Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Nossas dicas para você aumentar sua clientela como coach profissional!

De Fernanda, publicado dia 17/06/2019 Blog > Artes e Lazer > Desenvolvimento Profissional > Aulas de desenvolvimento profissional: como encontrar alunos?

“Trabalhar com alegria proporciona escravidão.”- Rainha Malouin (1898-1976)

Em um contexto em que a cultura empresarial e corporativa estimula a população ativa a se questionar e a se formar para o desenvolvimento de competências-chave do mercado de trabalho, o coaching profissional está entre as profissões do futuro.

Quer queira quer não, as profissões de consultoria e de coaching estão se tornando cada vez mais importantes.

Segundo a revista Valor, um levantamento da empresa de recrutamento Robert Half indica que 29% dos brasileiros empregados vislumbram mudar de empresa e 11% buscam uma mudança maior, que inclui não só trocar de companhia como migrar para outra área de atuação.

Em tal situação, como encontrar clientes quando você é um coach profissional? Aqui estão as nossas dicas para o coaching profissional.

Identifique seu público-alvo para encontrar clientes!

Isso pode até ser um pouco óbvio, mas não cansamos de repetir: é fundamental perguntar quem são seus futuros clientes para que você consiga encontrá-los.

Como um coach profissional, você não pode oferecer serviços a todos sob pena de dispersão, perda de credibilidade e, principalmente, falta de foco.

Porque você está procurando por algum serviço,  – seja em um site, por um cartão de visita, um currículo ou um anúncio, etc. – você tem a necessidade de se sentir envolvido, seduzido pelo perfil do coach.

Esses são os fundamentos do coaching: “ajudar os outros”! E “oferecer serviços a todos” significa não receber nenhuma ligação no seu telefone.

O que é coach? Para encontrar clientes no coaching, você precisa saber com quem está falando!
Identifique seu alvo: Você não vai falar com um executivo CEO da mesma forma que com um colaborador da empresa.

Então, você precisa saber com quem está falando, porque o desafio é conceder apoio individual para atingir as metas do cliente em potencial.

É importante desenvolver competências específicas para se especializar e conhecer o seu “cliente ideal”: gestor, empresário, coach empresarial de um setor específico (banco, seguros, imobiliário, indústrias, etc.).

Além disso, podemos refinar sua meta definindo o perfil de sua futura clientela: administração geral, gestão comercial, líderes políticos, empresas em dificuldade, falência, etc.

Portanto, o personal coach terá que refinar sua oferta de serviços: recuperar a autoconfiança, a viabilidade de um projeto profissional, reconversão para uma nova profissão, mudança de carreira, comunicação interpessoal, gerenciar melhor o estresse, etc.

Os futuros clientes esperam que o coach tenha a capacidade de fornecer a eles o suporte profissional necessário.

Devemos, portanto, estabelecer uma relação de confiança que tenha base – no início – em fatores emocionais.

Passar da fase de prospecção ao encontro de clientes envolve ouvir ativamente seus problemas e usar uma abordagem empática para mostrar a eles que estamos preparados para ajudá-los a alcançar seus objetivos profissionais.

Mas se, por exemplo, você for um especialista em gerenciamento de estresse ou gestão de conflitos, é difícil se apresentar como profissional de comunicação não-violenta.

Precisamos encontrar uma especialização, não para convencer os futuros clientes, mas para seduzi-los por meio de sua personalidade: em suma, tornar-se o próprio arquétipo do que propomos.

Faça uma pesquisa de mercado para conseguir clientes!

Fazer uma análise de demanda em potencial é uma das etapas fundamentais para se tornar um coach profissional e encher sua agenda.

O que é ser coach? Ter inteligência competitiva para conhecer seu ambiente profissional é fundamental! Paulo, empresário e coach profissional: depois de um ano de pesquisa de mercado, ele finalmente começa!

Isso ajuda a desenvolver sua estratégia de marketing, especialmente em momentos-chave da atividade: criar seu negócio, criar seu site, se promover nas redes sociais (Facebook, Twitter, LinkedIn, etc.).

Conhecer as realidades e condições do “mercado” que visamos é crucial para não fracassar.

Mais e mais profissionais estão se preparando para fazer coaching profissional, seja como profissão liberal ou criando uma empresa (simples nacional, microempresário, empresa de consultoria, etc.).

Tornou-se, portanto, um mercado altamente competitivo, cuja segmentação e seus compartimentos econômicos e sociológicos devem ser conhecidos:

  • Profissões que solicitam o serviço (empregados, profissões liberais, funcionários públicos, líderes empresariais, etc.),
  • Idade do cliente (coach escolar, coach adolescente, coach adulto, coach sênior),
  • O gênero (homens, mulheres, mães de família, mulheres empreendedoras, etc.),
  • Os temas abordados (mudar de vida, gerir recursos humanos, gestão de carreira, gerir emoções, acompanhar mudanças, recuperar a autoestima, etc.),
  • Questões pessoais (dor, traumas) e profissionais (frustração, estagnação, perspectivas de carreira),
  • Os meios financeiros do “público-alvo”: quem pode pagar e o quanto pode pagar pelo coaching individual?

