Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Aprender o menor dos instrumentos clássicos de cordas em grupos regionais

De Fernando, publicado dia 11/10/2018 Blog > Música > Violino > Como se tornar um violinista com um professor de associação?

“Música faz as pessoas dançarem. ”  Enzo Cormann (1953 – ), escritor francês especializado em crítica musical.

Se o seu desejo é aprender a tocar violino, fazendo aulas de nível iniciante, aprendendo a tocar no ritmo certo, coordenando a mão esquerda e a mão direita… Esse aprendizado é um dos mais rigorosos das aulas de música!

Também é um investimento alto, mas a conta do curso de violino pode ser reduzida se passar por professores privados disponíveis para ensinar em uma associação ou grupo regional.

Alguns desses profissionais podem ser voluntários ou aceitarem pagamentos mais acessíveis para que eles também possam ter experiência na didática e relacionamento com alunos.

E como aprender a tocar instrumentos de corda – incluindo o violino – em uma aula nesse formato?

Aqui estão algumas pequenas dicas para pesquisar, encontrar e já começar a participar do seu curso de violino!

A ONG coloca você em contato com o mundo A prática ajuda no desenvolvimento do aprendizado e a associação pode apoiar esse encontro

Por que aprender a tocar violino em associações?

Para aprender o violino e todos os outros instrumentos musicais, o caminho frequentemente indicado a crianças pequenas é o conservatório de música, seja um conservatório nacional, um conservatório com influência regional ou municipal.

Mas essa modalidade de treinamento musical de alto nível é amplamente voltada para crianças pequenas ou para pessoas que já tem conhecimento suficiente para se profissionalizar nesse tipo de espaço.

O mesmo vale para violino e outros instrumentos do quarteto – viola, violoncelo – na escola de música: modelado no ritmo do ano letivo, você não pode necessariamente ir a uma classe de piano ou violino quando estamos no horário comercial.

Então, o que fazer quando alguém atingiu a idade adulta, está trabalhando e tem o novo desejo de aprender música?

Agora estamos no ponto que queremos: privilegiando o aprendizado da teoria musical e do violino em uma associação, em que tocamos em nosso próprio ritmo, em todos os níveis e em qualquer idade.

O primeiro diferencial é que podemos ingressar em uma associação musical aos 40, 50 ou 60 anos, ao passo que será mais difícil entrar no conservatório nesta idade se você ainda é um iniciante.

Outra vantagem das associações é que elas são frequentemente subsidiadas pelas prefeituras, empresas e declaradas de interesse público: o registro será mais barato do que as aulas particulares em casa com professores ou para aprender o violino em uma escola de música.

Além disso, aprendemos teoria musical ao mesmo tempo em que aprenderemos a praticar o instrumento com pessoas já reconhecidas de mercado.

Isso é diferente para o conservatório ou escola de música: nestes organismos de formação, instrumentistas primeiro devem passar por longas horas de aprender teoria musical, antes mesmo de tocar qualquer estilo de música.

Em uma associação sem fins lucrativos, os exames não são sistemáticos. No entanto audições, testes e recitais são bem comuns nos lugares acadêmicos em que é possível aprender a tocar violino.

Além dessas considerações, este instrumento – o violino – requer muita motivação e rigor no treinamento: como qualquer outro instrumento musical com cordas curvadas (contrabaixo, viola, violoncelo), não há referências e nem preocupações para discernir cada nota de maneira muito intuitiva, é preciso aprender com bastante dedicação.

Ao lado do professor de violino, as aulas de associações, ONGs e grupos regionais aparecem aqui como uma ótima maneira de aprender música: muitas vezes voluntários ou com custos bem mais baixos, esse movimento é desenvolvido pela paixão e não pelo interesse financeiro.

Um professor focado no aprendizado e na progressão de seu aluno, avaliando o cenário mais completo do que uma aula rígida e presa em padrões .

Como você estuda o violino? Pratique para participar também dos recitais da sua associação

E como encontrar associações aprender o violino?

Quais são as associações em você pode aprender a tocar violino no Brasil?

Bem, não podemos listar os milhares de associações, ONGs e grupos regionais localizadas por um país de dimensões continentais como o nosso, mas é bom termos uma noção de como procurar.

Nas maiores cidades do país é mais fácil de encontrar, mas as menores, especialmente as que possuem grandes empresas ou centros universitários.

O que posso aprender em uma associação

O país está cheio de lugares para aprender música e não é diferente com o violino. Selecionamos algumas opções para você focar enquanto estiver pesquisando a sua melhor opção:

  • Se você quer privilegiar a prática instrumental coletiva, converse com seus colegas de trabalho, vizinhos e tente observar nos espaços de divulgação apresentações artísticas na região. Isso é uma demonstração de que pode existir esse tipo de prática na área.
  • Pesquise na internet por aulas de violino, violoncelo, baixo, saxofone, oboé, clarinete, ukulele, tambores, oficina de jazz e improvisação, música de câmara ou canto. Com essas informações em mãos, fica mais fácil conversar com quem você encontrar para falar sobre a sua preferência por aulas de um instrumento específico e o seu nível,
  • Se a sua ideia é ampliar a apreciação da música, teoria musical, educação musical, procure as escolas de música e os músicos profissionais que podem indicar esse tipo de iniciação. Eles podem trabalhar em alguma dessas associações ou conhecerem o movimento da região.

As aulas de musica em ONGs são produtivas?

Aprender a tocar um instrumento é algo muito trabalhoso, dependendo muito de você como se dedica ao trabalho. E suas aulas podem ser muito boas. O importante é criar uma boa rotina de aulas, criando uma programação também para seu aprendizado global de música.

  • Encontrar um professor que atenda ao seu estilo musical e incentiva os alunos a ouvirem mais músicas para que possam se inspirar e construir um bom repertório musical,
  • Crianças e adolescentes podem encontrar uma turma com a mesma faixa etária e dividir interesses além da música. Aproveitar as aulas em grupo e essa socialização pode ser algo muito rico,
  • Procure horários que serão acessíveis para você e que serão cumpridos, evitando faltar ou remarcar. Você pode estar fazendo aulas gratuitas ou com preços mais baixos, mas precisa ter esse tipo de compromisso com o seu aprendizado, tendo uma rotina também de exercícios,

Encontrar um professor em uma associação pode ser bem mais simples do que você imagina.

Basta digitar “associação aulas de violino” em uma consulta do Google, por exemplo, adicionando sua cidade de residência na pesquisa e você pode encontrar o mapa dos grupos de referência com seus contatos para que possa conversar melhor.

É como aulas particulares, não há receita milagrosa: a única boa solução é tentar…

Você também pode ter aulas de violino com o apoio de aplicativos!

seu professor pode ajudar na teoria musical Aprender a ler uma partitura é importante para tocar bem o violino

O que fazer em aulas de violino em uma associação?

Se você quer tocar violino com precisão, mas o curso na escola de música é muito caro e também não pode pagar um curso com um professor particular, os grupos podem ser a sua salvação.

Memorize as notas, faça vibrar a caixa de som e aprenda pouco a pouco de uma forma divertida e não restritiva. Aqui estão os princípios da aprendizagem dentro de uma associação musical, que é mais leve e tranquila de trabalhar do que as aulas impessoais e distantes dos conservatórios musicais tradicionais para aprender o violino.

E isso pode acontecer em qualquer idade, promovendo  a integração da atividade musical no meio natural da vida da comunidade, seja uma criança, adolescente, adulto ou idoso.

Aprender ou retomar as aulas música quando você não tem idade suficiente para se juntar a um conservatório, quer estudar o violino em um espírito de compartilhamento e convivência, é obviamente possível em uma associação.

As possibilidades desse modelo são muitas. Veja alguns exemplos do que pode ser feito:

  • Compreensão musical e das notas,
  • Desenvolvimento rítmico
  • Teoria musical,
  • Cantar e acompanhar as notas para estimular o ouvido musical,
  • Estudar e compreender os conceitos de harmonia,
  • Composição,
  • Análise e cultura musical,
  • Improvisação clássica,
  • Aprender os diferentes estilos de música,
  • Trabalhar para evitar maus hábitos no estudo da música,
  • Desenvolver a técnica para tocar melhor (vibrato, pizzicato, movimentos lentos e rápidos),
  • Memorizar intervalos, etc.

É preciso muita determinação e perseverança para evitar desanimar.

encontre a sua associação para estudar violino Alguns grupos são focados em músicas mais regionais ou tradicionais

É por isso que é importante encontrar um professor com boa didática de violino que enfatize o acompanhamento educacional e musical em vez da busca de interpretação acadêmica com perfeição. Sabemos que a técnica é muito importante e não pode ser deixada de lado, mas se você quer trabalhar isso como um hobby, é bom que também exista essa leveza no aprendizado e no treino.

A música é uma arte que deve trazer a linguagem corporal do aluno, por isso também é sempre importante cuidar da sua postura, da maneira correta de respirar e trabalhar exercícios que complementem o estudo da música. Aprender a relaxar os ombros, exercitar a respiração, fazer os alongamentos corretos para acompanhar a prática musical… Não é só sobre música!

Mas tender ao virtuosismo ou ao menos tocar bem é muito difícil se o curso na associação não permitir tocar livremente ou trabalhe com um método que não agrade. Faça aulas experimentais, converse com outros alunos, seja proativo para conquistar o seu desejo de aprender.

Você encontrou uma associação, pagou a taxa anual e já está em contato com um professor ou turma do seu nível? Bom, mas lembre-se que esse é apenas o primeiro passo. Sempre coloque  algumas ações em seu pensamento: aprender, praticar, colocar na rotina!

Encontre também aulas de violino em conservatórios musicais.

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar