Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Professor particular: organizando cursos de francês

Blog > Idiomas > Francês > Montar lições particulares do idioma da França

Se calcula que existem mais de 270 milhões de pessoas ao redor do globo terrestre que falem a língua francesa. Este número visa a crescer, já que, cada vez mais, o francês é utilizado como idioma oficial em relações internacionais entre nações estrangeiras.

Para nós que falamos português, é muito mais fácil – e rápido – aprender a língua de Edith Piaf do que o inglês ou o alemão. É preciso, no entanto, ter contato com um bom método de ensino que permita um aprendizado eficaz do idioma.

Mesmo sendo uma língua com as mesmas bases da nossa – o latim -, aprender francês demanda estudo e dedicação. Como todas as línguas vivas, ela possui um vasto vocabulário, uma gramática que pode ser complicada para muitos, regras de conjugação distintas, pronúncias específicas e escrita elaborada.

E quando se é professor, por onde deve-se começar? Como ser claro, conciso e bom pedagogo?

Tais perguntas podem acabar por tirar o sono de muitos profissionais que acabam de ingressar na carreira das aulas de ensino do francês

Sempre com o intuito de auxiliar nossos leitores, Superprof dispõe nesta matéria alguns conselhos para se tornar um professor do idioma da França bem preparado para o que der e vier.

Ser organizado

Para dar aulas de francês de maneira clara e eficiente, a primeira regra essencial é ser um professor organizado. Para tal, é preciso preparar-se com antecedência e ser organizado.

Por falar nisso, você já sabe qual valor cobrar pela hora de curso? Superprof te explica como fazê-lo.

Estruturar aulas

Suas aulas precisam de uma estrutura básica, que será adaptada de acordo com a necessidade de cada aluno. Confira algumas dicas de como fazê-lo:

  • Criar uma lista com os objetivos de suas aulas;
  • Descrever abaixo de cada objetivo os assuntos das aulas necessárias para atingi-lo;
  • Preparar os suportes didádicos a serem utilizados;
  • Selecionar exercícios adaptados;
  • Desenvolver um cronograma claro que será entregue a cada aluno. Exemplo: segunda-feira – estudo das regras gramaticais; terça-feira – prática da compreensão escrita através de um texto…

O programa das aulas deve ser feito com antecedência. Estabelecer um cronograma para suas aulas é essencial.

O ensino do idioma deve abordar todos os aspectos da língua. Os temas devem, por isso, ser variados a cada aula para não se correr o risco de ter um aluno entediado, sem interesse e sem motivação em seu curso.

Se colocar em questão

O fato de se colocar em questão é muito importante para um professor de francês. Ao se questionar sobre métodos e pedagogia de ensino, o tutor abre portas para seu avanço como educador, contribuindo para o melhor desenvolvimento do aprendizado de seus alunos.

O profissional das aulas particulares precisa, então, se dedicar para melhorar constantemente suas habilidades didáticas.

Se dedicar a cursos de formação

Para melhorar suas capacidades professorais, não hesite, se possível, em fazer cursos de aperfeiçoamento no ensino do FLE (“Français Langue Étrangère“) em países francofônicos. Uma imersão cultural intensa fará toda a diferença na qualidade das suas aulas.

Abordar aspectos culturais

Fazer com que seu aluno se familiarize com a cultura francofônica pode ser muito enriquecedor para o desenvolvimento do aprendizado. Com o bom domínio do idioma, seja você um professor nativo da língua ou que conhece bem os costumes e a história dos países onde ela é falada, não pense duas vezes antes de compartilhar seus conhecimentos sobre o assunto com seus pupilos.

Buscar sempre novos suportes

Dê preferência para exercícios interativos. Na era digital, seria um desperdício não fazer uso das inúmeras possibilidades colocadas ao alcance dos educadores pelas interfaces tecnológicas.

Além do mais, está comprovado que os alunos aprendem três vezes mais rápido quando se divertem enquanto estudam. Use seus equipamentos digitais, sua imaginação e mãos à obra!

A tecnologia é sua grande aliada no ensino do francês. Use e abuse dos recursos tecnológicos para preparar suas aulas!

Adaptar-se às expectativas do aluno

Um bom professor sabe escutar.

É muito importante que o educador esteja atento, principalmente durante a primeira aula com um aluno, para que ele entenda bem quais são as expectativas e objetivos do pupilo com o curso.

Expectativas

Vários motivos podem levar um aluno a procurar por aulas de francês, tais como:

  • Melhorar suas capacidades de expressão oral para se comunicar facilmente durante viagens;
  • Desenvolver habilidades linguísticas para atuar profissionalmente utilizando o idioma no ambiente de trabalho;
  • Aprender simplesmente a falar a língua porque é apaixonado por ela.

Existem zilhões de maneiras de ensinar, aprender e estudar francês. Por isso o professor deve levar em consideração os objetivos e desejos de cada aluno antes de formular suas aulas.

Oferecer uma primeira sessão de ensino gratuita pode ser uma ótima maneira de conhecer o futuro pupilo e testar a química entre aluno e professor. Sem contar que pode ser uma excelente maneira de divulgar e agradar seus clientes em potencial.

Personalização das aulas

A metodologia de ensino, assim como o material a ser utilizado nas aulas devem ser adaptados e personalizados para cada um dos alunos.

Os conselhos abaixo te ajudarão a estruturar melhor esta parte das aulas:

  • É preciso dar ênfase ao trabalho com a expressão oral caso o aluno busque apenas aprender habilidades de comunicação para quando estiver no exterior. O pupilo deve ter a impressão que suas aulas se passam na França, ou seja, o professor deve sempre utilizar a língua francesa durante as aulas, proibindo o uso do português;
  • A aplicação de simulados é uma ótima maneira de preparar os alunos que procuram as aulas por causa de alguma prova de francês. Se eles pretendem passar em exames específicos, nada melhor do aprender e praticar fazendo-os;
  • A prática em todos os quatro campos essenciais para o aprendizado de uma língua estrangeira – compreensão oral, expressão oral, compreensão escrita e expressão escrita – é fundamental para a preparação dos alunos que visam o sucesso em diplomas oficiais como DELF e DALF;

Simulados são ótimos exercícios para aqueles que pretendem fazer testes de proficiência de francês. Escolha exercícios adaptados aos objetivos dos seus alunos.

  • A idade de cada aluno tem um peso considerável na hora do desenvolvimento das aulas. É essencial a priorizar a escolha de exercícios lúdicos para a metodologia de ensino voltada para os alunos mais jovens;
  • Se o aluno precisa tirar nota boa em um determinada prova de francês, então é essencial motivá-lo durante as sessões de ensino! A melhor maneira de fazê-lo é mostrando ao pupilo a importância do idioma internacionalmente e apontando as possibilidades que ele terá ao seu alcance quando dominar a língua, o diploma sendo a prova dessa habilidade;
  • Registre o progresso de seus alunos e mostre para eles ao decorrer das aulas o quanto evoluem a cada lição.

Saber adaptar-se ao perfil de aprendizado de cada aluno é parte das competências necessárias para se tornar um bom professor de francês.

Administrar o tempo durante as aulas

O tempo pode se tornar o grande inimigo dos professores particulares caso seja negligenciado.

É importante a proposição de um ritmo de aprendizado que lhe pareça correto: uma aula por semana durante o ano letivo? Um curso intensivo durante as férias escolares?

Seja você professor em uma escola de idiomas, em um curso universitário ou de aulas particulares, é essencial a criação e o acompanhamento de um cronograma.

O profissional deve ser capaz de estimar a duração de cada sessão de ensino: o momento de explicação, de compreensão do aluno e de prática.

Um cronograma de sucesso contém o conteúdo de cada aula. Tal conteúdo deve ser inteiramente abordado durante as sessões. Tentar continuar uma matéria na aula seguinte pode deixar o aluno confuso e aumentar sua dificuldade de compreensão.

Apresentamos alguns conselhos para que consiga construir um bom cronograma:

  • Proponha uma sessão intensiva se o aluno estiver atrasado com a matéria, principalmente se ele encontra dificuldades com o assunto tratado;
  • Cronometre suas aulas: 1/3 do tempo para passar a matéria, outro 1/3 para a prática do que foi aprendido e o último 1/3 do tempo para perguntas e auxílio às dificuldades do aluno;
  • Se você é professor particular, não hesite em propor um ritmo de aula adaptado ao perfil de cada aluno, pois uns aprendem mais rápido que outros;
  • Use e abuse das ferramentas virtuais, pois elas podem te fazer ganhar tempo. Elas podem ser utilizadas para a preparação das aulas via internet, proposição de exercícios online, compartilhamento de vídeos e muito mais.

Tomar conta da duração das aulas é muito importante. Cronometre o tempo das aulas para não ficar perdido.

Preparar cursos com antecedência

É essencial que você, enquanto professor de francês, prepare suas aulas com determinada antecedência. Uma boa organização te permitirá a chegar às aulas confiante e pronto para “atacar”. Um bom tutor não pode chegar em sala de aula despreparado.

Após estabelecer todos os pontos a serem abordados com seus alunos, é necessária a criação de um programa que corresponda da melhor maneira possível às expectativas de ensino.

Um bom tutor precisa ser criativo e saber dividir e multiplicar os exercícios, utilizando diversos tipos de mídias: vídeos, áudios, fotos, jogos, etc.

Confira alguns conselhos que poderão ser muito úteis na preparação de suas sessões de ensino:

  • Se o aluno é fraco em expressão oral, dê preferência para exercícios que demandem fala e escuta da língua francesa. A internet está cheia de materiais que você pode acessar gratuitamente, como os vídeos do YouTube;
  • Se você deseja que seus pupilos avancem rapidamente no aprendizado, então dê preferência para suportes interessantes e adaptados ao perfil de cada um;
  • O ensino voltado para os adultos é diferente daqueles que têm os jovens como público alvo. É preciso ter em mente que aulas desenvolvidas para os mais velhos não devem ser as mesmas para os mais novos.

Caso não encontre aulas próximo a você, pode também procurar por um bom curso frances online!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (média de4,00 sob 5 de 1 votos)
Loading...

Deixe um comentário

avatar