A má notícia é que a atividade de coaching profissional responde a uma estrutura de mercado muito competitiva, onde corremos o risco de nos encontrar na posição de aceitar valores, em vez de determinar valores.

Nós explicamos:

Quando entramos em um mercado que já existe, não temos escolha senão aceitar as regras do jogo e a inércia desse mesmo mercado, por isso devemos aceitar uma predominância dos valores médios.

Se, por outro lado, o coach pessoal conseguir encontrar o caminho em uma oferta ainda inexistente – o que é chamado de “nicho” – desde que não seja porque não haja público potencialmente solicitante, por isso estamos em uma boa posição para obter uma clientela sólida e sustentável.

Nesse nível, é o diferencial que prevalece sobre os demais profissionais: curso de capacitação em certificação, credenciamento possível, programa de formação específica, todas as habilidades profissionais que conferem sérias vantagens comparativas.

Escolha e desenvolva seus métodos de coaching

Penúltimo passo para se tornar um personal coach e saber como obter os seus primeiros clientes: escolha a abordagem metodológica mais adequada para que eles se sintam atraídos pelos serviços propostos.

O que é coach profissional? Esperar ou ir atrás dos seus clientes? Aqui estão as estratégias para conseguir trabalho … Há uma semana que coloquei meu site de coaching profissional online, e nenhum retorno: estou esperando!

Em primeiro lugar, você pode desenvolver a comunicação (site, blogs, redes sociais, boca a boca) e esperar que os clientes apareçam pelo referenciamento natural na internet.

Você pode também comprovar que, com base em sua experiência profissional, pode trazer resultados concretos aos clientes, com exercícios práticos (pode ser um questionamento para desenvolver seu potencial, aprender a gerenciar seu estresse, etc.). .

Isto é, de fato, oferecer um real valor agregado ao seu público: e como ele trata de um público que está evoluindo em um ambiente gerencial ou empreendedor, propor um retorno sobre o investimento é visto como uma virtude.

E não vamos nos esquecer do óbvio: tudo isso significa também oferecer um preço justo e adequado.

Proposto por hora ou por sessão individual, o valor não deve ser nem muito baixo nem muito alto.

A pessoa que está procurando pelos serviços e que vai escolher o seu coach irá certamente comparar os perfis, mas também os cursos que os coachs fizeram, bem como os métodos que eles oferecem.

Assim, a formação para se tornar um coach é uma variável que determina o valor das sessões do profissional.

E quais são os métodos e ferramentas de coaching empregados para obter resultados convincentes?

Para motivar seus clientes, alguns valorizam a programação neuro-linguística (PNL).

Outros favorecem a abordagem sistêmica, a comunicação não-violenta, o eneagrama, a Comunicação de Processos, a espiral dinâmica, a teoria U de Otto Sharmer, a visão integral de Ken Wilber, a pirâmide de Maslow, contribuições de análise transacional, etc.

Otimize seus canais de divulgação e construa parcerias

Henry Ford (1863-1947) – que não era realmente o arquétipo do humanista -, disse:

“Ficar juntos é um começo, permanecer juntos é progresso, trabalhar juntos é sucesso. “

E sim, é verdade que a inteligência coletiva tem muito mais alcance do que a ação individual sozinha. Trabalhar em conjunto traz a coesão da equipe, uma emulação em que o enfrentamento das habilidades interpessoais beneficia a todos.

O que é coaching? Promova seu negócio de coaching: e se o Facebook trouxesse clientes? | Redes sociais: um dos melhores canais de transmissão para referenciar os profissionais!

Vemos isso quando trabalhamos em equipe ou quando criamos uma atividade independente: temos que nos cercar de pessoas capacitadas, tendo as habilidades essenciais para fazer a atividade profissional decolar.

Mas você não está conseguindo encontrar nenhum cliente?

Para encontrar clientes, as parcerias são um excelente fornecedor de negócios: porque trabalhando para alguns primeiros clientes, eles podem trazer outros clientes e assim por diante.

Ao fazer coaching em empresa – assim como qualquer outra atividade em que o relacionamento é predominante – também é importante sempre garantir uma comunicação eficaz.

Não é porque nós encontramos 5 clientes regulares em sua atividade de coaching executivo que eles sempre estarão lá. Pelo contrário, o objetivo do coaching é ajudar a melhorar as práticas profissionais dos clientes, mas em um curto período de tempo, algumas semanas.

Nesse contexto, muitas vezes é necessário solicitar, refazer seu plano de comunicação, suas estratégias de marketing, se atualizar sobre as práticas profissionais no trabalho, sobre a prática gerencial, etc.

Por fim, um bom coach é aquele que mantém um forte relacionamento com seus clientes, e é por isso que geralmente recomendamos encontrar clientes, organizar seminários on-line, seminários ou participar de coletivas de imprensa.

Para o coach profissional, criar uma sólida rede de networking é essencial na hora de encontrar clientes.

Marketing pessoal, empatia, domínio e presença nas redes sociais… Todos esses são os novos valores que vão fortalecer o seu início de carreira!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar