Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Burocracia antes de visitar o território chinês

De Camila, publicado dia 15/09/2018 Blog > Idiomas > Chinês > Visto para a China: como visitar o país?

Quando você pensa na Ásia, vários países vêm à mente. Mas vamos combinar que o primeiro deles que salta às ideias é a gigante da China, não é mesmo!

Também conhecida como “Império do Meio”, ela possui, de fato, uma imensidão territorial com paisagens incríveis, dentre elas, florestas de bambu e montanhas cobertas de neve. Sua cultura é tão impressionante que conseguimos encontrar elementos ligados a ela ao redor de todo o planeta, como a arte e a culinária.

Muitos brasileiros sonham em viajar para a China, para viver e trabalhar no local, fazendo parte deste conjunto cujo crescimento econômico dispensa maiores apresentações.

Outras pessoas desejam se dirigir à terra da Muralha da China para aprender a língua chinesa e desenvolver a expressão oral do idioma de Lao Tzu, fazendo um curso de idiomas completamente imersivo.

Seja qual for a motivação, você não é possível ir parar do outro lado do mundo sem um pouco de preparação!

Ir à China requer, inevitavelmente, o conhecimento de como se defender na língua, assim como de como iniciar procedimentos administrativos que podem ser particularmente longos.

É por isso que o Superprof preparou um pequeno guia para te orientar neste campo! Afinal de contas, amamos dar aquela mãozinha amiga aos nossos queridos leitores.

Descubra aqui alguns passos, conselhos e informações necessárias antes de poder ir para o Extremo Oriente!

E que tal dar uma olhada no nosso mini guia turístico para quem vai à China?

Como se preparar antes da partida?

Aprender a língua chinesa

Antes que você possa mergulhar entre os cidadãos da República Popular da China e visitar os maiores monumentos chineses, é preciso dominar um mínimo da língua chinesa!

No Brasil podemos encontrar cursos de chinês (mandarim) que permitem que você aprenda o idioma rapidamente. Isso será um ponto positivo para impedir que você não fique muito deslocado – e até mesmo perdido – ao chegar em Pequim, Xangai ou Shenzhen. Esses cursos são divididos em níveis, do iniciante ao avançado, para jovens, adultos e crianças.

Uma excelente maneira de assimilar a língua falada na China de maneira ágil, eficaz e personalizada é fazendo aulas particulares!

Esses cursos podem ser econômicos, individualizados e regulares.

Só quem fala chinês consegue saber os horários de funcionamento desse boliche! Só fazendo aulas de chinês para entender mesmo!

Além disso, o resultado é percebido em menos tempo do que quando em aulas em grupo e é, às vezes, bem mais efetivo. Com o auxílio de professores particulares, o aluno pode se preparar para já chegar a Macau, Taiwan, Guangzhou ou Tibete já falando chinês com todo mundo!

No Superprof, é possível encontrar profissionais fera no assunto em todo o território brasileiro, a preços variados que cabem em todos os bolsos.

Sendo assim, não pense duas vezes: se você planeja se mudar para o país dos pandas, uma das melhores opções para aprender a falar mandarim é através das aulas particulares de chinês oferecidas no Superprof!

Top 10 dos monumentos chineses.

Aprender sobre a cultura chinesa

Antes de partir para morar, estudar ou simplesmente passear na China, é essencial aprender um mínimo sobre o país que te acolherá.

A cultura e a história chinesas, ancorada nas cidades presentes em seu território, é muito rica e merece atenção, pois é preciso levar em conta os costumes nacionais – ou locais -, a mentalidade da sua população e os múltiplos elementos culturais que a compõem. Isso porque você, com certeza absoluta, encontrará um pouco de cada um deles durante sua viagem por esse gigante asiático (culinária, história, arte, política, religião, etc.).

Antes de viajar pela China, trabalhar na China, fazer um estágio na China ou morar na China, é aconselhável ampliar seu campo de conhecimento em literatura, culinária e religiões que os chineses praticam para se integrar melhor.

O grande Sun Tzu dá um ótimo conselho em sua famosa e célebre obra em “Arte da Guerra”:

Todo o sucesso de uma operação está em sua preparação.

Superprof oferece uma série de dicas para que você aprenda mais sobre a cultura chinesa e consiga melhor decifrar as questões deste país atualmente tão desenvolvido. Então, por que esperar? Comece agora a preparação necessária que eventualmente permitirá que você visite a Grande Muralha da China ou até mesmo passe sua vida no país!

É burocrático, mas não é difícil... Chega de quebrar a cabeça para tentar conseguir um visto para a China.

Confira um apanhado geral das várias dinastias chinesas.

Visto para China: quais procedimentos seguir?

Viajar para a China: como tirar um visto para visitar a China

Nós não vamos mentir para você: conseguir um visto para a China é bastante complexo.

O site “Melhores Destinos” explica direitinho como se virar diante de tanta burocracia relacionada ao visto “L” emitido para quem quer visitar o país enquanto turista:

Para solicitá-lo, é necessário possuir passaporte com validade mínima de seis meses e preencher o formulário disponível no site do Consulado [da China no Brasil] com foto recente em fundo branco. Entre os documentos complementares, estão os sobre itinerário, contendo reserva do hotel e passagem aérea de ida e volta, ou carta-convite emitida por indivíduo da China, com todos os dados pessoais do convidado, além de data de chegada e saída, locais de visita e assinatura do representante legal.

Um formulário para pedido de visto para a República Popular da China deve ser baixado e preenchido. Ele pode ser encontrado no site da Embaixada da China no Brasil.

Com passaporte com no mínimo seis meses antes do vencimento, passagem aérea comprada, comprovante de reserva de hotel e uma foto 3 x 4 em mãos é preciso, então, comparecer ao Consulado da China no Brasil mais próximo da sua cidade.

Recapitulando os documentos necessários:

  • passaporte (mínimo seis meses antes do vencimento),
  • passagem aérea comprada,
  • comprovante de reserva de hotel (ou carta de hospedagem da pessoa que mora no local que vá te hospedar),
  • foto 3 x 4 com fundo branco.

Uma taxa precisa ainda ser paga após a entrega dos documentos no Consulado.

Você vai receber um protocolo para pagamento da taxa de visto, que só pode ser feito na boca do caixa de uma agência do HSBC. O Consulado não aceita outras formas de pagamento, como cheque, cartão de crédito, pagamento no caixa eletrônico, transferência e etc.”, especifica ainda o site “Melhores Destinos”.

Após o pagamento em dia, o visto fica pronto em até quatro dias.

O valor a ser pago é, no entanto, um pouco salgado: R$460,00. Ele tem, no entanto, validade de 5 anos, caso seu passaporte tenha mais de um ano de validade.

É preciso pagar uma taxa para conseguir um visto para a China. O valor do visto pode acabar sendo salgado para alguns.

Conheça todos os detalhes sobre a Grande Muralha da China.

Viajar para a China: visitar Hong Kong e Macau

Você está pensando em ir visitar o Buda Gigante em Hong Kong ou ainda conhecer as maravilhas de Macau? Então é preciso ficar atento a algumas observações super importantes.

As duas cidades são consideradas administrativas. Sendo assim, ao visitá-las, o turista está saindo do território chinês. Isso faz com que ele precise do visto de duas entradas ou mais, de acordo com a necessidade.

Por outro lado, se você resolver visitar apenas Macau e Hong Kong (sem passar por outras cidades de China), então não é preciso ter visto chinês.

Top 10 das localidades mais populosas da China.

Condições para viver, trabalhar ou estudar em território chinês

Você quer largar tudo e ir trabalhar na China?

Primeiramente é preciso conseguir uma permissão de residência em território chinês. A melhor maneira de não fazer nenhum tipo de procedimento errado é procurar a ajuda de alguma agência especializada. Existem várias delas em todo o Brasil e você não terá nenhuma dificuldade em encontrá-las fazendo uma busca na internet.

Se você finalmente conseguir uma permissão de residência (o que já é exceptional, então, parabéns!) e pousar na China, você entenderá rapidamente que está em um país onde você tem a oportunidade de trabalhar imediatamente. Muitos setores de atividade buscam funcionários qualificados e pagam melhor do que no Brasil, sempre de acordo com o seu nível de conhecimento e experiência.

Da mesma forma, para ir estudar na China, você terá que obter um visto específico de duração mínima de 1 ano para o visto X ou apenas 1 semestre para o visto F. Estas são as universidades que lhe enviarão os documentos para preencher assim que você for admitido no curso escolhido.

Os documentos a serem apresentados para obter este visto são mais simples:

  • Uma fotocópia do passaporte (páginas de informação),
  • Formulário de pedido de visto enviado pela universidade totalmente preenchido,
  • Um documento com foto,
  • A carta original de admissão da universidade e uma fotocópia.

O processo leva entre 2 e 4 semanas, então se apresse para enviar todos os papéis!

Depois de aceitar o seu pedido, tudo o que você precisa fazer é solicitar acomodação estudantil. Então, por que esperar? Se você é estudante e quer ir para a China, não perca mais tempo!

É chegar batendo que você será bem recebido! Pelo menos é o que desejamos! Com todos os documentos prontos e o mandarim na ponta da língua, as portas vão se abrir para você na China!

Durante todo o processo, seja ela para um visto de turista, visto de trabalho ou visto de estudante, aproveite para continuar fazendo aulas de mandarim com um professor particular. Você verá que ao chegar em território chinês, isso fará toda a diferença!

Sem contar que para conseguir um emprego, fazer amigos e se integrar completamente na comunidade na qual você fará parte, nada melhor do que se comunicar na língua local. Os chineses vão adorar ver o seu esforço e existem grandes chances que eles se proponham a te ajudar a avançar uma vez que você estiver na China!

E quanto você estiver no Brasil, dê uma espiadinha no nosso site, pois o Superprof está aqui para te ajudar!

Veja ainda algumas informações necessárias para entender a evolução da população chinesa.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar