Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Curso de fotografia: o guia para atrair muitos estudantes!

De Fernanda, publicado dia 15/04/2019 Blog > Artes e Lazer > Fotografia > Como encontrar alunos para suas aulas de fotografia?

“Uma imagem vale mais do que mil palavras”, Confúcio

Você sonha em transmitir seus grandes conhecimentos no campo da fotografia? E se você se tornar um professor particular?

Para iniciar a sua atividade como professor particular de fotografia, é necessário acima de tudo encontrar alunos interessados na oitava arte! Existem dezenas de maneiras de encontrar estudantes dispostos a mergulhar seriamente no estudo da fotografia artística ou de estúdio. Muitas vezes, basta começar com um pequeno grupo de alunos  para construir uma sólida reputação como professor.

Siga nossas dicas para encontrar alunos para seu curso de fotografia!

Determine o perfil dos alunos para dar cursos de fotografia

Defina o nível dos alunos com antecedência

Para ter certeza de encontrar uma boa clientela em apenas alguns dias de pesquisa, o segredo é saber como direcionar suas expectativas!

Ensinar fotografia digital, edição de imagens ou retratos em estúdio requer um trabalho prévio do fotógrafo profissional. Se o seu anúncio for bem escrito e direcionado ao seu público-alvo, você tem mais chances de chamar a atenção de grandes fotógrafos em formação.

Existem três níveis de alunos na fotografia:

  • O nível iniciante, que está procurando um curso básico para aprender os fundamentos da fotografia (foto de paisagem, balanço de branco, foto preto e branco, contraste…),
  • O nível intermediário, que busca aprofundar seus conhecimentos básicos (enquadramento, tempo de exposição, modo automático e modo manual, profundidade de campo, velocidade do obturador …),
  • O nível avançado ou especialista, para aqueles que desejam se tornar um fotógrafo profissional com formação avançada em fotografia (fotografia de retrato, fotografia noturna, fotografia analógica, edição de foto…).

Como preparar seu material antes de uma aula de fotografia? Você prefere ensinar para alunos iniciantes ou especialistas em fotografia?

Aqui, tudo é uma questão de lógica:

  • Para um curso para iniciantes, vise estudantes e adultos de todas as áreas e que queiram melhorar seus conhecimentos artísticos e técnicos.
  • Para um nível avançado, vise as estruturas profissionais de arte (escolas de arte, universidades, estúdios de fotografia…).

No seu anúncio, basta indicar o nível do seu curso, sabendo que você também pode optar por dar aulas para os três níveis, se preferir.

Escolha o conteúdo do curso fotografia e sua especialidade

Ao procurar um professor, os alunos olham em primeiro lugar para o conteúdo das aulas!.

O objetivo dos encontros deve ser claramente descrito e explicado em seu anúncio, permanecendo conciso para não perder a atenção dos futuros alunos. Dessa maneira, eles serão capazes de avaliar as diferentes possibilidades de evolução de acordo com a formação que você propõe.

Então lembre-se de indicar sua especialidade fotográfica ao escrever seu anúncio:

  • Câmera digital,
  • Foto de vida silvestre,
  • Fotojornalismo,
  • Edição de imagens,
  • História da fotografia
  • Foto de culinária,
  • Luz natural,
  • Fotos em estúdio de fotografia,
  • Foto de moda,
  • Foto de casamento (social)…

Também é essencial especificar a duração da aula. Se é por exemplo um curso intensivo ou se é uma formação de longa duração. No caso de um curso do nível de especialista, pense em usar os termos técnicos de fotografia: os estudantes especialistas vão se sentir mais seguros com o seu profissionalismo e o seu maior conhecimento em fotografia artística.

Os alunos podem aprender fotografia e descobrir a profissão do fotógrafo por meio de um curso básico!

Curso de fotografia: crie sua rede de estudantes graças ao boca a boca

Para dar aulas particulares de fotografia, nada melhor do que saber “se vender” no seu meio social!

Na maioria das vezes, os jovens professores de fotografia preferem começar com sua família e amigos. É uma oportunidade para o professor iniciante aprofundar novas técnicas de ensino e trabalhar seu lado pedagógico.

Com uma boa propaganda pessoal e um portfólio de qualidade, você pode encontrar seu primeiro aluno no seu círculo social mais próximo!

Divulgar seu curso particular para seus entes queridos oferece muitas vantagens:

  • Dar uma aula de fotografia em um ambiente familiar reduz o estresse.
  • Você já conhece seus alunos: é mais fácil para adaptar sua pedagogia às suas habilidades.
  • Não é necessário se apresentar, pois seus alunos já conhecem seu histórico.
  • Se você der aulas em casa, economizará com os custos de transporte.
  • Seus alunos podem lhe dar uma ideia mais clara e sincera do seu estilo de ensino (feedback).
  • Você pode expandir rapidamente seu círculo de alunos.

Próximo passo: faça um trabalho de boca a boca!

Seus amigos tem a oportunidade de valorizar seus méritos fotográficos para outros alunos em potencial que desejam aprender a fazer lindas fotos, seja em um pequeno grupo ou em uma aula individual. Também é possível imprimir panfletos e cartões de visita e distribuir no bairro ou perto de uma escola de arte.

No Superprof, com frequência nossos alunos deixam suas opiniões no perfil dos professores de fotografia. Se você promover um bom curso para os principiantes aprenderem fotografia, com base na escuta e na pedagogia, não vai ter dificuldades de se distinguir de outros professores graças às suas avaliações online.

Em suma: há muitas pequenas dicas para encontrar alunos de fotografia por meio do boca a boca físico ou virtual!

Publicar um anúncio como professor de fotografia

Onde encontrar estudantes para um estágio intensivo de fotografia? Publique um anúncio em uma revista especializada em fotografia!

E se você divulgasse suas aulas de fotografia com um simples anúncio impresso?

O método mais simples é publicar anúncios nas lojas e comércio local de sua vizinhança. No seu bairro há inevitavelmente pessoas à procura de um curso intensivo, um workshop ou um curso de fotografia online para aprender a usar o equipamento profissional  (tripé, diafragma, câmera digital, objetivas…).

Deixe claro se seu curso for voltado para crianças (ou adolescentes), adultos ou terceira idade: assim você terá mais chances de expandir seu leque de alunos!

Você também pode postar seu anúncio fotográfico em um jornal.

Um conselho: em seu anúncio impresso, por que não se destacar da multidão com uma imagem divertida (câmera, flash, paisagem urbana ou paisagem natural …)?

Para elaborar um anúncio típico, você deve mencionar:

  • Seu nome,
  • Seu email,
  • Seu telefone,
  • O tipo de aula que você oferece (iniciação, atualização, curso avançado, curso on-line ou aula particular em casa, aula de fotografia para terceira idade…)
  • O nível de ensino dos alunos (ensino médio, universitário, profissionais…)
  • O preço das aulas de fotografia (opcional)
  • Seu diploma na área de fotografia ou pedagogia (estudante, bacharelado, tecnólogo, pós-graduado,…)
  • Suas qualidades e sua metodologia de ensino (pedagogia, personalização de aulas, materiais didáticos …)

Atenção para não escrever um texto muito longo – não é um livro! O cartaz deve ser visível, legível, compreensível e memorável em apenas alguns segundos.

Por fim, o professor particular de fotografia pode participar de uma exposição fotográfica, um salão de artes visuais ou uma bienal para encontrar os fãs de efeitos de desfocagem, macrofotografia ou fotos de estúdio. Se você conseguir ficar em um estande pode, além de vender suas fotos, também oferecer uma aula experimental para construir uma clientela regular.

Então, por que não divulgar seu domínio da fotografia?

Crie um site para apresentar seu perfil aos alunos

Criar um site para apresentar sua atividade também é uma boa alternativa. O site é uma vitrine que permite que seus futuros alunos descubram o tipo de curso que você oferece. Ainda mais na área de fotografia, o site pode ser um recurso visual muito importante. Além disso, ele também permite que eles entrem diretamente em contato com você, se necessário.

Como criar um perfil de professor digital? Comece a usar a internet para encontrar novos alunos!

Para fazer isso, você tem várias possibilidades. A primeira é chamar um webdesigner que irá fazer a criação do seu site caso você não entenda nada do assunto. Essa solução permite ter um site de qualidade sem quebrar muito a cabeça. No entanto, você tem que pagar para este profissional de informática.

Se você tem poucos recursos, não entre em pânico! Existem plataformas criam sites sem precisar ser um especialista. WordPress e Wix são algumas delas. Você encontrará facilmente uma solução para criar sites com facilidade.

Mas o que colocar no seu site?

Comece apresentando sua atividade.

Exiba as diferentes fórmulas do curso e apresente o programa e o público-alvo (palestras, preparação para exames, fotografia para iniciantes, fotojornalismo, fotografia de moda, fotografia da vida selvagem, fotografia publicitária, fotografia social, aulas particulares, intensivos de verão, cursos individuais, cursos em todos os níveis, etc.).

Você também pode colocar algumas referências e não se esqueça de mencionar seus dados de contato. Estes devem estar visíveis para simplificar a tarefa para seus alunos.

Além do seu site, você pode criar um pequeno cartão de visita com a identidade do site para distribuir para as pessoas que conhece.

Seja conhecido pelos alunos nas redes sociais

Seus cursos particulares podem ganhar ainda mais visibilidade. São muitas as redes sociais que você pode utilizar para divulgar seu trabalho como professor particular.

As redes sociais são a consequência lógica da sua identidade digital para a sua atividade profissional.

Isso pode funcionar bem para jovens estudantes que são seguidores deste tipo de meios de comunicação.

Comece criando uma página no Facebook. Muitas empresas e associações criam sua página no Facebook para marcarem presença na internet. A página do Facebook permite que você dê suas notícias para seus alunos (período de férias, ausência excepcional, etc.). No entanto, isso não dispensa a comunicação por e-mail, já que nem todos têm Facebook.

Se você está particularmente interessado em redes sociais, também pode imaginar criar uma conta no Instagram voltada para suas aulas de fotografia. Por exemplo, você pode compartilhar indicações de leitura, sites, filmes, fotógrafos famosos, cursos online de fotografia…

Procure estar presente nas seguintes redes:

  • Facebook
  • Instagram
  • 500px
  • ArtStack
  • Flickr
  • Pinterest
  • Photobucket
  • PictureSocial
  • Bluecanvas
  • VSCO

Essa presença nas redes sociais pode trazer novos alunos à procura de cursos de fotografia amadora ou profissional.

Curso de fotografia: encontre alunos em escolas de arte

E se você fosse procurar seus alunos diretamente nas escolas ou universidades de artes visuais?

Escolas de fotografia ou de artes visuais são lugar ideal para encontrar estudantes sérios que querem fazer cursos de fotografia online ou aulas particulares no estilo “face a face”. Mesmo que eles não estudem necessariamente as profissões de fotografia, os estudantes de artes necessariamente têm uma veia artística e podem ficar tentados a descobrir novas artes!

Enquadramento e composição, fotografia urbana ou light painting: várias técnicas que com certeza interessam aos estudantes de academias artísticas!

Em geral, as escolas de arte disponibilizam aos alunos e visitantes um painel ou quadro com vários anúncios. O professor particular só precisa solicitar a permissão na secretaria ou na coordenação da escola para poder divulgar seu anúncio naquele espaço.

Se você for estudante de artes visuais, dar aulas particulares seria a ocasião ideal para conseguir pagar seus estudos e ainda ganhar experiência como professor!

Os alunos dos cursos de Artes Plásticas ou de Artes Visuais, além de conhecerem bem este campo, também oferecem preços ligeiramente mais baixos do que os fotógrafos profissionais. Durante os seus estudos fotográficos, você pode divulgar seus anúncios na sua escola para atrair outros alunos interessados ​​em fotografia de estúdio ou fotografia analógica.

Seus cursos online de fotografia (ou presenciais) também são a solução perfeita para completar sua renda como fotógrafo profissional de uma maneira simples e eficaz!

Como organizar uma aula de fotos em preto e branco? E se você der aulas de fotografia digital?

Encontre alunos em associações e instituições

Não deixe de lado as associações e das instituições públicas da sua cidade! Na verdade, essas estruturas locais são frequentadas por muitos moradores do bairro. Entre eles, você certamente encontrará alguns alunos.

Claro, a ideia não é visitar todas as associações. Mas, se puder, procure aquelas que atendem pessoas que provavelmente têm interesse em suas aulas de fotografia. As associações que promovem atividades culturais e artísticas são as mais indicadas.

Vamos ser concretos:

  • Você quer dar aulas particulares de fotografia para adultos? Coloque cartazes em instituições que acolhem adultos em sua comunidade e se ofereça para ensinar temas como fotografia básica, história da fotografia, fotografia PB, fotografia digital…
  • Seu público é o infantojuvenil? Aproxime-se das associações de reforço escolar, de ensino de idiomas ou dos clubes esportivos de sua cidade.

Na verdade, é simples: se você sabe qual perfil de aluno está procurando, precisa se concentrar nos lugares que provavelmente serão frequentados por eles!

Curso de fotografia: encontrar alunos online

E se você encontrasse estudantes de fotografia sem sair de casa?

No Superprof, sua inscrição como professor é totalmente gratuita. Aqui, o fotógrafo profissional pode entrar em contato com milhares de estudantes interessados ​​em temas artísticos e, mais especificamente, em sua área de especialização.

Como começar como professor de fotografia urbana? Online, com a ajuda do Superprof, você consegue encontrar estudantes de forma rápida e tranquila!

O segredo é saber como redigir um bom anúncio e criar um perfil consistente como professor de fotografia na plataforma do Superprof. Saiba como fazer isso graças às nossas dicas! Não se esqueça de incluir em seu perfil os seguintes itens, lembrando de dar destaque aos elementos de maior importância:

  • Diplomas e formação do professor (na área da fotografia, artes visuais, comunicação, jornalismo, publicidade…),
  • Experiência como fotógrafo,
  • Preço médio por hora,
  • Pacotes promocionais,
  • Especialidades e conteúdo do curso,
  • Nível do curso,
  • Equipamento fotográfico,
  • Local do curso (estúdio, em casa, sala especial),
  • Área geográfica e possibilidade de dar cursos de fotografia online.

Em geral, leva apenas algumas semanas – ou mesmo alguns dias – para encontrar vários alunos interessados ​​em fotografia. Depois que o primeiro contato for estabelecido, o fotógrafo discute as modalidades e os detalhes do curso com o aluno, bem como os horários e as disponibilidades. Lembre-se também de pedir ao aluno para trazer o equipamento que tiver ou, se você puder, disponibilize seu próprio material durante o curso.

Para poder preencher sua agenda de professor particular, vamos citar aqui algumas das qualidades necessárias e o que fazer com cada aluno.

Um estudante satisfeito é uma excelente propaganda para você, no sentido de que ele certamente vai falar sobre seu professor particular em todas as oportunidades, para sua família, amigos, e eles, por sua vez, podem repassar seu contato para pessoas que estejam procurando por aulas de fotografia.

Aqui estão alguns elementos indispensáveis a um bom professor particular de fotografia:

  • Seja sorridente e seguro de si mesmo,
  • Chegue na hora na casa do aluno,
  • Incentive o aprendiz quando superar dificuldades e emitir belas notas,
  • Evite julgar ou criticar pelos seus erros e vícios,
  • Seja simpático: uma aula não é uma inquisição,
  • Respeite o aluno e sua família,
  • Ensine de forma dinâmica e estimule o gosto pelo clique,
  • Pratique a arte de fotografar com o aluno e respeite o seu ritmo (vá mais devagar se for necessário),
  • Alterne entre acompanhamento e autonomia no equipamento.

Como garantir a fidelidade de seus alunos

Aprender também deve ser aprendido Ensine seu aprendiz a ser livre e estudar com seus próprios métodos

A função do professor particular de fotografia não é só a de acompanhar o aluno durante todo o seu aprendizado. A finalidade das aulas particulares é também dar autonomia ao aluno.

Esse processo vai demorar mais ou menos em função do aluno. Mas o resultado final deve ser sempre o mesmo: a sua independência. Tenha sempre em mente que você é um guia que mostra para o seu aluno um caminho seguro e autônomo.

Ter um método antes de dar as aulas parece ser algo bem positivo. Porém, você não deve ficar preso somente a um método e adaptá-lo de acordo com os objetivos, expectativas e necessidades de cada aluno. Eles vão precisar disso para progredir e ser bem sucedidos.

É importante adaptar seu programa em função das características do seu aluno. Isso também vai lhe trazer mais autonomia:

  • O nível de estudos de seus alunos: dar aulas particulares de fotografia para alunos do 1º ano do ensino médio não é a mesma coisa que acompanhar um adulto formado em engenharia, por exemplo. O programa não é o mesmo e a maneira de se aproximar desses alunos não será a mesma.
  • Adaptar seu programa à personalidade de seu aluno: como já falamos, uma metodologia clara tem sentido somente se ela for flexível à personalidade de seus alunos. A medida que as aulas avançam, é importante evoluir em sua metodologia e propor novas coisas.
  • Adaptar o ritmo de suas aulas em função das circunstâncias: a metodologia e o trabalho devem ser diferentes para um aluno em idade escolar e para uma pessoa idosa, por exemplos

Afinal, é preciso saber gingar entre as fases de aprendizagem que vão construir o conhecimento básico do aluno e as fases de revisão do conteúdo dado.

Sua antecipação e comunicação são suas principais aliadas para encontrar o equilíbrio. Um bom professor particular sabe personalizar suas aulas.

Nesse sentido, é muito importante que você tenha o conhecimento para passar para ele, mas principalmente que você o ensine a aprender!

É a diferença que podemos encontrar entre um aluno que depende do professor, que pensa que o educador é responsável pelo seu sucesso e o outro que é autônomo. Esse caminho é útil para o seu aluno, não somente para a teoria que você ensina para ele, mas para a vida em geral.

Então, você deve ensinar e transmitir competências, mas também métodos. Mais uma vez, eles devem ser claros para que o aluno possa se apropriar deles. É assim que ele se tornará um aluno livre para fazer suas próprias fotos!

Quanto tempo dura um treinamento de fotografia? Bacharelado, tecnólogo, cursos de longa duração, cursos online de fotografia.. Existem muitos diplomas para se tornar um fotógrafo!

Resumindo:

  • Um bom professor particular é sério, com metodologia, pedagogia e observador.
  • Ele deve saber encontrar as dificuldades dos alunos que ele acompanha e deve adaptar seu método de trabalho em função da personalidade de seus alunos.
  • O professor tem que ter uma vontade sincera de ajudar o aluno não só nos conteúdos que ele tem dificuldade, mas a ser autônomo. O aluno deve aprender a aprender e buscar o método ideal para si.
  • Um professor de qualidade deve ser capaz de se desprender do aluno progressivamente até o momento que ele esteja preparado para seguir e entender através de seus próprios métodos.

Um educador deve ter:

  1. Uma boa capacidade de comunicação
  2. Um entusiasmo e uma paixão pelo ensino da fotografia
  3. Bom humor e ser capaz de rir com o aluno
  4. Tempo de escutar os alunos

Pronto! Agora você está preparado para encontrar facilmente estudantes apaixonados por fotografia!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar