Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Matérias na universidade para virar educador do idioma da Alemanha

De Camila, publicado dia 31/10/2017 Blog > Idiomas > Alemão > Cursos universitários para se tornar professor de alemão

Depois de muita pesquisa, você decidiu seguir um curso de Letras para se tornar professor de alemão.

Seja particular ou em uma escola de idiomas, seu sonho é dar aulas da língua falada na Alemanha, Áustria, Luxemburgo e Suíça. O domínio do idioma já está na ponta da língua e agora você quer aperfeiçoar seus conhecimentos sobre cultura, história e literatura germânica, pois têm consciência que tais aspectos também são importantes na hora de aprender e ensinar alemão.

Seu objetivo: ter um diploma de curso superior que te permita ser um profissional qualificado para transmitir seus conhecimentos ligados à língua alemã.

Se você já é professor de alemão, então a licenciatura em Letras com especialização em língua alemã te dará ainda mais ferramentas pedagógicas a serem utilizadas durante seus cursos. A formação te permitirá analizar e colocar em questão os métodos que já são utilizados durante suas sessões de ensino, sejam elas em grupo ou particulares.

Caso você ainda não tenha nenhuma experiência com o professorado, a licenciatura em Letras com especialização em alemão te capacitará a formular o conteúdo das aulas, assim como te prepará para transmitir-los através de uma metodologia e pedagogia voltadas para os diferentes perfis de alunos que buscam aprender a língua alemã como idioma estrangeiro.

Abaixo você poderá conferir quais são os melhores cursos de Letras segundo o MEC (Ministério da Educação) e ainda terá uma “palhinha” das matérias que te esperam caso decida mesmo fazer uma licenciatura em alemão.

Melhores cursos de Letras do Brasil

O Brasil é um país enorme e o que não faltam são universidades e faculdades públicas e privadas.

Escolher um curso para fazer graduação já é difícil. Imagina escolher a melhor faculdade a ser frequentada. Para ajudar na decisão, o melhor a fazer é consultar as graduações com as melhores reputações nacionais. A avaliação feita pelo MEC é a mais fiável a ser levada em conta.

Avaliação do MEC: como ela é feita?

O MEC avalia os cursos a partir de três indicadores:

  • Conceito Preliminar do Curso (CPC): Considera a titulação do corpo docente, o desempenho dos alunos, as instalações físicas, a infraestrutura e os recursos didático-pedagógicos. As notas variam de 1 a 5. As notas 1 e 2 são insatisfatórias.
  • Conceito do Curso (CC): É atribuído a partir de uma avaliação presencial do MEC e pode confirmar ou sugerir a modificação do CPC.  As instituições que obtiverem CPC 3, 4 e 5 podem optar por não receber a visita dos avaliadores in loco, e transformar a nota do CPC em CC, que é um conceito permanente.
  • Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade): É uma avaliação dos conhecimentos e competências dos estudantes relacionadas às diretrizes curriculares de determinado curso de graduação.  O Enade é realizado todos os anos, em diferentes áreas do conhecimento.

As melhores faculdades de letras do Brasil. Tudo o que você precisa saber sobre a graduação em licenciatura em Letras.

Para a elaboração da lista mostrada abaixo foram consideradas todas as instituições em atividade, com funcionamento autorizado pelo MEC. Esta relação exclui os cursos extintos e sub-judice, em processo de extinção, ou que apresentam alguma restrição por parte do MEC.

Tal apuração, publicada pelo site “Mundo Vestibular” de acordo com a lista divulgada pelo Ministério de Educação, conta com 7 instituições de ensino superior, dentre elas universidades públicas e privadas

Abaixo constam as instituições que receberam nota máxima em todos os quesitos avaliados e que possuem especialização em alemão dentro do curso de Letras. Nelas você poderá fazer uma boa capacitação para se tornar professor da língua falada na Alemanha.

  • Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG (pública)
    Onde fica: Belo Horizonte (MG)
    CC: 5
    CPC: 5
    Enade: 5
    Site: ufmg.br
  • Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC (privada)
    Onde fica: Santa Cruz do Sul (RS)
    CC: 5
    CPC: 5
    Enade: 5
    Site: unisc.br
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná – UTFPR (pública)
    Onde fica: Curitiba (PR)
    CC: 5
    CPC: 5
    Enade: 5
    Site: utfpr.edu.br

A lista a seguir mostra os estabelecimentos de ensino superior que receberam nota máxima em apenas dois quesitos considerados na avaliação feita pelo MEC (as notas representadas por um traço (-) indicam que a instituição ainda não foi avaliada pelo MEC neste critério. A sigla SC significa: sem conceito.):

  • Universidade Federal de São João del Rei – UFSJ (pública)
    Onde fica: São João del Rei (MG)
    CC: –
    CPC: 5
    Enade: 5
    Site: ufsj.edu.br
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – UNESP (pública)
    Onde fica: São José do Rio Preto (SP)
    CC: –
    CPC: 5
    Enade: 5
    Site: unesp.br
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná – UNIOESTE (pública)
    Onde fica: Cascavel (PR)
    CC: –
    CPC: 5
    Enade: 5
    Site: unioeste.br
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS (pública)
    Onde fica: Porto Alegre (RS)
    CC: –
    CPC: 5
    Enade: 5
    Site: ufrgs.br

Para aprender o básico de alemão antes de entrar na faculdade de letras, encontre um bom curso de alemao online ou presencial no site do Superprof.

Matérias obrigatórias

Agora que você já conhece as melhores instituições de ensino superior para se fazer o curso de Letras, resta escolher qual delas te agrada mais.

Antes de tomar esta importante decisão, é necessário ter em mente que a maioria das universidades propõem matérias básicas que são obrigatórias para todos os estudantes, independente da especialização.

Dar aulas de alemão sempre foi seu sonho... Informações sobre a licenciatura em letras pra você que já sabe que pretende se especializar em alemão!

Este período da formação com disciplinas comuns pode durar entre 1 e 2 anos, dependendo da faculdade.

Peguemos a Universidade Federal de Minas Gerais que consta na lista mostrada acima.

Para manter o caráter flexível do currículo e adequar a estrutura curricular das habilitações na modalidade de licenciatura (é ela que você precisa fazer se seu objetivo é dar aulas de alemão) às novas regulamentações do Conselho Nacional de Educação (CNE) para a formação de professores do ensino básico, a Faculdade de Letras da Universidade Federal de Minas Gerais (FALE – UFMG) propõe duas resoluções complementares: a Resolução CNE de 2002 e a Resolução do CEPE de 2001 da UFMG. Para o CNE, todo curso de licenciatura deve ter um mínimo de 2800 horas, divididas em:

  • 400 horas de prática como componente curricular;
  • 400 horas de estágio curricular supervisionado (a partir da segunda metade do curso);
  • 1800 horas de conteúdo curricular de natureza científico-cultural;
  • 200 horas de outras atividades acadêmico-científico-culturais.

A Resolução do CEPE/UFMG estabelece as diretrizes para a flexibilização do currículo. A flexibilização se divide em duas categorias: a vertical e a horizontal.

Flexibilização Vertical

A Flexibilização Vertical é entendida como a organização das disciplinas ao longo de semestres, compreendendo o núcleo específico e a formação não-específica.

Núcleo específico

O núcleo específico é composto das disciplinas do núcleo comum, cursadas por todos os alunos de Letras, e das disciplinas da habilitação específica escolhida pelo aluno, previstas na matriz curricular.

Núcleo não específico

O núcleo não específico é composto das disciplinas que não constam na matriz curricular do curso escolhido pelo aluno, mas que constituem seus interesses para complementar sua formação em outras áreas de interface, constituindo, assim, um percurso interdisciplinar.

Esse núcleo é composto necessariamente de uma opção livre, em que o aluno pode cursar um determinado número de disciplinas fora da sua habilitação, sem aprovação prévia dos colegiados e de uma formação complementar realizada em outros cursos, com autorização dos colegiados ou uma formação suplementar, realizada dentro do próprio curso do aluno; a escolha entre a formação complementar e suplementar fica a critério do aluno.

Flexibilização Horizontal

Outras atividades acadêmico-científico-culturais.

Fazendo uma integração das duas resoluções às especificidades do Curso de Letras, a UFMG propõe que a estrutura curricular da FALE seja norteada por dois eixos. Um eixo que orienta a flexibilização vertical:

O graduando pode escolher algumas matérias, mesmo que sejam fora da sua faculdade. O aluno possui matérias obrigatórias e optativas a serem cursadas na licenciatura em alemão.

  •  1800 horas de conteúdo curricular de natureza científico-cultural divididas em:
  1. Núcleo Comum: constituído de 8 disciplinas (480 horas) comuns a todos os estudantes do Curso de Letras, independentemente da habilitação;
  2. Habilitação Específica: constituída de 13 a 15 disciplinas (780 a 900 horas), variando entre as especificidades da habilitação escolhida pelo estudante (neste caso, a licenciatura em Alemão);
  3. Formação não-específica: variando de 8 a 10 disciplinas (480 a 600 horas) (6 a 8 disciplinas de Formação Complementar ou Suplementar e 2 disciplinas livres). As licenciaturas duplas não apresentam Formação Complementar, pois a segunda habilitação já se constitui em uma formação complementar dentro da própria área de Letras. Nesses casos, a formação não-específica consta de 2 a 4 disciplinas, variando entre as especificidades de cada habilitação.
  • As Modalidades que se constituem das disciplinas e práticas direcionadas para a formação profissional do aluno. Elas podem ser:
  1. Licenciatura simples: composta de 840 horas, divididas em 420 horas de prática como componente curricular e 420 horas de estágio curricular supervisionado;
  2. Licenciatura dupla: composta de 840 horas, divididas em 420 horas de prática como componente curricular e 210 horas de estágio curricular supervisionado para cada habilitação pretendida.

O outro eixo que orienta a Flexibilização Horizontal é constituído de:

  • 210 horas de outras atividades acadêmico-científico-culturais.

Com essa estrutura, as licenciaturas simples são concluídas em 2850 horas e as licenciaturas duplas, em 3330 horas.

Disciplinas comuns obrigatórias

O conteúdo pragmático do que a faculdade de Letras denomina “Disciplinas do Núcleo Comum” é composto pelas seguintes matérias:

1º Período

  • Introdução aos Estudos Lingüísticos I;
  • Teoria Literária I;
  • Gramática Tradicional: morfo/sintaxe;
  • Oficina de Língua Portuguesa: leitura e produção de textos;
  • Disciplina específica de habilitação (Língua Alemã I).

2º Período

  • Introdução aos Estudos Lingüísticos II;
  • Teoria Literária II;
  • Fundamentos de Lingüística Comparada;
  • Introdução à Literatura Comparada;
  • Disciplina específica de habilitação (Língua Alemã II).

No caso da UFMG, o ciclo básico tem duração de 1 ano e dentro dele o aluno já cursa duas matérias específicas da sua especialização (no nosso caso, o alemão).

Disciplinas específicas obrigatórias

Acima vimos que, já dentro dos períodos de disciplinas comuns o aluno se depara com 2 aulas voltadas para a sua formação em língua alemã.

A partir do terceiro período, as matérias obrigatórias de alemão a serem cursadas aumentam. Continuando a seguir a estrutura curricular da Universidade Federal de Minas Gerais, abaixo temos as classes que são exigidas dos alunos que desejam se formar em língua alemã a partir do segundo ano de curso:

3º Período

  • Língua Alemã III;
  • Introdução à Cultura Alemã;
  • 3 matérias optativas ligadas às disciplinas de formação não-específica.

4º Período

  • Língua Alemã IV;
  • Introdução à Linguística Alemã;
  • 1 Disciplina de Língua e/ou Lingüística Alemã;
  • 2 matérias optativas ligadas às disciplinas de formação não-específica.

5º Período

  • Língua Alemã V;
  • Introdução à Literatura Alemã;
  • 1 disciplina de Língua e/ou Lingüística Alemã;
  • 1 disciplina de Literatura Alemã;
  • 1 matéria optativa ligada às disciplinas de formação não-específica.

O graduando escolhe a licenciatura em alemão quando quer dar aula da língua. A licenciatura em alemão capacita o profissional a dar aulas no ensino básico e em escolas de idioma.

6º Período

  • Língua Alemã VI;
  • 1 disciplina de Literatura Alemã;
  • 2 disciplinas de Licenciatura em Alemão;
  • 1 atividade acadêmico-científico-cultural.

7º Período

  • Monografia I;
  • 1 disciplina de Língua e/ou Lingüística Alemã;
  • 3 disciplinas de Licenciatura em Alemão;
  • 1 atividade acadêmico-científico-cultural.

8º Período

  • Monografia II;
  • 1 disciplina de Literatura Alemã;
  • 2 matérias optativas ligada às disciplinas de formação não-específica;
  • 1 atividade acadêmico-científico-cultural.

As disciplinas obrigatórias da modalidade licenciatura totalizam 180 horas e são as seguintes:

  • Fundamentos Metodológicos do Ensino de Português;
  • Didática da Licenciatura;
  • Psicologia da Educação: ensino/aprendizagem.

Matérias optativas

As disciplinas ou atividades optativas das quais o aluno deverá escolher três (ou 180 horas) durante sua habilitação em licenciatura são:

  • Tópicos de Lingüística Aplicada: Alemão;
  • Tópicos de Ensino de Literatura : Alemão;
  • Sociologia Educacional;
  • Política Educacional;
  • Atividades de Orientação Didática: qualquer tipo de atividade relacionada à prática de ensino, como estágios em cursos de extensão, docência em cursos de língua estrangeira, oficinas de ensino, monitorias, entre outras, desde que comprovada, pode ser integralizada nesse grupo.

Lembre-se que muitos sites na internet podem te ajudar na hora das pesquisas para se tornar professor de língua alemã!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar