Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O passo a passo para aprender piano com um professor particular

De Marcia, publicado dia 24/03/2019 Blog > Música > Piano > Como se tornar pianista com aulas particulares

“A vida é como um piano: entre o preto e o branco,  você tem que saber tocar ambos para ter uma bela melodia.” Anônimo

De acordo com psicólogos, a música seria capaz de reduzir o estresse causado pela correria do dia a dia. Portanto, podemos dizer que praticá-la pode ser uma ótima maneira de melhorar sua qualidade de vida.

E por que não fazer aulas de piano?

Para você que está pensando nisso, preparamos um passo a passo que certamente vai ajudá-lo.

Construa uma amizade com seu professor de piano

Muitas pessoas hoje querem se dedicar à música. Trata-se de uma atividade criativa, que permite trabalhar em vários aspectos, como a coordenação das mãos e o ouvido musical.

Guitarra, bateria, saxofone, flauta, gaita ou piano, seja qual for o instrumento, aprender música de modo geral requer investimentos de tempo e dinheiro.

Tocando instrumentos musicais Seja qual for o instrumento, aprender demanda investir.

Felizmente para os pianistas aprendizes, agora é possível adquirir um piano, independentemente da sua classe social (piano de cauda, ​​piano vertical, sintetizador, piano digital, teclados… há opções para todos os bolsos).

Uma vez que você adquiriu seu instrumento, as aulas podem ser tomadas até mesmo em casa, com um professor particular.

As aulas em casa oferecem muitos benefícios, incluindo um professor de piano dedicado totalmente à você. O estudante de música tem então um acompanhamento personalizado ao longo de sua evolução. O professor de piano sabe como seu aluno trabalha e quais são suas dificuldades. Os cursos são então orientados para ajudá-lo a avançar, de acordo com o seu perfil.

É por isso que o primeiro passo para começar as aulas de piano é importante. O primeiro encontro deve ser principalmente para discutir e traçar um planejamento com o professor para alinhar metas e determinar a linha de trabalho (teoria musical, arpejos, notas de leitura, coordenação das mãos, etc.).

Uma primeira aula de piano será, antes de mais nada, para conhecer seu professor, mas também avaliar seu nível para definir o ponto de partida.

Se você nunca tocou em um piano em sua vida, o professor tentará fazer exercícios para testar sua destreza, coordenação e seu ouvido musical.

Este ponto é essencial para começar bem e seguir um plano de aulas. O aluno não deve hesitar em compartilhar suas dificuldades para que o professor de piano possa voltar sempre que preciso e esclarecer suas dúvidas.

Os primeiros minutos da primeira aula de piano serão, portanto, a base da organização de todo o curso.

Que tal começar a pesquisar os preços de uma aula de piano em casa?

Revise e aprenda técnicas de piano

A segunda etapa do curso de piano é sempre rever o que foi visto na última aula para se certificar de que foi aprendido pelo aluno. O professor de piano pede então para repetir resumidamente os exercícios realizados

O aprendiz de pianista normalmente deve sempre revisar esse conteúdo entre uma aula e outra, o que permite a progressão do músico. Além disso, é tocando regularmente que o cérebro cria mecanismos. Tocar piano torna-se mais fácil graças à memória procedural.

A técnica do piano consiste em:

  • Saber como decifrar uma partição;
  • Reconhecer uma nota no piano;
  • Saber coordenar as duas mãos;
  • Aprender os acordes;
  • Preparar-se para tocar de improviso;
  • Etc.

A técnica torna possível ter uma base sólida para que você possa tocar qualquer música mais tarde e fazer isso com harmonia. Uma vez que os exercícios da aula anterior tenham sido revisados ​​e pareçam mais fáceis, o professor de música mostra novos exercícios. Fazê-los em sala de aula várias vezes seguidas ajuda o aluno a progredir, aproveitando a ajuda do professor.

Uma vez em casa, é impossível ser corrigido por seu professor. Portanto, é importante ver o hábito de praticar entre as aulas como uma maneira de experimentar e, especialmente, de estar errado. Porque você sabe bem: ” é errando que se aprende “.

O professor de piano mostra a posição correta das mãos, a postura, as progressões, etc.

Os exercícios são repetidos várias vezes para garantir que o aluno compreenda e possa repetí-lo também outra vez em casa.

Esta é a maior parte da aula de piano, porque o cérebro tem que aprender novas habilidades. Uma vez que este processo acabou, a maior parte do trabalho está concluída.

Aprenda a tocar músicas de piano

Uma vez que a técnica é adquirida, o professor de piano ajuda o aluno a colocá-la em prática através de faixas de música conhecidas. Geralmente o aluno pode aproveitar esse momento para aprender a tocar músicas que ele particularmente gosta.

Aprender uma música ao piano é um processo que permite que você use muitas técnicas ao mesmo tempo e revise tudo o que foi aprendido desde o começo, dependendo da música escolhida.

Tocar uma música que amamos ajuda a manter a motivação do aluno e o desejo de progredir.

Piano e vontade de aprender Motivação é fundamental para prosseguir com as aulas.

A escolha das músicas é, por vezes, o que leva os estudantes a deixar as lições de piano de lado, porque as faixas são muitas vezes impostas pelos professores de conservatório ou escola de música.

Para dar algumas ideias para as próximas aulas de piano, aqui estão algumas músicas para iniciantes:

  • Imagine, de John Lennon;
  • Für Elise, de Beethoven,
  • Comptine D’ Un Autre Ete, de Yann Tiersen,
  • Someone like you, de Adele,
  • Aleluia, de Leonard Cohen,
  • I promise you, deJohnny Hallyday.

E para o progresso, essas poucas músicas poderão lhe inspirar ideias:

  • Life on Mars?, de David Bowie;
  • Mistral gagnant, de Renaud;
  • Lucie, de Pascal Obispo;
  • Ne me quite pas, de Jacques Brel;
  • Lá-bas, Jean-Jacques Goldman.

O objetivo é, acima de tudo, que os alunos aprendam com o prazer de tocar.

Durante esta etapa, o professor ensina o passo a passo e busca identificar as dificuldades do aluno.

Além disso, os professores de música podem transcrever músicas de modo que seja mais fácil tocar do que a forma original. Assim, algumas cançõees que podem parecer complicadas, às vezes podem se tornar adequadas para pianistas principiantes.

Qualquer que seja o estilo da música (jazz, rock, mpb, blues, etc), é possível simplificar muitas notas para que você possa tocar as canções que você gosta, e assim você não desanima. Então não hesite em perguntar ao seu professor de música sempre que alguma dúvida aparecer.

Para cada professor, uma lição particular de piano

O esqueleto das aulas de piano é geralmente o mesmo em geral, mas as aulas particulares são realmente específicas, de acordo com a metodologia do professor de piano escolhido. É impossível dizer com certeza que uma aula de piano funcionará igualmente para todos os alunos.

Para ter certeza de que o estilo de ensino de seu professor é adequado para você, considere conversar com ele antes e peça a ele para fazer uma aula experimental. É preciso que haja uma afinidade para que o método escolhido realmente funcione.

Afinidades com o profissional Amizade e afinidade entre professor e aluno ajudam no aprendizado.

Alguns professores particulares lhe responderão que é impossível definir tal informação porque eles constroem seus cursos como e quando julgarem correto para aquele aluno, e de acordo com os desejos e afinidades do aprendiz de pianista.

A solução  falar com o professor para determinar o que te faz feliz e o que você gosta de aprender e jogar. Sua maneira de aprender e sua personalidade também influenciam muito sobre como vai se apresentar o curso.

Alguns alunos precisam ser estimulados por uma variedade de exercícios para evitar ficar entediado e desistir, enquanto outros precisam se concentrar em uma tarefa específica.

Além disso, o aprendizado de piano não é o mesmo para crianças, adolescentes e adultos. Para cada faixa etária, há uma habilidade cognitiva e procedimentos que despertam interesse. Os gostos musicais também variam enormemente (música clássica, jazz, rock, etc.).

O trabalho do professor em aulas de música é manter o ritmo com todos os seus alunos, mantendo sua própria abordagem e método de aprendizado musical (método do piano, exercícios autodidáticos, etc.). Em aulas em grupo, tal tarefa pode não ser tão fácil quanto parece devido à variedade de perfis de alunos.

O modelo de aula ideal deve ser um mix entre o estilo do professor e a expectativa do aluno.

Começar o piano (aulas de piano , despertar musical, aulas de piano em casa, aulas de piano clássico, aulas de piano de jazz, etc.) não é o mesmo que se preparar para uma competição em conservatório ou mesmo para um grande campeonato.

Além disso, uma aula de piano pode ser dividida em diferentes disciplinas (história da música, treinamento musical, aulas de teoria musical para ler uma partitura e poder decifrá-la, dentre outras habilidades.

Tocando acordes programados Ler partituras é um passo importante nas aulas de piano.

Aprender a tocar piano, aprender teoria musical e fazer música é um processo pessoal que varia muito de pessoa para pessoa. O seu progresso vai depender de você gostar das aulas e encontrar um professor de música condizente com o seu perfil.

Para aprender, deve haver afinidade e amizade.

Assim, você pode se tornar quase tão famoso quanto Chopin, Mozart, Bach, Liszt, Beethoven, Offenbach ou outros grandes talentos. Ou simplesmente dedicar-se ao seu hobby.

E então? Que tal acessar agora mesmo a plataforma Superprof para começar a procurar por seu professor?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar