Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

O idioma da Alemanha é complicado de se assimilar?

De Camila, publicado dia 23/11/2017 Blog > Idiomas > Alemão > É difícil aprender o alemão?

Quem disse que o alemão é uma língua difícil? Todo mundo que você conhece? Bom, eles não estão totalmente enganados…

Mas não perca a motivação e o amor em estudar a língua e a cultura germanófona, pois ainda existem razões para os aprendizes de alemão terem esperança e não desistirem!

Estamos falando da semelhança entre idioma de Goethe e outros falados ao redor do mundo – como o latim, o inglês e o francês – o que pode ajudar muito na hora da assimilação da gramática e do vocabulário.

A grande verdade é que aprender alemão é como aprender qualquer outra língua estrangeira. Um bom curso de alemão te permite de avançar tão bem quanto em qualquer outra língua.

Para te dar aquele empurrãozinho no estudos e te animar a continuar o aprendizado, confira nossas observações sobre como assimilar o idioma da Alemanha com maior eficácia!

Saiba mais sobre o que envolve o aprendizado da língua alemã.

Muitos o aprendem, então por que não você?

Vamos confessar que ficamos tentados a dizer que “até jogadores de futebol aprendem alemão”, afinal de contas, muitos não falam nem português direito.

Fato é que a deficiência na língua materna dos esportistas do Brasil se dá por falta de estudo apropriado na época escolar. Estudando e praticando, qualquer um pode aprender qualquer língua que desejar.

Aprender a língua alemã pode ser mais fácil do que parece. Não se desespere: falar alemão não é assim tão difícil.

Isso não acontece só no Brasil, já que muitos jogadores de futebol se lançam na carreira internacional: jogadores franceses, espanhóis, americanos, portugueses… Todos eles estão susceptíveis a se juntarem a um time alemão, e, consequentemente, a se mudarem para a Alemanha.

Sendo assim, nada melhor do que aprender o idioma do país de Angela Merkel para melhor viver a vida quotidiana fora dos campos.

Então, se muitas vezes tais esportistas mostram que podem aprender a língua, por que não um estudante apaixonado e determinado a falar o idioma?

Fique por dentro de ótimos motivos para fazer aulas de alemão!

O gênero na língua de Goethe

Este subtítulo pode ter deixado muitos em dúvida sobre o assunto aqui tratado: não, não vamos falar sobre uma teoria de gênero humano – masculino, feminino, etc (são tantos hoje que precisaríamos de uma nova matéria para destrinchar todos eles).

Nosso objetivo aqui é falar sobre o alemão enquanto idioma e, portanto, sobre os gêneros gramaticais presentes em sua estrutura.

No nosso querido português, o gênero gramatical nos acompanha desde a mais tenra idade. Desde cedo, aprendemos a diferença entre “feminino” e “masculino” para os mais variados tipos de palavras.

O português não é, no entanto, a única língua com declinações de gênero. O espanhol e o francês também fazem uso desta “classificação” de palavras e elas são, algumas vezes, diferentes. Por exemplo, a palavra “palavra“:

  • A palavra, em português, é um substantivo do gênero feminino;
  • La palabra, em espanhol, também é um substantivo do gênero feminino;
  • Le mot, em francês, um substantivo do gênero masculino.

Algumas línguas não possuem esta declinação, como no caso do inglês.

Fato é que tal regrinha gramatical não nos assusta tanto assim, já que estamos acostumados a diferenciar os gêneros na língua. Sendo assim, esta parte do aprendizado do alemão tem tudo para ser tirada de letra!

Você sabia que o português e o alemão têm pontos em comum?

A única diferença é que na língua de Goethe não existem apenas “feminino” e “masculino”, mas também um terceiro gênero, chamado de “neutro”. Este sim é novidade para nós lusófonos.

Que tal ficar por dentro dos pontos fáceis na hora de aprender alemão? Ter o alemão na ponta da língua não precisa ser uma tarefa árdua.

Confira alguns exemplos dos três tipos de classificações:

  • Feminino – die Rose (a rosa), die Schule (a escola), die Backerei (a padaria)…
  • Masculino – der Sommer (o verão), Der Wind (o vento), der Wagen (o carro)…
  • Neutro – das Feuer (“o” fogo), das Kilo (“o” kilo), das Museum (“o” museu)…

Calma, não se desespere, pois na maioria das vezes encontramos classificações como no português. Mas para ter um aprendizado de sucesso, a melhor maneira é conhecer a gramática alemã em sua integralidade, incluindo as diferenças de declinações.

Como mostramos acima, não são todas as palavras em alemão que possuem o mesmo gênero que sua equivalência em português. Por isso o estudo deste conteúdo é tão importante caso seu desejo seja falar e escrever um alemão correto.

Existem sim pontos comuns entre as línguas portuguesa e alemã, porém, vários outros são bem diferentes!

Inglês e alemão: dois idiomas próximos

Você possui um bom nível de domínio da língua inglesa e morre de orgulho disso depois de ter levado tanto tempo para aprendê-la?

Agora você tem por objetivo se lançar no aprendizado do alemão, mas está um pouco receoso que ele leve muito tempo?

Boa notícia para você: assimilar o idioma falado na Alemanha depois de já conhecer bem a língua do Tio Sam pode ser muito mais fácil.

Acredite ou não, 97% das palavras em inglês mais utilizadas possuem raiz germânica.

Vários estudiosos em etimologia pesquisam a relação entre várias línguas ao redor do mundo a fim de determinar as similaridades lexicais entre elas.

Tais pesquisadores linguísticos, além de determinarem que a origem do inglês e do alemão é a mesma, fizeram estudos que apontam que 60% do idioma de Barack Obama possui similaridades gramaticais com o dos irmãos Grimm.

Não é a toa que muitas palavras do vocabulário da língua alemã se assemelham às do vocabulário inglês, como, por exemplo:

  • Schule = school (escola)
  • Sommer = summer (verão)
  • Museum = museum (museu).

Os dois idiomas são “línguas germânicas ocidentais”, o que explica a coincidência da raiz e da fonética.

Sendo assim, ao dominar a língua mais falada na América do Norte, você sentirá maior facilidade na hora de adquirir o vocabulário alemão.

Amar o que se aprende é essencial para se ter sucesso. Ter amor pela língua alemã ajuda ainda mais na hora de facilitar o aprendizado.

Do latim ao alemão: declinações

Ah, as famosas declinações… Começar a aprender o idioma de Goethe é um sonho para os amantes da língua alemã, até o momento em que a declinações “entram na jogada”.

Como nosso objetivo é sempre o de te ajudar em qualquer que seja sua tarefa educativa, continuamos, então, a te dar dicas sobre como vencer esta etapa do aprendizado do alemão e continuar motivado a se tornar um bilíngue no idioma!

Após apontarmos alguns aspectos comuns entre o idioma de Albert Einstein, o português e o inglês, chegou a hora de mostrarmos as “interseções” do alemão com o latim.

O latim é a base da nossa língua materna e também do francês, do espanhol e do italiano. Se você fala algum desses idiomas (além do português, obviamente), então você também encontrará similaridades na hora de aprender alemão.

Vamos às declinações: o latim possui 7 tipos, enquanto o alemão possui 4.

As quatro declinações da língua alemã são:

  • nominativo
  • genitivo
  • dativo
  • acusativo.

Elas servem para declinar, na hora da construção de frases, :

  • os artigos
  • os substantivos
  • os adjetivos
  • os pronomes.

De acordo com a função gramatical dentro da oração, as palavras são posicionadas em determinados locais da frase e escritas de maneira diferente.

Você já parou para pensar quanto tempo dura um curso de alemão?

Escrever como se pronuncia

No português, a maioria das letras são pronunciadas dentro das palavras, ou seja, nós falamos praticamente da mesma maneira como escrevemos.

O mesmo, no entanto, não acontece com todas as línguas estrangeiras, independente da raiz que ela possua. Exemplo disso é o idioma falado na França: a fonética francesa pode ser bem tortuosa e complicada a se assimilar, já que nem todas as letras dentro das palavras são pronunciadas.

A boa notícia que veio para te animar ainda mais a se lançar no aprendizado do alemão é que o que lemos é o que pronunciamos. Sim! Mais um ponto em comum com o nosso português!

A medida que aprendemos mais e mais, as novas matérias a serem assimiladas ligadas à língua alemã vão ficando fáceis. Não se desespere e siga firme no aprendizado do alemão, pois ele ficará cada vez mais fácil!

A ortografia alemã é chamada de “fonética“, exatamente por causa desta característica na hora da pronúncia das palavras. Assim, sempre que um novo vocabulário for assimilado, será preciso memorizar apenas o significado, sem ter que “quebrar a cabeça” para tentar lembrar quais letras devem ou não devem ser articuladas.

Mais um ponto para a língua alemã!

Nada de quebrar a cabeça com a conjugação

Como o português é nossa língua materna, não nos damos conta do tanto de conjugações são necessárias para se falar bem esse idioma brasileiro. Não podemos ignorar o subjuntivo, o pretérito, o futuro, o pretérito perfeito, o presente ou ainda o imperativo.

Se você já fez aula de espanhol ou francês, então já deve ter passado por este “calvário” na hora do aprendizado de tempos verbais. Tais idiomas podem parecer relativamente fáceis para os nativos em português, mas as diversas conjugações são de deixar qualquer um de cabelo em pé! Porém, não será o mesmo em um curso de alemão!

Mais um ponto para o aprendizado de línguas germânicas, como o inglês e o alemão: elas apresentam poucos tempos verbais.

No caso do idioma da América do Norte, o conhecimento de apenas 3 tempos verbais (passado, presente e futuro) pode ser o suficiente para se comunicar, mesmo que “grosseiramente”.

O alemão pode ser igualmente simples neste ponto, pois a utilização de frases apenas no presente são bastante recorrentes quando queremos falar igualmente do futuro.

Um exemplo que pode ser parecido com o uso do presente no português para indicar o futuro é o da frase: “eu vou à escola amanhã“.

Essa dica pode facilitar muito sua vida de aprendiz de alemão!

Dedique-se ao aprendizado

Após todas as observações a respeito do idioma falado na Alemanha, esperamos que tenhamos te convencido que aprender alemão pode sim ser uma tarefa menos difícil do que se parece: depende das associações e dos pontos de vista utilizados na hora de assimilar a língua de Goethe.

Concordamos que a língua não possui a melhor das reputações quando o assunto é o aprendizado de um idioma estrangeiro e não queremos iludir ninguém dizendo que o tempo de aprendizagem será menor que o do espanhol, do francês ou do inglês. No entanto, motivação para seguir em frente é o que não falta, principalmente se você ama a língua alemã!

Encontre um bom curso de alemão online!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de3,50 sob 5 de 2 votos)
Loading...

2
Deixe um comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
AlbertMarcelo Augusto Pereira Recent comment authors
Mas recentes Mais antigos Mais populares
Marcelo Augusto Pereira
Convidado
Marcelo Augusto Pereira

Trabalho com reciclagem para sustentar minha família, sou apaixonado pela lingua alemã, infelizmente não tenho condições nenhuma de pagar um curso de alemão já que é caríssimo! Gostaria de saber se seria possível conseguir uma bolsa de estudo! Obrigado

Albert
Convidado
Albert

Uau Amei o que descreveu ai acima sobre o idioma Alemão. Estou tendo aulas ja tem 10 dias é uma caminhada longa, mas dá para aprender com muita atenção.