"Se o reino dos céus pertence aos pobres, não há dúvida de que no Vaticano há um número considerável de condenados." - Michel Onfray (1959)

A Cidade do Vaticano, o menor Estado soberano do mundo, localizado na cidade de Roma, é parada quase obrigatória durante uma visita à capital italiana. A cidade-estado possui apenas 799 habitantes, distribuídos em 0,439 km², e obtém sua receita do turismo de massa, graças, em especial, aos museus que abriga.

É o local menos populoso do mundo. Mas com mais de 2.000 habitantes por quilômetro quadrado (em proporção)Portanto, o Vaticano é, ao mesmo tempo, um dos Estados mais densamente povoados do mundo.
Sendo assim, será necessário organizar com antecedência as suas visitas, porque os monumentos históricos, numerosos, atraem 5 milhões de turistas todos os anos!

Aqui estão nossas dicas para planejar sua visita ao Vaticano!

Vaticano: apresentação e identidade

O menor Estado do mundo, o Vaticano representa o território espiritual da Santa Sé e a capital, abrangendo todas as instituições políticas da Igreja Católica Romana. O papa é o chefe de Estado no sentido político e religioso.
O regime do Vaticano é uma monarquia absoluta de direito Divino e eletivo, e o chefe de Estado - o papa - tem poder absoluto sobre os ramos legislativo, executivo e judiciário do governo.

Mencionada já nos tempos romanos, a colina do Vaticano é, desde os tempos antigos, a sede do papado e do mundo católico. O Vaticano é o epicentro do cristianismo desde o imperador Constantino (século IV) e remonta à época dos Estados papais (752-1870).

Fundado em 11 de fevereiro de 1929, após o Acordo de Latrão, o Estado da Cidade do Vaticano é, além de seu caráter religioso, um verdadeiro museu ao ar livre. É de fato um lugar único no mundo em que os papas, desde a Idade Média, sempre tiveram o cuidado de preservar grandes coleções de obras de arte, que remontam aos tempos antigos.

Todos os edifícios do Vaticano estão, de fato, inscritos na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO, incluindo o Museu do Vaticano, o quarto museu mais visitado do mundo!

Além de belos, os monumentos do Vaticano remontam à história do país.

A cidade tem considerável influência cultural como sede do catolicismo. Ela abriga nada menos que doze museus de arte sacra e profana, antiguidades etruscas e egípcia e, pinturas de muitos pintores - incluindo Michelangelo. Como tal, atrai entre 5 e 6 milhões de visitantes por ano.

Se você fizer um curso de italiano antes de embarcar, poderá mergulhar ainda mais fundo nesse universo cultural.

Fernando
Fernando
Profe de Italiano
5.00 5.00 (41) R$68/h
1a aula grátis!
Luana
Luana
Profe de Italiano
5.00 5.00 (39) R$120/h
1a aula grátis!
Armando
Armando
Profe de Italiano
5.00 5.00 (12) R$75/h
1a aula grátis!
Giuseppe
Giuseppe
Profe de Italiano
5.00 5.00 (44) R$85/h
1a aula grátis!
Maria alice
Maria alice
Profe de Italiano
5.00 5.00 (90) R$85/h
1a aula grátis!
Fabio
Fabio
Profe de Italiano
5.00 5.00 (64) R$85/h
1a aula grátis!
Alberto
Alberto
Profe de Italiano
5.00 5.00 (13) R$40/h
1a aula grátis!
Salvatrice
Salvatrice
Profe de Italiano
5.00 5.00 (32) R$85/h
1a aula grátis!

Como chegar ao Vaticano?

Para otimizar sua visita ao Vaticano em uma viagem a Roma, você primeiro precisa comparar os preços das passagens aéreas para lá. Para encontrar as melhores ofertas de voos disponíveis, pode-se fazer uma comparação no Skyscanner.

Use esta ferramenta para encontrar os voos mais baratos com base nas datas da sua estadia, para todos os aeroportos que servem o Aeroporto Fiumicino de Roma. Você pode ainda comparar as taxas ao longo de um mês inteiro, o que é ideal se as datas forem flexíveis. Por exemplo, existem bilhetes de ida e volta para Roma de diversos Estados brasileiros (com relativa variedade de possibilidades de escalas).

A Cidade do Vaticano está localizada a oeste das margens do Tibre, não muito longe do centro da cidade de Roma. Portanto, é fácil chegar a pé partindo do centro histórico da cidade.

De transporte público, existem muitas linhas de ônibus disponíveis: 23, 32, 40, 49, 81, 492, 590, 982 até a estação "Risorgimento" ou as linhas 34, 46, 62, 64, 98 , 881, 916 até a estação "Largo di Porta Cavallegeri". A pé, você pode entrar na Cidade do Estado pela entrada do Vaticano, no Portão Sant'Anna. De metrô, pegue a linha A e desça na parada Ottaviano ou Cipro, para visitar primeiro a Basílica de São Pedro ou o Museu do Vaticano.

Quando é a melhor época para visitar o Vaticano?

Planejar uma viagem a Roma e ao Vaticano também significa saber quando sair: afinal, quando é a alta temporada, qual é o clima  e qual o orçamento para uma viagem a Roma?

Vamos responder a essas perguntas imediatamente: as melhores épocas para visitar o Vaticano e seus monumentos são os meses de maio a junho e setembro a outubro, até o inverno. O verão não é o período ideal, pois julho e agosto são muito quentes em Roma e a riqueza turística está em pleno andamento no centro de Roma.

O clima mediterrâneo é caracterizado por invernos amenos e chuvosos e verões quentes e secos. No inverno, é frio (10°C-13°C em média em janeiro) e os meses de novembro a fevereiro são os mais chuvosos do ano.

Entre janeiro e fevereiro, por exemplo, são 12°C no melhor do dia e as chuvas podem atingir 115-120 milímetros por mês. À medida que o clima esquenta e fica mais seco, a primavera avança no calendário. O clima ideal mesmo para visitar o Vaticano vai do final de abril ao final de junho.

No final da temporada, a temperatura permanece branda, mas a riqueza ainda é importante. De qualquer forma, o Vaticano conta com 6 milhões de visitantes de todo o mundo por ano - o que representa uma média de 17.000 pessoas por dia na entrada dos museus! Sim, espere ver longas filas na entrada da Basílica de São Pedro ou da Capela Sistina!

Visite o Vaticano: passes e ingressos sem fila!

Devido à forte multidão que reina sobre os monumentos da cidade durante todo o ano, pode ser melhor reservar um ingresso para entrar nos monumentos como VIP e evitar as filas intermináveis. Da mesma forma que você pode visitar o Coliseu ou a Galeria Borghese com um ingresso, você pode optar por adquirir um passe para uma visita para ver os itens essenciais do Vaticano:

A beleza de Roma reside também nas construções do Vaticano.

 

  • Capela Sistina;
  • Museus do Vaticano;
  • Basílica de São Pedro;
  • Jardins do Vaticano;
  • Palácio Apostólico;
  • Estátuas e esculturas de museus (o grupo Laocoon, em particular);
  • Cortile Belvedere.

Para visitar Roma, existem quatro passes principais: Rome City Pass, Rome Sightseeing Pass, Roma Pass e Omnia Card. Cada um deles tem suas especificidades.

Disponível por 2, 3 ou 6 dias, o Rome City Pass inclui uma entrada de baixo custo para os Museus do Vaticano, uso gratuito de transporte público e um passeio de ônibus com paradas em pontos turísticos.

O Rome Sightseeing Pass é válido por 2, 3 ou 6 dias e também oferece a transferência do aeroporto de Fiumicino ou Ciampino para o centro da cidade de Roma.

O Roma Pass é válid por 48 ou 72 horas. Ele funciona da seguinte forma:

  • 48 horas: entrada gratuita e taxa reduzida para outras visitas;
  • 72 horas: dois ingressos gratuitos e tarifas reduzidas para outras visitas.

Atenção: este passe não inclui uma visita aos Museus do Vaticano!

Se ele faz parte do seu roteiro da viagem dos sonhos, talvez uma boa opção seja levar o "Omnia Card". Disponível apenas por 3 dias, o passe oferece as atividades do Roma Pass, além dos museus do Vaticano e acesso a ônibus hop-on hop-off. Inclui ainda dois passeios gratuitos e acesso gratuito ao transporte público. Portanto, aqui está a opção que é mais completa para uma visita ao Vaticano. Seu custo é de 113€.

Mas quais são as atividades e museus do Vaticano?

O conjunto local reúne doze museus em 5 galerias, 1.400 salas e 7 quilômetros de salas e corredores. Estamos falando de uma das maiores coleções de arte do mundo.

Os museus são:

  • A Pinacoteca;
  • A coleção de arte religiosa moderna;
  • O Museu Pio-Clementino;
  • O museu missionário etnológico;
  • O Museu Gregoriano Egípcio;
  • O Museu Gregoriano Etrusco;
  • O Museu Gregoriano secular;
  • O museu cristão;
  • Museu da Biblioteca Apostólica Vaticana;
  • O museu de treinadores;
  • O Museu Chiaramonti;
  • O museu filatélico e numismático.

Outras coisas que você não pode deixar de ver também no Vaticano:

  • Capela Sistina;
  • A capela Paolina;
  • A Capela Nicoline;
  • A galeria lapidária;
  • O Bracio Nuovo;
  • A galeria de candelabros;
  • A galeria de tapeçarias;
  • A galeria de mapas geográficos.
O Vaticano atrai pessoas do mundo todo por sua beleza e história.

Dada a quantidade de coisas para ver, o Cartão Omnia é praticamente necessário!

Além dos ingressos sem fila, outro investimento importante antes de visitar o Vaticano, são as aulas de italiano. Que tal chegar lá já falando algumas palavras com os habitantes locais?

Onde reservar sua passagem para visitar os monumentos do Vaticano?

Em qual site reservar esses ingressos, afinal? Nos últimos anos, sites que oferecem atividades com um ingresso antecipado e fornecedores que vendem passes invadiram a web. Eles podem ser facilmente encontrados, seja para shows, visitas a exposições e entradas em determinados lugares turísticos. É claro que não seria diferente com os passes para visitar o Vaticano.

Em contrapartida, como resultado, o turista pode ter uma série de dúvidas na hora de escolher o que e onde comprar.

Aqui está uma listinha de sites de ofertas disponíveis para visitar o Vaticano:

  • Doyoogo;
  • Obtenha seu guia;
  • Tiqets;
  • Ceetiz.

A plataforma Get Your Guide, inclusive, é um dos itens obrigatórios para encontrar ingressos de alta qualidade on-line.

Para o Vaticano, existem ofertas imbatíveis, por exemplo: a visita gratuita à Basílica de São Pedro, com entrada reservada por 19,50€, um ingresso para os Museus do Vaticano e a Capela Sistina a partir de 28€ e o Vaticano combinado (Museus, Capela Sistina e Basílica de São Pedro) a partir de 55,90€. Esses são apenas alguns exemplos.
No site Tiqets.com, encontra-se, por exemplo, ingressos para os museus do Vaticano, com visita guiada a partir de 39€.

E se você ainda não conseguiu encontrar o programa certo para você, visite o Doyoogo! Doyoogo é um comparador de atividades turísticas que faz referência às melhores ofertas disponíveis para muitos destinos, inclusive o Vaticano.
A plataforma Montpellier permite encontrar bilhetes combinados em fila única para visitar - por exemplo - os Museus do Vaticano, a Capela Sistina e a Basílica de São Pedro (a partir de 59€).

Ou ainda visite a cúpula e a cripta da Basílica de São Pedro a partir de 49€, os Museus do Vaticano e a Capela Sistina por 35€, e por aí vai. Basta estar disposto a pesquisar e comparar preços e opções de passeios, sem pressa de ser feliz!

Você pode adquirir ingressos especiais que dão direito a passeios e visitas a museus.

Estude italiano, adquira seu passe e continue sua turnê por Roma com os inúmeros monumentos antigos do Império Romano!

Precisando de um professor de Italiano ?

Você curtiu esse artigo?

0,00/5, 0 votes
Loading...

Marcia

Jornalista. Professora. Tradutora. Bailarina. Mãe. Mulher. Dedicada às minhas lutas diárias. Em constante transformação. Escrevo para vencer as inquietações e incertezas da vida.