O principal anseio de qualquer pessoa que está prestes a entrar no mercado de trabalho é, obviamente, o crescimento profissional. É claro que, para cada ramo de atuação, os desafios podem se diferenciar.

No entanto, quando o assunto é tecnologia, e mais especificamente o mercado de programadores, é interessante nos atentarmos ao que existe de demanda hoje em dia e quais cursos estão de fato disponíveis para quem ser um profissional de qualidade.

No artigo de hoje, vamos fazer um apanhado acerca de conceitos que abordam o quão pertinente é essa atividade em nossa sociedade moderna e qual o valor simbólico da programação para o mercado vigente.

Para isso, falaremos sobre a importância dos cursos de programação nos dias atuais, o ensino das tecnologias nas salas de aula, o profissional de TI e a sua relevância no mercado de programação, além do impacto que é aprender programação e sistemas de informação no momento atual. Confira!

Os melhores professores de Programação disponíveis
Gabriel
5
5 (55 avaliações)
Gabriel
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Alessandra
5
5 (36 avaliações)
Alessandra
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Everton
4,9
4,9 (13 avaliações)
Everton
R$59
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Arthur barbosa
5
5 (17 avaliações)
Arthur barbosa
R$200
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Tiago
5
5 (25 avaliações)
Tiago
R$75
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (33 avaliações)
Rafael
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
João otavio
5
5 (24 avaliações)
João otavio
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lucas vicente
5
5 (42 avaliações)
Lucas vicente
R$85
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Gabriel
5
5 (55 avaliações)
Gabriel
R$70
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Alessandra
5
5 (36 avaliações)
Alessandra
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Everton
4,9
4,9 (13 avaliações)
Everton
R$59
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Arthur barbosa
5
5 (17 avaliações)
Arthur barbosa
R$200
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Tiago
5
5 (25 avaliações)
Tiago
R$75
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Rafael
5
5 (33 avaliações)
Rafael
R$150
/h
Gift icon
1a aula grátis!
João otavio
5
5 (24 avaliações)
João otavio
R$80
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Lucas vicente
5
5 (42 avaliações)
Lucas vicente
R$85
/h
Gift icon
1a aula grátis!
Vamos lá

A importância das aulas de programação nos dias atuais

Trabalhar com programação significa atuar em uma profissão relativamente sólida, uma vez que quem faz, por exemplo, um curso de programação c++ ou um curso de programação de sistemas, está a lidar diretamente com desenvolvimento de sites e aplicativos de forma intensa.

A pessoa que atua como programadora será responsável por desenvolver e/ou aperfeiçoar programas voltados para computadores, tablets, videogames e smartphones, sendo que, para tal tarefa, ela terá que fazer uso de algumas linguagens de programação preponderantes nos dias atuais, como java, Javascript, SQL, python, CSS e tantas outras.

Quem faz um curso programacao completo e já se sente apto a começar a dar os primeiros passos nessa profissão de desenvolvedor, pode buscar oportunidades em empresas de tecnologia ou trabalhar como freelancer na área de tecnologia, prestando serviços como fornecedor terceirizado para muitas companhias do ramo, sendo que as áreas de atuação podem variam conforme as seguintes opções:

  • Programador de Mobile: atua no desenvolvimento de sistemas a serem utilizados em dispositivos móveis, como celulares e tablets;
  • Programador de Desktop: atua no desenvolvimento de programas e aplicativos voltados para computadores de mesa (os chamados desktop) e notebooks, independentemente do sistema operacional;
  • Programador de Games: atua no desenvolvimento de jogos eletrônicos voltados para consoles de marcas, computadores, celulares e tablets;
  • Programador de Web: atua no desenvolvimento de sites responsivos que possam se adaptar à diferentes telas, tendo em vista suas respectivas páginas online, também chamadas de landing pages.

Quem planeja fazer aula de programação em um curso técnico ou em uma faculdade precisa ter em mente que o que vai fazer a diferença nessa sua empreitada é a dedicação em aprender de fato os principais aspectos relacionados ao que é estudado em logica de programação curso extra.

No entanto, é crucial deixar claro que o ideal é que essa pessoa busque ter uma certificação sim nessa área, até mesmo para que ela possa comprovar sua jornada de estudo, mostrando, inclusive, que dispõe de uma base sólida de conhecimentos técnicos em programação.

Ao mesmo tempo, é pertinente destacar que não existe uma faculdade específica totalmente direcionada para a profissão de programador.

O que existe, neste caso, são cursos (também de nível superior) que abordam somente alguns conceitos da programação, sem haver certo aprofundamento da matéria.  E dentre esses cursos, podemos citar os estudos em ciência da computação, sistemas de informação e tecnologia da informação.

Jovens rapazes em uma sala estão a trabalhar em seus notebooks.
Para quem quer se tornar um desenvolvedor é necessário se dedicar aos principais cursos de lógica de programação!

É sempre importante lembrar sobre a necessidade de definir alguns objetivos antes de iniciar o curso. Veja alguns:

  • Mercado – busque informações sobre o mercado de programação. Converse com profissionais da área que dispõem de grande experiência e tente absorver o máximo do conhecimento deles;
  • Linguagem – pesquise as linguagens existentes em um curso de programação, como HTML e CSS para quem é iniciante, e C++, C# e Java para quem quer trabalhar com games. Para quem quer trabalhar com Ciência de Dados, Machine Learning, IoT e Web a dica é se informar sobre Python;
  • Comunidades – participe de comunidades, fóruns e redes sociais sérias que abordam assuntos relacionados à carreira de programador. Esses locais contam com excelentes profissionais que costumam compartilhar um pouco de suas experiências;
  • Leitura – busque livros e revistas que abordam esse mundo da programação. O ideal é que, além do curso, artigos e outros materiais impressos sobre o tema são essenciais para completar seu aprendizado, uma vez que estamos falando de uma profissão que está sempre atualizando.

O curso de programação de sistemas nas salas de aula

Normalmente, crianças e adolescentes se mostram extremamente interessados quando estão diante de uma nova tecnologia, como celular ou tablet.

Tendo em vista tal afirmação, é interessante destacar que dentro de um ambiente escolar um trabalho pedagógico feito com dispositivos tecnológicos aumentariam ainda mais o interesse dos estudantes.

Isso não significa a permissão indiscriminada de aparelhos que provavelmente atrapalhariam as aulas, mas uma abordagem conduzida pelo corpo docente em que os respectivos conteúdos poderiam também contar com outras ferramentas de exemplificação, como computador com internet, tablet ou qualquer outra tecnologia.

A boa utilização dos recursos tecnológicos em sala de aula favorece o interesse dos alunos quanto aos conteúdos, lembrando, inclusive, que tais ferramentas facilitariam muito a vida de profissionais da educação.

E tal afirmação se dá porque a gente percebe muito bem que a criançada já nasceu sabendo mexer no smartphone. No entanto, é crucial que se tenha alguém que possa de fato mostrar a essas crianças de que a utilização de um conhecimento em tecnologia não deve ser somente para a diversão e comunicação.

Além disso, é imprescindível educar e alertar tanto crianças quanto adolescentes sobre os riscos de exposição na internet, sem qualquer tipo de controle ou esclarecimento. Dentre os perigos, destaque para problemas relacionados ao:

  • Abuso sexual de crianças e adolescentes na web;
  • Cyberbullying/Assédio virtual;
  • Exploração sexual de crianças e adolescentes na Internet;
  • Exposição a conteúdos inapropriados;
  • Grooming (estratégia que um adulto tem para ganhar a confiança de uma criança);
  • Publicação de informações privadas;
  • Happy slapping (uma forma de cyberbullying transmitido em redes sociais);
  • Sexting (uma forma de assédio sexual);
  • Sextorsão – sextortion (chantagem virtual).

Uma vez que esse trabalho de acompanhamento por parte dos pais é feito, cabe à escola reforçar tais cuidados, sendo que, somente depois entrará uma nova etapa que, neste caso, é fazer com que toda essa afinidade natural da criança com a tecnologia possa de fato se transformar em uma profissão.

E é aí que entram as atividades relacionados às aulas de programação para crianças e adolescentes, mostrando a esses estudantes que as atividades de um desenvolvedor não estão voltadas somente para quem está no curso de ciências da computação.

Imagem de uma garota com as mãos no rosto denotando angústia – abaixo há um teclado com várias setas apontando para ela.
Cyberbullying é um termo da língua inglesa utilizado para caracterizar perseguições no ambiente virtual.

Tudo isso gera excelentes benefícios, como a melhora do raciocínio lógico, bem como um melhor desempenho em demais disciplinas são do mesmo modo essenciais para grande parte dos estudantes.

Outro diferencial de um eventual curso de programacao voltado para escolas públicas e privadas é quanto a estimulação da criatividade, sem falar que, ao aprender a programar, o aluno tem grandes chances de conseguir contextualizar o aprendizado que obteve em tecnologia com as demais disciplinas da grade curricular e até mesmo com aplicativos.

E um dos apps interessantes e que podem ser utilizados na sala de aula é o RoboGarden que, de fácil compreensão, faz com que as crianças aprendem codificação de forma ativa, partindo do zero.

O bacana de aplicativos como esse é que é possível ter acesso, de forma lúdica, às linguagens Javascript e Python, as quais são utilizadas por grande parte de empresas renomadas, como é o caso da Microsoft, para o desenvolvimento de softwares.

Sem dúvida, é uma excelente opção de aprendizado em programação para crianças, uma vez que esse pequeno sequer percebe que está a assimilar conceitos de programação, sem falar que há implícito aí um estímulo à criatividade, pois a criança estará o tempo todo pensando em criar soluções para resolver seus desafios no jogo.

O profissional de TI e o curso de programação de sistemas

Quem decide estudar Análise e Desenvolvimento de Sistemas a partir de um bom curso de programação em TI pode tanto trabalhar com programação back-end (se dedicar à infraestrutura de um site), ou atuar como um programador front-end que, neste caso, será responsável pela funcionalidade de um site.

E não é só isso, quem busca especialização nessa área fazendo aulas de programação voltadas aos projetos de TI, pode focar em trabalhos relativos ao desenvolvimento de aplicativos para mobile, PC e jogos.

Do mesmo modo, as múltiplas áreas de especialização em programação, mais precisamente em TI, podem inferir análise de dados e demais vertentes do desenvolvimento de softwares, por exemplo.

Vale destacar, no entanto, que os tópicos citados são apenas alguns, afinal, o leque de opções de especialização em TI fica ainda maior quando adicionamos nessa lista o hardware, em que é possível trabalhar com montagem de redes para grandes empresas, além de cuidar de toda a estrutura de servidor interno e externo. Além disso, existem algumas vertentes dessa carreira que estão em ascensão, como:

  • Cloud Computing;
  • Internet of Things (IoT);
  • Inteligência Artificial (IA);
  • Business Intelligence.
Imagem de um laptop tendo em sua extremidade um dispositivo HAT PiPoE.
A interconexão digital de objetos cotidianos com a internet se caracteriza como IoT!

Agora que você já viu algumas das principais vertentes de uma carreira de TI, é hora de descobrir quais são os principais cursos que podem ser úteis para quem quer se especializar na área de Tecnologia da Informação (TI). São eles:

  • Ciências da Computação;
  • Sistemas de Informação;
  • Análise e Desenvolvimento de Sistemas;
  • Gestão de Tecnologia da Informação;
  • Engenharia da Computação;
  • Gestão de Rede de Computadores;
  • Especialista em Banco de Dados.

Para fechar este tópico, é crucial evidenciar que, assim como em qualquer outra profissão, o recém-formado em programação deve valorizar sempre a curiosidade natural em relação às novidades da carreira para que, desse modo, seja possível corresponder as demandas do mercado.

Também, é importante saber trabalhar em equipe e, principalmente, estar aberto às críticas, sabendo, inclusive, se adaptar às solicitações dos clientes.

Isso tudo infere uma boa capacidade de comunicação com as pessoas e de um bom envolvimento com todos os departamentos, sendo apto, inclusive, de alinhar com toda a empresa, por exemplo, os inúmeros projetos, processos e novas implementações que as respectivas áreas estão a executar.

O impacto da aula de programação e sistemas de informação

A Ciência da Computação é uma disciplina de exatas que pertence a um ramo especializado nos estudos de dispositivos, ferramentas tecnológicas e metodologias computacionais, sendo capaz de promover a automatização de processos, bem como o desenvolvimento de soluções baseadas nesse sistema de informações.

Uma pessoa que faz um curso de ciência da computação aprende os principais protocolos de comunicação, implantação de softwares e técnicas de modelagem de dados, lembrando que o curso básico é constituído por disciplinas básicas e específicas que abordam aspectos que podem ser encontrados em um curso de programação c++, além de Script, Java, PHP e demais linguagens.

Para quem quer seguir na carreira de cientista da computação, há algumas especialidades que podem ser cursadas, como:

  • Engenheiro de desenvolvimento;
  • Desenvolvedor Python;
  • Engenheiro de sistemas;
  • Desenvolvedor Full Stack;
  • Engenheiro de Business Intelligence;
  • Gerente de projeto de software e rede;
  • Web designer;
  • Desenvolvedor de videogames;
  • Desenvolvedor de multimídia;
  • Programação para videogames;
  • Gerente de projeto de TI.

Claro que existem muitas outras opções que com certeza dariam uma lista...

Ilustração de um professor mostrando na lousa siglas de várias linguagens de programação.
Existem diversas linguagens de programação que podem ser estudadas e que dispõem de muita demanda!

Muitas pessoas que passam na faculdade de tecnologia e começam a fazer aulas de programação voltadas para ciência da computação, aprendem temas que, de certa forma, estão em evidência na indústria 4.0.

E dentre essas disciplinas, destaque para Inteligência artificial, Data Science e Internet das Coisas. Além disso, há a inclusão de matérias básicas ao longo das aulas que servem como suporte. Essas disciplinas são:

  • álgebra linear;
  • gestão de projetos;
  • comunicação e expressão;
  • empreendedorismo e inovação.

O exercício dessa profissão não se restringe somente ao desenvolvimento de programas de internet. Para se ter uma ideia, é possível atuar como analista de sistemas, arquiteto de softwares ou gerente de TI.

É importante deixar claro que esse cientista da computação poder atuar nessas atividades tanto em empresas púbicas quanto privadas, lembrando, inclusive, que esse profissional também pode fazer parte de um grupo de pesquisadores, os quais estão a desenvolver algum projeto dentro de uma determinada corporação.

Por conta disso, não é nenhum exagero enfatizar que todo pessoa que se predispõe a fazer um curso de programação voltado para a ciência da computação conseguirá, em pouco tempo, trabalhar tanto na modalidade CLT quanto até mesmo no sistema PJ (Pessoa Física).

Logo, esses trabalhos vão ser voltados para empresas diversas, pois hoje em dia muitos cientistas da computação preferem atuar como freelancer (MEI – Microempreendedor Individual) já que essas pessoas podem contar com uma carteira grande de clientes e ganhos bem-interessantes.

>

A plataforma que conecta profes particulares e alunos

1ª aula gratuita

Gostou desse artigo? Deixe uma nota!

5,00 (1 note(s))
Loading...

Erico

Sou roteirista, redator e CEO da Eckoa Digital, além de músico nas horas vagas.