Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Pai e mãe têm papel importante no aprendizado dos filhos

De Marcia, publicado dia 24/01/2018 Blog > Aulas particulares > Reforço escolar > A ajuda dos pais é complemento às tutorias de apoio escolar

Segundo uma famosa citação do pesquisador francês Albert Jacquard, “On ne naît pas intelligent, on le devient” (Nós não nascemos inteligentes, nos tornamos inteligentes, em tradução livre). Essa ideia evidencia a importância das aulas de apoio.

Se o seu filho não tem apresentado bons resultados na escola, isso não significa que ele não seja inteligente. Pode ser que outro formato de ensino funcione melhor para ele: aulas particulares de reforço escolar.

Entretanto, se apesar de ter contratado um professor particular, o seu filho não apresentou os resultados esperados. Se você sente um frio na barriga só de pensar em como será esse ano que se inicia. Se ele parece cansado e desanimado, sem vontade de estudar. Se você já até trocou de professor algumas vezes e não alcançou sucesso… Não se desespere!

Acredite que esse ano letivo será o ano do sucesso acadêmico para o seu filho!

Crianças devem começar cedo o aprendizado. Ler para elas é uma atitude muito importante. Não importa a idade e fase escolar do seu filho: você pode ajudá-lo a aprender.

Entretanto, isso não depende apenas da escola e do professor particular escolhido: você deve ser o principal agente a encorajá-lo e incentivá-lo para os estudos.

Temos algumas dicas para que você possa complementar o trabalho do professor do seu filho.

Seja um ponto de apoio para a criança

Costumamos pensar que educação se aprende em casa e assuntos escolares são obrigações que cabem ao professor. Entretanto, pai e mãe têm também um importante papel na aprendizagem da criança.

Eles são os verdadeiros responsáveis pela otimização de qualquer aula particular ou tutoria. Você já parou para pensar nisso?

Ou pensou que apenas pagar por um professor é o suficiente para fazer o seu filho progredir na escola?

O professor particular é uma espécie de tutor, um conselheiro educacional. O papel dele é fundamental no processo de aprendizagem do seu filho.

Ele domina a matéria, conhece as normas oficiais, sabe aplicar exercícios didáticos e está disposto a tirar todas as dúvidas do aluno.

Mas infelizmente, isso não é suficiente. Esqueça o dito popular de que “Santo de casa não faz milagre”. Quando o assunto é a educação do seu filho, a sua ajuda faz, sim, uma grande diferença.

Pense nas plantas: adubar o pé de tomates não é suficiente para ter tomates firmes e vermelhos. Você também precisa regá-lo regularmente.

Com a aprendizagem do seu filho, funciona mais ou menos da mesma forma.

Será necessário regar o seu cérebro com mensagens de incentivo para que a vontade de aprender nunca seja totalmente saciada.

Basicamente, é você que fornece o combustível para que ele esteja disposto a aprender durante as aulas.

Mas como despertar essa vontade em seu filho?

Tudo vai depender de pequenos exercícios diários que você deve desempenhar com ele, como:

  • Esteja disponível ao diálogo;
  • Procure por materiais divertidos relacionados à matéria que ele está aprendendo;
  • Faça perguntas para avaliar como anda a sua motivação;
  • Elogie sempre que ele tiver algum acerto. Expressões como “Muito bem!”, “Ótimo!”, “Parabéns!” possuem grande efeito motivacional;
  • Acompanhe-o enquanto ele faz as tarefas;
  • Peça que ele lhe explique algum tópico que aprendeu na aula anterior;
  • Seja paciente;
  • Saiba valorizar seus aspectos positivos e incentivar uma dedicação maior no que ainda precisa ser melhorado. (Em escolas e até mesmo em universidades, há professores que se limitam a criticar os erros do aluno e nunca fazem um elogio pelos acertos. Eis uma grande fonte de desânimo e frustração. Não colabore com a instalação desses sentimentos).

Um aluno desmotivado tende a apresentar queda no desempenho. Trabalhar essa questão emocional é fundamental. Quando a criança demonstra falta de vontade de ir à escola, você deve intensificar o trabalho motivacional.

Esse trabalho motivacional fará com que o seu filho chegue à próxima aula com vontade de aprender. E é assim que você potencializa os resultados do trabalho do professor particular que contratou.

Alunos que entram em situação de fracasso escolar, se não receberem esse incentivo em casa, tendem a ter a cada dia menos vontade de estudar, sequer tentam entender a matéria, pois sentem que não são inteligentes o suficiente para aprender. É por isso que o trabalho do professor, sem o apoio dos pais, é em vão.

Há crianças que simplesmente não gostam de estudar. Muitas vezes, tomam aulas particulares porque foram “obrigadas” pelos pais.

Mas com a presença, perseverança e paciência dos pais, algo pode ser mudado e, mais cedo ou mais tarde, ela apresentará os primeiros sinais de que finalmente está interessada na matéria. O complemento são as boas notas que virão e farão com que ela sinta que seus esforços valeram a pena e assim tenha a cada dia mais vontade de aprender.

Preparação mental e física para as aulas particulares

Para que as aulas não se tornem uma rotina chata e maçante, o aluno precisa se sentir confiante, preparado e disposto a receber o seu professor.

Não importa se trata-se de reforço escolar, aulas de matemática, preparação para exames ou um curso de idiomas… ele precisa estar preparado de corpo e alma para a aula que vai acontecer.

Sendo assim, é importante estabelecer e acompanhar uma rotina, que é uma espécie de treinamento para chegar às aulas com disposição:

  • Dormir bem – o cérebro precisa de descanso para assimilar as novas informações que são adquiridas durante as aulas. Ficar jogando videogame ou assistindo televisão até tarde pode prejudicar o rendimento escolar no dia seguinte;
  • Comer e beber bem – O organismo precisa estar bem alimentado e hidratado. A falta de água ou nutrientes interfere na capacidade de concentração e pode gerar fadiga e mal-estar, dois inimigos do aprendizado;
  • Respirar corretamente – A falta de oxigenação também faz com que o aluno fique desconcentrado. Por isso, é importante fazer exercícios de respiração correta, para que o ar chegue a todas as células do corpo. É assim que se aprende a respirar corretamente no dia a dia. Alongamentos e atividade física também ajudam a melhorar a disposição;
  • Cuidar da postura – Para que a respiração correta aconteça, é necessário que a coluna esteja ereta e os pés bem apoiados no chão. Isso também evita que, com o tempo, dores e problemas de coluna se desenvolvam;
  • Arrumar o material – Quando o seu filho vai para a escola, é necessário arrumar todo o material na mochila, certo? Quando o professor particular está para chegar, deve-se fazer o mesmo. Prepare o espaço onde as aulas serão tomadas e já deixe tudo o que for necessário por lá.

Muitas vezes, essas questões parecem tão óbvias que chegamos a ignorá-las.

Entretanto, seguir esses rituais diários fará com que o seu filho tenha maior capacidade de concentração e disposição para aprender.

Complemente as aulas particulares do seu filho

Normalmente as sessões particulares duram cerca de duas horas. Durante esse período, deixe o seu filho nas mãos do professor.

Entretanto, você deve auxiliá-lo nas questões complementares.

Lição de casa diária

Se o seu filho precisa fixar determinada matéria, peça a ele que leia as lições correspondentes antes de dormir. Enquanto dormimos, o nosso cérebro continua a funcionar.

Ler antes de dormir é uma espécie de ginástica mental, uma forma de aprender sem precisar passar horas estudando. Será perceptível o quanto fica fácil lembrar, pela manhã, o conteúdo que foi lido na noite anterior.

O famoso hábito de estudar na cama pode trazer benefícios ao desempenho escolar. Uma boa forma de obter sucesso na obtenção de novos conhecimentos é ler a matéria antes de dormir.

Normalmente, as aulas particulares acontecem uma ou duas vezes por semana. Se o material ficar guardado em todos os demais dias, é possível que, na aula seguinte, ele não se lembre sequer quais tópicos foram abordados. Daí a importância de acompanhá-lo diariamente com os estudos.

Se ele está fazendo um curso de idiomas, todas as competências devem ser exercitadas: ouvir, falar, ler e escrever. Você pode fazer isso através de pequenos diálogos, simples e descontraídos. Proponha também ditados e exercícios.

Se perceber que há alguma dificuldade em entender certos conceitos, ilustre-os com exemplos cotidianos. O professor já faz isso, mas quando ele não está presente, cabe aos pais desempenhar essa função.

Caso o seu filho esteja tomando aulas de matemática, busque na internet exercícios complementares, com cálculos e conceitos.

Além disso, existem os cursos de tutoria online. Alguns, inclusive, são gratuitos.

No lugar de deixá-lo passar horas diariamente navegando pelo Facebook ou assistindo a vídeos no Youtube, que tal dedicar algum tempo a utilizar a internet para estudos?

Existe hoje muito material disponível que permitem ao seu filho potencializar o aprendizado escolar e as aulas particulares.

Materiais didáticos adaptados

Uma outra dica de ouro é usar o material adequado. Um pintor não consegue trabalhar sem pincéis, correto? Com os estudos, também funciona dessa forma.

Quando o seu filho toma aulas particulares, é preciso conversar com o professor sobre a aquisição de livros adaptados ao curso que é ministrado. Folhas de exercícios e resumos também são bem-vindos. Você precisa se inteirar de tudo o que é necessário providenciar para as aulas.

Além disso, o seu filho precisa começar a “ver o mundo” desde cedo. Através de jornais e rádios, ele começa a entender o que acontece ao seu redor e pode desenvolver um interesse por questões sociais. Esse hábito estimula a aprendizagem de modo geral, especialmente em matérias como história, ciências sociais, economia, língua e cultura estrangeira, dentre outras.

Mais que somente os assuntos escolares, a criança precisa ser apresentada aos conhecimentos gerais. Uma criança que já começa a se inteirar sobre o que acontece no mundo desde cedo tende a desenvolver maior consciência social.

Essas são apenas algumas dicas do que você pode fazer para que o seu filho apresente um bom desempenho escolar e se beneficie das aulas particulares.

Se você conhece também outras formas de fazê-lo, deixe seu comentário abaixo e compartilhe conosco.

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar