Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como escolher um piano?

De Fernando, publicado dia 30/10/2017 Blog > Música > Piano > Dicas para o pianista identificar o melhor para sua prática

Em qualquer campo, a ideia de um padrão ideal ou dos sonhos é bem complicado e relativo. E como você deve agir quando o tema em questão é a compra de um piano?

O que é um piano ideal?

Esta é a primeira pergunta que precisa ser feita.  E essa é a hora de mudar o termo de “piano ideal” para “piano que corresponde mais ao que buscamos”. Agora sim podemos chegar mais perto da realidade, pois o ideal é algo bem pessoal.

Você verá que, no entanto, há elementos a serem considerados ao escolher um piano e que farão o seu progresso na música ser mais eficaz e divertido.

É bom você ter um pouco de conhecimento para diferenciar cada piano e ajudar a escolher o piano que entregará o melhor para você.

quer ser um bom pianista? escolha um bom instrumento Ouça os diferentes tipos de piano e anote as dicas para escolher o seu piano perfeito

Elementos importantes para sua escolha

Um piano  é um mecanismo complexo composto por várias partes. E é bom que você saiba o mínimo sobre cada uma das partes para tentar comprar um piano bom. Sabendo disso, você fica mais consciente e compra com a certeza do que está sendo oferecido.

Os elementos importantes para ver e conhecer em um piano são facilmente identificáveis:

Os pedais

Apenas um na maioria dos pianos eletrônicos ou três nos pianos verticais ou de cauda, ​​os pedais são inseparáveis ​​do piano. O aprendizado do piano só está completo quando você sabe usar bem os pedais e coordenar as mãos e pés para controlar o eco que é parte da prática (e assim é eliminado).

Por isso é muito importante testar, se possível, a velocidade, a precisão e o conforto do pedal de eco . Porque um pedal ruim terá um impacto ruim no som, experiência e prática do piano. Verifique o funcionamento correto dos pedais ao escolher o seu instrumento.

O teclado

Isso parece óbvio, mas você deve verificar bem o teclado antes de escolher um piano. Simplesmente porque existem vários tipos de teclados e até mesmo o número de chaves pode variar.

Mas é especialmente o toque que importa. Dependendo das suas preferências e do seu jeito de tocar, você terá que escolher entre um teclado suave ou um teclado mais acentuado. Isso resulta em teclas mais ou menos fáceis de pressionar. Dica que pode fazer a diferença: Se você está iniciando no piano, escolha um teclado suave. As notas serão mais fáceis de serem tocadas e você desperdiçará menos energia e concentração nessa atividade.

A estrutura

Esse é um elemento chave para sua escolha! Não há nada mais irritante sobre um pianista do que ter um suporte de piano que não se mantenha firme ou uma madeira que esteja descascando. Pode parecer frescura, mas definitivamente é importante avaliar as condições externas do seu piano.

um bom pianista precisa de um instrumento a altura Alguns pianos usados estarão em bom estado, outros nem tanto…

Inclusive por imaginar que se a estrutura externa está avariada, o que pode estar acontecendo internamente? Tenha bastante cuidado e lembre-se do volume do seu investimento!

Últimos itens para verificar antes de sua escolha final de piano

Depois de observarmos vários pianos, nossa escolha parece começar a tomar forma. Ainda temos uma segunda etapa: fazer um balanço de todas as coisas antes de finalizarmos as compras.

Esteja ciente das diferenças existentes entre os diferentes tipos de piano (eletrônicos, vertical, de cauda) e o seu nível de aprendizado. Isso já começa a identificar qual o piano corresponde a você.  Uma pequena pesquisa já pode ser de grande valia, especialmente se você ainda é iniciante e quer aprender piano.

Na internet você encontrará todas as informações necessárias para esse tipo de dúvida e seu professor e colegas também podem ajudar a responder tudo que ainda tem em mente.

Da mesma forma, considere o lugar disponível para armazenar o piano no seu processo. Seria uma tristeza terminar com um piano que não se encaixa na sala destinada a ele.

Também é necessário pensar no orçamento disponível para poder assumir financeiramente o preço do piano.

E pensar que, comprando seu piano em uma loja especializada, sempre há espaço para negociar um pouco e tentar fazer um bom preço também nos acessórios.

Também é importante antecipar o uso do piano no médio e longo prazo e seus desejos e ambições nessa prática.  Entender a frequência e por quanto tempo você usará o instrumento também faz parte das coisas que devem ser pesadas antes de começar.

.

Quem pode ajudá-lo a escolher um piano?

Pesquisar é um passo importante para a compra de um instrumento musical, especialmente um piano ou qualquer outro instrumento caro. Como sempre, é importante estar bem cercado e ter boas recomendações para entender bem o que vai encontrar.

Ainda em dúvida? consulte pianistas experientes Não faltam fontes para sua consulta sobre o piano ideal!

Uma pequena busca na internet pode trazer resultados que podem ajudar ou atrapalhar o seu processo, com termos como

Em primeiro lugar, é essencial que o pianista se conheça ou os pais tenham noção sobre a criança que estão colocando para seus primeiros passos musicais. Conhecer o músico e seu ambiente ajudam muito na hora de dar ou receber uma opinião.

Em segundo lugar, se o aprendiz de pianista que está fazendo uma aula ou um curso de teclado ou piano pode (e deve!) pedir conselhos ao seu  professor. Através de sua experiência, abordagem metodológica e experiência de música, ele é um conselheiro com muita credibilidade e sua opinião deve ser muito seriamente levada em consideração. Conte com ele até mesmo para compras online! Faça listas de opções e pergunte sempre o que ele acha!

Finalmente, finalmente, peça conselhos a quem já entende bem do instrumento. Pode ser em uma loja especializada, em que os conselhos dos vendedores podem ser muito úteis (procure os reais entusiastas, não só os que querem vender a qualquer custo!) e procure informações na internet. Grupos, fóruns, blogs… Trocar e discutir ideias é sempre bom para quem está aprendendo.

Leia resenhas, opiniões de quem já tem aquele equipamento, hoje é muito fácil conseguir esse tipo de informação e, como sempre, é importante tentar encontrar o ponto de equilíbrio entre os conceitos de cada um e forme seu próprio julgamento.

Últimas dicas para encontrar o seu piano ideal

Para escolher o seu piano ideal , não existe receita mágica. É importante unir conhecimento, paciência e organização ao planejamento financeiro e artístico. Sim, comprar um piano é um investimento real e de longo prazo, você precisa muito querer se manter em atividade para ter esse luxo de um instrumento musical caro e espaçoso como esse. Por isso é importante não deixar nenhum detalhe de lado.

De acordo com seus objetivos na prática do piano (e seu orçamento, claro), pode ser que você prefira um instrumento usado em boas condições ao invés de um novo. Essa só não é uma possibilidade tão pesada caso você deseje realmente usá-lo para fins profissionais, mas mesmo assim, procurando bem, pode ser que encontre um que é o seu número!

Fique dentro da sua realidade e não pense em ter um piano de “tal marca” apenas para dizer que o possui. Você precisa pensar na sua prática, aprendizado e em como você se sente ao tocar o piano.

A prática deve continuar sendo um prazer, mesmo que às vezes você fique cansado pelo excesso de disciplina que ele exige. O resultado será reflexo da soma de tudo que você busca e entrega para o piano, com seu som e tudo que o atraiu para ele em primeiro lugar.

Não se esqueça de testar. Testar muito. Testar o máximo possível (se puder tocar a mesma música em modelos diferentes, será ótimo para perceber as mudanças) para ter uma ideia precisa do que cada piano é capaz antes de fazer uma escolha por um ou outro específico.

Claro que você só poderá testar se você estiver em uma loja física, não uma loja online. Novamente, uma escolha que deve ser feita. E lembre-se também de adicionar os custos extras, como os acessórios de piano. Banco, metrônomo, luminária… O instrumento por si só pode não ser suficiente e é preciso considerar isso também  (além das aulas e manutenções periódicas!).

A escolha do instrumento que nos acompanhará durante uma parte de nossa vida (e quem sabe até mesmo das próximas gerações, caso você passe essa paixão para frente e cuide bem do piano que tem em casa) não é insignificante. E deve ser levado bem a sério.

Seu trabalho faz a diferença para a musicalidade Assim como no balé, é preciso muita dedicação para se tornar um especialista

Além disso, você deve se questionar sobre o uso do seu piano com alguns pontos:

Uma vez que encontramos o piano ideal para nós, tudo passa a ser mais fácil e todas as ações passam a fluir com tranquilidade.

O aprendizado é constante e deve sempre considerar que essa é, antes de tudo, uma atividade de entretenimento, diversão e relaxamento.  É este prazer que o tornará um músico satisfeito e dará o sentimento de dever cumprido. E ao som de boa música!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar