Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Características ideais para ensinar a língua francesa

De Carolina, publicado dia 17/08/2017 Blog > Idiomas > Francês > Quais são as qualidades para ser professor de francês?

Está pensando em ser professor particular de francês?

Independente de querer dar aulas particulares, em uma escola, instituição ou empresa, você tem que dominar bem a língua. Isso parece ser evidente, mas não é o único ponto…

Como pode motivar os seus alunos? Como transmitir seus conhecimentos? Como preparar aulas interessantes? Como colocar a prova a sua pedagogia?

São tantas as perguntas que vão surgir na sua cabeça quando quiser dar aulas da língua de Molière…

Você tem o perfil de Superprof de francês?

Ser professor de francês é ser bilíngue, mas não somente…

Você tem um bom nível de francês? Um diploma específico na língua? Isso não será o suficiente para ser professor particular do idioma. Você terá que aperfeiçoar a sua prática no idioma para se tornar um perfeito bilíngue.

Caso contrário, será difícil você se tornar um bom professor se não ter o domínio completo da língua em questão. Além disso, é importante ter um currículo escolar e experiência apropriados para tal.

A culinária francesa é essencial na cultura do país Quem não conhece a delícia do Macarron? Aprenda francês comendo essa iguaria!

Para os idiomas, uma etapa quase obrigatória para ser bilíngue é ter morar em um país que fale a língua, no caso, um país francófono. Uma imersão seria o ideal para chegar a seu objetivo.

Como professor particular, você não pode dar aulas para alunos que tenham o nível superior ao seu, por isso a importância de se tornar bilíngue. Não se esqueça que vários alunos precisam das aulas particulares!

Se você ainda não terminou suas aulas na universidade de Letras, mas já tem um bom domínio da língua para dar aulas em nível básico ou intermediário, vá em frente!

Um professor de francês (em diploma é possível?) tem que ser uma referência para seu aluno. Espera-se que ele seja capaz de:

A experiência é sem dúvida o melhor aspecto que define um bom professor de francês. É certo que aprender a ensinar um idioma requer tempo, prática e investimento pessoal importante.

A experiência de professor é um punho essencial que determina as capacidades para transmitir seus conhecimentos e tudo o que o idioma implica.

Ensinar francês é saber as principais dificuldades dos brasileiros com a língua

O francês é uma língua relativamente parecida com o português. Ambas provêm do latim, mas as duas têm diferenças muito importantes que devem ser explicadas na hora de ensinar a língua.

Seus alunos podem, no começo, pensar que é uma língua fácil de aprender pelas similitudes com o português e nem para tanto… Não é possível traduzir palavra por palavra, por exemplo.

Você estará lá para isso, para explicar as diferenças entre as duas línguas. Não se esqueça que a aprendizagem da língua francesa (pela internet) requer um enfoque específico. É importante que seus alunos aprendam a pensar de forma diferente e enriqueçam seu vocabulário na outra língua.

Você se sente preparado para explicar a seus alunos todas as regras úteis de gramática para construir frases corretas em francês?

Não vale somente ter bons conhecimentos, também tem que saber transmiti-los:

  • explicar
  • responder perguntas
  • propor exercícios
  • dar conselhos práticos para favorecer a memorização das regras gramaticais…

Veja alguns aspectos de gramática que podem causar problemas com os alunos:

  • Os verbos afetivos: aimer, detester, manquer
  • A forma impessoal on
  • Os gerúndios, subjuntivos, particípios
  • O “vous” e o “tu”
  • A pronúncia do ai, en, an, in…

A conjugação francesa não é fácil de dominar e conta com várias dificuldades como:

  • Verbos irregulares
  • Imperativo
  • Auxiliares…

Todas essas noções são aprendidas na grade de um curso de Letras em francês (é possível dar aula sem fazer o curso?) ou em Estudos da Língua Francesa.

A função do professor é facilitar os aspectos mais difíceis da língua. Algo que as vezes pode ser difícil até para o professor.

Os costumes também devem ser estudados para saber a língua francesa A lavanda também é algo muito conhecido na França, além de todas as outras plantações

Isso ocorre com o francês mas também com outros idiomas como o russo, espanhol, inglês, alemão, italiano…

Ensinar francês é explicar a variada fonética da língua

Além das teorias, seus alunos têm que trabalhar suas aptidões a nível oral (compreensão e expressão).

Para poder dominar o francês e manter uma conversa, é importante ter em mente algumas bases da língua.

Fonética, pronúncia, mas também os acentos: esses aspectos são muito importantes para falar francês!

Seus alunos terão que estudar muito bem as pronúncias de sons como:

  • “é”
  • “è”
  • “iu”
  • “ou”
  • “u”
  • “au”
  • “en”
  • “in”
  • “en”
  • “oy”
  • “oi”
  • a pronúncia da letra “r” é algo difícil de se pronunciar para uma pessoa do Brasil

Se é perfeitamente bilíngue, sua experiência será de grande ajuda para seus alunos. É certo que em alguns momentos da sua aprendizagem, você teve dificuldade de aprender algumas pronúncias do francês. Aproveite de sua experiência para dar dicas e ensinar para seus alunos.

Outro caso particular do francês é a presença de vários acentos como o agudo, grave, circunflexo. Nós também temos esses acentos, mas eles não funcionam necessariamente como na língua francesa.

Em francês como em português, todos os acentos estão nas palavras para mostrar a maneira como elas serão pronunciadas.

Ensinar francês é conhecer a cultura e a história dos países francófonos

A língua francesa é falada em várias partes do mundo…

Saiba os pontos cruciais que formaram a população francesa A história da França é muito interessante e o professor deve conhecer um pouco para transmitir a seus alunos

O francês é uma língua que aos poucos vai alcançando o seu auge e cada vez há pessoas que falam o idioma no mundo. Fala-se francês como língua oficial em 29 países. Sua maioria está situada na África devido às antigas colônias francesas.

O francês também tem uma história muito interessante e rica. Ela determinou várias épocas da história mundial como a Revolução Francesa e o reinado de Napoleão Bonaparte.

A história da língua francesa começa com a invasão da Gália pelos exércitos romanos. Júlio César mandou os soldados entrarem no território que teria cerca de 10 milhões de habitantes em 58, 50 anos a.C. Depois da conquista, os soldados e comerciantes romanos importaram com eles os termos cotidianos do latim vulgar.

Apesar da aparente similitude entre as línguas galo e o latim vulgar (sintaxe, numeração, morfologia…), a assimilação é lenta. Ela acontece depois de vários ciclos, provavelmente depois da evangelização no meio rural comandada por Dagoberto I.

O latim funcionou como a língua escrita e da administração. O galo, de tradição oral e não escrita, continuou sendo a língua de intercâmbio até o século III nos centros urbanos que se desenvolveram graças aos romanos.

Por outro lado, o avanço da romanização aconteceu notadamente na costa mediterrânea e nas regiões ao redor de Lyon (Lugdunum), Autun (Augustodunum), Poitiers (Pictavii) e Reims (Remi). Ela foi mais lenta na Bretanha, Limousin e na região da Champagne-Ardenne.

O grupo galo-romano é um dos ramos mais divergentes dentro do grupo romano ocidental, tanto no nível léxico quanto no nível fonético.

Somente as línguas romanas orientais apresentam uma grade de divergência similar comparado as outras línguas romanas.

A grande parte dessas trocas parece ter acontecido entre os séculos VII e XII quando o sistema fonético sofreu importantes mudanças que formaram as línguas das outras partes do ocidente romano.

Você já sabe, aprender um idioma vai muito além das normas léxicas e fonéticas. Sua história também é importante!

Para concluir, um idioma vive através da história do seu povo. Para entender um idioma completamente, você terá que mergulhar na cultura do país onde ele é falado. Por isso é crucial que o professor tenha adquirido as bases nesses campos.

Ensinar francês é ser apaixonado pela cultura francesa

Literatura, cinema, gastronomia, pintura… Você terá que estar apaixonado por tudo que concerne a língua francesa se quer ensiná-la para outras pessoas.

Aprender a falar a língua francesa requer amar a cultura do país.

Conheça as cidades da língua francesa A capital da França tem seu charme e é muito rica em história

Só vamos ter uma visão exterior, fundamentada em alguns aspectos limitados se não formos além na descoberta da língua. Pergunte para alguém que nunca foi à França e não sabe falar o idioma: “Como é a França, o idioma francês e os franceses?”

Tenho certeza que você vai escutar “baguette”, crepe, boina, vinho, “champagne”… Algo que está inserido na cultura francesa, mas você, professor de francês, deve ir muito mais além. Você tem que ajudar seus alunos a descobrir a cultura do país.

É muito importante gostar da literatura francesa, do cinema, da pintura, dos artistas… É importante saber que a gastronomia francesa não se limita a crepes e baguete.

Para ensinar francês, você tem que compartilhar sua paixão e mostrar a seus alunos a cultura francesa através de:

  • Pintores: Renoir, Monet, Cézanne, Degas, Gustave Coubert…
  • Cinema: François Truffaut, Jean Luc-Godard (e toda a Nouvelle Vague), Louis Malle, Bertrand Blier, Claude Lelouch…
  • Literatura: Motesquieu, Voltaire, Rousseau, Balzac, Molière…
  • As tradições populares: o carnaval de Nice, as ferias de Nimes, Béziers, a festa da música, o 14 de julho…

Mostrar a riqueza cultural da França e dos países francófonos é indispensável. Se viajou muito, poderá incluir todas as suas descobertas em suas aulas de francês!

Saiba como encontra um bom curso de francês online no Superprof!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar