Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Conselhos para eleger seu tutor de francês

De Camila, publicado dia 18/09/2017 Blog > Idiomas > Francês > Como escolher seu professor do idioma da França

Aprender a falar a língua francesa é uma qualidade que, com certeza, fará toda a diferença no seu currículo e abrirá portas na sua carreira profissional.

Você já deve estar careca de saber que dominar idiomas estrangeiros é um super diferencial no mercado de trabalho, principalmente se você tem ambições de construir e alimentar relações fora do Brasil.

O francês, além de ser considerado a língua do amor e uma das mais sexys do mundo, ainda foi indicado como um dos idiomas mais úteis de se ter conhecimento.

Existem 33 países que possuem a língua como oficial, sem contar nas mais de 200 milhões de pessoas que a falam. Se aprender francês não é abrir portas, então o que é?

Para se lançar na aventura do aprendizado do idioma falado na França, é preciso ter um bom professor ao seu lado. Com o intuito de sempre te guiar nos seus estudos, Superprof preparou alguns conselhos para que você tome a decisão certa na hora de eleger seu educador de língua francesa.

Na hora da escolha do professor é preciso saber qual seu objetivo. Seus objetivos de aprendizado são importantes.

Definir suas expectativas

Optar por aulas particulares de francês é uma excelente escolha caso você queira atenção exclusiva na hora de esclarecer dúvidas. No entanto, antes de decidir quem será seu professor, você precisa estabelecer quais são os seus objetivos de aprendizado.

Por que quer ter aulas de francês?

Você tem dificuldades com o vocabulário da língua? Acha a gramática difícil? Seu sotaque não se adapta às pronúncias das palavras? Não consegue compreender direito algumas expressões?

Seu professor particular deve levar todos esses pontos em consideração na hora de desenvolver suas aulas. As sessões de ensino individuais devem ser criadas sob medida para cada aluno, a fim de trabalhar seus pontos fracos e reforçá-los.

Como deseja trabalhar?

Você prefere ser contemplado com um modelo de ensino que faça uso de diversos tipos de suporte? Ou quer apenas aulas de conversação?

Cada professor trabalha de uma maneira diferente e por isso é importante saber o que você procura para poder escolher o profissional certo.

Não existe um método correto ou errado. Cada tutor tem sua própria pedagogia e sua maneira de ensinar.

Onde quer aprender a língua?

Aulas feitas em casa são uma excelente maneira de avançar nos estudos. Sozinho você tem melhores condições de escutar os conhecimentos passados pelo educador, assim como um ambiente mais propício a uma boa concentração.

Outra opção são as aulas via webcam. Muitos professores disponibilizam aulas através de videoconferências, fazendo uso de interfaces como Skype e afins. Sessões de ensino com estas características estão cada vez mais na moda e podem ser muito práticas tanto para quem dá quanto para quem recebe.

Os alunos recebem atenção personalizada nas aulas particulares. As aulas particulares são desenvolvidas sob medida.

Encontrar anúncios de professores

Pode acontecer de você se deparar com inúmeras ofertas de diferentes tipos de tutores particulares. Os anúncios podem ser tantos a ponto de dificultarem a escolha.

Então, é preciso se fazer algumas perguntinhas básicas:

  • Com qual tipo de professor você quer aprender a falar francês?
  • Você procura um profissional diplomado ou um estudante em fase de término de curso?
  • Sua preferência é por educadores francofônicos nativos ou um brasileiro bilíngue?
  • Você prefere alguém com diplomas de universidades francesas ligados à tradução e interpretação ou FLE (Francês como Língua Estrangeira)?

É preciso ter em mente que os profissionais da área possuem qualificações e formações diversas (por exemplo, especializados em crianças, diplomas oficiais, etc.). Portanto, você precisa levá-las em conta de acordo com seus objetivos de aprendizado.

Consultar currículos online

Muitos dos professores que anunciam seus serviços online disponibilizam, igualmente, seus currículos para análise dos potenciais futuros alunos.

Ao se deparar com a trajetória de formação dos profissionais do ensino da língua francesa, você perceberá que cada um possui suas especificidades.

Alguns são formados em cursos de Letras com ênfase no ensino do francês; outros seguiram cursos “alternativos” e focam suas metodologias em aspectos originais do idioma.

Tutores no Superprof

A plataforma do Superprof é o lugar ideal para a busca de professores de francês perto de você. Nosso banco de dados possui mais de 1 milhão de profissionais inscritos. Espalhados pelo Brasil e pelo mundo, eles disponibilizam seus perfis na nossa página, facilitando o contato com o futuro aluno.

Encontre uma boa aula de francês online no Superprof!

Conheça algumas especificidades de tutores que fazem parte da nossa rede:

  • Virginie, professora titular de francês, possui dupla cidadania

Como professora nativa, ela sabe orientar o aluno para que ele alcance um aprendizado francofônico perfeito. Titular de uma universidade, ela está acostumada a trabalhar com alunos através do Skype.

Os cv's dos professores estão quase sempre online. Corra conferir alguns perfis de professores na página do Superprof!

  • Paola, professora diplomada

O francês é a sua língua nativa. Sendo assim, o forte de suas aulas é a perfeição no sotaque e na pronúncia. Esta profissional do ensino ainda pode orientar suas sessões para questões culturais, graças a conhecimentos adquiridos em relação à França, Bélgica e outras regiões francofônicas.

  • Adolfo, originário da Suíça, é professor particular há mais de 10 anos

Através do perfil criado no Superprof, ele tem a oportunidade de descrever aos alunos em potencial como trabalha, mostrando sua maneira de abordar questões como gramática, vocabulário e sintaxe.

Educadores bilíngues

É muito difícil um professor de francês não ser bilíngue no idioma.

As diversas formações – universitárias ou não – dos profissionais os permitiram reforçar de maneira sólida seus conhecimentos sobre a língua.

A vantagem de escolher um professor com este perfil é que, por ser nativo da língua portuguesa, ele pode se comunicar mais facilmente com você caso tenha dúvidas.

Se você já domina muito bem o idioma da França, estes profissionais são igualmente capazes de se falar perfeitamente apenas em francês.

Acostumados a dar aulas, os tutores com este perfil sabem empregar métodos adequados, assim como apresentar boas ferramentas que permitem ao aluno uma boa assimilação do que é aprendido em relação ao idioma de Molière.

Nada melhor do que um bom professor que te estimule a chegar nas aulas preparado!

Professores que ainda são estudantes

Superprof é um espaço disponível para todos aqueles que desejam transmitir conhecimento através de aulas. Por isso acolhemos também estudantes que desejam ensinar a língua francesa.

Muitas pessoas ainda em fase de formação universitária e que dominam bem o idioma da França se disponibilizam a ensiná-lo. O interessante deste tipo de professor é que eles, normalmente, cobram mais barato que profissionais diplomados e ainda podem agregar um novo ponto de vista e uma metodologia experimental às aulas.

Outro ponto positivo é que eles se parecerão mais com um colega de curso do que com um professor. Por serem jovens, esses tutores podem, inclusive, deixar os alunos mais à vontade na hora de tirarem suas dúvidas.

Profissionais francofônicos nativos

Muitos nativos que possuem o francês como língua materna também se apresentam enquanto profissionais do ensino do idioma.

Se você pretende focar seu aprendizado em uma expressão oral perfeita, então este é o perfil certo de professor a escolher. Tais tutores também conhecem a fundo a cultura francofônica, já que foram criados dentro dela.

Para os alunos que se encontram no nível intermediário, a escolha de profissionais nativos francofônicos é a melhor maneira de conseguir aperfeiçoar as habilidades de pronúncia.

Selecionar um perfil que te corresponda

Já deu para perceber que existem diversos profissionais com diferentes perfis que disponibilizam seus serviços de aulas particulares de francês.

Se, por causa disso, você ainda está perdido na sua busca e prefere optar por uma seleção mais racional,  então pode levar a análise dos pontos abaixo em consideração.

Cinco dicas para uma escolha racional do seu professor de francês. As dicas desta matérias vão te ajudar na sua busca!

Experiência

Se você não sabe bem como analisar se um professor dará aulas boas ou não, opte pelo tempo de experiência no mercado que ele possui. Quanto mais tempo dando aula, mais chances dele ser bom.

Nível

Se você é total iniciante no aprendizado do idioma da França, então a análise do nível do professor a ser escolhido importa pouco. Caso você já possua um domínio intermediário ou avançado da língua, é super importante assegurar que seu futuro tutor possua mais competência na área que você.

Distância

A melhor alternativa é tentar escolher professores que estejam perto do local onde você pretende fazer aulas (casa, escritório, etc). A facilidade do deslocamento de ambas as partes o motivará mais aos encontros presenciais do que se você tiver que atravessar a cidade para ter aulas.

Preço

Todo mundo, antes de começar a fazer aulas, possui um orçamento máximo a ser gasto com este tipo de atividade. Sendo assim, é muito importante escolher o profissional do ensino particular da língua francesa de acordo com o preço cobrado por aula.

Tais tarifas podem variar muito de professor para professor, por isso é bom incluir este fator dentro das opções de busca.

Disponibilidade

Os horários disponíveis para as aulas são muito importante, já que os professores possuem vários alunos e você, uma agenda a ser seguida. Desta forma, lembre-se de consultar o profissional para se assegurar que o horário no qual você pretende fazer aulas está livre.

5 qualidades de um educador de francês

Um bom professor de francês deve possuir várias qualidades conjugadas para ser um profissional competente. Abaixo apresentamos as cinco principais:

Pedagogia

Sem uma boa pedagogia de ensino é impossível transmitir o conhecimento de maneira eficaz.

Paciência

Um professor sem paciência é um professor infeliz, pois são poucos os alunos que aprendem tudo de primeira.

Empatia

Quando professor e aluno têm boa empatia, o ensino acontece de maneira mais agradável e rápida.

Criatividade

Nada melhor para um pupilo assimilar bem a matéria do que um tutor com uma metodologia criativa!

Simpatia

Professor ou não, se relacionar com uma pessoa simpática é sempre mais agradável e produtivo!

Quem sabe você não encontrará um professor tão bom que decidirá também se tornar um educador de língua francesa?!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar