Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Estudantes paulistanos: onde procurar ajuda para escolher sua carreira?

De Fernanda, publicado dia 28/03/2018 Blog > Apoio Escolar > Orientação Vocacional > Orientação vocacional em São Paulo

Segundo o Censo Escolar de 2015, o Estado de São São Paulo contava com 1.850.964 matrículas no Ensino Médio. Muitos desses alunos não têm certeza de seu futuro acadêmico e profissional e não têm certeza do caminho que vão seguir.

Às vezes, alguns embarcam em formações inadequadas e perdem anos valiosos! Para evitar o abandono escolar ou a reorientação, é bem possível passar por um processo de aconselhamento com especialistas em orientação escolar, do final do Ensino Médio à Universidade.

Descubra como encontrar seu caminho acadêmico em São Paulo!

Centros de orientação vocacional na capital paulista

Onde fazer orientação profissional em SP? São Paulo: a concorrência no mercado de trabalho é uma realidade cruel.

São Paulo agrega muitas instituições cujo objetivo principal é orientar, capacitar e favorecer a integração de adolescentes e jovens no mercado de trabalho. Uma das principais instituições conhecidas na área é a organização Colmeia. Nessa sessão vamos destacar outros dois projetos importantes:

Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE

Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE é uma associação civil de direito privado, sem fins lucrativos e de fins não econômicos, reconhecida como entidade de assistência social que, por meio de diversos programas, dentre eles o de aprendizagem e o estágio de estudantes, possibilita aos adolescentes e jovens uma formação integral, ingressando-os ao mundo do trabalho.

O maior objetivo do CIEE, com mais de 54 anos de existência é encontrar, para os estudantes de nível médio, técnico e superior oportunidades de estágio ou aprendizado, que os auxiliem a colocar em prática tudo o que aprenderam na teoria.

Um dos serviços ofertados pelo Centro é o Programa de Orientação e Informação profissional, um projeto gratuito. Por meio de dinâmicas, são abordadas habilidades, características individuais e o autoconhecimento, integrando sonhos e realidade.

Com a crescente demanda por atividades relacionadas ao meio ambiente, empresas e instituições buscam profissionais que atuem nessa área. No módulo Profissões Verdes, é possível identificas as possibilidades e as tendências para os próximos anos.

No módulo Profissões do Futuro, são apresentadas as áreas de conhecimento mais valorizadas pelo mercado de trabalho,  ilustrando a importância de uma economia globalizada e sinalizando para futuras profissões que possam surgir.

Nos encontros de dicas para a escolha profissional, os orientadores incentivam, o autoconhecimento do jovem para o desenvolvimento de habilidades compatíveis com a escolha profissional, cruciais para a a inserção no mercado de trabalho.

No Planejamento de carreira e empregabilidade, o foco é elaborar um plano de carreira para que as oportunidades de trabalho sejam analisadas e o jovem consiga o sucesso profissional ao longo da vida.

O CIEE também promove palestras que esclarecem o processo de planejamento de carreira, contribuindo para o sucesso profissional.  Sem contar com a existência do BIPE – Banco de Informações Profissionais e Educacionais, que proporciona informações completas e atualizadas sobre curso, escolas, profissões e mercado de trabalho para estudantes, professores, pais e profissionais em gera;.

EM 2016, o CIEE atendeu mais de 6.700 estudantes e estagiários com o programa.

Projeto Tô no rumo – Ação Educativa

Fundada em 1994, a Ação Educativa é uma associação civil sem fins lucrativos que atua nos campos da educação, da cultura e da juventude, na perspectiva dos direitos humanos.

Para tanto, realiza atividades de formação e apoio a grupos de educadores, jovens e agentes culturais. Integra campanhas e outras ações coletivas que visam à realização desses direitos. Desenvolve pesquisas e metodologias participativas com foco na construção de políticas públicas sintonizadas com a as necessidades e interesses da população.

É sua missão a defesa de direitos educativos, culturais e da juventude, tendo em vista a promoção da democracia, da justiça social e da sustentabilidade socioambiental no Brasil.

Um dos projetos realizado pela associação é o Tô no rumo. O programa consiste em uma metodologia que tem como objetivo disponibilizar informações sobre os caminhos de continuidade dos estudos e de inserção profissional aos/as jovens que concluíram o Ensino Médio.

A iniciativa se propõe a realizar uma reflexão sobre a realidade educacional, acesso ao ensino superior e técnico e mundo do trabalho no Brasil contemporâneo, abordando diferentes dimensões (culturais, sociais, econômicas) que afetam os processos de escolha e de inserção educativa e profissional da juventude.

O projeto, construído em diálogo com alunos/as e educadores/as ao longo dos anos, trabalha atualmente com formação de professores, que realizam atividades de orientação profissional em sala de aula.

Desde 2013, o programa atua nos municípios de São Paulo e Santo André. Já foram formados mais de 150 professores/as em cursos de extensão universitária realizados junto com a Universidade Federal do ABC e as oficinas foram levadas a cerca de 25 escolas. Mais de 3 mil jovens acessaram informações e puderam refletir a respeito da sua escolha profissional, formação e inserção no mundo do trabalho. Em 2014, a metodologia foi consolidada com a publicação do “Guia Tô no Rumo – Jovens e Escolha  Profissional”, direcionada a educadores/as com interesse em desenvolver um trabalho nesse campo.

Orientação Vocacional em SP: universidades

Além da Universidade de São Paulo, que possui várias ações voltadas para Orientação Vocacional gratuita, muitas instituições de ensino superior abrem suas portas para prestar serviços gratuitos à comunidade. Vamos citar algumas delas:

  • Serviço-escola de Psicologia do Curso de Psicologia da Universidade Anhembi
  • Clínica Psicológica Universidade Ibirapuera
  • Uniban – Clínica de Psicologia
  • Clínica de Psicologia da Universidade São Francisco
  • USJT – Centro de Psicologia Aplicada (CENPA)
  • UnG – Clínica de Psicologia
  • UniABC – Clínica de Psicologia
  • UniA – Clínica Escola
  • Clínica de Psicologia – Metodista

Além disso, a clínica da PUC-SP Ana Maria Poppovic propõe vários serviços, entre eles:

1. Orientação Vocacional, cujos objetivos são:

  • Acompanhar o orientando em suas reflexões, de modo que ele possa, no final do processo, ser capaz de tomar uma decisão sobre a profissão a seguir;
  • Compreender as dificuldades que impedem esta decisão;
  • Promover a elaboração das ansiedades e conflitos que envolvem a decisão de uma carreira;
  • Promover informações a respeito das carreiras.

O atendimento é realizado por meio de sessões individuais ou em grupo, dependendo do preparo e do interesse do aprimorando, mas sempre acontecem na clínica “Ana Maria Poppovic”, com os adolescentes que procuram pelo serviço individualmente. O processo ocorre em cerca de 10 atendimentos. Supervisão semanal. Relato semanal dos atendimentos e relatório final dos atendimentos realizados.

2. Orientação Profissional em Grupo:

Tem como proposta auxiliar o jovem a realizar uma escolha profissional consciente, a partir da reflexão sobre si mesmo, do acesso à informação atualizada, da construção de um projeto de futuro.

Objetivos: propiciar uma reflexão sobre o processo de escolha profissional e planejar a continuidade da formação acadêmica, discutindo e trocando ideias sobre os elementos que interferem nas escolhas.
Esse processo procura oferecer ao jovem a oportunidade de desenvolver uma ação crítica e reflexiva, a fim de realizar uma síntese, conhecendo seus medos, incertezas, sonhos, desejos, valores, projetos de vida.

Metodologia: o trabalho é realizado através de um processo dinâmico, de curta duração e em grupo.  A proposta é oferecer um espaço de reflexão e sensibilização para as temáticas relacionadas à escolha profissional. A partir do autoconhecimento, da reflexão sobre o “mundo do trabalho”, pode-se planejar, a continuidade da formação acadêmica e o futuro profissional – construir um “projeto de vida futura”. O serviço atende jovens das fases conclusivas do Ensino Médio que desejam realizar a sua escolha profissional, certificar-se da escolha feita ou ampliar a informação sobre as profissões.

Lei da Aprendizagem: garantia de trabalho e estudo

Lei da Aprendizagem: garantia de trabalho e estudo. Orientação vocacional: descubra como a lei do aprendiz beneficia os jovens estudantes em busca de profissionalização.

A Lei nº 10.097, de 2000 é, para muitos, uma iniciativa de combate ao trabalho infantil no Brasil. Isso porque institucionaliza a atividade de aprendizagem de jovens de 14 a 24 anos dentro das empresas. Regulamentada em 2005, a lei estabelece que toda média e grande empresa do país tem a obrigação de cumprir uma cota de aprendizagem – essa cota varia de 5% a 15% de seu quadro de pessoal, em atividades compatíveis com formação profissional.

Os contratos têm prazo de 2 anos, e oferecem uma série de condições para que o jovem se desenvolva profissionalmente: comprovação de frequência escolar; cumprimento de carga horária máxima de 6 horas para aqueles que não terminaram o ensino fundamental; garantia de todos os direitos trabalhistas, além de quatro dias de formação prática e um de formação teórica em instituição autorizada.

A aprendizagem é um instituto que cria oportunidades tanto para o aprendiz quanto para as empresas, pois dá preparação ao iniciante de desempenhar atividades profissionais e de ter capacidade de discernimento para lidar com diferentes situações no mundo do trabalho.

Podemos citar dois programas interessantes de aprendizagem:

  • Aprendiz legal – Fundação Roberto Marinho
  • SENAI Aprendizagem Industrial

Faça orientação profissional na capital paulista

A orientação vocacional e profissional é um processo destinado a estudantes entre 14 e 26 anos. Nessa idade, a maioria dos jovens ainda tem dúvidas quanto ao seu futuro e muitas vezes fazem opções equivocadas, que acabam causando transferências de curso ou até mesmo abandono escolar. Um dos papeis, portanto, do coach de orientação é motivar e incentivar os alunos a prosseguirem seus estudos!

Onde fazer orientação profissional em São Paulo? Investir psicologicamente e financeiramente em orientação profissional é economizar traumas e gastos desnecessários com a escolha errada…

O processo de orientação é realizado com um especialista em orientação profissional e vocacional ao longo de várias entrevistas individuais ou em grupo. Ao final de duas ou três sessões, o coach faz um balanço com o aluno para desenhar um projeto profissional e estabelecer um plano de ação.

Em regra geral, o plano de carreira consiste em testes de orientação, de avaliações acompanhadas pelo especialista, documentação sobre cursos e universidades e um relatório final de síntese.

Seja para se reorientar, projetar-se no mercado de trabalho ou fazer um balanço de suas habilidades pessoais, os alunos podem confiar no know-how de psicólogos especializados em orientação.

Por meio do teste de personalidade de avaliação de habilidades, o aluno aprende sobre si mesmo e assim fortalece sua autoconfiança – características fundamentais para um futuro profissional de sucesso!

Ao analisar os resultados acadêmicos do aluno e fazer as perguntas certas, o profissional de orientação é capaz de identificar as habilidades do aluno e ajudá-lo a encontrar o caminho!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar