Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como começar no vasto mundo do Ioga?

De Myla, publicado dia 01/08/2019 Blog > Esporte > Yoga > Yoga para iniciantes: o que você precisa saber?

O Yoga existe há mais de 5.000 anos e tem origem em uma vasta região de um país no Oriente que hoje chamamos de Índia. É considerado o mais antigo sistema holístico para sintonizar o corpo e a mente e, de quebra, ainda também coloca tanto a nossa mente quanto o nosso corpo em forma!

Aqui no Ocidente o Yoga se disseminou, sobretudo, através de suas posturas corporais, os famosos asanas, ganhando numerosos adeptos a cada ano que passa. Hoje, apenas nos EUA, mais de 36 milhões de pessoas se beneficiam desse sistema. No entanto, o Yoga é muito mais do que simplesmente a prática de posturas visando trazer benefícios físicos.

Como já dissemos, o Yoga é uma prática holística, super ampla em benefícios, que trabalha a interseção entre as esferas física, mental e espiritual do praticante.

E essa prática abre um mundo tão vasto que o iniciante desprevenido pode se sentir meio perdido… E isso é algo nada mais do que muito natural e esperado, no começo.

Lembre que existe um número muito diversificado de escolas e de linhagens de prática do Yoga. E isso pode confundir ainda mais você, caso queira iniciar nessa prática milenar.

Mas não se preocupe! Aqui traçamos um guia básico de Yoga para iniciantes e esperamos que esse caminho se torne um pouco mais claro para você e todos os que se iniciam nessa prática!

A prática do Yoga traz amplos benefícios, com comprovada redução do estresse e da ansiedade cotidianos, conecta corpo-e-mente, proporcionando equilíbrio e saúde.

Yoga para Iniciantes

O Yoga, atualmente, é um dos métodos mais praticados ao redor do mundo. Segundo pesquisas realizadas pelo Yoga Aliance e o Yoga Journal, de 2008 a 2016, duplicou-se o número de praticantes de Yoga no mundo, que hoje já ultrapassam os 50 milhões de pessoas.

Yoga é um termo originado do Sânscrito, uma língua também milenar, falada pela civilização védica, na antiga Índia e significa união. Essa união é claramente representada nos exercícios, um processo que une e integra corpo, mente e emoções. E é essa integração, esse centramento que o praticante atinge, que torna seu corpo mais equilibrado, da mesma forma que sua mente, pensamentos e sentimentos.

É justamente através do aprimoramento da prática no corpo, que o Yoga promove um profundo relaxamento, tranquilidade mental, concentração, clareza na mente, em seus pensamentos e aprofunda a percepção interior do indivíduo.

Aproveite e confira também quais os principais benefícios da prática yogui!

Além disso, existe uma série de princípios que norteiam a prática do Yoga e possibilitam que ela seja realizada não apenas durante as aulas, mas no dia a dia, todos os dias: em cada respiração, em cada ação ou acontecimento.

Devemos, portanto, praticá-la sempre munidos de uma atitude mais aberta, com a correta intenção e conscientes sobre o que nos cerca.

Breve história e benefícios do Yoga

Como já dissemos, o Yoga teve origem na Índia há mais de cinco mil anos. Do ponto de vista físico, o repertório de posturas, asanas, auxilia no movimento do corpo e tonifica sua musculatura. Isso, em decorrência, promove uma melhora na circulação sanguínea e linfática, além de contribuir positivamente para todos os sistemas do organismo, sobretudo, o nervoso.

Ao contrário do que muitos acreditam, o Yoga não acaba com o estresse, mas, sim, ensina o praticante a lidar com ele. Ensina o indivíduo a como reagir de forma consciente às situações estressantes do cotidiano.

Por meio da prática, notamos um aumento de confiança, uma melhoria na qualidade do sono, na recuperação de situações difíceis – a habilidade da resiliência se fortalece e se edifica nas ações cotidianas do praticante – entre outros benefícios.

Em termos energéticos, o aluno se educa e aprende a absorver, acumular e distribuir prana pelo corpo. Os pranas consistem em cinco formas de energia vital que podem ser acessadas e trabalhadas de forma consciente através de técnicas respiratórias, resultando em bem-estar e equilíbrio generalizado.

Aproveite e espie nossas dicas sobre como praticar Yoga em casa!

O praticante de Yoga aprende a absorver, acumular e distribuir o prana pelo corpo. O prana consiste em uma energia vital que pode ser trabalhada de forma consciente, a fim de promover bem-estar e equilíbrio generalizado.

Outra abordagem para o equilíbrio energético situa-se nos chacras, as “rodas” ou centros de energia da coluna vertebral. Hoje sabemos que existem cerca de 72 mil nadis que atravessam nosso corpo. Pense nas nadis como veias energéticas do nosso corpo sutil, que distribuem o prana através do organismo. Enquanto que pelas veias e artérias corre o sangue em nosso corpo físico, pelas nadis circula o prana, ou a energia vital.

Além disso, destacam-se os sete principais chacras alinhados à nossa coluna vertebral, iniciando-se da raiz da coluna ao topo da cabeça. E cada um desses chacras corresponde a um órgão ou região do corpo. As sequências dos exercícios ajuda a alinhar os nossos chacras e a promover maior equilíbrio.

Em outras palavras, quanto mais prana o praticante conseguir cultivar no corpo através do Yoga, mais ele ou ela é capaz de expressar vivacidade, conexão, vitalidade e energia.

Só o desenvolvimento dessas habilidades já nos faz querer começar na prática, não faz? Então, por onde começar?

Que tal conferir nossas dicas sobre aulas online de Yoga? Venha ver!

Local adequado

Um dos primeiros passos para qualquer praticante de Yoga é procurar e encontrar um local adequado para a prática. De nada adianta ter a intenção e a vontade de fazer os asanas se o local não for propício.

E, embora o Yoga seja um sistema versátil e integrativo, que pode ser praticado em “qualquer local”, em teoria, o ambiente da prática deve ter o mínimo de interferências externas possíveis. Nada de muito barulho, nada de muitas interrupções, nada de um chão não convidativo, nada de cheiros fortes, falta de ventilação, ou muita exposição externa aos elementos ambientais, como vento, chuva, muito sol, etc.

Caso você pratique em casa, rola também de decorar esse espaço do jeito que você mais gostar e transformá-lo em um local especial, diferenciado, de concentração e aprendizado. Você pode acender um incenso, caso queira, para ajudar a criar uma atmosfera diferenciada para a prática que se iniciará e até optar por uma música ambiente calma e em sintonia com a prática.

O Yoga se conecta com o fluxo natural da vida e é recomendável aprender a viver em harmonia com esse fluxo e não contra ele.

Método desejado

A escolha do método é fundamental para a evolução na prática yogui para os iniciantes e também para qualquer nível de praticante, pois é a identificação com o método ou escola que fideliza o praticante e contribui para que ele persevere na prática que também pode apresentar seus momentos mais difíceis.

Caso você prefira por uma aula ou curso de Yoga mais dinâmico, e fitness, o Hatha Yoga, o Power Yoga, são boas indicações. No entanto, caso você deseje algo mais calmo, que contribua para o relaxamento da mente, pode encontrar no Kundalini Yoga uma ótima opção.

Existe, ainda, uma variedade de outros métodos e escolas, como o Vinyasa Yoga, Ashtanga Yoga, AcroYoga, Iyengar Yoga, Bhakti Yoga, Jñana Yoga, Karma Yoga, Kriya Yoga, Raja Yoga, Tantra Yoga, Prakriti Yoga, Bikram Yoga, e muitos outros para você escolher.

Roupa certa

Acho que não precisamos dizer, né: esqueça o jeans ou qualquer outra peça de roupa mais justa. Peças muito largas também são inadequadas. O ideal é que você opte por roupas que fiquem bem acomodadas ao seu corpo, de forma confortável, e que te proporcionem a flexibilidade necessária para a realização dos asanas.

Disposição, perseverança e paciência: sempre

Ter disposição para aprender e paciência para evolução são habilidades e valores que fazem parte da intenção de qualquer praticante iniciante. E são duas coisas que não podem faltar para quem começou no Yoga.

A paciência, como sabemos, é também uma virtude apreciada na prática yogui. Haverá momentos em que você poderá ficar desmotivado ou não querer praticar naquela hora por quaisquer razões. No entanto, lembre que o que conta na prática é justamente trilhar o caminho, ou seja, praticar assiduamente!

Que tal conhecer um pouco mais sobre as principais características das aulas de Yoga?

Você sabia que com apenas 20 minutos de prática diária de Yoga, já obtemos os benefícios proporcionados por esse milenar sistema integrativo entre corpo-mente-espírito?

Com que frequência você deve praticar os asanas?

Caso você seja totalmente novato em trabalhar seu corpo, certamente ele ficará dolorido no primeiro ano de prática de Yoga. Nosso conselho: não faça tempestade em copo d’água, saiba que isso faz parte do processo e aprenda a curtir essa dor.

Um bom objetivo para os praticantes iniciantes é começar com a prática física do Yoga pelo menos 2 vezes por semana durante, pelo menos, 20 minutos. Isso é uma meta fácil de atingir e de você integrar em seu cotidiano.

À medida em que tanto a prática quanto o interesse sobre o Yoga for crescendo, mais tempo você, naturalmente, dedicará ao aprendizado.

Encontre um bom professor de Yoga

Um professor, praticante mais experiente, sem dúvidas será uma orientação super bem-vinda! Ele pode te inspirar por seu próprio exemplo de vida, e pode também, claro, te orientar melhor sobre o caminho, evitando desperdício de tempo e de potencial.

Lembre que o Yoga precisa ser vivenciado por cada um em seu corpo, sua mente e em sua vida, de forma geral. A parte teórica é muito importante, mas é a prática cotidiana que irá possibilitar a união entre as diferentes esferas da existência humana.

A presença no aqui e agora é o grande responsável por essa harmonia e equilíbrio propiciado pela prática yogui. A presença desperta para a realidade da vida, sobre como ela é de verdade, e não a vida fantasiada por nossa engenhosa mente.

E aí, agora que você está mais por dentro de como começar a praticar Yoga, que tal traçar seus objetivos e dar início à essa jornada?

Certamente, e todos os estudiosos afirmam em consenso, será algo muito benéfico e transformador em sua vida!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar