Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Como você pode aprimorar o seu nível da língua espanhola?

De Fernanda, publicado dia 02/09/2019 Blog > Idiomas > Espanhol > Aprenda o castelhano depressa

Confúcio teria dito: “quem ama o aprendizado está perto do saber.

Essa citação traduz perfeitamente os benefícios da aprendizagem de línguas estrangeiras, como a língua espanhola, por exemplo.

Vamos conhecer alguns números sobre a língua espanhola:

  • É a língua falada por mais de 470 milhões de pessoas.
  • É a segunda língua mais falada no mundo depois do mandarim.
  • É a segunda língua mais praticada.
  • É a língua oficial de 21 países.

Existem muitas maneiras de melhorar seu espanhol diariamente. Qualquer um que decidir se lançar nessa aventura linguística  consegue encontrar uma infinidade de recursos disponíveis.

Mas nem todas as dicas são eficazes para todo mundo. Por isso é importante identificar exatamente quais são seus objetivos com a língua.

Apesar de todas as semelhanças com o português, aprender espanhol como segunda ou terceira língua não é tarefa fácil. Pois aprender um novo idioma sempre requer habilidades e conhecimentos linguísticos concretos.

Você precisa, por exemplo, conhecer minimamente o alfabeto espanhol, a gramática espanhola e também precisa frequentar alguns curso de espanhol online ou presenciais para praticar a expressão oral.

A língua oficial da Espanha é uma língua românica. Por isso, esse idioma tem muitas semelhanças com a língua portuguesa.

Além disso, devido à história, geografia e cultura ameríndias, nós brasileiros herdamos uma familiaridade inata ao espanhol. Mas é preciso tomar cuidado! Justamente por essas razões, acreditamos que dominamos o espanhol sem realmente conhecer todos os aspectos da língua.

Mas saiba que não é tão difícil se lançar nessa empreitada.

Quer saber como aprender rapidamente a língua espanhola? Siga nossas dicas e mergulhe fundo!

A primeira delas é: não comece por um estudo muito intensivo e rigoroso. Você precisa, antes de mais nada, criar familiaridade com as sonoridades e o vocabulário da língua castelhana.

Vai ser somente depois de algumas semanas que você vai se sentir mais confortável com os sons e as palavras da língua castelhana.

Depois de alguns meses de estudo, talvez possa até ousar a leitura de Dom Quixote para melhorar seu vocabulário. Mas saiba que tudo tem sua hora certa.

Para melhorar o seu espanhol, o Superprof selecionou as melhores dicas, desde a leitura à conversação, passando pela escrita, a escuta e todos os conselhos sobre as aulas de espanhol.

Leia em espanhol

1. Ler os jornais ibéricos

Para aprimorar o seu nível, vamos começar pela leitura de jornais espanhóis! Não é nada fácil, alguns vão dizer. E com razão. Mas quem disse que aprender espanhol bem é moleza?

Que tal começar explorando o El Mundo ou El Pais! Que tal viajar para a Argentina? Ler as notícias nas bancas de jornal é uma forma eficaz de agregar novas palavras ao seu vocabulário de Espanhol.


Esses jornais estão disponíveis nas bancas mas também em versão online ou em pdf no website.

Para quem gosta de esportes, por que não começar pela leitura da seção de esportes, que é geralmente mais acessível em termos de linguagem?

Nós, naturalmente, recomendamos a leitura dos mais conhecidos “AS” e “Marca”. Estes dois títulos também são referências internacionais em termos de mídia esportiva, sobretudo quando o assunto é futebol.

Para aqueles que preferem experimentar outros tipos de leitura, mais voltada para notícias locais, internacionais, política, economia ou cultura, podemos citar outros canais:

  • ABC
  • El Mundo
  • El Pais
  • La Razon
  • La Vanguardia

A leitura diária desses jornais faz o leitor se habituar a um nível formal do espanhol, por vezes até acadêmico.

Além disso, a escrita jornalística é um excelente exercício para a prática da escrita e do vocabulário para aqueles que desejam progredir rapidamente seu nível no idioma.

A vantagem de ler uma mídia informativa em uma língua estrangeira é que temos a distância suficiente para não sermos vítimas de notícias sensacionalistas ou opiniões extremamente tendenciosas. Temos mais base para identificar as diferentes linhas editoriais. Isso é também leitura crítica!

Alguém que é contra o governo Temer, por exemplo, pode muito bem ler um jornal de direita liberal sem ficar muito estressado 😉 O oposto também funciona!

Outro conselho é associar a essa leitura diária exercícios de compreensão oral para aprender espanhol com o auxílio de vídeos do Youtube.

2. Leia espanhol na web

Nem todos têm acesso à leitura diária de jornais espanhóis. Isto requer morar próximo a uma boa banca de jornal ou a uma grande livraria…. Além disso, nem todos têm o luxo de poder comprar um jornal estrangeiro por dia…

Assim, para reduzir seus custos, mas continuar a melhorar o seu espanhol rapidamente, uma boa ideia é navegar nos sites em espanhol.

Na web você encontra de tudo: desde jornais com acesso restrito mas gratuito até cursos e programas de formação diversificados. Você ainda encontra muitos materiais audiovisuais e de fácil acesso e áudios em podcasts em espanhol.

Dica: que tal ler a primeira página dos diferentes jornais espanhóis na web?

Acreditamos que a melhor maneira de acompanhar as notícias diárias em espanhol na internet ainda é seguindo as principais mídias pelo Facebook. Basta curtir e seguir seus canais prediletos: os destaques aparecerão automaticamente na sua linha do tempo.

E por que não ler as informações no Google Notícias? Ele reúne numa só página as principais notícias publicadas em canais de países do mundo todo. Você consegue ter acesso às informações de todos os países de língua espanhola da América Latina, do México ao Chile. Infelizmente, o Google News Service da Espanha foi cancelado devido a problemas de patrocínio.

3. Reler seus romances favoritos em espanhol

Sabemos que os iniciantes em espanhol têm algumas dificuldades na hora de leitura, sobretudo quando se trata de livros de ficção. Acontece que há muitos riscos de incompreensão completa e o leitor se sente desmotivado a continuar.

E como evitar isso? A dica é procurar seus livros favoritos em espanhol. Como você já conhece a história e já está contextualizado em português, terá muito mais condições de ler na língua estrangeira e decifrar palavras desconhecidas.

Com a história em mente, não existe mais frustração de não entender muito sobre o contexto geral. O leitor pode, então, concentrar-se na tradução, sintaxe e vocabulário espanhol.

Escreva em espanhol

Tenha cuidado para não cair nas tentações das fórmulas milagrosas como “torne-se bilíngue em 30 dias”. Isso é simplesmente impossível.

É preciso, primeiro, aprender espanhol desde o começo. Além disso, quanto mais cedo uma criança começar a estudar espanhol, melhor.

Se você já tem um nível de intermediário a avançado, o que inclui o domínio de verbos irregulares, o uso natural do subjuntivo, um vocabulário já robusto, você naturalmente vai evoluir em alguns meses!

Quais as melhores séries da espanha? Qual é o melhor programa de TV espanhol? Entre as melhores séries de TV espanholas, vale a pena conferir Las Chicas del Cable. (fonte: Just about TV)

4. Prática da escrita para si mesmo

Além da leitura de jornais, sites e romances, é também muito importante praticar a escrita. A escrita vai realmente exercitar o máximo do vocabulário e da sintaxe.

Se você é iniciante, o primeiro passo na sua aprendizagem será compreender os conceitos básicos. Para aprender o idioma facilmente, significa descobrir:

  • O alfabeto;
  • A pronúncia e a acentuação tônica;
  • Os diferentes gêneros em espanhol;
  • Os artigos e os adjetivos;
  • O vocabulário básico (palavras, frases, saudação, cor, números, hora ou vestuário);
  • A gramática e a construção de frases simples afirmativas, interrogativas e exclamativas;
  • A negação;
  • Os verbos auxiliar “ser” (ser), “haber” (ter) e “estar”;
  • A conjugação dos verbos no presente, no pretérito passado e no futuro;
  • Os pronomes;
  • O condicional;
  • O imperativo e o subjuntivo presente e pretérito imperfeito;
  • Os diferentes tipos de adjetivos, advérbios e preposições.

Quando você tiver dominado estes conceitos para iniciantes, você estará pronto para passar ao próximo nível.

O passo seguinte é conseguir transpor todo seu conhecimento em uma página branca, em espanhol correto.

Este exercício de escrita vai obrigar o autor a pensar inteiramente em espanhol. No entanto, é necessário esquecer a gramática portuguesa para ser capaz de escrever 100% em espanhol.

Por que não começar a manter um diário?

Registrar tudo o que faz ao longo do dia, escrever seus sonhos, criar histórias de sua imaginação, tudo isso na língua ibérica, pode ser um belo negócio.

Por um lado, esta ginástica linguística vai forçá-lo a pensar em espanhol.

Por outro lado, a vocação de escritor ou tradutor pode emergir de uma atividade que inicialmente parecia banal ou trivial!

Fale em espanhol com regularidade

5. Bater papo em espanhol

A revolução da Internet e suas infinitas possibilidades transformou a clássica correspondência de cartas em algo mais moderno e dinâmico. Hoje, você pode encontrar um amigo do outro lado do mundo e iniciar uma conversa em poucos minutos. As possibilidades são muitas: skype, fóruns, bate-papos, programas de formação, redes sociais…

Aprenda conversando pela internet. Que tal fazer um amigo virtual e bater um papo via Skype em espanhol?

6. Assistindo à televisão

Existem muitas técnicas para treinar seu ouvido e sua compreensão oral.

Falar espanhol é uma coisa, mas decifrar o que nos é dito em uma conversa é outra coisa bem diferente. Portanto, o exercício de compreensão oral de espanhol é fundamental.

Para isso existem várias maneiras, começando com a televisão. Entre os canais de televisão ou de internet, você pode acessar, por exemplo:

  • TVE
  • La Sexta
  • Telecinco

7. O poder de comunicação da música

Em vez de ficar totalmente perdido tentando decifrar o espanhol super rápido das rádios você pode optar por fazer esse exercício pela música.

Este é também é um dos métodos mais utilizados em escolas e pelos professores em todo o Brasil.

Quem nunca tentou entender o que Manu Chao quis dizer em ‘Clandestino’ ou em ‘Me gustas tu’?

A música espanhola é muito rica, e possui uma variedade ampla de gêneros (tango, salsa, bachata).

Você precisa apenas encontrar artistas que lhe agradem os ouvidos e então decorar as letras das músicas e procurar seu significado.

Num contexto de globalização desenfreada, a música é também – infelizmente menos do que gostaríamos – um produto comercial que é exportado amplamente.

Nos anos 2000, a cultura argentina também se revelou ao mundo com seu Tango eletrônico, uma saborosa mistura de electro – música moderna – e do tango – estilo inventada no final século 19 – por um grupo de reputação mundial: Gotan Project.

Não há muitas palavras em suas canções, por isso é fácil de treinar para reconhecer os termos e depois cantar à vontade!

8. Assistir a filmes na versão original

Se a música espanhola é muito rica, o mesmo acontece com o cinema.

Você certamente já ouviu falar de Pedro Almodóvar, Penelope Cruz, Antonio Banderas, Alejandro Amenabar, Luis Buñuel, Javier Bardem, Sergi Lopez, Carmen Maura, Victoria Abril…

O cinema ibérico já foi conhecido outrora pelo seu forte cunho político. Posteriormente assistimos a filmes poéticos e até surrealistas… Hoje em dia, há filmes para todos os gostos!

Assistir a filmes espanhóis na versão original é um exercício lúdico, interativo e educativo.

E por quê?

Bom, a princípio, o aluno pode assistir ao filme com legendas em português. Ele executa um processo de identificação e memória auditiva e a tradução para o português acontece graças à associação visual.

Depois de um tempo, você pode até desativar as legendas e arriscar uma interpretação genuína e integral do espanhol!

O cinema sem legendas: imersão e diversão. Para estudar espanhol e quem sabe se tornar um verdadeiro bilíngue, que tal assistir a seus filmes prediletos na versão original?

Faça aulas de espanhol

 9. Falando com seu professor de espanhol

Outra maneira de ter conversas regulares em espanhol, é fazendo aulas com a ajuda da plataforma Superprof.

Você consegue encontrar professores particulares disponíveis na maioria das cidades do Brasil.

De Porto Alegre a Natal, de Vitória a Manaus, você encontra professores nativos ou bilíngues e que às vezes podem até ser especializados na expressão oral.

Para melhorar o seu espanhol rapidamente, basta encontrar um professor mais próximo de você e iniciar um programa de aprendizagem e revisão diárias.

10. Aprender espanhol em sua totalidade

No entanto, se o aluno de língua espanhola quiser ir além do falar e do entender, como por exemplo aprender todos os aspectos da língua pela gramática, expressões idiomáticas, conjugação, e muito mais, precisará certamente fazer aulas de espanhol particulares.

Alguns professores não são capazes de assumir tal missão.

Revisar gramática, conjugação e tradução às vezes pode ser muito complicado para alguns deles.

Por isso, muito cuidado  na hora de encontrar a pessoa certa em função dos seus objetivos de aprendizagem. Converse bastante com seu futuro professor para esclarecer as possíveis dúvidas e estabelecer suas metas para o curso de espanhol.

Aulas de espanhol em grupo ou aulas particulares?

Fazer aulas em grupo é divertido, mas a diferença de nível dos alunos faz com que haja pouco tempo disponível para cada um se expressar. Nesse sentido, as aulas particulares são mais eficazes.

Sabia que existem aulas especiais “gratuitas”? Você pode por exemplo fazer um combinado de troca: um panamense quer aprender português e um brasileiro quer aprender espanhol para negócios. Ora, ambos entram em acordo e dão aulas do seu idioma ao outro. Um belo negócio!

Este site funciona bem: mylanguageexchange.com

Que fique claro: este tipo de aula é útil especialmente para a prática. O seu interlocutor não tem necessariamente uma metodologia ou um programa de ensino elaborado. Apesar de ser excelente para a prática, ele não vai saber a razão de quando, por exemplo, devemos empregar “por” em vez de “para”. Conhecemos nossa língua materna principalmente pela imitação.

As aulas particulares com um professor qualificado têm sido comprovadas como uma estratégia bastante eficaz.

O professor está lá unicamente para ajudar o aluno a atingir o seu objetivo e, portanto, se adapta às suas necessidades específicas.

Há infinitas maneiras de aprender espanhol, tudo isso em função dos objetivos do aluno com a aprendizagem.

Se o aluno precisa prestar um exame, por exemplo, como o vestibular. O professor deve preparar suas aulas com foco na expressão escrita, além de dar conselhos e dicas importantes sobre as últimas tendências dos exames.

Já para uma entrevista de emprego em espanhol, por exemplo, é preciso rever o vocabulário do setor profissional em questão, as expressões mais utilizadas e os tratamentos.

Um estudante que pretende viajar durante as férias precisa praticar as conversas habituais, frases úteis, informações básicas, conjugação de verbos, saudações…

O professor acompanha a evolução do aluno ao longo das aulas e adapta seu programa em função disso. Ele propõe um ritmo de trabalho e materiais didáticos de acordo com as especificidades de cada aluno.

Alguns têm mais memória visual, outros auditiva, outros têm o perfil cinestésico.

O que aprender da língua castelhana? Quer viajar e não se perder no meio do caminho? Faça aulas particulares de espanhol!

Veja alguns exemplos de recursos utilizados por professores particulares em suas aulas:

  • Aluno de perfil “visual”: flashcards / regra de gramática, leitura, filmes legendados, bate-papo
  • Aluno de perfil “auditivo”: podcasts, filmes, conversação / regra gramatical, conjugação de verbos
  • Aluno de perfil “cinestésico”: reescrever palavras do vocabulário / fazer exercícios de gramática, escrita (narrativa), bate-papo

O professor de espanhol: assistência personalizada às necessidades de estudantes

Durante as aulas de espanhol, o professor ajuda o aluno a se expressar, corrige seus erros, melhora sua pronúncia, ensinando o vocabulário e gramática necessários.

Ele oferece atividades que irão desenvolver as habilidades almejadas pelo aluno (expressão a compreensão escrita / oral).

Ler um texto e fazer uma apresentação desenvolve a interpretação e a expressão oral, enquanto fazer um ditado desenvolve a compreensão auditiva e expressão escrita.

A dimensão psicológica de aprender espanhol

Existe também uma dimensão psicológica em aprender uma língua. Muitas vezes pensamos de forma binária e fatalista (falar bem ou não falar bem / ser bom ou não em línguas / saber ou não saber).

Esta maneira de pensar é muitas vezes reforçada pela escola, que classifica os estudantes e não trabalha o aspecto humano e social da língua.

Na verdade, o professor, na maioria das vezes, tem cerca de 30 alunos na sua frente, de níveis totalmente diferentes, com poucas horas de aula, quase nenhum tempo disponível para investimento pessoal e, para agravar, estudantes pouco motivados.

O resultado disso são anos de estudos e alunos que mal sabem se expressar na língua. Infelizmente, a realidade de muitas salas de aula brasileiras.

O papel do professor é também o de quebrar com certos tabus, como “não tenho boa pronúncia”ou “nunca vou aprender espanhol direito”.

O mais importante na aprendizagem de uma língua espanhola é saber se comunicar com o outro e ter prazer nisso.

A importância de criar um ambiente hispânico…

Por acaso o seu objetivo principal é sonhar em espanhol?

Pois bem, nós não encontramos nenhum estudo para provar uma solução milagrosa para sonhar em outra língua, qualquer que seja… Por outro lado, encontramos vários artigos sobre a interpretação dos sonhos. Isso é algo que homens e mulheres estudam desde o início dos tempos.

Do nosso lado – não somos cientistas nem tampouco filósofos -, estamos cientes de que o que aconteceu durante o dia pode reaparecer nas noites de sonhos ou mesmo em outras noites. A memória de curto prazo tende a condicionar os sonhos.

Um ambiente amigável de língua espanhola é essencial? Um pouco de música para deixar você no clima argentino…

Então, as pessoas que você conhece no dia a dia, com quem cruza várias vezes em uma semana, podem vir e passear pela sua mente à noite. E se você começar a praticar mais a expressão oral do espanhol?  É o que você conversa e o que você vivencia no dia a dia que se torna o elemento-chave dos seus sonhos – quem sabe dos seus sonhos em espanhol!

Finalmente, o último argumento que deve convencê-lo a fazer amigos hispanofalantes: quanto menos você falar em português, menos vai sonhar em português à noite! Pense bem: você vai se expressar, rir e se comunicar com seus amigos em 100% espanhol. Você, portanto, minimiza as chances de ver o tal do português voltar aos seus sonhos! Isto é completamente possível. Todos sabemos como os sonhos podem ser e são (muitas vezes) bizarros.

Mas se há uma pequena chance de sonhar em espanhol, saiba que certamente isso vai acontecer com a ajuda dos seus amigos e outros conhecidos com quem você cruza no cotidiano. Você pode sonhar com as suas conversas diárias ou com grandes aventuras…. Aí, meu caro, apenas o subconsciente vai te dizer quando e como!

Para lhe deixar ainda mais próximo deste fenômeno, aqui estão algumas dicas para aperfeiçoar seu castelhano…

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar