Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Estudar a língua francesa antes de viajar

De Camila, publicado dia 18/08/2017 Blog > Idiomas > Francês > Aprender o idioma da França antes de sair de férias

Está chegando a hora de partir para as tão sonhadas férias na França e você ainda não teve tempo de se familiarizar com o idioma? Você quer chegar em terras francesas e saber pelo menos o básico para conseguir se comunicar com as pessoas locais e desfrutar ainda mais da experiência no exterior?

Nada de pânico, pois tem jeito de correr atrás e recuperar o tempo perdido. Existem inúmeras maneiras de se habituar ao idioma e assimilar comandos fundamentais que irão te auxiliar nesta aventura francofônica.

Se você está super empolgado(a) e motivado(a), então não descole os olhos desta matéria que Superprof preparou para você, pois ela tem dicas que vão te ajudar nesta missão super possível. Preparado(a)? Então mãos à obra, pois o tempo urge!

Aprender francês antes de sair de férias

Para aprender francês (durante o verão europeu) rapidamente antes de aterrissar em terras francofônicas, existem algumas dicas de ouro a serem seguidas. A primeira delas é adquirir alguns hábitos que te ajudarão a se acostumar com a língua francesa no dia-a-dia. Confira abaixo alguns conselhos e tente colocá-los em prática desde já!

 

O francês para viagens não precisa de super poderes. Você não precisa ser nenhum super-herói para conseguir aprender francês básico em poucos dias.

 

  1. Mude as configurações do idioma do seu celular e passe-o para o francês (não se preocupe, você se acostumará rapidinho com a novidade);
  2. Separe suas canções francesas favoritas e traduza-as. Caso não tenha nenhuma em mente, procure por Zaz, Edith Piaf, Carla Bruni ou Coeur de Pirate;
  3. Assista vídeos em francês no Youtube com legendas em português. Os de comédia de curta duração vão te divertir ao mesmo tempo em que você aprende;
  4. Escute notícias em francês (aprender na capital ou no interior?) através de sites ao vivo na internet;
  5. Separe pelo menos 15 minutos diários para praticar o que aprendeu recentemente. Nada melhor do que exercitar um pouquinho cada dia para assimilar as informações de maneira progressiva e eficaz.

Escolher um livro para praticar

Se você começou a planejar sua viagem para a França com dois anos de antecedência e pretende aprender o idioma local, então, com certeza, outros métodos de ensino do francês a longo prazo serão mais adequados ao seu perfil.

No entanto, se suas passagens já estão compradas e a partida está marcada para daqui apenas uns meses, então a situação muda de figura: é preciso agir rápido e procurar um método de aprendizagem que te dê resultado rápido e eficiente, principalmente ligado às habilidades de expressão oral.

A pronúncia correta de frases úteis, vocabulário básico e conjugações certas são o principal a ser assimilado para se virar bem nas férias. Não quebre a cabeça com a escrita, pois ela será a que você terá menos necessidade durante sua estadia. O que precisa ser desenvolvido agora são as habilidades de compreensão e expressão oral, para que consiga entender o básico do que os outros falam e se comunicar – também de maneira básica – com eles.

Outra dica que vale ouro é não ficar muito obcecado(a) em memorizar palavras do vocabulário que você não utilizará. Existem várias publicações de língua francesa (estude em uma universidade da França) para viagens que podem te ajudar muito nesta tarefa. São livros que mostram construções básicas a serem empregadas em determinadas situações durante a visita ao país francofônico. Desta forma, você saberá direitinho quais palavras e frases são importantes a serem gravadas no seu “disco duro” cerebral.

Se você gosta do suporte de papel, existe uma publicação interessante chamada “Francês – Guia de conversação para viagens”. O fascículo faz parte do Guia Visual da Publifolha e pode ser encontrado em várias livrarias. O preço varia entre 18,00 e 30,00 reais.

Você vai ter que colocar seu cérebro pra funcionar! A memória do seu “HD” (ou melhor, “cérebro”), vai ter que funcionar direitinho!

As editoras Rough Guides e Michaelis também possuem suas versões do mesmo guia, ambos na mesma faixa de preços.

Não existe um livro melhor ou pior, já que todos eles passam as dicas básicas do que pode ser necessário no quotidiano turístico no país de Edith Piaf.

Ponto positivo para os exemplares impressos é que, além de te auxiliar na véspera da viagem, ele poderá te acompanhar durante todo o período de férias, sem correr o risco de te deixar na mão por falta de bateria. Assim, se você ficar na dúvida sobre alguma palavra ou expressão, é só dar uma conferidinha básica no guia, que estará em mãos para o que der e vier.

Usar aplicativos para estudar

Tanto para celulares quanto para tablets, as aplicações desenvolvidas para o ensino de idiomas estrangeiros são ferramentas práticas e de fácil utilização para aqueles que se dedicam a um aprendizado autodidata. Se você tiver seu aparato tecnológico em mãos, poderá acessar seus curso de francês online a qualquer hora, em qualquer lugar, sempre que tiver um tempinho livre.

Recorrer a este método para  assimilação do francês básico antes do grande dia da viagem apresenta inúmeras vantagens:

  • O aprendizado é divertido: você aprende praticamente brincando;
  • O estudo pode acontecer a qualquer hora e não precisa ocupar um horário determinado na sua agenda;
  • Os aplicativos utilizam um método intuitivo;
  • Existem várias versões gratuitas de aplicativos, ou seja, você aprende francês de graça!

Duolingo é um dos aplicativos mais famosos, por oferecer toda a extensão do seu conteúdo gratuitamente.

Já o app Nemo te permite corrigir seu sotaque e sua pronúncia. Esta é uma boa maneira de treinar ouvido antes de começar a colocar a mão (ou melhor, orelha) na massa. Tal opção de aprendizado é válida para o básico da língua que, neste caso, precisa ser assimilado rapidamente. No entanto, se você quiser aprofundar seus conhecimentos linguísticos, outros métodos e aplicativos são mais apropriados, pois Nemo é bastante limitado.

Recorrer ao auxílio da internet

Caso você não confie muito nos aplicativos ou fique receoso(a) de acabar baixando algo que seja pago e que não te sirva para nada, saiba que existem também vários recursos oferecidos pela internet que podem te ajudar nesta missão “francês em pouco dias”.

Na internet você encontra muitas opções para o aprendizado do francês. Existem vários aplicativos e sites para te ajudar a aprender francês básico rápido!

Para uma formação rápida, o melhor é escolher métodos interativos e intuitivos que exercitem a escuta e a fala. Graças a esta ferramenta maravilhosa que é a internet, você encontra com apenas alguns cliques várias alternativas que te colocam em contato com a língua francesa antes mesmo de por seus pezinhos em solo francofônico.

Se você for no nosso bom e velho amigo Google e digitar “francês para viagem”, ele te dará mais 22.500.000 resultados em meros 0,54 segundos!!! Isso mesmo: vinte e dois milhões e quinhentas mil opções que podem te ajudar.

Recomendamos que você acesse os primeiros que aparecem na lista, pois, se eles estão lá, é porque são os mais acessados pelos usuários que procuram pelo tema ou porque possuem atualização e produção de novo conteúdo constante.

Dê preferência para os vídeos do Youtube, pois, através deles, você poderá treinar seu ouvido e tentar repetir reproduzindo o que ouve e lê.

Assistir filmes e séries

Na era das interfaces de streaming para filmes e séries (leia-se Netflix), ficou fácil encontrar produções em língua estrangeira que não o inglês. Utilizando o recurso de busca, basta colocar “filmes em francês” para receber uma boa lista de opções.

Ao acompanhar produções francofônicas, seu ouvido acompanhará o ritmo da fala, assim como aprenderá em quais situações algumas expressões mais corriqueiras são utilizadas (como “ça va” e “bonjour“).

Dependendo do gênero do filme ou da série, você acabará memorizando algumas expressões pelo fato delas serem repetidas com frequência pelos personagens.

Para facilitar a sua vida – ou caso você prefira baixar (legalmente!) alguns títulos – montamos uma lista com algumas indicações que valem a pena o balde de pipoca:

  • O Fabuloso Destino de Amélie Poulin;
  • Qu’est-ce qu’on a fait au Bon Dieu;
  • Intouchables (nosso preferido!);
  • Les choristes;
  • Le prénom.

Se as cidades onde eles foram filmados fizerem parte do seu roteiro de viagens – e se você gostar do filme, obviamente – quem sabe não incluir os locais que viu na telinha não seja uma boa ideia na hora do passeio?

Um professor particular só para você!

Caso você não sinta confiança em estudar sozinho(a), seja por achar que não terá a disciplina necessária ou por ficar completamente perdido(a), sem saber por onde começar (mesmo depois de todas essas dicas maravilhosas que passamos), então a melhor saída é recorrer a aulas particulares.

Assistir a produções francofônicas é bom para treinar o ouvido. Assistir a séries e filmes em língua francesa ajudam no seu aprendizado.

O ponto positivo de ter um professor particular é que ele desenvolverá as aulas de acordo com o que você quer aprender. Ou seja, se você busca apenas o básico para poder se desenrolar durante a viagem, o tutor preparará aulas de acordo com sua disponibilidade, seguindo um cronograma que deixará capaz de atingir seus objetivos no momento em que as férias chegarem.

Se você considera a dica deste último tópico como a mais plausível para seu perfil de aprendiz, então não perca mais tempo e procure aqui mesmo no Superprof por um professor que te corresponda. Nossa plataforma possui milhares de profissionais espalhados por todo o Brasil. Você, com certeza, encontrará um na sua cidade que atenderá a sua demanda de aprender francês!

Agora que você já está munido de alternativas para começar seus estudos – sejam eles independentes ou com auxílio de um profissional – não perca mais tempo e se jogue no aprendizado. Cada minuto vale ouro nesta corrida contra o tempo!

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...

Deixe um comentário

avatar