dissertação argumentativa

Uma dissertação argumentativa deve conter:

  • Autor impessoal;
  • Leitor universal;
  • Tese a ser provada por:
    – Argumentos;
    – Informações.

Palavras para começar uma redação

Começar algo novo, que precise de alguma criatividade é uma tarefa constantemente difícil para muitos. Com a produção de texto em uma prova de redação do ENEM não é diferente.

Mas então, como ter sucesso na hora de começar a escrever algo a ser avaliado tão meticulosamente?

Pensar em uma boa contextualização para o tema da redação é uma ótima maneira de alimentar suas ideias para o resto do texto.

Contextualização

A primeira consideração a ter em mente é que o leitor do seu texto, ao começar a lê-lo, não tem a menor ideia do porquê de você escrever tudo aquilo. Quem lê um texto escrito por você não necessariamente fez a mesma leitura dos livros, nem consultou os mesmo jornais ou revistas. Sendo assim, é papel do autor contextualizar o assunto que será abordado. Você deve, então, contar para quem lê como esse tema aparece no mundo atualmente.

Levando essa dica em consideração, algumas perguntas que podem ajudar bastante na hora de começar a escrever um texto são as seguintes:

  • Por que se fala sobre esse tema agora?
  • Qual a relevância de se falar sobre esse tema na atualidade?

É muito importante lembrar que você não está escrevendo essa redação para o corretor. O corretor é o intermediário que vai avaliar a sua capacidade de produzir um texto adequado para que os leitores tenham uma compreensão clara do que você pretende comunicar.

Então, quando você se deparar com um tema e uma folha em branco, não entre em pânico: lembre que o primeiro passo é contextualizar o assunto.

Descubra ainda quais foram os temas que já caíram na prova de redação do Enem.

Construção da contextualização

Ao construir a contextualização do seu texto, tente lembrar de citações presentes nas fontes utilizadas durante seus estudos.

Lembrar de contextos históricos também pode ajudar na hora de encontrar as palavras corretas para começar a sua redação. Qualquer informação que vier à sua cabeça que possa ser utilizada para justificar porque se fala sobre determinado assunto é válida na hora de redigir o início do seu texto.

Tudo isso vai contribuir para que seu texto flua melhor, permitindo que você elabore as próximas fases da sua redação: o estabelecimento de um ponto de vista (tema) e a argumentação (defesa do seu ponto de vista).

Os temas de redação enem dos últimos anos

A prática leva à perfeição. Tal dito popular não poderia ser mais verdadeiro quando se trata de fazer uma redação. Além de escrever bastante para chegar na hora da prova do ENEM com a ponta da caneta afiada, o estudante também precisa se dedicar muito à leitura, tanto de livros quando de materiais mediáticos como revistas e jornais.

Ao lermos bons textos, assimilamos aos poucos boas maneiras de redigi-los. Sem contar que quanto mais bagagem sobre assuntos diversos tivermos, vai fácil será defender um tema através de uma boa argumentação durante a prova.

Muitos cursinhos e escolas de ensino fundamental utilizam temas já apresentados durante provas de redação do ENEM como atividades para os alunos em preparação. Esta é uma boa maneira de se familiarizar com o formato das provas, contribuindo para que o futuro universitário chegue mais tranquilo no grande dia da produção de texto.

Ficou curioso e também quer treinar suas habilidades de redação de acordo com os assuntos que já caíram no ENEM? Então confira a retrospectiva dos temas já abordados abaixo:

  • 2018: Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet;
  • 2017: PPL Consequências da busca por padrões de beleza idealizados;
  • 2017 – 2ª Aplicação: Caminhos para combater o racismo no Brasil;
  • 2017: Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil;
  • 2016: Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil;
  • 2015: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira;
  • 2014: Publicidade infantil em questão no Brasil;
  • 2013: Efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil;
  • 2012: Movimento imigratório para o Brasil no século 21;
  • 2011: Viver em rede no século 21: os limites entre o público e o privado;
  • 2010: O trabalho na construção da dignidade humana;
  • 2009: O indivíduo frente à ética nacional;

Fazer uma redação a partir de um tema já abordado pelo enem é uma boa maneira de treinar.

  • 2008: Como preservar a floresta Amazônica: suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar;
  • 2007: O desafio de se conviver com as diferenças;
  • 2006: O poder de transformação da leitura;
  • 2005: O trabalho infantil na sociedade brasileira;
  • 2004: Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação;
  • 2003: A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo;
  • 2002: O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais que o Brasil necessita?
  • 2001: Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar os interesses em conflito?
  • 2000: Direitos da criança e do adolescente: como enfrentar esse desafio nacional?
  • 1999: Cidadania e participação social
  • 1998: Viver e aprender

Que tal conferir também dicas sobre as melhores maneiras de se estudar redação para o enem?

Modelo de redação nota 1000 no enem

Muitos estudantes, além de consultar dicas sobre como fazer uma boa redação do Enem, também gostam de ler exemplos bem sucedidos de outros candidatos. Para tal, nada melhor do que dar uma espiada em uma produção de texto com nota máxima, não é mesmo?

Abaixo reproduzimos uma redação nota 1000 (sim, fechar uma prova dessas é possível!) escrita a partir do tema do Enem de 2014, “Publicidade infantil em questão no Brasil“:

“Eis a imagem: uma criança, sozinha, assistindo à televisão. No mesmo quadro, surgem alguns verbos, todos no modo imperativo: “compre”, “beba”, “coma”. Mafalda, a famosa personagem do artista Quino, recebe nesse cartum uma profusão de informações que visam o estímulo ao consumo. É uma cena de ficção, mas se encaixa perfeitamente na realidade brasileira, tendo em vista a diminuta regulação da publicidade infantil em nosso país. Cabe indicar, ainda, que essa atividade é direcionada para um público com menor potencial crítico e isso pode ocasionar distúrbios no desenvolvimento da criança, como apontaremos adiante. Deve-se, portanto, analisar essa situação e indicar possíveis ações que reduzam o seu impacto.

Para a neurociência, a infância é o período de desenvolvimento das estruturas do cérebro humano. Nesse sentido, a criança encontra-se destituída do arsenal mental que permite uma interpretação racional da realidade. Por esse motivo, o público infantil não consegue diferenciar, com total propriedade, a realidade da fantasia e o racional do emocional. A legislação brasileira, através do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), reconhece essa fragilidade do imaturo. Em seu 1º capítulo, o ECA afirma que cabe aos adultos zelar pelo desenvolvimento social do público pueril, pois considera que este encontra-se despreparado para tal. Depreende-se daí o maior potencial invasivo da publicidade infantil que, em algumas situações, pode gerar prejuízos ou distúrbios no indivíduo imaturo.

Nada melhor do que uma consultar um texto nota 1000 no enem para te inspirar!

Nesse sentido, um estudo divulgado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no ano de 2012, apresentou a publicidade infantil de alimentos como uma das bases do crescimento da obesidade entre os jovens. Geralmente, produtos constituídos por quantidades consideráveis de açucares e gorduras recebem divulgação maciça e direcionada ao público infantil. Nessa estratégia, as empresas vinculam a imagem de personagens midiáticos aos seus produtos. Isso ocorre, por exemplo, nas campanhas do “McDonald’s”, que incluem brindes e prêmios de temática juvenil no “Mclanche Feliz”, buscando atrair crianças e adolescentes. Tal atração transforma o sujeito num consumidor compulsivo, justamente no período de menor capacidade intelectual para lidar com questões dessa natureza. E isso vai além de produtos alimentares, abarcando uma diversidade de itens anunciados que se tornam o sonho de consumo do jovem. Em casos mais sérios, o indivíduo pode confundir a posse desse bem de consumo com o cerne de sua felicidade, afastando-se das relações pessoais num processo semelhante ao do conceito de Reificação, criado por Karl Marx, que consiste na transformação das relações sociais a partir da objetificação do ser humano, ocasionando ao sujeito perda de autonomia e vínculo extremo aos bens de consumo.

Portanto, a gravidade dessa conjuntura exige a implantação de ações contundentes. O Congresso Nacional, no uso de suas atribuições, implantará um projeto de lei relativo à normatização e fiscalização da publicidade infantil. Em relação à normatização, serão proibidas propagandas de cunho apelativo, com a utilização de cores fortes e signos relacionados ao mundo da criança, como desenhos animados, tendo em vista reduzir o incentivo precoce ao consumo e resguardar a dignidade da criança. Acerca da fiscalização, a lei supracitada criará um conselho a ser constituído por representantes da sociedade civil (pais, professores, publicitários, entre outros), que terá o objetivo de identificar peças publicitárias em desacordo com a legislação e de punir seus responsáveis, gerando um ambiente publicitário menos incisivo com o público pueril. Assim, poderemos atuar em consonância com o ECA, fortalecendo nossas crianças com base na inclusão e na valorização das relações interpessoais.

Agora que você já sabe como fazer uma redação nota 1000, o que você está esperando para começar a escrever?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar