O português pode ser um idioma traiçoeiro, principalmente em se tratando da sua utilização formal.

Você nasceu falando a língua de Camões e de Machado de Assis, mas mesmo assim tem dificuldades quotidianas para escrever, falar ou entender.

Conselho do Superprof para guardar do lado esquerdo do peito: calma, não se desespere, pois você não está sozinho nesta jornada.

O estudo "Analfabetismo no Mundo do Trabalho", feito pelo Instituto Paulo Montenegro e a ONG Ação Educativa em 2015, constatou que apenas "8% dos pesquisados mostraram domínio [do português] e chegaram ao nível máximo do teste". Ou seja, só oito por cento foram considerados proficientes na língua portuguesa.

O estudo divulgado em 2016 pela revista Exame prova por A mais B que são muitas as pessoas que têm dificuldades com o idioma, mesmo ele sendo língua nativa.

Então, nada de drama, pois não conseguir achar a conjugação correta de um verbo, a ortografia ideal de uma palavra ou acertar a gramática de uma frase faz parte da realidade da maioria dos brasileiros.

Superprof te dá o material necessário para buscar seu professor ideal.
Com as boas ferramentas em mãos, fica fácil achar um bom professor particular.

O que não dá é perceber a deficiência e escolher continuar fazendo os mesmos erros. Seja você estudante escolar, universitário ou uma pessoa que já no mercado de trabalho, este é um bom momento para procurar um professor de português.

Nunca é tarde para melhorar suas habilidades, principalmente no idioma que você utiliza todo santo dia.

Chegou a hora de escolher um bom tutor particular de português. Para tal, Superprof apresenta algumas sugestões de como encontrar aquele que cairá como uma luva às suas necessidades!

Identificar suas expectativas e seus objetivos

Procurando por um curso de portugues em São Paulo?

Primeiro passo dessa caçada é conhecer suas próprias necessidades.

Qual o seu nível de português?

Qual seu objetivo com as aulas:

  • Melhorar suas notas na escola?
  • Passar no vestibular?
  • Escrever um bom Trabalho de Conclusão de Curso?
  • Aumentar suas chances de conseguir o emprego dos seus sonhos?
  • Melhorar sua expressão e compreensão escrita no local de trabalho?
  • Aprimorar sua comunicação verbal em determinadas atividades?

Os motivos para a procura de aulas de português são muitos, assim como o perfil dos professores disponíveis no mercado.

Ao criarem seus anúncios de divulgação, os tutores especificam o perfil dos alunos que procuram. Tal informação mostra qual o tipo de matéria dentro da língua portuguesa eles pretendem e/ou estão aptos a ensinar.

Por isso é importante que você conheça seu nível.

Se você ainda frequenta o sistema escolar, então o ano em que você se encontra é o equivalente ao seu grau de conhecimento.

Estudantes que desejam passar no vestibular ou se preparar para o Enem também têm facilidade em encontrar um professor particular, pois a oferta é grande.

O perfil mais delicado de se encontrar são tutores para adultos, principalmente se os futuros alunos já estão empregados ou à procura de um trabalho. Isso porque a definição do nível do aprendiz não é lá tão óbvia de ser feita.

A melhor tática é estabelecer suas necessidades e seus objetivos.

O que você pretende melhorar? Pegue papel e caneta e anote os pontos principais: refinar a gramática, rever conjugações, aprimorar a ortografia...

Existem também testes gratuitos na internet. Eles podem ser uma boa opção para detectar suas habilidades e deficiências na língua de Camões.

Procurando aula de portugues? Os melhores professores estão no Superprof!

Em quanto tempo você quer melhorar (ou quer que seu filho melhore)?

Estipule em quanto tempo você quer melhorar com suas aulas de língua portuguesa. Você quer ter resultados com 6 meses de aula? Um ano, ou 5 anos?

O tempo estipulado por você pode ser uma maneira conferir se as aulas estão fazendo o efeito que você desejava ou não.

Determinar o perfil do educador

Agora que você já determinou o seu nível do idioma e estabeleceu suas necessidades e objetivos perante as aulas particulares de português, chegou a hora de escolher um professor que se adeque ao seu perfil.

Existem vários perfis de tutores diferentes.
O professor pode te orientar de diversas maneiras.

Como já dissemos, existe tanto uma variedade de perfis de alunos quanto de tutores. E cada um deles tem uma maneira diferente de ensinar.

Superprof fez uma seleção de alguns tipos de professores que podem ser encontrados no mercado. Confira abaixo suas principais características e competências.

Professor estudante

Vários estudantes optam por dar aulas particulares enquanto estão na universidade. Seja durante o primeiro ou o último período do curso, eles encontram na tutoria individualizada uma boa forma de engordar a poupança no fim do mês sem atrapalhar o ritmo dos estudos.

O mais comum é que eles estejam matriculados em cursos de Letras. Eles procuram, normalmente, alunos dos Ensinos Fundamental e Médio para ensinarem.

Não resta dúvida que eles têm, teoricamente, bagagem para tal tarefa. Resta saber se a metodologia e pedagogia são boas.

Professores que ainda são estudantes podem também se aventurar a dar aulas para adultos. No entanto, o nível de domínio da língua portuguesa do educador deve ser maior que o do aprendiz.

Caso você possua um bom domínio do português, uma opção é procurar doutorandos em Letras que dêem aulas. Esses universitários serão bons tutores para quem conhece bem a língua e pretende lapidá-la.

Pelo fato de ainda estarem trabalhando para obterem um diploma, esse perfil de professor costuma cobrar mais barato do que um profissional já licenciado. Comece agora seu curso online de portugues !

Professor no Ensino Básico

Existe um grande número de docentes que se dedicam tanto às escolas de Ensino Básico quanto às aulas particulares.

Nada impede esse tipo de educador de dar aulas em instituições de ensino durante o dia e tutoria individualizada à noite. Ou até mesmo trabalhar meio turno como salariado e meio turno como profissional liberal.

É igualmente comum encontrarmos professores particulares aposentados especializados no currículo do Ensino Básico. Eles dedicaram uma carreira inteira às escolas e, para complementar o salário nesta nova fase da vida, eles continuam fazendo o que gostam: dando aula.

Esse perfil de professores é perfeito para alunos em dificuldade com a metodologia ou a pedagogia das aulas de português da escola. Eles conhecem bem o sistema e têm mais facilidade para detectar as necessidades do aluno.

Professor especializado

Como o próprio nome diz, a procura por esse tipo de professor entra em uma outra categoria, bem mais específica: a procura por tal perfil de tutor ocorrerá a partir de uma demanda determinada.

Um profissional de direito, por exemplo, que acabou de conseguir um novo emprego e se depara com tarefas de redação de documentos bem precisos que exijam um domínio particular do português: ele precisará contratar um professor especializado.

Sendo assim, é bom ter em mente que um tutor que é ideal para um tipo de aluno, pode não possuir o perfil indicado para outros.

Concluímos então que, na verdade, não existe um tipo de professor ideal, mas sim o professor certo para cada tipo de aprendiz.

A escolha do perfil do tutor depende das necessidades do aprendiz.
A orientação do professor depende do perfil do aluno.

Qualidades do professor de aula de língua portuguesa

Ninguém é perfeito. Isso também vale para os professores. Quando se é um professor, fica ainda mais difícil se tornar perfeito para todos os seus alunos. É claro que todos somos diferentes. Portanto, seus alunos também o são e cada um deles tem seu próprio estilo de aprendizado.

Quando o estilo de ensino do professor combina com o estilo de aprendizado de seu aluno, ele definitivamente se tornará o melhor professor de todos os tempos. Por isso, é importante saber seu objetivo com as aulas. Assim fica mais fácil do professor se adaptar as suas necessidades.

É óbvio que todos os seus 30 alunos (ou 20 ou mesmo 10, na verdade não importa) nunca terão a mesma opinião sobre seus métodos de ensino. Portanto, é impossível evitar mal-entendidos.

No entanto, para o professor se tornar excelente para seus alunos, o principal é ouvi-los com atenção. Aqui temos 10 conselhos de alunos para professores. Fique atento a esses conselhos e utilize-os como critério na hora de escolher seu professor.

Portanto, se você quiser encontrar o melhor professor de língua portuguesa, é melhor não ignorar o que os outros alunos dizem.

  1. Um professor compreensivo. Encontre um mestre que o escute. Se você observar que ele não presta atenção a suas questões, deixe-o de lado e encontre outro professor de língua portuguesa.
  2. Seja amigo de seu professor, mas com limites. Manter-se profissional, mas ajudar os alunos nos trabalhos escolares, escutá-los, conversar sobre suas vidas, mas lembrando de quem ele é. Mesmo se ele for um jovem especialista e tem quase a mesma idade que você, não há necessidade que ele utilize várias gírias.
  3. A aula deve ser relevante para a sua vida. Se você quiser lembrar dos conteúdos das aulas, é importante que o professor conecte-as com momentos do cotidiano da vida de seus alunos. O professor pode usar alguns exemplo, descrevendo esta ou aquela situação: seria mais interessante para gravar essas lições.
  4. O professor deve usar seu tempo com sabedoria. Lembre-se de quem você é e onde está. Evite aquele professor que começa a contar sobre sua vida, como era melhor quando ele era mais jovem, como eram melhores e mais pacientes os alunos, blá-blá-blá. Você está ali para aprender português ou outra matéria, não sobre a opinião do professor sobre determinado assunto, sobre a nova novela das nove….Lembre-se de que seu tempo e seu dinheiro são importantes. Portanto, não é legal desperdiçá-los em aulas que não lhe ensine nada, exceto histórias pessoais da vida dos professores.

    Lembre-se de fazer a sua parte e estudar em casa
  5. Mais explicações. Mesmo se você considerar seu professor legal, que explica tudo de uma maneira que até a pessoa mais estúpida o entenderia, observe se ele tenta explicar as coisas de várias maneiras diferentes, principalmente o que for mais importante. O professor deve ser paciente e explicar a matéria repetidamente, certificando-se de que você entendeu bem o que ele falou. Afinal, você sabe como será difícil se não aprender a base.
  6. Ensinar de várias maneiras. O professor não deve economizar em seus materiais para suas aulas. O melhor professor é capaz de ensinar de várias maneiras: usar livros, vídeos, músicas, apresentações, discursos e tudo o que possa ser interessante para seus alunos aceitarem.
  7. Ser firme. Isso não significa que o professor deva ser um ditador. Mas bom demais nem sempre é bom, principalmente quando se trata de ensinar.

Estipular um orçamento

Na internet existem vários cursos de português gratuitos. Só que, muitas vezes, eles não se adaptam às necessidades do aluno, ou o próprio aprendiz não se encaixa nesse método de ensino.

Chegamos, então, à próxima fase da procura por um tutor particular de língua portuguesa: o orçamento que você pretende gastar. Independente ganhar muito ou pouco, sempre existe um preço no qual esteja disposto a pagar pela aula. Afinal de contas, a vida também é feita de outras alegrias!

A escolha do preço das aulas de português deve levar em conta vários fatores diferentes:

  • Nível do aluno;
  • Nível do professor;
  • Deslocamento do professor (se ele existir);
  • Etc.

Na verdade, quem estabelece o valor das aulas é o próprio educador e a relação hora / aula pode variar ... e muito!

A média, no Brasil, é de 25 à 50 reais a hora. Mas, obviamente, podemos encontrar preços mais caros e mais baratos... Tudo depende.

Encontrar uma escola especializada em aulas particulares

Se você não gosta da ideia de ter uma pessoa desconhecida na sua casa durante 1 hora com você ou seu filho(a), mas precisa de aulas particulares, existe ainda um outra opção: a procura de empresas especializadas no serviço.

Sendo assim, você não precisa quebrar a cabeça procurando um professor com o perfil que deseja: eles fazem isso para você!

Outra diferença do serviço de aulas particulares aqui é que, por ser oferecido por uma empresa, ele é estabelecido por contrato. Sendo assim, a garantia da prestação combinada acontecer está no papel.

Mais um diferencial apresentado por essas escolas é o fato delas possuírem muitos contatos de profesores. Assim, se você não gostar da prestação de um dos educadores que lhe foi oferecida, fica mais fácil achar outro profissional.

Além disso, se o tutor responsável por suas aulas não puder comparecer, a empresa pode tentar conseguir um substituto caso a aula naquele período seja indispensável.

Encontrar o professor de aula de língua portuguesa

Existem três maneiras para encontrar um professor: consultas pela internet, referência ou procurar uma instituição especializada.

O professor ideal não vai cair do céu. Procure-o!

Quanto deve demorar? Se você trabalha duro (uma hora por dia ou mais), é adolescente adulto ou maduro e tem um bom professor, pode esperar chegar ao nível intermediário tardio / intermediário no início de um ano. (De qualquer forma, essa foi a minha experiência.) Veja em outro lugar uma discussão mais detalhada sobre isso na primeira pergunta do meu arquivo de perguntas e respostas para alunos e pais.

Se você está procurando um professor para seu filho, certifique-se de que você e seu filho falem sobre seus próprios objetivos. Eles podem não ser os mesmos. Além disso, verifique se a criança entende que aprender a língua portuguesa exigirá esforço da parte dele. Ele deve concordar em gastar pelo menos 30 minutos por dia para rever suas aulas de português.

Diga também ao seu filho que o trabalho escolar vem primeiro todos os dias: antes de falar ao telefone, ler um livro, assistir TV, sair para jogar etc. Ocasionalmente, haverá dias em que uma matéria exigirá mais dele que outra, mas eles devem aceitar essa possibilidade para não se surpreenderem quando algum dia não houver brincadeira.

Onde encontrar um bom professor?

O primeiro lugar para procurar um professor pode ser no site do Superprof! Se não, você pode perguntar para amigos / parentes que estudam a língua portuguesa. Pergunte o que eles gostam (e não gostam) sobre o professor.

Especialmente se você estiver procurando aulas para uma criança, o professor da escola pode orientá-lo na direção certa.

Além disso, você pode procurar um professor nos anúncios classificados do jornal local. Quando tiver todos os nomes que puder encontrar (e depois de eliminar todos os que obviamente não se encaixam), veja se algum nome aparece mais de uma vez (por qualquer motivo). Ligue para todos esses professores primeiro.

Entrevistando o professor por telefone

Seu trabalho aqui é encontrar o professor mais adequado: local, preço, horários das aulas disponíveis, pedagogia / currículo, treinamento, experiência, etc...

Coloque na ponta do lápis todos os critérios importantes na hora de escolher

Tome seu tempo na hora de procurar um professor. Você está investindo não apenas dinheiro, mas tempo (nunca recapturado!). E esforço. Gaste cada uma dessas moedas com sabedoria!

Aqui estão algumas perguntas gerais que você deve perguntar para os professores ao fazer sua pesquisa:

  1. Quais são as experiências profissionais do professor? Há quanto tempo o professor ensina? Onde ele ensina? Quanta experiência o professor teve em ensinar crianças com a idade do seu filho ou a sua (idade, dificuldades de aprendizagem, etc.)?
  2. Quanto custa aula? Existem outras taxas, por exemplo, para o material, deslocamento? Em caso afirmativo, quais, com que frequência, com que frequência e as atividades cobertas por essas taxas extras são opcionais? Existe um desconto de pagamento antecipado? Desconto para o segundo aluno ("plano familiar" - não conte com isso!)?
  3. Como funciona para marcar ou desmarcar as aulas? Se o seu filho chegar em casa doente no meio do dia escolar ou acordar doente? E se sua família quiser tirar férias? O professor permite que você cancele as lições (isto é, não venha e não pague)?
  4. O professor usa alguma metodologia específica? Quais são os elementos principais do método que ele utiliza? Por que esse é preferível a outro método ou à "abordagem tradicional"?
  5. O professor usa uma "série de métodos"? Se sim, qual e por quê? Caso contrário, o que é usado e por quê? Uma série de métodos é um grupo de livros relacionados ao mesmo autor, divididos em "níveis". Geralmente, há um livro de gramática, literatura... Alguns professores usam séries de métodos ao longo do estudo de uma criança ou adulto. Outros usam apenas o primeiro ou dois (ou três) níveis e depois passam para outro material. Alguns professores - eu sou um - não usam nenhuma série de métodos.
  6. Como os materiais são obtidos? Quem paga por eles? Que outros materiais são necessários para as lições?
  7. Quanto tempo o professor espera que a criança pratique diariamente ou você? Caso contrário, como o professor estrutura a prática em casa? O professor espera que você ajude na prática diária? Se sim, fazendo o que?
  8. Onde está localizado o professor? O professor se desloca para a casa dos alunos? Em caso afirmativo, existe uma taxa extra por isso?
  9. Quais são os horários das aulas disponíveis?
  10. A maioria dos professores ministra aulas particulares. Algumas oferecem sessões em grupo para a criança, além de uma aula particular.

Confiar em si mesmo

Superprof espera que, a esta altura do campeonato você esteja mais seguro(a) e confiante para ir atrás do seu professor particular de português.

Não podemos, no entanto, terminar esta matéria sem antes dar um dos conselhos mais importantes a ser seguido para aprender português: siga seus instintos.

Para aprender, melhorar, aperfeiçoar ou até mesmo polir sua língua nativa, você tem que, antes de mais nada, se divertir!

Não se esqueça de se divertir durante as aulas de português!
Lembre-se: para um bom aprendizado, a diversão é essencial!

Por essa razão (descubra 10 para fazer aulas de português) é essencial que você se sinta bem, confortável e a vontade na presença do seu tutor individual. Sendo assim, se "o seu santo não bater com o dele(a)" na primeira aula e a energia entre os dois não for boa, pense duas vezes se vale a pena marcar uma segunda sessão.

O aprendizado, para ser eficaz e produtivo - ainda mais em modo intensivo - precisa acontecer em um ambiente leve e descontraído.

Igualmente importante é a sua adaptação à metodologia apresentada pelo novo tutor: ela precisa seguir o seu ritmo, sempre atendendo às suas necessidades de aprendizagem.

Faça a sua parte: pague mais e pague com ética. Isso é bem simples. Não é de surpreender que salários mais altos estejam associados a um menor desgaste de professores, enquanto a insatisfação com o salário esteja associada a um maior desgaste e um declínio no compromisso com o ensino. Então, pague o que for justo para o seu professor.

Precisando de um professor de Português ?

Você curtiu esse artigo?

5,00/5, 1 votes
Loading...

Camila

Aventureira linguística, curiosa por natureza, artista por opção, viajante apaixonada e redatora por vocação.