Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Quais são os métodos lúdicos para motivar seus alunos de aulas particulares?

De Fernanda, publicado dia 23/10/2018 Blog > Aulas particulares > Reforço escolar > Como fazer reforço escolar e se divertir?

“Quem abre a porta de uma escola, fecha uma prisão.” Victor Hugo (1802-1885)

Fazer aulas particulares em casa é uma atividade que está se tornando cada vez mais popular. Mas saiba que a concorrência entre os professores também! É preciso elaborar aulas interessantes e divertidas para atrair os alunos com mais dificuldades.

De acordo com Yann Léguillon (co-fundador do Superprof), atualmente o portal de aulas particulares conta com 4.301.811 professores cadastrados!

E quando você é um professor que dá aulas em casa, muitas vezes precisa de dicas sobre como elaborar aulas mais interativas. Aqui estão algumas ideias de entretenimento para tornar suas aulas ainda mais divertidas!

Reforço escolar: qual o papel do entretenimento na aprendizagem?

Os pais de alguns alunos com dificuldades de aprendizagem sabem como a educação domiciliar é uma forma de prevenir o fracasso escolar e de avançar quando ainda há tempo.

Como dar aulas divertidas? Existem muitas maneiras de criar uma aula inovadora. Você já descobriu a sua?

Um recurso efetivo e uma das melhores estratégias que contribui para combater algumas dificuldades escolares é combinar aprendizagem e entretenimento, envolvendo o brincar.

Por quê?

Porque permite que a criança, independentemente da idade – dos primeiros anos do ensino fundamental até o ensino médio – se divirta enquanto esteja estudando uma matéria específica, como português ou matemática.

Graças aos jogos, o aluno não sente que está sob qualquer pressão ou obrigação e consegue, portanto, progredir no seu próprio ritmo, sem a impressão de trabalhar em coerção, sob a ameaça de punição (repetição de ano, notas baixas, exclusão da aula, etc.).

A educação por meio dos jogos – ou ludo-educação – tem como objetivo incentivar na criança o gosto pelo aprendizado, além de contribuir com a socialização. Existem muitos dispositivos que podem ser utilizados em aula: videogames, animações 3D, programas multimídia, música.

Como aprender enquanto se diverte?

Nós obviamente pensamos em sites educativos e cursos online. A tutoria on-line oferece excelentes recursos educacionais que em geral são gratuitos.

Os professores particulares no Superprof são experientes e fornecem uma ajuda acadêmica alternativa ao ensino ministrado nas escolas.

Nas aulas de matemática do 6º ano, por exemplo, nossos professores podem propor uma revisão da geometria por meio do desenho (desenhando figuras planas, imaginando a representação de uma bissetriz cortando um pedaço de bolo, etc.).

Além disso, podemos trabalhar números inteiros e decimais com fósforos ou com balas, qualquer objeto disponível para a criança para construir uma imagem mental.

A Escola de Games, por exemplo é uma plataforma on-line e gratuita, com mais de 1 milhão de acessos mensais, que oferece mais de 60 jogos para que crianças de 5 a 12 anos aprendam sobre matemática, português, inglês, geografia, história, conhecimentos gerais e ciências.

Um banco de jogos está disponível para pais e professores particulares, que podem escolher qual deles melhor se adapta à criança. O foco é em jogos de linguagem, lógica, habilidades motoras e atividades manuais.

Entretenimento de acordo com a matéria ensinada

Naturalmente, os professores não propõem o mesmo tipo de entretenimento para os alunos das aulas de física, de artes ou de idiomas.

As aulas de reforço das disciplinas de exatas podem relacionar teoria e prática. Em física ou química, por exemplo, um professor de aulas particulares precisa ilustrar um exercício com uma experiência científica.

Como dar aulas mais interativas? Passar da teoria à prática é fundamental para que suas aulas se tornem atraentes e o aluno contextualize o conhecimento.

O objetivo é fazer com que os alunos do fundamental ao médio  consigam representar concretamente o propósito do que aprendem e façam a associação à vida real. Isso é dar sentido ao conhecimento!

Por exemplo, vamos citar na lei da gravitação universal: não é mais fácil explicá-la soltando um objeto na mesa em vez de aprender páginas e páginas de cálculos?

Nas aulas de línguas modernas – aulas de inglês ou espanhol – uma forma eficaz de aprender uma língua, memorizar vocabulário e rever a gramática, sem ter a impressão de trabalho, é simplesmente… cantar!

Cantar para aprender uma língua é uma técnica eficaz e funciona em todos os níveis, mesmo para alunos com um bom nível acadêmico.

Por exemplo, revisamos o alfabeto em inglês na música:

Escute essa música, a princípio infantil: poderíamos dizer que é uma música da famosa dupla americana “Simon & Garfunkel”?

Ouvir música é particularmente relevante para a aprendizagem de línguas durante os estudos de casa e as aulas particulares de reforço.

Desde os primeiros anos do ensino fundamental, o currículo e a rotina escolar podem ser pesados para um aluno em dificuldades. Se conhecimento for fragmentado, ou seja, não ocorra a contextualização, o diálogo e a transdisciplinaridade, a criança pode rapidamente se ver afogada e perdida nas aulas.

No entanto, os anos iniciais do fundamental são essenciais nesse processo. É precisamente essa a missão do professor particular no reforço escolar: monitorar e acompanhar regularmente o aluno com atenção e metodologia especializadas.

Já de início, o profissional precisa identificar qual tipo de memória tem a criança (memória visual, auditiva, cinestésica..)

Você sabia que cerca de 65% dos alunos têm uma memória visual?

Uma das formas de contribuir para a aprendizagem é posicionar o aluno no centro de aprendizado: além dos estudos e dos exercícios, é preciso que ele se torne também autodidata. Ou seja, que consiga corrigir seus próprios exercícios de matemática, que saiba identificar seus erros de pronúncia ao ler um texto de inglês em voz alta…

Escolha dispositivos de entretenimento de acordo com o gosto do aluno

É claro que as diferentes técnicas de entretenimento para as aulas particulares devem agradar plenamente os alunos.

Caso contrário, ninguém consegue se apropriar do conhecimento.

Cabe, portanto, ao professor particular implementar recursos criativos, divertidos, originais e eficazes, mas acima de tudo, que despertem o gosto pelo estudo nos seus alunos.

Como conseguir isso? Não é nada complicado: basta sondar e identificar o perfil, as preferências e o gosto do aluno.

Alguns alunos gostam de música, outros de esportes, outros de desenho, artes visuais, literatura, televisão, notícias do mundo, videogames, filmes, séries…

Potencialmente, toda atividade cultural ou esportiva pode ser incorporada em um programa de aprendizagem.

Como despertar o interesse em alunos que estão à margem do sistema escolar (criativos, artistas, alto potencial intelectual, aqueles que estão “atrasados”, que têm dificuldades de aprendizagem)?

O acompanhamento individualizado permite que o professor se adapte à intersubjetividade dos gostos de seus alunos e o associe ao assunto ensinado em sua disciplina escolhida.

Na verdade, a educação por meio do brincar traz vários benefícios ao aluno:

  • O prazer de aprender
  • O sentimento de realização
  • A sensação de liberdade
  • Relaxamento,
  • Explorar outros universos,
  • Alegria,
  • Autoconfiança

Existem muitos métodos de ensino baseados na criatividade e no lazer para consolidar as conquistas dos alunos, inspiradas por métodos educativos alternativos ao sistema escolar, como a pedagogia Montessori, por exemplo.

A cultura geral no reforço escolar e nas aulas particulares

Quando eu era estudante do ensino médio, e como eu tinha um perfil muito literário, eu não entendia por que tínhamos que memorizar conhecimentos teóricos científicos, alguns dos quais me pareciam obscuros, desconectados da vida real.

Por exemplo, teoremas estatísticos nas aulas de matemática. Hoje, olhando para trás, percebi mais tarde que esse conteúdo poderia ter sido usado para entender como uma empresa funciona ou para entender algumas análises econômicas.

E se a gente encarasse as aulas particulares como uma forma de aprender e de adquirir conhecimentos gerais?

 A vantagem dos filmes de longa metragem é que eles permitem que você melhore sua história geográfica! Aprenda a história da Roma antiga: quais filmes assistir?

Na web, há uma infinidade de aplicativos digitais para estender sua cultura geral, memorizando conceitos importantes do currículo escolar do ensino fundamental ao médio.

Jogar jogos de história, testes de múltipla escolha, testes de verdadeiro falso, quiz, etc., são algumas das formas de abordar os conteúdos escolares.

Literalmente, progredimos enquanto nos divertimos e, além disso, desenvolvemos o espírito crítico do aluno!

Como fazer uma aula particular de história, de geografia ou de matemática aplicada ficar divertida e interessante?

Se um aluno do 1º ano do Ensino Médio gosta dos números e teme os assuntos literários, por exemplo, por que não incentivá-lo a estudar por meio de filmes históricos em que o cenário ocorre em vários países do mundo?

Há uma infinidade de filmes que abordam história e geografia em todos os períodos e em todos os cinco continentes: Lista de Shindler, O Pianista, Adeus Lenin, 12 anos de escravidão, Public Enemy, Gladiadores, O que é isso companheiro, Olga, Carlota Joaquina.., etc.

Está estudando ciências econômicas e sociais para prestar o vestibular ou o Enem? Assista a filmes correspondentes aos temas (globalização, crises econômicas, desigualdades econômicas e sociais, meio ambiente, etc.)! De novo, aqui há muitos deles: O Lobo de Wall Street, Senhor da guerra, Wall Street: o dinheiro nunca dorme, Idiocracy, A lei do mercado, etc.

Por que não analisar, nas suas aulas particulares de português, alguns filmes como Central do Brasil, Auto da Compadecida, Memórias Póstumas, Língua – Vidas em Português…

Já para aqueles que sempre detestaram Matemática, ainda há uma solução! Que tal assistir a: Uma mente brilhante, O jogo da imitação, Pi, Gênio Indomável, Mentes que brilham…

E você, por acaso já ouviu falar de aplicativos de reforço escolar?

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar