Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Obter sucesso no teste de proficiência de alemão

De Camila, publicado dia 14/01/2018 Blog > Idiomas > Alemão > Como passar no TestDaf do idioma da Alemanha

Com dedicação, disciplina e uma boa metodologia de estudos, você vai acabar tirando o TestDaf de letra!

Fazer aulas do idioma de Goethe poderia ser visto como algo para a elite ou para os intelectuais, pois a língua possuía (e ainda possui) uma reputação de ser difícil e complicada de se aprender.

O mundo mudou.

Todos os idiomas são verdadeiras ferramentas de comunicação que podem ser úteis em vários aspectos da nossa vida quotidiana e profissional.

Dominar o alemão é uma excelente habilidade a ser mostrada no currículo e pode ser o ponto decisivo na hora de um processo de seleção. Se você está lendo esta matéria, então é porque já sabe muito bem disso.

Tanto cursos particulares quanto em grupos em escolas de idiomas, aplicativos e recursos na internet são cada vez mais requisitados pelos futuros germanófonos com sede em aprender a língua de Goethe.

O número de interessados que procuram e, eventualmente, começam a fazer aulas do idioma falado na Alemanha é crescente a cada ano no Brasil, contribuindo para a desmistificação de ela seja uma língua complicada a se aprender.

Por que escolher o alemão como segunda língua?

O olhar diante da aquisição do domínio do alemão se modificou, levando muitas pessoas a escolherem o idioma como língua estrangeira a ser assimilada.

Uma escolha visando o futuro

Aprender alemão pode servir de suporte para várias situações futuras, pois tal habilidade linguística permite ao aprendiz se destacar em um grupo de pessoas bilíngues apenas no idioma da Espanha ou da Inglaterra.

Apostar no aprendizado da língua alemã é uma cartada de mestre para se sobressair no campo profissional e / ou universitário no futuro.

Uma habilidade que fará a diferença

Dominar o idioma de Immanuel Kant traz vários benefícios para aqueles que o conhecem. Falar bem a língua pode ser uma grande “carta na manga” para quem trabalha, por exemplo, com comércio internacional, pois ela é enormemente utilizada dentro do mercado europeu.

Escolher o alemão como segunda – ou terceira – língua ainda permite o aluno ou profissional a se destacar no mercado de trabalho, pois ele será uma “pérola” em meio àqueles que só falam inglês e espanhol. Isso significa uma atenção diferenciada em meio a seus colegas, assim como menos concorrência.

Ter um TestDaf é ótimo para o currículo. Ter um certificado de proficiência em alemão potencializa o perfil do profissional.

5 motivos para escolher o alemão

  1. Se diferenciar dos colegas e concorrentes;
  2. Falar uma língua que é mais popular do que se imagina;
  3. Não é um idioma difícil de se aprender;
  4. A Alemanha é a segunda maior importadora e exportadora mundial;
  5. A língua possui grande demanda no mercado de trabalho.

Como ser fluente no idioma da Alemanha?

Será que apenas fazer aulas duas vezes por semana ou se dedicar a um programa de alemão online é o suficiente para virar bilíngue em um idioma como o alemão?

Confira algumas orientações para aqueles desejosos em se tornar fluente na língua falada na Alemanha o quanto antes.

O que significa ser bilíngue?

Do latim “bilingŭis“, o termo bilíngue possui a seguinte definição no dicionário Michaelis de língua portuguesa:

“adj m+f
1 LING Que faz uso de duas línguas: Comunidade bilíngue.
2 Que fala duas línguas: Secretária bilíngue.
3 Que fala dois dialetos de uma mesma língua.
4 Diz-se de escritor que escreve em duas línguas, ou texto escrito em duas línguas.
5 Diz-se de dicionário que traz palavras equivalentes em duas línguas.
6 FIG Que fala com fingimento ou ambiguidade; fingido, hipócrita, mentiroso.”

Aqueles que desejam se tornar bilíngues em alemão pretendem, então, nesse caso, conseguir falar e entender o idioma dos irmãos Grimm de maneira fluente, possuindo uma bagagem considerável de vocabulário e domínio gramatical. Ao atingir tal nível, a pessoa bilíngue domina bem tanto o português quanto o alemão, seja na hora da comunicação oral ou escrita.

6 dicas essenciais para ser fluente em alemão

Aprender qualquer língua estrangeira fica muito difícil se não nos dedicamos da maneira correta. Por isso preparamos abaixo 6 dicas para te ajudar nesta missão rumo ao domínio do idioma de Albert Einstein.

1/ Ter motivação

Parece redundante começar nossa lista com esse tópico, mas é a mais pura verdade: é preciso ter muita motivação para conseguir aprender a falar bem uma língua estrangeira.

Como em todo início de período de aulas, existe uma empolgação latente durante as primeiras sessões do curso de alemão. Passado esse momento de descoberta e de “lua-de-mel” com o aprendizado do idioma da Alemanha, fica cada vez mais fácil aparecerem momentos preguiça e falta de vontade de estudar, revisar ou até mesmo de comparecer às aulas.

2/ Fazer uma imersão total

Como fazer isso?

A imersão em alemão pode ser feita através da televisão. Assistir filmes e séries em alemão são ótimas maneiras de se fazer uma imersão no idioma.

  • Ler livros de autores alemães em versão original;
  • Assistir filmes e séries em alemão (com ou sem legenda, também em alemão);
  • Escutar podcasts e programas de rádio germanófonos;
  • Fazer aulas do idioma, sejam elas com professores particulares, em escolas de idiomas ou em outro tipo de curso;
  • Se possível, fazer um intercâmbio em um país onde a língua é falada (Alemanha, Áustria, Suíça, etc.), seja ele de curta ou longa duração;
  • Se inscrever em fóruns de discussão em alemão e conversar online com nativos que possuam o mesmo campo de interesse que você;
  • Passar uma temporada de férias em países germanófonos para adquirir um vocabulário básico.

Esses são apenas alguns conselhos de como utilizar a língua de maneira intensa no seu dia-a-dia. O importante é buscar o contato contínuo com o idioma para que seu cérebro se acostume com ele e consiga assimilá-lo de maneira cada vez mais rápida e eficiente.

3/ Arrumar um companheiro de estudos

O fato de ter alguém na mesma situação que você por perto é um grande incentivo, pois um não deixará o outro procrastinar na hora da prática extraclasse. Sem contar que ambos acabam propensos a se dedicar mais às atividades para não ficarem “feio na fita” perante o colega.

4/ Ter frequência nos estudos

O aprendizado de uma língua estrangeira como o alemão não acontece de um dia para o outro, como em um passe de mágica. Sejamos sinceros: nem de um mês para o outro.

É preciso dedicação de tempo e energia para conseguir evoluir rumo à fluência do idioma de Goethe. É necessário, ainda, uma constância nos momentos de estudo, pois ficar muito tempo sem ter contato com a língua faz com que o aluno perca o que já aprendeu.

5/ Não subestimar suas competências

Não se iluda ou se desespere: todo mundo é 100% capaz de aprender uma língua estrangeira. Uns mais rápido, outros mais devagar, mas todos aptos.

Outro mito é que, com a idade, as pessoas perdem suas habilidades de aprendizado linguístico. Não acredite e não se desanime ao escutar alguém dizer isso, pois não é verdade.

6/ Explorar a internet

As novas mídias e tecnologias nunca estiveram tão acessíveis quanto nos dias de hoje. Podemos encontrar de tudo um pouco (ou muito!) no mundo da web, incluindo atividades, aulas e simulados de provas para aqueles desejosos em se tornar bilíngues no idioma dos irmãos Grimm.

O que é o TestDaf?

Preparamos um breve apanhado com as principais informações sobre o TestDaf, certificado reconhecido mundialmente, assim como em todos os países germanófonos e aceito por todas as universidades que possuem a língua de Goethe como oficial.

O que é?

TestDaf é uma avaliação do nível de domínio do idioma alemão para estrangeiros que:

  • pretendem ingressar em uma universidade na qual a língua é a oficial;
  • precisam de um certificado oficial reconhecido por países germanófonos que ateste suas habilidades linguísticas.

Um certificado TestDaf é ótimo para seus estudos universitários. Um diploma proficiência em alemão atesta as habilidades linguísticas do aluno.

Três conceitos podem ser obtidos por aqueles que com sucesso nos testes:

  • TestDaF-Niveaustufe 5 (TDN 5 – TestDaF nível 5);
  • TestDaF-Niveaustufe 4 (TDN 4 – TestDaF nível 4);
  • TestDaF-Niveaustufe 3 (TDN 3 – TestDaF nível 3).

Um pouco de história

Em 1996, o Ministério da Cultura alemão (Kultusministerkonferenz) propôs pela primeira vez um exame que tivesse por objetivo uma avaliação padrão do nível de domínio do idioma alemão por alunos estrangeiros desejoso em ingressar em uma universidade no país.

No início de 1998, fundos foram liberados pelo Ministério de Educação e Pesquisa (Bundesministerium für Bildung und Forschung) e o Serviço Acadêmico Alemão de Intercâmbio (DAAD) foi quem ficou responsável pelo desenvolvimento de um exame global da língua.

O projeto começou a ser colocado em prática no dia primeiro de agosto de 1998. Somente em julho do ano 2000 os três primeiros testes pilotos foram aplicados ao redor do mundo.

Os exames para a obtenção do certificado foram lançados, oficialmente, em 26 de abril de 2001.

Estrutura das provas

O TestDaf é dividido em quatro partes, dedicadas a avaliar as principais competências necessárias para o bom domínio de uma língua estrangeira:

  • Compreensão escrita;
  • Compreensão oral;
  • Expressão escrita;
  • Expressão oral.

Todas as provas juntas possuem duração total de 3 horas e 10 minutos (sem contar com o tempo de intervalo).

Qual pontuação necessária?

Qual é a pontuação necessária em um TestDaf para conseguir uma chance de entrar em uma instituição superior de ensino na Alemanha, Áustria ou ainda Suíça?

O candidato precisa mostrar possuir, no mínimo, o conceito TDN 4, ou seja, algo entre as habilidades dos níveis B2.2 e C1.1. Tal conceito deve ser alcançado em cada um dos diferentes testes individualmente, não podendo representar apenas a média de todas provas.

Com um certificado TestDaf TDN 4, o candidato está apto a participar do processo de seleção para o curso que desejar, em qualquer instituição alemã.

É preciso levar em conta, igualmente, que ter um certificado TestDaf com bom resultado não significa ter a vaga garantida, pois o processo de seleção exige outros documentos e competências do candidato.

Quem pode fazê-lo?

Candidatos portadores das características abaixo podem testar seus conhecimentos através das provas oficiais desse exame:

  • Pessoas com nível intermediário ou avançado do domínio do alemão que desejam obter um certificado que ateste suas capacidades linguísticas;
  • Alunos universitários que desejam se inscrever em uma instituição de ensino superior germanófona;
  • Estudantes e / ou profissionais que necessitam de um atestado oficial reconhecido internacionalmente que comprove seu nível de domínio do alemão.

Quais as vantagens de ter um TestDaf em mãos?

  • Todas as universidade alemãs reconhecem o certificado fornecido pelo TestDaf;
  • Este é um exame que mede suas capacidades nos quatro campos de conhecimento essenciais para a comprovação de um bom domínio do idioma alemão: compreensão e expressão oral e escrita;
  • TestDaf pode ser feito no Brasil, na Alemanha ou em qualquer outro país cadastrado pelo TestDaf Institute; 
  • Etc…

Como se preparar para as provas do TestDaf?

Para evitar o tão temido fracasso e a não obtenção do tão sonhado certificado de proficiência na língua alemã, separamos algumas dicas que podem ser muito úteis na hora de encontrar o bom estado de espírito para o dia da prova.

Textos em áudio são apresentados aos candidatos para testa a compreensão oral. Testar as habilidades de compreensão oral faz parte das avaliações do TestDaf.

Saber o que esperar

Independente do seu nível de conhecimento do alemão e da finalidade para a obtenção do TestDaf, você tem que estar apto para fazer quatro provas que exploram as seguintes habilidades linguísticas:

  • Compreensão oral;
  • Expressão oral;
  • Compreensão escrita;
  • Expressão escrita.

Preparar-se para as provas escritas

Para obter uma boa pontuação na prova escrita do TestDaf, nada melhor do que escrever muito em alemão. Agora que você já sabe a estrutura da prova, seja objetivo e treine sua produção de texto de acordo com o formato que será demandado no “Dia D”.

Nem só de produção de texto se fazem as provas escritas. Existe ainda a prova de compreensão, ou seja, muita leitura. E não basta ler, pois é preciso entender o que o conjunto de letras impressas no papel à sua frente quer dizer.

Preparar-se para as avaliações orais

TestDaf é um dos exames de proficiência mais reconhecidos, pois ele avalia de maneira geral e completa as aptidões dos candidatos. Isso quer dizer que além das provas escritas, também é preciso passar por avaliações orais.

Estudar para os testes de escuta e fala não significa deixar a escrita de lado, então tente alternar o treino das habilidades nos momentos de revisão da matéria ligada à língua da Alemanha.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar