Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como aprender mandarim: suportes diversos para ensino infantil

De Camila, publicado dia 24/02/2019 Blog > Idiomas > Chinês > Língua da China: diferentes materiais para ensinar crianças

Com a globalização, fica cada vez mais fácil aprender uma língua estrangeira, mesmo ela sendo considerada complexa. Exemplo disso é o chinês. Curso de mandarim para brasileiros é cada vez mais procurado, já que esse é o idioma mais falado do mundo, ficando a frente mesmo do inglês!

É preciso, no entanto, determinação, motivação e paciência para aprender como falar chinês fluentemente, pois, assim como no aprendizado de toda e qualquer língua estrangeira, leva-se tempo.

Levando isso em consideração, muitos pais, pensando no futuro de seus filhos, decidem colocá-los em um curso de chines desde cedo. Afinal de contas, o cérebro das crianças funciona como um esponja e é capaz de reter os ensinamentos relacionados a esse idioma de forma bem mais simples que o das pessoas em fase adulta.

Aprender chines pode ser feito de maneira lúdica e divertida. Professores especializados no ensino da lingua da China para pequenos apostam em metodologias e materiais específicos desenvolvidos para serem aplicados na aula de chinês voltada aos pimpolhos.

No programa focado em como aprender mandarim: aulas intensivas de chinês e outras atividades de descoberta. No entanto, existem muitas outras maneiras de aprender a falar palavras em chinês, como livros tradicionais, escolas de idiomas, aulas particulares ou indo a eventos de intercâmbio linguísticos. Descubra nesse artigo diversos tipos de materiais para crianças e jovens aprenderem chines!

Confira ainda um mini guia para ensinar chinês para crianças.

Mídia tradicional para aprender mandarim

Segundo alguns estudos ligados à educação, o ensino de línguas é mais eficaz utilizando meios de comunicação tradicionais, ou seja, livros e publicações impressas. Tais materiais permitem tratar todos os aspectos relativos à teoria do idioma da China, tais como:

  • Escrita chinesa, com o repertório de ideogramas,
  • Livros de civilização, língua e cultura chinesa,
  • Exercícios divididos de acordo com as especificidades do idioma.

Esses suportes também têm a vantagem de serem úteis tanto para o professor quanto para o aluno. Com apenas um livro de chinês, você pode aprender a ler e a escrever, mesmo de forma independente. Além disso, o mandarim é uma das línguas que chamamos de “língua tonal“. Isso quer dizer que ela é uma  língua falada. Como sabemos bem, ela também pode ser escrita, já que, de fato, a caligrafia chinesa é parte integrante da cultura chinesa!

Nada como aprender mandarim acompanhado de um dicionário. O bom e velho livro ainda é muito utilizado no ensino do chinês.

Os livros também são uma boa maneira de mergulhar na história da República Popular da China, aprender mais sobre a Grande Muralha da China ou ler os textos fundadores de Confúcio, um filósofo-chave desta cultura.

No Superprof você pode encontrar dezenas de professores de chinês em todo o Brasil prontos para ajudá-lo no aprendizado do idioma!

A questão que surge também é em quais contextos é possível aprender chinês através de suportes tradicionais. Embora alguns livros possam ser usados ​​por autodidatas, outros são reservados para formatos específicos de ensino, tais como:

  • Faculdades e universidades,
  • Institutos privados,
  • Aulas particulares com um professor.

Nos três casos mencionados acima, também é possível trabalhar sua entonação e sua compreensão oral. Tais habilidades linguísticas são mais difíceis de serem praticadas utilizando apenas os materiais tradicionais de maneira autodidata, ou seja, sozinho em casa.

Para otimizar o aprendizado de idiomas considerados “difíceis” – como o mandarim -, é recomendável sempre ter um bom dicionário chinês – português em mãos.

Veja alguns motivos para se aprender chinês desde jovem.

Descubra a língua chinesa em escolas de idiomas

Com pelo menos 1,2 bilhão sinófonos ao redor do mundo, o chinês é uma das línguas oficiais das principais organizações internacionais. Com tantas pessoas que a dominam, não poderia ser diferente. O chinês é uma língua plural: sua escrita, suas regras gramaticais, sua pronúncia… Dá para começar a entender porque o idioma da China é uma das línguas vivas mais exigentes em termos de aprendizagem!

Várias escolas de línguas oferecem curso de mandarim para brasileiros. Escolas de idiomas apresentam boas alternativas metodológicas para ensinar chinês para jovens.

A vantagem das escolas de idiomas é que elas oferecem vários suportes para todos os níveis:

  • Para o nível iniciante, cursos introdutórios à língua e à caligrafia chinesa são recorrentes,
  • Para o nível intermediário, critérios mais técnicos são abordados, como a transcrição fonética com um interlocutor (muitas vezes) nativo,
  • Para o nível avançado, são oferecidas aulas de conversação.

Esses cursos de chinês também acontecem em sala de aula, em computadores com o auxílio de educadores capacitados, como professores de chinês.

As escolas de línguas também são uma boa etapa a ser atravessada por aqueles alunos que querem ir para a China: muitas delas oferecem materiais informativos e contatos diretos com pessoas e empresas que podem facilitar e viabilizar o processo.

O interessante dessas instituições é que elas ainda organizam atividades temáticas para seus alunos, tais como:

  • Curso de conversação em chinês (mandarim),
  • Excursões guiadas em chinês,
  • Sessões de cinema para ver um filme chinês
  • Encontros gastronômicos em torno da culinária chinesa,
  • Etc.

São muitas as atividades possíveis a serem abordadas na hora de diversificar o aprendizado do mandarim. Eles são organizados de acordo com a idade média dos alunos, assim como as possibilidades financeiras do grupo de aprendizes.

Através de um curso de língua chinesa em um escola especializada, as crianças podem florescer em torno da língua da China, diversificando seus estilos de aprendizado e se socializando com outros alunos que possuem o mesmo interesse pelo idioma de Confúcio!

Quer aprender como ensinar mandarim para crianças?

Internet: bom suporte para jovens aprenderem mandarim

Hoje, a internet é uma das melhores maneiras de aprender um novo idioma, já que ela oferece vários recursos:

  • É possível se inscrever ou fazer cursos de chinês online, com professores a distância,
  • Numerosos conteúdos online, como tutoriais, videoaulas e video clipes, etc. permitem o exercício regular da língua chinesa.

Alguns aplicativos – como Skype ou Facebook, por exemplo – tornam possível conectar pessoas que desejam aprender um idioma, possibilitando a troca de prática oral e escrita (trocando mensagens). Isso é ideal para o aprendizado gradual, assim como para se fazer novas amizades.

Vários aplicativos existem para que você possa praticar mandarim a qualquer hora em qualquer lugar. E se você pudesse aprender chinês através do seu celular?

Outras aplicações, como Babbel ou Lingq, oferecem oportunidades de ensino, dependendo do nível do aprendiz. É possível aprender vocabulário chinês através de novas palavras ou frases prontas. Ótimo para quem deseja se preparar para uma viagem para a China. Sem mencionar que os aplicativos de tradução, como o Google Tradutor, podem salvar sua vida na hora de precisar ler ou escrever algo em mandarim!

Um aprendiz em chinês deve ser capaz de alternar materiais de aprendizagem, a fim de maximizar a memorização e assimilação dos conceitos estudados.

Além de suportes virtuais disponíveis através da internet, lembre-se também de todas as outras mídias na hora de estudar chinês: a combinação entre duas ou várias delas torna seu aprendizado ainda mais eficaz.

Mas então, quais são esses suportes virtuais? Você pode escolher entre:

  • Canais gratuitos do Youtube de chineses que desejam ensinar sua língua nativa,
  • Canais do Dailymotion de professores brasileiros que ensinam chinês com humor,
  • Canais de TV que transmitem programas de todos os tipos, desde reality shows até o programa de culinária,
  • Podcasts de programas de rádio ou televisão, para ouvir em todos os lugares.

A principal vantagem desses meios de comunicação? Eles são gratuitos em 95% dos casos! Isso oferece boas oportunidades para começar e conhecer o básico, sem precisar gastar muito caso seu orçamento para investir em um curso de chinês seja limitado (ou nulo). Um computador nunca lhe ensinará as sutilezas de um idioma (isso, só um professor cara-a-cara poderá lhe transmitir), mas você poderá começar construindo algumas bases até chegar o momento em que poderá fazer aulas presenciais!

A internet é uma boa maneira de descobrir a cultura chinesa, seus costumes e estilo de vida! Resumindo: uma imersão total, sem sair do sofá!

Por que a internet é amplamente usada pelos iniciantes em chinês? Simplesmente porque ela é super acessível e muitas vezes, totalmente gratuita!

Além disso, as crianças de hoje preferem, sem a menor sombra de dúvidas, vídeos e aplicativos disponíveis na internet na hora de começar a aprender um idioma. Tal ferramenta é muito mais fácil, especialmente aprender em casa, no transporte ou em qualquer outro momento!

Além de poder render excelentes frutos para o futuro do seu filho. Uma imersão total através de um intercâmbio na China é uma ótima opção de aprendizado!

Descubra qual é a melhor idade para começar a aprender chinês.

Intercâmbio na China para jovens: melhor maneira de aprender

Falar de uma viagem como apoio pode parecer surpreendente, mas é, sem sombra de dúvidas, o melhor formato para se tornar um bilíngue da língua chinesa! A estadia de estudos em solo chinês é geralmente dividida em várias partes:

  • Aulas teóricas, geralmente de manhã,
  • Aulas práticas, muitas vezes à tarde
  • Oficinas de descoberta, para absorver a cultura local,
  • Excursões para desfrutar de um momento único.

Tal investimento permite aos jovens fazerem cursos intensivos, possibilitando um aprendizado rápido e efetivo. O intercâmbio linguístico tornar viável a estadia e a frequentação de aulas em uma universidade, um instituto privado ou um centro cultural. O aluno – juntamente com seus pais –  também pode optar por morar em uma república de estudantes internacionais na China. De tal maneira, além da língua, ele também poderá aprender a administrar sua vida quotidiana fora da casa dos pais, ganhando independência! Depois de tal experiência, o jovem  vai crescer e ter uma melhor experiência na prática da língua.

Para alcançar o nível nativo em chinês, a imersão continua em um ambiente sinófono é um dos melhores recursos de ensino.

Existem formatos muito semelhantes que atendem a públicos diferentes, como acampamentos de verão acessíveis desde o primário, para as crianças descobrirem o idioma e o país. Estágios profissionais para estudantes do ensino médio e superior ou um formato de trabalho de férias para adultos são também opções que podem ser consideradas e facilmente encontradas.

Além disso, quais crianças não gostam de viajar? Este suporte é, portanto, ideal para deixá-los envolvidos na língua e na cultura chinesa de maneira duradoura!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar