Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Curso de fotografia: como exercer a atividade de prof particular?

De Fernanda, publicado dia 14/06/2018 Blog > Artes e Lazer > Fotografia > Como se tornar professor independente de fotografia?

“O que a fotografia reproduz ao infinito só acontece uma vez”, afirma Roland Barthes.

Você sempre foi apaixonado por fotografia, e agora deseja trabalhar com essa paixão? Saiba que isso é totalmente possível, graças aos cursos particulares de fotografia!

As aulas particulares podem ser direcionadas para iniciantes de arte, bem como para os alunos mais avançados. No Superprof, em apenas algumas horas de pesquisa você já consegue encontrar estudantes interessados e, assim, complementar seu salário como professor ou simplesmente viver sua paixão. No entanto, poucas pessoas sabem como se organizar para dar aulas particulares a aspirantes a fotógrafos!

O Superprof está aqui para explicar como exercer seu trabalho de professor de fotografia!

Curso de fotografia: qual status para iniciar uma atividade de professor?

Como abrir uma empresa de fotografia? Você está a um passo de realizar o seu sonho como fotógrafo independente: crie sua MEI!

Você sempre quis se tornar um fotógrafo independente. Mas nunca tinha pensado em criar sua empresa? É verdade que isso pode até assustar alguns! Gerenciar sua própria empresa, a princípio, parece ser sinônimo de dor de cabeça e estar longe da profissão artística da fotografia. Mas saiba que é uma das melhores opções para formalizar a sua atividade e poder receber pelo que você produz. E ser independente.

A primeira e mais simples alternativa é você se registrar enquanto Microempreendedor individual (MEI). Se na sua atividade de fotógrafo você fatura até 60 mil reais por ano, não é sócio de outra empresa e não tem mais de um empregado, então você pode ser um Microempreendedor individual (MEI). Caso fature mais do que isso, pode optar pelo estatuto do Simples Nacional.

Veja os custos que você como fotógrafo terá de pagar para se formalizar:

  • Custo de abertura da empresa (MEI): zero.
  • Custos de contabilidade: zero. Não há necessidade de contador.
  • Impostos federais (IR, PIS, COFINS, IPI, CSLL): isento.
  • Outros Impostos: apenas uma taxa fixa mensal de R$45,00 para Comércio ou Indústria, R$49,00 para Prestação de Serviços ou R$50,00 para Prestação de Serviços e Comércio conjuntamente.

Veja alguns dos principais benefícios em se tornar Microempreendedor individual (MEI):

  • Ter direito à aposentadoria. Quando você ficar mais velho, poderá contar com uma renda adicional.
  • Auxílio-doença. Quando você estiver doente sem poder trabalhar, continuará recebendo.
  • Auxílio maternidade, no caso da mulher.
  • Mais clientes e mais cliques. O fotógrafo pode emitir nota fiscal e prestar serviços para empresas públicas e privadas.
  • Vai deixar de ser recusado por empresas preocupadas em gerar vínculo empregatício.
  • Descontos e prazos melhores junto a fornecedores pelo fato de ter um CNPJ.
  • Vai conseguir empréstimos bancários mais facilmente porque poderá comprovar sua renda.
  • Poderá ter um local fixo de trabalho e aumentar as chances de conquistar uma clientela fiel. (Quiosque, barraca, banca ou a própria casa)
  • Contratar um funcionário com taxas baixas para ajudar seu negócio a crescer.
  • Pensão aos filhos menores em caso de morte ou reclusão.

Atividades permitidas

No momento de abertura da empresa, você define uma atividade principal, mas também deve selecionar mais 15 outras atividades complementares, que poderá exercer em paralelo. Na área de fotografia, conheça algumas das atividades permitidas:

  • Fotógrafo(a) independente
  • Fotógrafo(a) aéreo independente
  • Fotógrafo(a) submarino independente
  • Comerciante de artigos fotográficos e para filmagem independente
  • Revelador(a) fotográfico independente
  • ….

Escreva seu anúncio para dar aulas particulares de fotografia

Para atrair o maior número possível de alunos, preste muita atenção ao seu anúncio!

No Superprof, cadastrar um anúncio como professor de fotografia requer apenas alguns minutos. Acontece, no entanto, que alguns fotógrafos profissionais, embora qualificados, têm dificuldades em se destacar. O motivo? Um anúncio mal redigido pode afastar rapidamente os alunos.

Antes de mais nada, é altamente recomendável incluir fotos em seu perfil: o futuro fotojornalista ou fotógrafo de moda não só vai se sentir mais seguro, como também poderá admirar seu trabalho.

No que diz respeito à redação do anúncio, o professor deve indicar:

  • O preço médio de uma hora de aula de fotografia,
  • O nível dos cursos de fotografia,
  • O local das aulas,
  • O material usado ao longo das aulas,
  • A duração das aulas,
  • O tipo de educação (curso online de fotografia, cursos intensivos, aulas em pequenos grupos …),
  • As especialidades do professor,
  • Diplomas e formação,
  • Experiência como fotógrafo

No Superprof, os alunos têm a oportunidade de deixar um comentário e avaliar seus benefícios. Quanto mais um professor é apreciado por seus alunos, mais ele atrairá um novo público!

Finalmente, antes de postar seu anúncio, o professor pode dar uma olhada nos preços da concorrência, simplesmente digitando o tema “Fotografia” seguido pela cidade.

Um preço muito alto afasta alguns estudantes de baixo orçamento; Um preço muito baixo pode ser um sinal de ensino de baixa qualidade.

O professor particular tem que analisar os valores médios para propor um preço adequado em relação às expectativas dos alunos.

O anúncio é uma etapa fundamental para ter sucesso como professor. É uma espécie de miniportifólio. Um anúncio atraente será sinônimo de sucesso no mercado de aulas particulares!

Aulas de fotografia: defina as metas do aluno antes da primeira aula

Pronto, você achou um aluno interessado!

Mas você realmente dedicou tempo para analisar sua demanda?

Uma boa formação particular de fotografia tem como metodologia a escuta ativa por parte do professor. Por e-mail, telefone ou durante um curso de fotografia básica, o professor tem que reservar um tempo para conversar com o aluno antes do início dos encontros.

Os objetivos de um aluno iniciante ou avançado podem ser múltiplos:

  • Aprender os conceitos básicos de fotografia (enquadramento, balanço de branco, obturador, modo automático e modo manual …),
  • Aprender as técnicas avançadas de fotografia (retrato em estúdio, câmera digital, profundidade de campo, velocidade do obturador …),
  • Descubrir a história da fotografia
  • Passar de um nível iniciante para um nível intermediário ou especialista em fotografia,
  • Fazer belas fotos da cidade,
  • Gerenciar a luz natural
  • Aprender a edição ou o tratamento de fotos
  • Se especializar em macrofotografia, etc.

Alguns estudantes podem estar procurando por uma formação mais completa em fotografia, pois desejam fazer dela seu principal trabalho (tornar-se um fotojornalista, por exemplo). Neste caso, o professor deve ter diplomas que justifiquem sua experiência profissional como professor especializado (jornalista, experiência/formação em uma agência de fotojornalismo, reportagens fotográficas…).

Também é essencial discutir com o aluno a duração do curso de fotografia.

Para aprender fotografia básica, você pode oferecer, por exemplo, um workshop de 4 horas. Por outro lado, para passar de um nível iniciante para um nível de especialista, os encontros devem acontecer ao longo de vários meses, ou mesmo ao longo de vários anos.

O fotógrafo profissional deve, portanto, discutir as modalidades do curso com antecedência para obter as recomendações e expectativas dos alunos!

Escolha o equipamento certo para o curso particular de fotografia

O que seria de um fotógrafo profissional sem o seu equipamento?

Como escolher um lugar para fotografar com um professor? Quer ter sucesso nas suas aulas? Comece investindo em um equipamento de qualidade!

Para ensinar foto de estúdio, retrato, fotografia noturna ou fotografia de culinária, é essencial adquirir os recursos educacionais adequados para o bom andamento do curso.

O curso particular de fotografia tem algumas diferenças em relação ao simples tutorial de fotografia ou do curso de fotografia online: principalmente no que se refere à sua qualidade. Os alunos esperam, por isso, um envolvimento total!

Durante esses cursos, o fotógrafo aprendiz tem como objetivo não só aprender esta arte, mas também melhorar ao longo das sessões e aprofundar seu conhecimento artístico. Este desenvolvimento só acontece com o acesso a um bom equipamento profissional, que permite ao aluno se tornar um fotógrafo confirmado.

Confira uma pequena lista não exaustiva de equipamentos para adquirir antes de uma aula de fotografia:

  • Estúdio de fotografia,
  • Câmera digital se o aluno ainda não tiver sua câmera,
  • Software de edição de fotos,
  • Equipamento fotográfico especializado de acordo com o tipo de curso (fotografia analógica, fotografia de vida silvestre, fotojornalismo…),
  • Tripé e luzes de estúdio,
  • Sala de edição / tratamento de acordo com o tempo de exposição (longa ou curta exposição),
  • Dispositivos digitais,
  • Exercícios práticos para fazer entre duas aulas ,
  • Lentes e objetivas adaptadas (desfoque, foto com flash, zoom óptico …).

O fotógrafo pode, eventualmente, elevar o preço da sua aula caso esteja alugando um estúdio profissional ou caso empreste seu equipamento para os alunos. Fica a critério de cada profissional avaliar o que compensa e é mais rentável.

Seja para editar imagens, preparar uma sessão de fotos de casamento ou ensinar a arte da fotografia em preto e branco, o professor deve especificar em seu anúncio o equipamento que disponibiliza em seu curso.

Com o equipamento certo, você pode finalmente começar suas aulas de fotografia!

Curso fotografia: como acontece uma aula de fotografia

Último passo antes de ir para a prática: preparar as suas aulas!

Mais uma vez: o conteúdo do curso varia, sem dúvida, de acordo com os objetivos do aluno e as expectativas finais. No entanto, os encontros geralmente seguem um programa específico, que guia o aluno desde sua iniciação até o aprofundamento da profissão de fotógrafo.

Aqui está um exemplo de conteúdo de curso de fotografia:

  • Aula de abertura para definir os objetivos,
  • Descoberta das técnicas básicas de fotografia,
  • Escolha do lugar para tirar uma foto,
  • Sessão ao ar livre ou no estúdio de fotografia,
  • Impressão ou publicação de fotos,
  • Análise das fotos,
  • Feedback com o fotógrafo,
  • Entrega de exercícios práticos para fazer antes do próximo encontro.

Ao longo da sessão, certifique-se de estabelecer uma comunicação agradável e clara com o aluno!

Como organizar uma aula de fotos em preto e branco? E se você der aulas de fotografia digital?

Como qualquer arte, a fotografia pode ser especialmente complexa para um iniciante. Técnicas como equilíbrio de branco ou o contraste são frequentemente uma dificuldade para os aprendizes, que podem rapidamente se desencorajar.

Então lembre-se de conversar com o aluno ao final de cada encontro para tranquilizá-lo e estabelecer novos objetivos até a próxima aula!

Pronto! Agora você está preparado para dar aulas para os futuros grandes fotógrafos desse Brasil!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar