Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

É preciso de muito dinheiro para ir para a Itália?

De Fernanda, publicado dia 06/05/2019 Blog > Idiomas > Italiano > Quanto custa visitar a península itálica?

Quem tem um sonho deve ir para a Itália. Não importa se pensamos que o sonho está morto e enterrado: na Itália, ele vai levantar e andar de novo – Elisabeth Spencer

Do ponto de vista turístico, a Itália é um país rico em cultura, gastronomia, história e cordialidade. É, portanto, naturalmente obrigatório como destino quando se trata de uma viagem para a Europa. Descobrir a Itália é ter a garantia de delirar diante mil e uma paisagens, entre Pompeia, a Costa Amalfitana, o Lago de Como ou as belas praias da Sardenha.

Segundo a Organização Mundial do Turismo, a Itália é o quinto destino mais visitado do mundo. Com 50,7 milhões de turistas que descobrem as cidades italianas, como Roma, Nápoles, Milão, Florença ou Veneza, uma viagem à Itália é explorar uma identidade e cultura mundial inigualável.

Então, sim, visitar os lagos italianos, a Praça de São Marcos, a Basílica de São Pedro ou a costa da Sicília…. Mas a Itália é um país caro? É preciso guardar muito dinheiro? Não entre em pânico, é isso que veremos imediatamente!

Planejando um orçamento: defina o objetivo da sua estadia na Itália

Quanto custa um quarto de hotel na Itália? Viajar é rejuvenescer … É o que dizem, mas o orçamento muitas vezes entra em jogo quando você vai para a Itália ou para outro lugar. Resta saber como administrá-lo.

Esta é provavelmente uma das perguntas mais importantes a se fazer, se não a mais importante: visitar a Itália, sim, mas para quê? De fato, este ponto é o que vai constituir sua viagem, do ponto de vista financeiro. Palermo, Bolonha, Verona, Lombardia, tudo é possível, desde que o orçamento e os desejos se adequem.

Suas férias na Itália serão longas? Ou é um fim de semana romântico? Existe uma viagem planejada? Essas questões definem a base orçamentária, que deve ser planejada com certa antecedência. De um ponto de vista mais preciso, entre viajar na cidade ou passar uma semana no interior da Itália há uma diferença considerável no orçamento e no poder de compra.

Porque sim, que seja dito: ficar uma semana na Apúlia e se deslocar apenas para comprar frutas na aldeia vizinha ainda é mais barato do que passar três dias na cidade de Roma, entre o Coliseu, o Vaticano e os pequenos restaurantes típicos. De acordo com o perfil do viajante e do que ele deseja conhecer, é possível adequar a sua viagem para a Riviera Italiana ou para o sul da Itália.

Definir seu objetivo e o conteúdo de sua viagem à terra italiana é, portanto, um passo significativo, que vai se tornar uma base segura para visitar o norte da Itália, visitar Veneza de gôndola ou conhecer os Museus do Vaticano sem se estressar.  Mas mesmo além do conteúdo, o lugar onde você fica e você dorme também é importante.

Visite a Itália: alternativas de hospedagem em função do orçamento

Qual cidade italiana é a mais barata? Dormir é uma parte muito importante da viagem, especialmente na hora de planejar seu orçamento no país da bota.

Visitar o Sul da Itália em um carro conversível, ir para o Palácio Ducal sem fazer a fila, fazer uma viagem em família para Liguria, descobrir a gastronomia do norte e do sul da Itália… Tudo isso é um sonho, não é ? Se você quiser viajar para a Itália da melhor maneira possível e aproveitar todos os prazeres ao máximo, é importante planejar um orçamento para acomodação.

Na verdade, este tipo de despesa é, no final, um dos mais importantes para fazer uma viagem o mais relaxado possível, sem se preocupar com qualquer problema. O nosso primeiro conselho é reservar sua acomodação com o máximo de antecedência possível. Assim, nenhum imprevisto vai tirar o conforto da sua estadia no último minuto, e você vai poder desfrutar das Dolomitas ou da capital italiana sem dores de cabeça.

Se o orçamento é apertado, você pode pensar em albergues, que existem em todo o país, bem como o couch surfing que, por sua vez, consiste em se alojar gratuitamente em casa de família. Ideal para absorver a atmosfera local do país, sabendo que é possível viajar para a Itália a baixo custo!

Também vamos mencionar as soluções mais caras, que, como hotéis (aliás, belíssimos hotéis) ou Airbnb, nos permitem desfrutar da Itália em um ambiente confortável. Muitas vezes, é o tipo de alojamento mais adequado para um fim de semana pequeno ou longo no Carnaval de Veneza, na Baía de Nápoles ou na fonte de Trevi –  espere gastar um mínimo de 100 € por noite.

Mais especificamente, para ficar num hotel padrão (entre duas e três estrelas), normalmente custa 50 € por noite por pessoa para um quarto tradicional, e 75 € em média, para um quarto mais luxuoso. Tudo isso pensando na alta temporada!

No final, tudo varia em termos de qualidade. De fato, enquanto na Itália, o preço médio de um quarto de hotel de luxo (cerca de 5 estrelas) é de 225 €, na França, será preciso desembolsar 320 € por pessoa por este tipo de comodidade. Por fim, e se essa viagem à Itália fosse a hora de testar os quartos de luxo, só por uma noite?

Bem, é claro, as soluções de acomodação pontuam nossas estadias e o orçamento que vamos investir, mas cada cidade, cada lugar, tem um modo de vida e pontos de interesse que envolvem mais ou menos dinheiro. Do Lago Maggiore até a torre de Pisa, passando pelas mais belas praias da ilha de Capri, é preciso pensar na organização da viagem, por um orçamento que se encaixa perfeitamente aos seus objetivos!

Como todos sabemos, a acomodação é muitas vezes o item mais importante em termos de orçamento, e na Itália isso é confirmado. Saiba que 70 € por pessoa, por noite, em média, é uma aposta segura para aproveitar ao máximo a sua estadia!

Quanto custa comer na Itália?

Qual é o preço de um fim de semana na Itália? A gastronomia italiana é um dos aspectos culturais do país mais imperdíveis da viagem. Mas todas as cidades têm identidades diferentes, que correspondem a um orçamento específico.

A verdade seja dita: a Itália é um país bonito, um belo país. No entanto, o custo que corresponde a ela também varia em função da diversidade de cada cidade e das paisagens que lá existem. Na verdade, um fim de semana no interior da Calábria vai custar bem menos do que dois dias de passeio ​​em Veneza, com direito a visita a todos os pontos de interesse na cidade.

Sim, dependendo do tipo de estadia e do tipo do passeio (aproveitar a cultura e os museus, descansar numa espreguiçadeira durante todo o dia, fazer caminhadas, fazer uma descoberta culinária em restaurantes, etc.), as despesas fluem naturalmente.

De qualquer forma, há despesas que temos que fazer e a comida faz parte dela, não importa em que cidade estamos. Seja fazendo compras em mercados ou indo ao restaurante todos os dias, um orçamento deve ser reservado para essa finalidade.

O orçamento em restaurante

Poucas pessoas que saem de férias não vão ao restaurante pelo menos uma vez. Diversão de férias por excelência, você pode desfrutar de uma atmosfera típica, enquanto aprecia uma boa comida… Nada mais agradável! É o preço que vai variar, dependendo das cidades, lugares ou do tipo de restaurante escolhido.

Em termos absolutos, uma refeição de três pratos é cerca de 82% mais caro na Itália que no Brasil. Por cerca de 25 €, você terá direito a um aperitivo, um prato e uma sobremesa, de maior ou menor qualidade dependendo do estabelecimento!

Note-se que na Itália, a garrafa de água é cobrada no restaurante, diferentemente de outros países europeus, como a França. Pequenas coisas que, se somadas, fazem da Itália um destino bastante caro em termos de gastronomia, em qualquer caso!

O orçamento de comida em mercado

Como mostrado na lista abaixo, que nos oferece uma média de orçamento para uma cesta básica de compras, os preços italianos são um pouco mais baratos do que os preços de países como a França.

No entanto, vale a pena lembrar que o custo de vida em Roma é cerca de 24% mais caro do que em São Paulo, e que em termos de alimentação essa diferença chega a 58%!

Portanto, mesmo fazendo suas compras de alimentação no mercado, vale a pensa reservar um bom orçamento para a comida. Uma sugestão? Cerca de 70 € por dia para todas as refeições.

  • Um litro de leite: 1,15 €
  • 12 ovos: 3,38 €
  • Um quilo de arroz: 1,98 €
  • Um litro de água: 0,40 €
  • Um quilo de banana: 1,72 €
  • Uma alface: 1,09 €
  • Um quilo de maça: 1,90 €
  • Um quilo de tomate: 1,09 €
  • 500g de queijo local: 7 €
  • Uma garrafa de vinho tinto: 5 €

E por que não parar em um café para um cappuccino? Um país de renome mundial merece que os fãs desta bebida aproveitem de sua estadia antes que seja tarde demais! Porque sim, os preços podem ser atrativos: a 1,34 € em média pelo cappuccino italiano.

Nem precisamos dizer que cidades como Roma, Nápoles, Florença ou Bolonha custam mais do que as regiões remotas e o interior da Sicília, Calábria ou Apúlia. A Itália tem a vantagem de ser um país rico e variado! Sim, beber um copo de chianti é possível, você só tem que saber como fazer as escolhas certas.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar