Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Entenda tudo o que um professor de chinês precisa saber

De Marcia, publicado dia 15/06/2018 Blog > Idiomas > Chinês > Como ministrar aulas de mandarim?

Por razões acadêmicas, profissionais ou mesmo culturais, a cada dia aumenta o número de brasileiros que querem aprender a língua chinesa.

Acontece que nem todas essas pessoas têm a sorte de morar próximo a uma escola especializada no ensino do idioma e da cultura do país. Isso soma-se à rotina corrida de trabalho que todos nós temos. Além de encontrar a escola, é necessário ajustar-se aos horários nos quais as aulas do seu nível acontecem.

São esses fatores que têm levado muitas dessas pessoas a procurar pelo ensino personalizado do idioma. A sua vontade é encontrá-las e dar aulas para elas? Então continue lendo. Ao final do nosso artigo, você entenderá quais são os principais passos para tornar-se professor de chinês.

Plante seus conhecimentos Começar a lecionar chinês pode ser difícil no começo, mas trará bons frutos.

Muito mais que ser um professor, é necessário oferecer aos seus alunos aulas e material de apoio de qualidade.

E para você se inspirar, aí vai um provérbio chinês: “Conhecer a própria ignorância é a melhor parte do conhecimento.”

Como se tornar professor de chinês?

A primeira pergunta que você faz a si mesmo quando decide dar aulas de chinês é: será que precisarei de formação universitária para isso? Existe uma graduação específica para lecionar o idioma? A resposta para essas duas perguntas é não.

Diplomas universitários não se fazem necessários para ministrar aulas particulares de chinês. O mais importante nesse caso serão seus conhecimentos no idioma e na cultura chinesa e a vontade de passá-los adiante, a paixão pelo ofício de ensinar.

Além disso, quanto mais diferenciais você tiver enquanto professor, melhor. A metodologia empregada, a criatividade e o planejamento das aulas contam pontos na hora de tornar-se o preferido do público.

Nativos e não nativos podem ensinar a língua chinesa. Afinal, qualquer pessoa pode aprender o idioma. Entretanto, para ser professor, uma boa dose de empatia e didática é necessária.

Muitos professores iniciam suas carreiras atuando em escolas e instituições específicas. Para isso, é necessário enquadrar-se no regulamento e nos pré-requisitos exigidos por tais empresas.

Há situações também nas quais uma pessoa sonha em ensinar chinês, mas ainda não possui os conhecimentos suficientes no idioma para tal. Nesse caso, será necessário buscar formas de aprimorar-se antes de partir para a profissão.

Alguns se submetem a cursos intensivos sobre a China, com sua língua e cultura. Outros, buscam cursos preparatórios para exames internacionais de proficiência. E há ainda os que se deslocam até o país para estudar e passar alguns meses verdadeiramente imerso na cultura local.

Faça um intercâmbio Na busca por conhecimentos, há quem embarque para a China.

Um intercâmbio sempre ajuda a avançar rapidamente no idioma e talvez seja o que você precisa para ingressar na profissão. Existem até histórias de pessoas que embarcaram para estudar e, na iminência de uma vaga no mercado local, acabaram se estabelecendo definitivamente no país.

Mas, considerando que você volte ao Brasil, certamente nunca mais será o mesmo. A bagagem emocional e cultural trazidas na mala certamente fará de você um profissional diferenciado.

Como encontrar alunos para ensinar chinês?

Para muitos profissionais, a parte mais difícil de iniciar uma carreira como professor de chinês é encontrar os primeiros alunos.

Mas existem algumas atitudes que podem fazer toda a diferença nesse sentido.

E o primeiro passo é tornar a sua nova atividade conhecida entre as pessoas do seu círculo de convivência. A propaganda boca a boca pode ser o caminho para trazer seus primeiros alunos até você.

Espalhar a informação entre a sua família e o seu círculo de amigos pode fazer com que eles também a passem adiante, no trabalho, na escola e até mesmo naquela conversa de boteco. Já imaginou quantas pessoas descobrirão que você é professor de chinês dessa forma?

Se você mora em um condomínio, pode conversar com a administração local sobre a possibilidade de colocar anúncios do seu trabalho em espaços comuns de convivência.

Há também a opção de bater de porta em porta na sua vizinhança para apresentar-se e informar sobre a sua nova atividade. Ainda é possível visitar as lojas do seu bairro, e conversar sobre a possibilidade de disponibilizar panfletos ou um anúncio dos seus serviços nesses locais.

Pense que, dessa forma, é possível que pessoas do seu bairro que estão procurando por aulas de chinês, tomem conhecimento de que há um professor próximo a elas.

Entretanto, na hora de elaborar seus anúncios, é importante ter em mente que eles devem contar com informações relevantes, como o seu público-alvo, o tipo de curso de você oferece, a sua disponibilidade de horários e os meios de entrar em contato com você. Falar sobre a metodologia empregada e a sua formação acadêmica também podem ajudar a atrair o interesse das pessoas.

Se as suas aulas são voltadas especialmente a estudantes de escolas convencionais e universitários, você pode ainda conversar com a direção de escolas e universidades próximas a você para fazer os seus anúncios.

Estudantes muitas vezes buscam uma oportunidade para aprender um idioma específico, sem saber ao certo onde encontrá-las. Se os seus serviços chegarem ao conhecimento dessas pessoas através da escola, a credibilidade certamente será maior.

Isso sem contar que uma escola é certamente uma fonte fértil para conseguir alunos de chinês.

Se a sua intenção é ensinar o chinês mais voltado ao ambiente corporativo, por que não oferecer seus serviços em empresas multinacionais? Muitas delas adorariam poder contratar um professor para ministrar aulas do idioma a alguns dos funcionários, que precisam participar de reuniões e eventos com chineses nativos.

Lembre-se de que o mercado chinês está em constante expansão e muitos profissionais desejam aprender a língua para alavancar sua carreira.

Um outro meio eficiente para anunciar seus serviços é a internet. Hoje em dia, a maioria das pessoas está presente e ativa nas redes sociais. E elas normalmente usam a internet para procurar por produtos e serviços de seu interesse. Contar a elas sobre o seu ofício nesse ambiente constitui, portanto, uma maneira inteligente de aumentar o seu alcance.

Além disso, existem plataformas específicas que promovem o encontro entre alunos e professores. É o caso da Superprof. Você pode fazer o seu cadastro profissional gratuitamente e, dessa forma, tornar-se visível para centenas de alunos que procuram por um professor de chinês.

Como organizar suas aulas de chinês?

Se você já conseguiu encontrar seus primeiros alunos ávidos por conhecimentos em chinês, saiba que já deu um grande passo rumo à uma carreira feliz e promissora. Agora, você precisa oferecer a eles um ensino de qualidade. Para isso, temos algumas dicas básicas.

Seja organizado

Ensinar demanda organização e metodologia. Não há muito espaço para improviso, quando existe o compromisso com a gramática e o uso correto da língua chinesa.

Além disso, você deve ter em mente que existem alunos de diferentes perfis e as aulas precisam ser preparadas de acordo com os objetivos e anseios de cada um. Caso contrário, não poderíamos dizer que trata-se de um ensino personalizado.

Organização é a palavra chave Um professor desorganizado tem tudo para trazer insegurança aos seus alunos.

Para isso você precisa:

  • Identificar as necessidades do aluno;
  • Preparar as aulas com antecedência;
  • Explicar ao aluno, no início, como funcionarão as sessões;
  • Estimular a prática escrita e oral a cada aula;
  • Fazer avaliações periódicas para mensurar o progresso de cada um no aprendizado.

Cada aluno aprende em seu próprio ritmo e você precisa entender o que funciona melhor em cada caso.

Diversificar seus materiais de ensino

Hoje em dia, há livros, materiais gratuitos da internet, aplicativos e toda a sorte de instrumentos que podem ajudá-lo no decorrer das suas aulas. Quer um conselho? Use e abuse dessas ferramentas!

Dessa forma, suas aulas serão lúdicas e originais. Entenda que existem alunos que progridem melhor quando seguem um livro didático. Para outros, incrementar as sessões com músicas e vídeos da internet ajuda a manter a motivação. Caberá a você ter a sensibilidade de captar essas diferenças e usá-las a favor do aluno e do seu trabalho.

Escolher os canais para as aulas

Você acha melhor ensinar chinês pessoalmente ou via webcam? Ser professor particular confere a você a liberdade de fazer essa escolha. As aulas à distância transpõem barreiras físicas, mas nem todo aluno apresenta rendimento satisfatório por esse meio que parece mais impessoal.

Se preferir, você pode ainda atuar de ambas as formas, de acordo com as preferências e possibilidades de cada um dos seus alunos.

Ser original

Apesar de toda a questão de levar em conta o perfil do aluno na hora de montar as aulas, é importante desenvolver sua própria maneira de ensinar chinês, sua marca registrada como professor.

Há profissionais que se tornam famosos por desenvolverem métodos próprios e criativos. Mas ainda que você deseje trabalhar com os métodos convencionais já existentes, é o seu toque pessoal que fará com que você conquiste a preferência do público.

Como precificar as suas aulas?

A remuneração de um professor de chinês é variável. Isso porque os preços mudam de acordo com a região na qual você atua, o perfil dos alunos e outros fatores mercadológicos.

Trabalhar em uma escola de chinês confere um salário fixo ao profissional. Por outro lado, não existe a liberdade de decidir quanto cobrar por suas aulas.

Sua formação acadêmica e experiência profissional com o idioma também podem contribuir para uma valorização maior do seu trabalho. Entretanto, é importante não destoar da média do mercado, nem para mais e nem para menos. Assim, você não desvaloriza o seu trabalho e não deixa de praticar preços justos e coerentes.

Precifique suas aulas O salário do professor de chinês pode ser bastante variável.

Como você pode ver, embora os conhecimentos sejam necessários a todos os professores, cada um pode desenvolver seus próprios métodos e linha de trabalho.

E você? Já escolheu qual vertente deseja seguir? Já tem os conhecimentos necessários para atuar? Que tal começar então a pensar em formas de tornar-se conhecido?

 

 

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar