Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

É preciso de muito dinheiro para ir para a Itália?

De Fernanda, publicado dia 02/10/2019 Blog > Idiomas > Italiano > Quanto custa visitar a península itálica?

Quem tem um sonho deve ir para a Itália. Não importa se pensamos que o sonho está morto e enterrado: na Itália, ele vai levantar e andar de novo – Elisabeth Spencer

Do ponto de vista turístico, a Itália é um país rico em cultura, gastronomia, história e cordialidade. É, portanto, naturalmente obrigatório como destino quando se trata de uma viagem para a Europa. Descobrir a Itália é ter a garantia de delirar diante mil e uma paisagens, entre Pompeia, a Costa Amalfitana, o Lago de Como ou as belas praias da Sardenha.

Segundo a Organização Mundial do Turismo, a Itália é o quinto destino mais visitado do mundo. Com 50,7 milhões de turistas que descobrem as cidades italianas, como Roma, Nápoles, Milão, Florença ou Veneza, uma viagem à Itália é explorar uma identidade e cultura mundial inigualável.

Então, sim, visitar os lagos italianos, a Praça de São Marcos, a Basílica de São Pedro ou a costa da Sicília…. Mas a Itália é um país caro? É preciso guardar muito dinheiro? Não entre em pânico, é isso que veremos imediatamente!

Planejando um orçamento: defina o objetivo da sua estadia na Itália

“Mangia bene, ridi spesso, ama molto” (coma bem, ria muitas vezes, ame muito)

Quanto custa um quarto de hotel na Itália? Viajar é rejuvenescer … É o que dizem, mas o orçamento muitas vezes entra em jogo quando você vai para a Itália ou para outro lugar. Resta saber como administrá-lo.

Esta é provavelmente uma das perguntas mais importantes a se fazer, se não a mais importante: visitar a Itália, sim, mas para quê? De fato, este ponto é o que vai constituir sua viagem, do ponto de vista financeiro. Palermo, Bolonha, Verona, Lombardia, tudo é possível, desde que o orçamento e os desejos se adequem.

Suas férias na Itália serão longas? Ou é um fim de semana romântico? Existe uma viagem planejada? Essas questões definem a base orçamentária, que deve ser planejada com certa antecedência. De um ponto de vista mais preciso, entre viajar na cidade ou passar uma semana no interior da Itália há uma diferença considerável no orçamento e no poder de compra.

Porque sim, que seja dito: ficar uma semana na Apúlia e se deslocar apenas para comprar frutas na aldeia vizinha ainda é mais barato do que passar três dias na cidade de Roma, entre o Coliseu, o Vaticano e os pequenos restaurantes típicos. De acordo com o perfil do viajante e do que ele deseja conhecer, é possível adequar a sua viagem para a Riviera Italiana ou para o sul da Itália.

Definir seu objetivo e o conteúdo de sua viagem à terra italiana é, portanto, um passo significativo, que vai se tornar uma base segura para visitar o norte da Itália, visitar Veneza de gôndola ou conhecer os Museus do Vaticano sem se estressar.  Mas mesmo além do conteúdo, o lugar onde você fica e você dorme também é importante.

O orçamento da viagem para a Itália

Bem, hoje em dia sabemos que os preços de passagens de avião internacionais não são nada acessíveis. Mas uma boa dica é começar a pesquisar com antecedência. Crie alertas em sites como Melhores Destinos ou Decolar e acompanhe a variação dos preços. Em geral, o melhor preço aparece cerca de três meses antes da data de partida. Quem sabe você não encontra uma promoção relâmpago?

Uma passagem de avião de ida e volta São Paulo-Roma está custando em média 3 mil reais. Claro, tudo depende da época da viagem, se é alta ou baixa temporada, verão ou inverno, férias escolares…

Lembre-se também que para solicitar o seu visto você certamente vai precisar da sua reserva de passagens.

Também pode ser benéfico fazer um seguro de viagem antes da sua partida, para ficar protegido no caso de a Basílica de São Marcos cair na sua cabeça! 😉

Visite a Itália: alternativas de hospedagem em função do orçamento

Qual cidade italiana é a mais barata? Dormir é uma parte muito importante da viagem, especialmente na hora de planejar seu orçamento no país da bota.

Visitar o Sul da Itália em um carro conversível, ir para o Palácio Ducal sem fazer a fila, fazer uma viagem em família para Liguria, descobrir a gastronomia do norte e do sul da Itália… Tudo isso é um sonho, não é ? Se você quiser viajar para a Itália da melhor maneira possível e aproveitar todos os prazeres ao máximo, é importante planejar um orçamento para acomodação. Segundo o site colaborativo Expatistan, o custo de vida em Roma é 24% mais caro do que em São Paulo. No entanto, a qualidade dos serviços e dos produtos locais é que faz a diferença.

Na verdade, a despesa com o alojamento é, no final, um dos mais importantes para fazer uma viagem o mais relaxado possível, sem se preocupar com qualquer problema. O nosso primeiro conselho é reservar sua acomodação com o máximo de antecedência possível. Assim, nenhum imprevisto vai tirar o conforto da sua estadia no último minuto, e você vai poder desfrutar das Dolomitas ou da capital italiana sem dores de cabeça.

Se o orçamento é apertado, você pode pensar em albergues, que existem em todo o país, bem como o couch surfing que, por sua vez, consiste em se alojar gratuitamente em casa de família. Ideal para absorver a atmosfera local do país, sabendo que é possível viajar para a Itália a baixo custo!

Alojamento italiano com orçamento pequeno

 Podemos dormir com os italianos? A Itália é um país acolhedor, seja qual for o seu orçamento! É possível curtir e dormir em boas condições sem gastar muito dinheiro!

Seja qual for o seu orçamento, é possível visitar a Itália, sim, sim! Entre o Vesúvio, a Fonte de Trevi e a atmosfera veneziana, até mesmo as pequenas bolsas terão direito a uma estadia digna do nome na Itália. Porque as acomodações são a imagem do país: ricas e variadas! Sem dúvida você vai encontrar uma que satisfaça suas expectativas financeiras e pessoais.

Porque não vamos esquecer que o orçamento não determina tudo, e o conteúdo da viagem também pode influenciar nessa escolha. Um fim de semana de caminhadas em Apúlia não exige as mesmas necessidades de alojamento como dois dias românticos na capital italiana.

Assim, a primeira solução de acomodação possível na Itália, quando se tem pouco dinheiro, é acampar. Então, é claro, este tipo de acomodação é mais para o interior italiano, a Sardenha, as mais belas praias da costa da Sicília, mas tem o mérito de ser barato, e de desfrutar de um ambiente acolhedor.

Não é preciso dizer que, seja qual for o seu tipo de alojamento preferido, quanto maior a antecedência da reserva, mais as tarifas são vantajosas. Camping não é uma exceção a essa regra!

Entre julho e agosto a procura é alta e as vagas são concorridas. Enquanto alguns estabelecimentos oferecem pacotes com tudo incluído, outros cobram um preço por pessoa, entre 10 € e 20 € por dia na alta temporada, e entre 5 € e 25 € por um local.

Naturalmente, a maioria dos parques de camping está equipada para veículos, uma vez que, precisamente, estes estão frequentemente localizados no campo, ou fora das grandes cidades. Nas principais livrarias, também é possível encontrar guias com a lista de todos os campings do país, do mais caro ao menos caro, publicado pelo Touring Club Italiano. Os postos de turismo também são muito úteis, bem como o site de referência Camping.it!

Uma segunda solução poderia ser o Rifugio que, na mesma linha, é voltado para estadas na montanha, como no Val d’Aoste, por exemplo. Aqui, por alguns euros, desfrutamos de um conforto simples, mas de um lar, cuja finalidade é apenas dormir. Depois de longas horas de caminhada pelas montanhas, teremos o maior prazer em encontrar um pequeno refúgio, a maior parte do qual é gerenciado pelo Club Alpino Italiano!

Numa perspectiva completamente livre, o couch surfing é uma solução de alojamento na qual, em troca de alguns serviços, um pequeno presente, ou às vezes gratuitamente, somos acolhidos na casa de locais. Perfeito para conhecer o país italiano de perto, economizando seu dinheiro!

Por fim, você também pode gastar pouco nos albergues da juventude italianos. Estes últimos costumam oferecer serviços de qualidade, conforto bastante aceitável, por preços imbatíveis perto de qualquer cadeia hoteleira. Uma boa alternativa para aqueles que desejam, por exemplo, descobrir o Vaticano, a Torre de Pisa ou o Duomo de Milão da melhor maneira possível.

Estes albergues, chamados Ostelli per la Gioventù, são geridos pela Associazone Italiana Alberghi per la Gioventù, que é afiliada ao Hostelling International. Para se beneficiar dos serviços de um dos albergues, você deve ser um membro e baixar um cartão HI antes de partir, ou na chegada a um dos albergues.

Você pode até baixar o formulário de adesão on-line no site oficial. Uma vez terminada esta etapa, pode reservar o seu quarto ou cama sem problemas, entre 16 € e 30 €, dependendo dos albergues, da cidade ou da época!

Alojamento italiano com orçamento médio

Alguns de nós têm a sorte de saber economizar, ou simplesmente de ter um orçamento mais confortável para moradia. Para essas pessoas, podemos aconselhar especialmente pequenos hotéis, ou o Airbnb, em que um quarto é oferecido em casa de família, ou até mesmo um alojamento inteiro de acordo com bairros e lugares. Soluções que são razoavelmente baratas e que garantem uma boa experiência, onde quer que você esteja na Itália.

Pense também nas pensões, bem difundidas na Itália, que se revelam como uma solução simples e eficaz para um orçamento médio. De fato, quer esteja com amigos ou familiares, é possível beneficiar deste tipo de alojamento, que muitas vezes é muito mais barato que um hotel, e garante conforto e liberdade para andar nas ruas de Bolonha.

No entanto, essas mesmas pensões podem às vezes ser de qualidade desigual. Às vezes é possível confundir com um hotel, e os critérios reais de diferenciação são geralmente muito vagos entre os dois. Simplificando, a pensione é um alojamento de uma a três estrelas, enquanto o albergo (o hotel) chega a cinco estrelas.

Note que as pensões não costumam ter um banheiro individual, nos casos de quartos individuais com um preço inferior a 30 €, e menos de 50 € para um quarto duplo. Por outro lado, para ficar num hotel padrão (entre duas e três estrelas), normalmente custa 50 € por noite por pessoa para um quarto tradicional, e 75 € em média, para um quarto mais luxuoso. Tudo isso pensando na alta temporada!

Tudo isso obviamente varia de acordo com as regiões da Itália! Sites como Alberghi in Italia ou Hotels web.it são recursos ideais para se informar de acordo com sua experiência!

O mesmo vale para os bed and breakfast (o affittacamere, alugado diretamente do habitante) que, em princípio, de maneira um pouco semelhante, garante passar um bom tempo em Verona, Olbia ou Pisa, em uma acomodação acolhedora e imbuída de um caráter local incomparável. Para fazer turismo rural no sul da Itália, aqui está a solução ideal!

Alojamento italiano: orçamentos altos

Também vamos mencionar as soluções mais caras, que, como hotéis (aliás, belíssimos hotéis) ou Airbnb, nos permitem desfrutar da Itália em um ambiente confortável. Muitas vezes, é o tipo de alojamento mais adequado para um fim de semana pequeno ou longo no Carnaval de Veneza, na Baía de Nápoles ou na fonte de Trevi –  espere gastar um mínimo de 100 € por noite.

Se, por acaso, o seu orçamento é ilimitado, ou simplesmente confortável, a Itália não vai ter horizontes para você. Nada melhor do que não se preocupar com despesas de hospedagem! Entre os lagos italianos, os copos de chianti, o calor do Carnaval de Veneza, nada é impossível para você!

A primeira e mais cara solução é ficar em hotéis lindos. Há opções em todas as cidades italianas, a preços mais ou menos variáveis, e oferecem conforto absoluto para desfrutar do Palácio dos Doges.

Entre 250 € e 500 €, seja qual for a cidade em que estiver, é possível desfrutar de uma boa cama, com o bônus de uma pequena massagem para alguns!

Um orçamento confortável não é necessariamente sinônimo de moradia cara. Hotéis muito confortáveis ​​a preços mais baixos existem, na cidade, no campo, e garantem uma estadia de qualidade sem deixar a sua carteira.

O mesmo vale para o Airbnb, que, em sua totalidade, é acessível em todo o país, de norte a sul, por uma faixa de preço variável, do mais belo apartamento da Sicília ao estúdio napolitano básico.

Por 50 € por noite, em média, podemos ficar totalmente confortáveis em um pequeno estúdio no centro de Roma, enquanto que por 30 € por pessoa a quatro, teremos acesso a um lindo apartamento em Veneza.

A Itália é um destino ideal para passar bons momentos com a família, amigos ou amantes. Suas paisagens, tão diversificadas, são um convite para ficar e se divertir. Sicília, Sardenha, Roma, Milão, Veneza, muitos lugares para visitar, e as soluções de acomodação, tanto quanto.

No final, tudo varia em termos de qualidade. De fato, enquanto na Itália, o preço médio de um quarto de hotel de luxo (cerca de 5 estrelas) é de 225 €, na França, será preciso desembolsar 320 € por pessoa por este tipo de comodidade. Por fim, e se essa viagem à Itália fosse a hora de testar os quartos de luxo, só por uma noite?

Bem, é claro, as soluções de acomodação pontuam nossas estadias e o orçamento que vamos investir, mas cada cidade, cada lugar, tem um modo de vida e pontos de interesse que envolvem mais ou menos dinheiro. Do Lago Maggiore até a torre de Pisa, passando pelas mais belas praias da ilha de Capri, é preciso pensar na organização da viagem, por um orçamento que se encaixa perfeitamente aos seus objetivos!

Como todos sabemos, a acomodação é muitas vezes o item mais importante em termos de orçamento, e na Itália isso é confirmado. Saiba que 70 € por pessoa, por noite, em média, é uma aposta segura para aproveitar ao máximo a sua estadia!

Quanto custa comer na Itália?

Qual é o preço de um fim de semana na Itália? A gastronomia italiana é um dos aspectos culturais do país mais imperdíveis da viagem. Mas todas as cidades têm identidades diferentes, que correspondem a um orçamento específico.

A verdade seja dita: a Itália é um país bonito, um belo país. No entanto, o custo que corresponde a ela também varia em função da diversidade de cada cidade e das paisagens que lá existem. Na verdade, um fim de semana no interior da Calábria vai custar bem menos do que dois dias de passeio ​​em Veneza, com direito a visita a todos os pontos de interesse na cidade.

Sim, dependendo do tipo de estadia e do tipo do passeio (aproveitar a cultura e os museus, descansar numa espreguiçadeira durante todo o dia, fazer caminhadas, fazer uma descoberta culinária em restaurantes, etc.), as despesas fluem naturalmente.

De qualquer forma, há despesas que temos que fazer e a comida faz parte dela, não importa em que cidade estamos. Seja fazendo compras em mercados ou indo ao restaurante todos os dias, um orçamento deve ser reservado para essa finalidade.

O orçamento em restaurante

Poucas pessoas que saem de férias não vão ao restaurante pelo menos uma vez. Diversão de férias por excelência, você pode desfrutar de uma atmosfera típica, enquanto aprecia uma boa comida… Nada mais agradável! É o preço que vai variar, dependendo das cidades, lugares ou do tipo de restaurante escolhido.

Em termos absolutos, uma refeição de três pratos é cerca de 82% mais caro na Itália que no Brasil. Por cerca de 25 €, você terá direito a um aperitivo, um prato e uma sobremesa, de maior ou menor qualidade dependendo do estabelecimento!

Note-se que na Itália, a garrafa de água é cobrada no restaurante, diferentemente de outros países europeus, como a França. Pequenas coisas que, se somadas, fazem da Itália um destino bastante caro em termos de gastronomia, em qualquer caso!

O orçamento de comida em mercado

Como mostrado na lista abaixo, que nos oferece uma média de orçamento para uma cesta básica de compras, os preços italianos são um pouco mais baratos do que os preços de países como a França.

No entanto, vale a pena lembrar que o custo de vida em Roma é cerca de 24% mais caro do que em São Paulo, e que em termos de alimentação essa diferença chega a 58%!

Portanto, mesmo fazendo suas compras de alimentação no mercado, vale a pensa reservar um bom orçamento para a comida. Uma sugestão? Cerca de 70 € por dia para todas as refeições.

  • Um litro de leite: 1,15 €
  • 12 ovos: 3,38 €
  • Um quilo de arroz: 1,98 €
  • Um litro de água: 0,40 €
  • Um quilo de banana: 1,72 €
  • Uma alface: 1,09 €
  • Um quilo de maça: 1,90 €
  • Um quilo de tomate: 1,09 €
  • 500g de queijo local: 7 €
  • Uma garrafa de vinho tinto: 5 €

E por que não parar em um café para um cappuccino? Um país de renome mundial merece que os fãs desta bebida aproveitem de sua estadia antes que seja tarde demais! Porque sim, os preços podem ser atrativos: a 1,34 € em média pelo cappuccino italiano.

Quanto aos passeios, as igrejas são livres e gratuitas de acesso, enquanto os museus são em geral pagos. Existe um sistema italiano que permite que você adquira um cartão de transporte público com bons descontos nas entradas em museus e monumentos históricos. Em média, o transporte público é 20% mais barato do que no Brasil, enquanto outros serviços são mais caros ou idênticos aos do Brasil em termos de custo. Assim, pegar o metrô na capital italiana para visitar o Coliseu ou o Fórum Romano é muito mais vantajoso. Esta é uma boa oportunidade para descobrir a riqueza cultural do Piemonte, Bolonha ou Apúlia e visitar todos os monumentos italianos classificados como Patrimônio Mundial pela Unesco!

Assim, você poderá desfrutar muito mais da Capela Sistina, da Basílica de São Pedro, da Baía de Nápoles e das praias do Mar Adriático a baixo custo! Visitar a Itália pode ser um ótimo negócio!

Nem precisamos dizer que cidades como Roma, Nápoles, Florença ou Bolonha custam mais do que as regiões remotas e o interior da Sicília, Calábria ou Apúlia. A Itália tem a vantagem de ser um país rico e variado! Sim, beber um copo de chianti é possível, você só tem que saber como fazer as escolhas certas.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar