Aulas particulares Idiomas Música Apoio Escolar Esporte Artes e Lazer
Compartilhar

Aprendendo mandarim no ensino básico

De Joseane, publicado dia 30/01/2019 Blog > Idiomas > Chinês > Dá para aprender chinês na escola?

Quem tá por dentro do que se passa no mundo já sabe da notícia: A China tem crescido e muito como potência econômica, trazendo com isso a possibilidade de um novo intercâmbio comercial e, ainda, novas oportunidades profissionais para a população ocidental que crê em uma aproximação com o país asiático.

Como consequência começa as buscas pelo aprendizado do idioma oficial do país: o mandarim. Aprender a falar mandarim tem se tornado uma urgência para aqueles que querem conquistar uma das oportunidades que surgirão do crescimento da China como potência econômica e das relações comercias que serão feitas com o Brasil.

No entanto, estamos falando de aprender uma língua asiática cuja estrutura é completamente diferente da nossa. Uma língua que figura na lista dos idiomas mais difíceis do mundo para se aprender. Aprender mandarim não é como aprender inglês, não existe afinidades linguísticas entre o português e o mandarim já que este último nem sequer utiliza um alfabeto romano.

O mandarim é uma língua de caracteres que mais se parece com símbolos, desenhos. Aprender todos os caracteres exige dedicação e muito tempo de prática. Certamente não dá para aprender mandarim em um curso intensivo de três meses!

Então, a solução é começar a aprender mandarim desde já. Uma forma de se preparar para essas oportunidades é aprender o mandarim desde cedo – e escolas já começam a perceber essa tendência.

Por qual razão o mandarim deveria figurar no currículo escolar?

O mandarim é a língua do futuro, por assim dizer. Para começar, se trata do idioma mais falado do mundo! É preciso estar preparado para se relacionar com esse contingente populacional na língua materna deles. Sobretudo se existe o interesse de se manter relações comerciais com eles.

Aula de mandarim no colégio Aprender o mandarim nas escolas para promover a cultura e as relações internacionais entre o Brasil e a China

É urgente a necessidade de preparar os nossos alunos para o mercado de trabalho. Afinal de contas, todo mundo estuda para adquirir conhecimento necessário e que lhes possibilite um futuro melhor, com um emprego e carreira estáveis e melhor qualidade de vida.

Assim, pode-se dizer que, estar preparado pra o futuro, é conhecer a necessidade do mercado e instruir os nossos alunos em função. Essa seria a principal razão pela qual a língua chinesa- o mandarim-deveria figurar no currículo escolar.

Infelizmente não são todas as escolas que compreendem essa urgência e, os alunos são quem acabam sendo penalizados.

As escolas que compreendem essa necessidade tem começado a incentivar os seus alunos a aprender mandarim desde cedo, desde as classes iniciais.

Mas, além do lado econômico existe o lado cultural.

Aprender o chinês também pode servir para despertar uma paixão pela China. A cultura chinesa atrai muitas pessoas que acabam por decidir a aprender a língua chinesa. Aprender a falar chinês para preparar uma viagem à China ou para se corresponder com um nativo do lado de lá, não seria incrível?

As aulas de idiomas também ajudam as crianças a descobrir a cultura. Às vezes não é necessário ir ao país para provar alguns pratos típicos, ou para compreender alguns traços culturais. Todas as culturas possui o seu lado positivo e engrandecedor. As aulas de chinês no ensino fundamental ou no ensino médio serviriam para estreitar as diferenças entre esses dois mundos, o brasileiro e o chinês. O objetivo seria eliminar barreiras, preconceitos criadas pelo fato de se tratarem de suas culturas distantes e distintas.

Conheça as melhores escolas de mandarim do Brasil!

Razões para escolher o mandarim como língua estrangeira

Na maioria das escolas, os alunos tem a possibilidade de escolher uma língua estrangeira para aprender durante o ano letivo. Nas escolas da rede pública de ensino geralmente é proposto a língua inglesa ou a língua espanhola.

Aprender mandarim no primário Quanto mais cedo a criança começa a aprender uma língua estrangeira, melhor ela falará essa língua

Nas escolas da iniciativa privada, ditas escolas particulares geralmente os alunos possuem uma leque maior de possibilidades, podendo escolher entre inglês, espanhol, italiano, alemão e francês.

São raros os estabelecimentos que oferecem uma língua asiática entre as escolhas, mas, com as mudanças do mercado, o mandarim tem sido proposto por algumas escolas.

Nas escolas que o mandarim figura entre as escolhas, nós recomendamos que os pais incentivem os seus filhos a optarem pelo mandarim. As razões são as mesmas já citadas:

  • as crianças aprendem mais rápido e com menos esforço
  • aprender mandarim vai abrir portas no futuro
  • a criança pode desenvolver um interesse genuíno pela china, o que poderá facilitar uma adaptação para o futuro nesse país
  • a criança aprenderá sobre história e cultura chinesa,
  • a criança terá mais facilidade com outras disciplinas

Na infância, as crianças começarão a aprender as bases da língua, pouco a pouco, ao mesmo tempo em que conhece um cultura diferente e fascinante. Isso evitará que elas criem bloqueios com relação ao idioma, promovendo um aprendizado rápido e eficaz.

Além do mais, a criança que aprende mandarim na escola está, na verdade, vivendo uma grande oportunidade, já que na fase adulta, a aquisição do mandarim se torna bem mais complicada. Como se sabe, é difícil aprender mandarim! Mas as crianças parecerem tirar de letra no aprendizado dessa língua.

O mandarim parece bem difícil, mas a infância é a melhor fase para aprender idiomas.

“Cada ideograma [símbolo usado na escrita do mandarim] representa uma imagem, o que facilita para crianças”, diz Silvia Becher, diretora do Instituto Confucius, de cultura chinesa, da PUC-Rio.

Para os pais que se preocupam com o “lugar do idioma inglês” no currículo do seu filho, nós dizemos que: fiquem tranquilos! Mais cedo ou mais tarde a criança poderá começar a aprender inglês. Dá para aprender inglês facilmente em qualquer momento e em qualquer idade! Já o aprendizado do mandarim é mais demorado e mais restrito.

Se você quer que o seu filho aprenda a falar mandarim, mas na escola dele não tem essa opção. Não se preocupe! É possível aprender mandarim gratuitamente ou, pelo menos, pagando pouco, fazendo um curso através de uma associação de apoio à língua e a cultura chinesa.

O curso de chinês de baixo custo mais recomendado é aquele oferecido pelo Instituto Confúcio, espalhado por todo o Brasil

O aprendizado de mandarim no fundamental e no médio

Como já dissemos, o quanto antes uma criança começar a aprender uma língua estrangeira, mais fácil será para ela aprender.

Aula de mandarim no ensino medio Invista no seu futuro, aprenda a língua mais promissora do mercado financeiro!

No caso do aprendizado do mandarim, que pode durar alguns anos para que se domine na oral e na escrita, o aprendizado pode durar do ensino fundamental ao médio.

Claro, se a criança estudou o mandarim em toda a infância ela já vai dominar bem a língua! No ensino médio era sera considerada bilíngue e poderá se dedicar aos estudos avançados do idioma.

Mas nunca é tarde, se a criança não pode aprender o mandarim durante os anos do ensino fundamental, é possível fazê-lo na adolescência e ainda conseguir obter fluência perfeita na língua.

Porém, como já dito, quanto mais cedo começa o aprendizado, mais chances se terá de obter uma pronúncia perfeita:

“Não pode falar com sotaque, tem que fazer o som direitinho”, diz a professora Sun Bing, do colégio de São Bento (São Paulo).

Porém, com boa dedicação e incentivo, todo mundo pode aprender mandarim com perfeição em todas as fases da vida.

Ficar fluente em mandarim faz a diferença

É claro que ser fluente em mandarim vai fazer toda a diferença no currículo!

Falar a língua e conhecer a cultura chinesa ajudará na hora de fechar negócios com os chineses, dizem os especialistas.

como ficar fluente em mandarim Fale mandarim e tenha um futuro profissional brilhante…

Mas os benefícios não param por ai. Aprender uma língua estrangeira tão difícil como o mandarim, contribui também para:

  • criação de oportunidades de estudo e trabalho em solo chinês
  • melhorar a capacidade de aprender toda outra coisa
  • melhorar a capacidade de ouvir e de analisar
  • melhorar o seu foco e concentração
  • melhorar a sua autoconfiança e autoestima
  • prevenir doenças cerebrais
  • melhorar o desempenho no seu próprio idioma
  • aprimorar a criatividade
  • enriquecer o seu conhecimento cultural
  • proporcionar novas oportunidades na carreira
  • aprofundar os relacionamentos
  • viajar de forma mais tranquila !

Para obter fluência em mandarim, a regra é: praticar bastante!

O ideal seria encontrar um correspondente lá na China, alguém que esteja interessado em aprender o português para que haja intercâmbio linguístico. Treinar com um nativo certamente vai fazer a diferença. O ouvido ficará bastante treinado e o sotaque não terá tanta vez!

O mandarim é uma língua de ritmo, não dá para “abrasileirar” os sons…é preciso repetir os sons com atenção. Outra forma de praticar a língua é utilizando os foros na internet. É preciso praticar a escrita e a oral para progredir no idioma.

Hoje, é possível praticar utilizando o smartphone! Existe uma grande variedade de aplicativos desenvolvidos com esse objetivo, e dá para treinar de qualquer lugar! Para as crianças, os pais podem acompanhar o tempo de estudo e delimitar os fóruns onde a criança pode participar, sempre monitorando a participação!

 

 

Compartilhar

Nossos leitores adoram esse artigo
Este artigo te trouxe as informações que procurava?

Nenhuma informação ? Sério ?Ok, trabalharemos o tema num próximoNa média, ufa !Obrigado. Deixe suas dúvidas nos comentários.Estamos muito felizes em te ajudar ! :) (Seja o primeiro a avaliar)
Loading...
avatar